Topo
pesquisar

Geografia Física

Geografia

Geografia Física é uma subárea relacionada com o estudo da Terra e seus fenômenos, seja na superfície terrestre, seja no seu interior, ou sua relação com a atmosfera.
PUBLICIDADE

A Geografia Física é a área dos estudos geográficos relacionada com as manifestações terrestres naturais, envolvendo os processos superficiais e os elementos do interior do planeta que possuem direta relação com as formas e as alterações do relevo.

O que a Geografia Física estuda?

A Geografia Física aborda temas que se aglutinam, geralmente, em torno de quatro temas: a litosfera, a atmosfera, a hidrosfera e a biosfera. Para isso, mantém diretas relações com inúmeras outras áreas do conhecimento, como a Geologia e a Biologia.

Quando falamos em litosfera, referimo-nos à porção rochosa do planeta. É claro que a sua compreensão também deverá estar relacionada com as demais camadas internas da Terra, pois sabemos que elas interferem direta e indiretamente nas transformações das formas de relevo.

Já os estudos da atmosfera englobam temas referentes não tão somente aos elementos presentes no ar e à sua movimentação, mas a todos os processos que acontecem acima da superfície terrestre, como as transformações dos climas e do tempo e as demais ocorrências.

A hidrosfera, por sua vez, envolve, nos estudos nela realizados, questões referentes ao comportamento das formas e cursos d'água da superfície terrestre, envolvendo tanto os rios e lagos quanto os mares e oceanos. As bacias hidrográficas também constituem um importante tema nesse campo.

Por fim, os assuntos relacionados com o estudo da biosfera, em uma ampla intersecção com a Biologia, abordam questões pertinentes às três temáticas acima estabelecidas, além das relações dessas com os seres vivos. Portanto, a sua compreensão demanda um melhor entendimento de todos os elementos terrestres, sejam eles bióticos, sejam abióticos.

Nesse ínterim, é importante destacar que a Terra é, acima de tudo, um sistema dinâmico. Sua composição e sua dinâmica não se limitam a essas separações temáticas, que foram inventadas pelo homem apenas para estabelecer uma compreensão didática sobre as questões naturais.

Ramos da Geografia Física

São diversos os ramos que compreendem a Geografia Física, envolvendo diversas abordagens voltadas ao estudo da dinâmica da Terra, no que tange à sua superfície, bem como ao seu interior.

Os principais ramos são:

  1. Climatologia

Ramo da Geografia Física que estuda os fenômenos da atmosfera e as relações com a superfície terrestre. O clima é o principal objeto de estudo da Climatologia.

São exemplos de temas estudados nessa área:

Fenômenos como furacões são estudados pela Climatologia.
Fenômenos como furacões são estudados pela Climatologia.

  1. Geomorfologia

É o ramo da Geografia Física que estuda as formas da superfície terrestre (relevo) abrangendo a sua formação geológica e toda a dinâmica estrutural.

São exemplos de temas estudados nessa área:

As superfícies terrestres e suas diversas formas são estudadas pela Geomorfologia.
As superfícies terrestres e suas diversas formas são estudadas pela Geomorfologia.

  1. Hidrologia

É o ramo da Geografia Física que estuda a água na superfície terrestre e no subsolo, bem como os fatores que determinam sua ocorrência e distribuição.

São exemplos de temas estudados nessa área:

Os recursos hídricos e sua distribuição são estudados pelo ramo da Geografia conhecido como Hidrologia.
Os recursos hídricos e sua distribuição são estudados pelo ramo da Geografia conhecido como Hidrologia.

  1. Pedologia

É o ramo da Geografia Física que estuda os solos — sua formação, composição, classificação e mapeamento.

São exemplos de temas estudados nessa área:

O solo é estudado pelo ramo da Geografia Física chamado Pedologia.
O solo é estudado pelo ramo da Geografia Física chamado Pedologia.

  1. Glaciologia

É o ramo da Geografia Física que estuda a origem das geleiras, seus processos de formação e os fenômenos a elas associados.

São exemplos de temas estudados nessa área:

As geleiras e os fenômenos relacionados à água no seu estado sólido são estudados pela Glaciologia.
As geleiras e os fenômenos relacionados à água no seu estado sólido são estudados pela Glaciologia.

  1. Orografia

É o ramo da Geografia Física que estuda a descrição do relevo, bem como a descrição das montanhas.

São exemplos de temas estudados nessa área:

O estudo e descrição das montanhas é feito pelo ramo da Geografia Física chamado Orografia.
O estudo e descrição das montanhas é feito pelo ramo da Geografia Física chamado Orografia.

Geografia Física do Brasil

A Geografia Física do Brasil estuda no território brasileiro:

  • a litosfera, como seus aspectos geológicos, estruturais e formas de relevo;

  • as características da hidrosfera, de acordo com a distribuição dos recursos hídricos;

  • a atmosfera e os fenômenos atmosféricos que abrangem o país classificando seus climas, fenômenos meteorológicos, dentre outros;

  • e a biodiversidade, que se relaciona à biosfera, apresentando seus biomas, domínios morfoclimáticos e características da fauna e da flora brasileiras.

Resumidamente, o Brasil:

  • é um país tropical, localizado próximo à Linha do Equador, no continente americano, especificamente no subcontinente América do Sul;

  • é um país de dimensões continentais, o que justifica sua grande biodiversidade, seja na fauna, seja na flora;

  • é um país privilegiado em termos de disponibilidade de água, contando com várias bacias hidrográficas;

  • Apresenta climas diversificados em seu território, assim como diversos tipos de vegetação que variam conforme a localização geográfica.

A formação geológica do relevo brasileiro é antiga, apresenta em sua paisagem diferentes formas.

São exemplos de temas estudados nessa área:

Geografia Física no Enem

A Geografia Física é bastante recorrente nas provas do Enem — elaborado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), um órgão do Ministério da Educação.

A avaliação preza pela interdisciplinariedade, portanto as disciplinas dialogam umas com as outras. Os conteúdos relacionados com a Geografia Física encontram-se associados aos conteúdos de Ciência da Natureza e suas tecnologias.

De acordo com estudos realizados pelo Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), o Enem, em diversos anos, trouxe questões a respeito do clima, relevo e hidrografia. Muitas dessas questões dialogam com áreas da Biologia, Química e Matemática, bem como tratam da relação homem e natureza, fazendo um paralelo com a Geografia Humana, por exemplo, ao abordarem a questão da hidrografia associada à poluição dos recursos hídricos.

Atualmente, há uma grande tendência a questões associadas ao meio ambiente, ao uso e exploração dos recursos naturais e também às mudanças climáticas (efeito estufa e aquecimento global). Normalmente, essas questões vêm associadas a informações atuais, gráficos, climogramas, fazendo referência não só aos aspectos físicos da questão mas também à interferência humana nesses estudos.

São outros conteúdos:

  • distribuição de recursos minerais na litosfera, sendo esses associados à produção de energia;

  • biomas e sua conservação;

  • ciclo hidrológico;

  • unidades de conservação ambiental;

  • climas e fenômenos atmosféricos, como furacão e tornados, que atingem diversos países.

Exercícios resolvidos de Geografia Física

(Questão 1 - Enem) A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N2) e oxigênio (O2), que somam cerca de 99%, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO2), vapor de água (H2O), metano (CH4), ozônio (O3) e óxido nitroso (N2O), que compõem o restante 1% do ar que respiramos. Os gases traços, por serem constituídos por, pelo menos, três átomos, conseguem absorver o calor irradiado pela Terra, aquecendo o planeta. Esse fenômeno, que acontece há bilhões de anos, é chamado de efeito estufa. A partir da Revolução Industrial (século XIX), a concentração de gases traços na atmosfera, em particular o CO2, tem aumentado significativamente, o que resultou no aumento da temperatura em escala global. Mais recentemente, outro fator tornou-se diretamente envolvido no aumento da concentração de CO2 na atmosfera: o desmatamento. Considerando o texto, uma alternativa viável para combater o efeito estufa é

a) reduzir o calor irradiado pela Terra mediante a substituição da produção primária pela industrialização refrigerada.

b) promover a queima da biomassa vegetal, responsável pelo aumento do efeito estufa devido à produção de CH4.

c) reduzir o desmatamento, mantendo-se, assim, o potencial da vegetação em absorver o CO2 da atmosfera.

d) aumentar a concentração atmosférica de H2O, molécula capaz de absorver grande quantidade de calor.

e) remover moléculas orgânicas polares da atmosfera, diminuindo a capacidade delas de reter calor.

RESOLUÇÃO: alternativa C.

Uma alternativa viável ao combate do aumento do efeito estufa é reduzir o desmatamento, pois a vegetação possui capacidade de reter CO2 durante o processo de fotossíntese, sendo assim, o nível de concentração (responsável pelo efeito estufa) desse gás na atmosfera reduziria.

(Questão 2 - Enem) Segundo uma organização mundial de estudos ambientais, em 2025, duas de cada três pessoas viverão situações de carência de água, caso não haja mudanças no padrão atual de consumo do produto. Uma alternativa adequada e viável para prevenir a escassez, considerando-se a disponibilidade global, seria:

a) desenvolver processos de reutilização da água.

b) explorar leitos de água subterrânea.

c) ampliar a oferta de água, captando-a em outros rios.

d) captar águas pluviais.

e) importar água doce de outros estados.

Resolução: alternativa A.

Se o problema é a escassez de água, já se identifica que os recursos hídricos disponíveis não estão sendo suficientes para a demanda, devido não só ao aumento populacional mas também ao mau uso. Sendo assim, é necessário, então, que sejam desenvolvidos processos que reutilizem a água. O reaproveitamento é um bom caminho para evitar o esgotamento dos recursos hídricos.

(Questão 3 - Enem) Considerando a riqueza dos recursos hídricos brasileiros, uma grave crise de água em nosso país poderia ser motivada por:

a) reduzida área de solos agricultáveis.

b) ausência de reservas de águas subterrâneas.

c) escassez de rios e de grandes bacias hidrográficas.

d) falta de tecnologia para retirar o sal da água do mar.

e) degradação dos mananciais e desperdício no consumo.

Resolução: alternativa E.

O Brasil é um país privilegiado em termos de recursos hídricos. Estamos localizados sob uma região de enormes aquíferos (águas subterrâneas) bem como possuímos uma extensa rede hidrográfica. A questão da água no país, portanto, não seria motivada pela falta de rios, bacias ou águas subterrâneas, mas sim devido ao elevado desperdício no consumo e à degradação, mau uso e exploração inadequada dos mananciais.

(Questão 4 - Enem) Trata-se da perda progressiva da produtividade de biomas inteiros, afetando parcelas muito expressivas dos domínios subúmidos e semiáridos em todas as regiões quentes do mundo. É nessas áreas, ecologicamente transicionais, que a pressão sobre a biomassa faz-se sentir com muita força, devido à retirada da cobertura florestal, ao superpastoreio e às atividades mineradoras não controladas, desencadeando um quadro agudo de degradação ambiental, refletido pela incapacidade de suporte para o desenvolvimento de espécies vegetais, seja uma floresta natural ou plantações agrícolas. CONTI, J. B. A geografia física e as relações sociedade-natureza no mundo tropical. In: CARLOS; A. F. A. (Org.) Novos caminhos da geografia. São Paulo: Contexto 1999 (adaptado).

O texto enfatiza uma consequência da relação conflituosa entre a sociedade humana e o ambiente que diz respeito ao processo de

a) inversão térmica.

b) poluição atmosférica.

c) eutrofização da água.

d) contaminação dos solos.

e) desertificação de ecossistemas.

Resolução: alternativa E.

A desertificação corresponde ao processo em que o solo perde a fertilidade, acarretando também a perda de biodiversidade, especialmente em regiões de clima árido, semiárido e subúmido. Esse processo natural é agravado pela ação do homem.

Por Rafaela Sousa
Graduada em Geografia

A Terra e suas manifestações naturais são estudadas pela Geografia Física.
A Terra e suas manifestações naturais são estudadas pela Geografia Física.

Listagem de Artigos

Lista de Exercícios
Questão 1

A Geografia Física é uma importante área do pensamento geográfico, pois carrega consigo o estudo e a análise de diversos aspectos do espaço da superfície terrestre. Assinale, a seguir, a alternativa que indica o tema que não é estudado pela Geografia Física.

a) Litosfera

b) Biosfera

c) Atmosfera

d) Hidrosfera

e) Magnetosfera

Questão 2

Com alguma frequência se compara a crosta, superfície fraturada da Terra, com a casa quebrada de um ovo cozido. Cada porção inteira, na casca fraturada do ovo, seria uma placa. Mas essa analogia, como qualquer outra, tem limitações. As placas tectônicas, comparativamente, quase sempre são blocos maiores que as menores e mais numerosas porções da casca partida de um ovo cozido. Outra analogia que ajuda a compreender a estrutura da Terra é considerar a crosta, superfície sobre a qual vivemos, como a casca de uma maçã em relação à polpa, neste caso, as camadas inferiores”.

(CAPOZZOLI, U. Scientific American Brasil. Ed. 92, jan./2010.)

O movimento das placas tectônicas é um dos principais elementos de formação dos diferentes tipos de relevo da superfície terrestre. Assinale a alternativa que indica, respectivamente, a principal causa desse movimento e uma forma de relevo oriunda de tal processo.

a) Células de convecção interna e as cordilheiras

b) Fissuras do manto terrestre e as bacias sedimentares

c) Aquecimento interno do núcleo terrestre e as ilhas vulcânicas

d) Agentes erosivos e cadeias montanhosas

e) Vulcanismo e fossas oceânicas

Ver resposta

artigos Geografia Física

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola