Movimento de translação

Geografia

PUBLICIDADE

O movimento de translação está associado à existência das estações do ano e a dinâmicas climáticas, além de eventos como os solstícios e os equinócios.

Como sabemos, a Terra está em constante movimento e a translação é um dos principais movimentos do nosso planeta. Eles são primordiais para que os ciclos de vida nela funcionem perfeitamente, como o ciclo hidrológico.

Todo planeta no Sistema Solar tem seus movimentos de acordo com a distância que possuem em relação ao Sol. Eles influenciam dinâmicas climáticas, alterações de marés, estações do ano, consequências de dias e noites, e outras inúmeras atividades ligadas à vida na Terra.

Movimento de translação.
Movimento de translação.

Leia também: O que aconteceria se a Terra parasse de girar?

Características do movimento de translação

O movimento de translação acontece quando a Terra completa uma volta ao redor do Sol. Ele dura, aproximadamente, 365 dias e seis horas. Diante disso, a cada quatro anos, um dia é colocado a mais no ano no mês de fevereiro. Quando isso ocorre, tal ano é chamado de ano bissexto.

Imagem que demonstra a rotação e translação da Terra.
Imagem que demonstra a rotação e translação da Terra.

Efeitos do movimento de translação

Assim como a rotação traz os dias e as noites e a elevação do nível do mar, comparando-se litorais do Hemisfério Leste com os do Hemisfério Oeste, a translação também gera algumas consequências, como a definição das estações do ano e fenômenos como solstícios e equinócios.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Estações do ano

As estações do ano — primavera, outono, inverno e verão — variam de acordo com a posição orbital do planeta em relação ao Sol. Elas ocorrem graças ao movimento que a Terra faz em torno dessa estrela.

Por conta da posição de órbita, os hemisférios Norte e Sul sempre estarão com as estações opostas. Por exemplo: enquanto no Brasil for verão (Hemisfério Sul), na Espanha será inverno (Hemisfério Norte) e vice-versa. Em algumas áreas do planeta é mais difícil distinguir essas estações, como é o caso de regiões localizadas nas zonas tropicais do mundo. Para saber mais sobre as diferenças e características desses fenômenos, acesse: Estações do ano.

Veja no quadro a seguir as características de cada estação e suas respectivas datas de início, no Hemisfério Norte e no Hemisfério Sul.

Estações do ano

Início e fim - Hemisfério Norte

Início e fim - Hemisfério Sul

Características

Verão

21 de junho a 23 de setembro

22 de dezembro a 20 de março

Altas temperaturas e dias mais longos;

Chuvas constantes devido ao calor — evaporação da água acumulada no solo é acentuada.

Outono

22/23 de setembro a 22 de dezembro

20 de março a 21 de junho

Temperaturas amenas;

Quedas de folhas das árvores;

Temperatura cai no fim da estação, marcando a chegada do inverno.

Inverno

22 de dezembro a 20 de março

21 de junho a 23 de setembro

Estação fria;

Noites mais longas e dias mais curtos;

Hibernação de alguns animais.

Primavera

20 de março a 21 de junho

22/23 de setembro a 22 de dezembro

Temperaturas amenas;

Florescer das flores;

Dias e noites com a mesma duração.

  • Solstício e equinócio

Por conta do ângulo de inclinação da Terra em relação ao Sol, a iluminação solar não atinge todas as regiões de forma igual. Dessa forma, algumas áreas recebem mais luz solar (áreas próximas à Linha do Equador), e outras menos (os pólos do planeta).

Devido a isso, aproximadamente no dia 21 de dezembro tem-se o dia mais longo do Hemisfério Sul, além do início do verão. Os raios solares incidem sobre o Trópico de Capricórnio, tornando o sul mais iluminado. No Hemisfério Norte ocorre o contrário, com o início do inverno e o dia mais curto do ano. Esse fenômeno é conhecido como solstício de verão (Hemisfério Sul) e solstício de inverno (Hemisfério Norte). É momento em que um hemisfério está mais iluminado pelo Sol do que o outro.

O mesmo fato inverte-se nos dois hemisférios no dia 21 de junho, quando os raios solares incidem sobre o Trópico de Câncer: é o dia mais longo no norte e o dia mais curto no sul.

Entre os dias 21 e 23 de março e 21 e 23 de setembro, o planeta recebe raios solares de forma perpendicular na Linha do Equador. Dessa forma, esses raios irradiam igualmente para os dois hemisférios. Com isso, a insolação possui as mesmas condições, deixando o dia com 12 horas e a noite também. Tal fenômeno é chamado de equinócio de primavera e equinócio de outono, dependendo do hemisfério e do período, em março ou setembro. Durante o equinócio, dias e noites possuem a mesma duração, 12 horas. Para saber mais sobre esses eventos astronômicos, leia o texto: Solstício e equinócio.

Outros movimentos da Terra

  • Rotação

É o movimento que o planeta faz em torno do seu próprio eixo, ou seja, uma volta em torno de si. Ele ocorre no sentido anti-horário, o que possibilita que o Sol seja visto primeiramente no Hemisfério Leste. Daí a expressão popular sobre o Japão, “a terra do Sol nascente”.

Cada movimento de rotação dura, em média, 23 h e 56 min, ou 24 h (dia solar). Além disso, a rotação do planeta é responsável pela existência de dias e noites, pela elevação do nível do mar no litoral leste em comparação com o litoral oeste, e também pelo desvio para oeste das correntes marítimas e da circulação do ar atmosférico.

  • Elíptica, eclíptico, afélio e periélio

Nosso planeta não é uma esfera perfeita, tendo os pólos achatados, forma essa conhecida como geóide. Diante disso, a trajetória da Terra em torno do Sol ocorre de forma oval, recebendo o nome de trajetória elíptica, e seu caminho recebe o nome de plano eclíptico.

Representação dos movimentos do planeta com a rota oval e o plano eclíptico.
Representação dos movimentos do planeta com a rota oval e o plano eclíptico.

Durante sua órbita, em alguns momentos, a Terra pode estar mais próxima ou mais distante do Sol. Quando há uma menor distância entre os dois, chamamo-la de periélio, o que mede, aproximadamente, 147 milhões de quilômetros. Da mesma forma, quando a Terra está mais distante do Sol, chamamos esse ponto de afélio, que pode ser de, aproximadamente, 152 quilômetros.

Veja também: Oito curiosidades sobre o Sistema Solar

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (UFRGS/2016) A coluna da esquerda apresenta os movimentos de rotação e translação, responsáveis por diversos fenômenos; a da direita, alguns desses fenômenos.

Associe adequadamente as colunas.

1. Rotação

2. Translação

( ) Afélio e periélio

( ) Desvios dos ventos

( ) Movimento aparente do Sol

( ) Estações do ano

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) 2 – 1 – 1 – 2

b) 1 – 2 – 1 – 2

c) 1 – 2 – 2 – 1

d) 2 – 2 – 1 – 1

e) 1 – 1 – 2 – 2

Resolução

Alternativa “a”

Fenômenos como afélio e periélio, além da existência das estações do ano, são consequências da translação da Terra.

_________

Questão 2 - Sobre os movimentos da Terra, marque a alternativa correta.

a) As estações do ano existem graças ao movimento de rotação.

b) O movimento que a Terra faz em torno de si é chamado de translação.

c) O sentido da rotação do planeta é horário, ou seja, de leste para oeste.

d) Os hemisférios N e S recebem a mesma quantidade de luz solar o ano todo.

e) Os dias e as noites ocorrem graças à rotação do planeta, movimento em torno de si.

Resolução

Alternativa “e”.

Graças ao movimento de rotação, dias e noites acontecem, além das diferenças de horários em diferentes regiões do planeta.


Por Átila Matias
Professor de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MATIAS, Átila. "Movimento de translação"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/movimento-translacao.htm. Acesso em 20 de outubro de 2020.

No outono, os dias tornam-se gradativamente menores do que as noites
Geografia Outono
Geografia Primavera
O verão, uma das quatro estações do ano, caracteriza-se por elevadas temperaturas.
Geografia Verão
A primavera é conhecida como a estação das flores, embora essa não seja necessariamente uma regra
Datas Comemorativas Início da Primavera
A Lua é a principal responsável pela movimentação das águas de mares e oceanos na superfície terrestre
Geografia Marés
Geografia Solstício
Mapa dos Fusos Horários
Geografia Fuso Horário