Topo
pesquisar

O que é Encceja - certificação para ensino fundamental e médio

Educação

Criado em 2002, o Encceja dá oportunidade para jovens e adultos conseguirem o certificado de Ensino Fundamental e Médio.
Jovens podem concluir os estudos fazendo a prova do Encceja
Jovens podem concluir os estudos fazendo a prova do Encceja
PUBLICIDADE

Encceja 2018
Edital: 14 de março
Inscrições: 16 a 27 de abril
Provas: 5 de agosto

O Exame Nacional Para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) é uma prova do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para obtenção dos certificados do Ensino fundamental e Médio.

Criado em 2002, o Encceja surgiu como uma ferramenta de avaliação de participantes que não estavam frequentando regularmente as escolas e pretendiam obter o certificado.

O Inep transferiu a certificação do Ensino Médio para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2009, tendo o mesmo critério de idade e exigindo do participante nota superior a 450 pontos em cada prova objetiva e 500 na redação. Para certificação do ensino médio, o Encceja ficou restrito a brasileiros no exterior.

Em 2017, o Ministério da Educação (MEC) decidiu adotar novamente o Encceja para a certificação do ensino médio. O motivo é que o Enem tornou-se uma porta de entrada para a universidade, não sendo o melhor meio de avaliar os conhecimentos dos participantes que desejam concluir a educação básica.

Quem pode participar do Encceja?

Para obter a certificação do ensino fundamental, é preciso ter pelo menos 15 anos. Já para o ensino médio, o participante deve ter no mínimo 18 anos.

Como faço a inscrição no Encceja?

As inscrições do Encceja são feitas pela página oficial do exame, sendo a participação totalmente gratuita. O Inep costuma abrir inscrições para o exame no mês de agosto e as provas são realizadas em outubro. 

Para as provas aplicadas no Brasil, o estudante precisa ter em mãos o número do CPF e do Documento de Identidade. Para quem mora no exterior, é necessário CPF e número do passaporte.

Pessoas privadas de liberdade ou em medidas socioeducativas precisam de um responsável pedagógico para que a inscrição no Encceja seja feita. Todos os inscritos têm que responder ao Questionário Socioeconômico (QSE) para concluir o cadastro no Encceja.

Como são as provas do Encceja?

O Encceja avalia o conhecimento escolar dos participantes, mas também leva em consideração sua relação com a família, comunidade e trabalho, se for o caso. As provas são aplicadas em um único dia, nos turnos da manhã e da tarde.

A parte de avaliação do conhecimento sobre as disciplinas é feita por meio de provas aplicadas pelo Inep. O Encceja é composto por 30 questões objetivas em cada turno e uma redação, independentemente do nível para o qual é a certificação. O que muda nos testes é a divisão das disciplinas e o conteúdo abordado.

ENSINO FUNDAMENTAL

MATUTINO Ciências Naturais e Matemática  60 QUESTÕES 
VESPERTINO Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação; História e Geografia

60 QUESTÕES

 

ENSINO MÉDIO

MATUTINO Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias  60 QUESTÕES 
VESPERTINO Linguagens e Códigos e suas Tecnologias e Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias 60 QUESTÕES 


A redação tem a pontuação tradicional de 0 a 10, sendo necessária uma média de 5 pontos para que o participante seja aprovado.O certificado é concedido ao candidato que consegue pontuação mínima de 100 pontos em cada prova objetiva, sendo a nota máxima de 200 pontos em cada área. 

Onde pego meu certificado do Encceja?

Quem fizer o Encceja no Brasil deve procurar a Secretaria de Educação da sua cidade e instituições de ensino conveniadas ao Inep. Privados de liberdade terão acesso ao certificado por meio de seus responsáveis pedagógicos. Já para quem mora no exterior, o Inep envia o documento ao Ministério das Relações Exteriores, o qual encaminha para embaixadas e consulados do Brasil nos países que recebem o exame.

O estudante que fizer o Encceja e não conseguir a pontuação mínima em cada prova objetiva e redação tem a opção de pedir a Declaração de Proficiência. Basta levar o número de inscrição e as notas do exame às Secretarias, para quem está no Brasil, ou órgãos responsáveis no exterior para que um documento seja emitido e essa disciplina não tenha que ser feita novamente no próximo Encceja.

Mais informações sobre o Encceja podem ser acessadas no site oficial. Estudantes que moram em outros países podem procurar também os Consulados Gerais do Brasil.

Por Lorraine Vilela
Equipe Brasil Escola

Listagem de Artigos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA