Topo
pesquisar

Bandeira do Brasil

Geografia do Brasil

A bandeira do Brasil é um símbolo nacional conforme estabelece a lei brasileira. A atual bandeira foi criada logo após a Proclamação da República, que aconteceu em 1889.
A atual Bandeira do Brasil foi implantada no dia 19 de novembro de 1889.
A atual Bandeira do Brasil foi implantada no dia 19 de novembro de 1889.
PUBLICIDADE

A Bandeira Nacional é um dos símbolos nacionais conforme estipula a legislação de nosso país. A atual bandeira brasileira foi criada por meio de um decreto assinado pelo presidente provisório que assumiu após a Proclamação da República. Cada item da bandeira brasileira tem um significado distinto, e a última modificação que a bandeira brasileira sofreu aconteceu em 1992.

Acesse também: Conheça o Hino à Bandeira, escrito por Olavo Bilac em 1906

História da bandeira do Brasil

A bandeira de nosso país foi criada logo após a Proclamação da República, acontecimento que ocorreu em 15 de novembro de 1889. Com esse fato, o Brasil deixou de ser uma monarquia e tornou-se uma república, o que fez com que uma série de símbolos do país fossem substituídos, inclusive a Bandeira Nacional.

A bandeira do Brasil foi oficialmente apresentada no dia 19 de novembro de 1889 e foi adotada por meio de um decreto assinado pelo presidente provisório do Brasil, que na época era o marechal Deodoro da Fonseca. O decreto determinava a permanência das cores, e as mudanças que aconteceriam na bandeira. Segue o decreto (na grafia original):

O Governo Provisorio da Republica dos Estados Unidos do Brazil:

Considerando que as côres da nossa antiga bandeira recordam as luctas e as victorias gloriosas do exercito e da armada na defesa da patria;

Considerando, pois, que essas côres, independentemente da fórma de governo, symbolizam a perpetuidade e integridade da patria entre as outras nações;

DECRETA:

Art. 1º A bandeira adoptada pela Republica mantem a tradição das antigas côres nacionaes - verde e amarella - do seguinte modo: um losango amarello em campo verde, tendo no meio a esphera celeste azul, atravessada por uma zona branca, em sentido obliquo e descendente da esquerda para a direita, com a legenda - Ordem e Progresso - e ponteada por vinte e uma estrellas, entre as quaes as da constellação do Cruzeiro, dispostas da sua situação astronomica, quanto á distancia e o tamanho relativos, representando os vinte Estados da Republica e o Municipio Neutro; tudo segundo o modelo debuxado no annexo n. 1.

[…]

Sala das sessões do Governo Provisorio, 19 de novembro de 1889, 1º da Republica|1|.

Os autores da nova bandeira do Brasil foram Raimundo Teixeira Mendes, Miguel Lemos, Manuel Pereira Reis e Décio Vilares. Essa nova bandeira substituiu a bandeira que havia sido proposta por Rui Barbosa, e que esteve içada do dia 15 de novembro ao dia 19 de novembro. As grandes mudanças da nova bandeira brasileira e a bandeira do período imperial foram as seguintes:

  • O losango amarelo teve seu tamanho redimensionado.

  • O símbolo de Armas do Império que estava no centro da bandeira imperial foi substituído pela esfera azul republicana.

  • No centro da esfera, foi adicionado um lema positivista escrito “Ordem e Progresso”. Esse lema foi inspirado em uma frase de Auguste Comte.

  • Foram adicionadas estrelas brancas como representação dos estados brasileiros.

Atualmente, a bandeira e outros símbolos nacionais (Hino Nacional, Armas Nacionais e Selo Nacional) estão normatizados na Lei nº 5.700 de 1º de setembro de 1971, e essa lei sofreu algumas alterações por meio da Lei 8.421 de 11 de maio de 1992. Essa lei de 1992 também foi responsável por acrescentar novas estrelas na Bandeira Nacional. Essas estrelas correspondem ao Amapá, Roraima, Rondônia e Tocantins.

Significado das estrelas da bandeira do Brasil

Muitas pessoas perguntam-se sobre o significado das estrelas que constam na bandeira, mas o significado delas é bem simples. Cada estrela na bandeira corresponde a cada um dos estados brasileiros e ao Distrito Federal, e suas posições foram definidas de acordo com as posições das constelações conforme observadas no céu da cidade do Rio de Janeiro, no dia 15 de novembro de 1889, às 8:30.

Posteriormente, muitos astrônomos afirmaram que a posição das constelações na bandeira foram colocadas de maneira errada. Para saber mais sobre esse assunto, acesse: o significado das estrelas na bandeira do Brasil.

Primeira bandeira do Brasil

A Bandeira Nacional do período imperial foi implantada dias após a independência do Brasil.
A Bandeira Nacional do período imperial foi implantada dias após a independência do Brasil.

A primeira bandeira do Brasil foi criada e apresentada poucos dias depois da independência do Brasil, que aconteceu em 7 de setembro de 1822. A criação da bandeira do Brasil foi ratificada pelo decreto de d. Pedro (ainda não havia sido aclamado e coroado imperador), em 18 de setembro de 1822. As cores da bandeira foram escolhidas por d. Pedro, e o desenho da bandeira foi obra do pintor francês Jean-Baptiste Debret.

A inspiração do pintor francês foram bandeiras utilizadas por tropas militares francesas durante o período da Revolução Francesa e do período napoleônico. A bandeira do Brasil Império continha o losango amarelo (em dimensão diferente) e o fundo verde. O centro do losango era preenchido pelo brasão de Armas do Império que também foi criado por Debret.

Acesse também: Conheça a história do Hino Nacional do Brasil

Origem das cores da bandeira do Brasil

Durante a educação infantil, muitos de nós aprendemos que as cores da bandeira representam o ouro, a flora e os céus do país. Essa interpretação, porém, está incorreta, uma vez que as cores da bandeira têm seu significado e origem repousados em acontecimentos relevantes da história portuguesa. Como d. Pedro era filho de um rei português, a herança da cultura portuguesa na composição de nossa bandeira foi inegável. Entenda a origem das cores:

  • Verde: essa cor era utilizada pelos primeiros povos que habitaram a Lusitânia, região correspondente a Portugal. Essa cor passou a simbolizar liberdade quando os habitantes da região lutaram contra a invasão dos mouros na Idade Média.

  • Amarelo: essa cor fazia parte do brasão de armas de Portugal e foi adicionado depois da conquista do Algarve, em 1249. Outra observação importante é que o amarelo era uma cor símbolo dos Habsburgo-Lorena, dinastia do qual d. Leopoldina (esposa do imperador) era membro.

  • Azul e Branco: essas cores remontam ao Condado Portucale, condado do qual surgiu Portugal, e as cores desse condado foram escolhidas pelo d. Henrique da Borgonha.

|1| Decreto nº 4, de 19 de novembro de 1889. Para acessar, clique aqui.

 

Por Daniel Neves
Graduado em História

Listagem de Artigos

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola