Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ressaca marítima

Ressaca marítima é um fenômeno marcado pela elevação anormal do nível do mar e forte agitação de suas águas. Ciclones e marés astronômicas podem causar a ressaca marítima.

Grandes ondas quebrando durante ressaca marítima
Durante a ressaca marítima, há um aumento do nível do mar e ocorrem ondas de grande amplitude.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Ressaca marítima é um fenômeno natural caracterizado pela elevação anormal no nível do mar, além do aumento da agitação das suas águas. A ressaca é causada pela instabilidade no tempo atmosférico, como durante a passagem de uma frente fria ou de um ciclone. Além disso, as marés também provocam ressacas. Tal fenômeno resulta em ondas de grande amplitude que quebram na orla ou avançam sobre a praia, o que pode afetar o equilíbrio dos ambientes litorâneos, danificar a infraestrutura e oferecer riscos à população.

Leia também: Como se forma um maremoto?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre ressaca marítima

  • Ressaca marítima é um fenômeno oceanográfico caracterizado pelo aumento anormal do nível do mar e da agitação de suas águas.

  • As ondas geradas durante a ressaca se quebram na orla ou avançam por sobre a praia, podendo causar inundações.

  • Tem como principais causas a aproximação de ciclones tropicais ou extratropicais e também de frentes frias. Podem, ainda, se originar a partir das marés.

  • As ressacas marítimas intensificam a erosão costeira e danificam ambientes litorâneos de maior fragilidade.

  • Oferecem riscos a banhistas e condutores de embarcações. No caso de avanço das águas sobre a praia e a cidade, as ressacas causam danos à infraestrutura e geram prejuízos econômicos.

O que é ressaca marítima?

Ressaca marítima é o nome dado ao fenômeno natural caracterizado pelo aumento anormal do nível e da agitação das águas do mar, o que provoca ondas muito fortes e de grande amplitude que se propagam em direção à praia e quebram com violência na orla ou avançam por sobre a areia e a infraestrutura litorânea, provocando inundações.

A denominação de ressaca para esse movimento de avanço das ondas sobre elas mesmas tem origem na palavra em espanhol resaca, que faz referência à corrente marítima criada com o rápido avanço e a quebra das ondas do mar da costa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas da ressaca marítima

A ressaca marítima é um fenômeno que ocorre nos oceanos, e seus efeitos são sentidos diretamente na superfície terrestre, notadamente nas cidades litorâneas. Entretanto, trata-se de um tipo de ocorrência cujas causas apresentam natureza meteorológica, o que significa dizer que elas se encontram associadas ao tempo atmosférico, e também astronômico. No segundo caso, a ressaca é provocada pela intensificação das marés.

As condições de tempo em determinada área afetam o comportamento das ondas do mar, especialmente quando há elevada instabilidade atmosférica. Durante a aproximação de frentes frias, por exemplo, ou quando da ocorrência de tufões e ciclones tropicais ou extratropicais, a presença de ventos fortes sobre os oceanos faz com que a camada superficial de água seja “empurrada” (corrente marítima), causando agitação no mar e gerando muitas ondas durante a sua passagem.

Veja também: Correntes marítimas — como se formam e qual a sua relação com o clima

Como acontece a ressaca marítima?

No tópico anterior, vimos que a ressaca marítima é ocasionada pela instabilidade no tempo atmosférico principalmente. Tempestades intensas que caracterizam a passagem de tufões e de ciclones, bem como a aproximação de frentes frias, marcadas por ventos de alta velocidade, são capazes de produzir o fenômeno da ressaca.

Os ventos sopram sobre a água do mar, fazendo com que ela seja empurrada e se crie, então, uma corrente marítima. Desse movimento têm origem as ondas que aumentam gradativamente de amplitude à medida que se propagam em direção à linha de praia, o que causa elevação no nível da água das regiões próximo da costa. Durante a ressaca, as ondas avançam sobre elas mesmas até quebrarem na zona de rebentação, que é justamente a área da praia onde as ondas se dissipam.

Ventos fortes em uma praia, uma causa da ressaca marítima.
A aproximação de uma frente fria provoca ventos intensos causadores da ressaca marítima.

Essas ondas que atingem a praia podem ter mais de 3 metros de altura, como aconteceu na cidade do Rio de Janeiro e no litoral do estado de São Paulo em novembro de 2023 devido à passagem de um ciclone extratropical. Por chegarem à zona de dissipação com grande turbulência e amplitude, as ondas arrebentam com violência ou, então, avançam sobre a areia e invadem (ou inundam) a praia e a infraestrutura dos arredores, como ruas, avenidas e bairros residenciais ou comerciais.

As marés astronômicas são, também, causadoras da ressaca marítima. Nesse caso, é a ação da gravidade da Lua (satélite natural da Terra) que “puxa” as águas do mar em determinado ponto, provocando aumento no nível e maior agitação, originando ondas de maior amplitude do que em períodos de relativa estabilidade. Cabe lembrar que a posição da Lua no céu e a fase em que ela se encontra influenciam diretamente na ocorrência de marés mais intensas ou mais fracas.

Quanto tempo dura a ressaca marítima?

A duração da ressaca marítima é variável. Aquelas associadas às marés astronômicas, provocadas pela ação da gravidade da Lua sobre os oceanos, permanecem ativas durante a noite. Já a ressaca que é provocada pela instabilidade atmosférica dura enquanto a célula que condiciona as mudanças no tempo estiverem sobre aquela área, podendo ficar ativa por algumas horas ou dias.

Saiba mais: É possível ocorrer um tsunami no Brasil?

Consequências da ressaca marítima

A ressaca marítima afeta a infraestrutura urbana e pode resultar em inundações.
A ressaca marítima afeta a infraestrutura urbana e pode resultar em inundações.

As consequências da ressaca marítima variam conforme a intensidade e o alcance das ondas, bem como os aspectos da área onde elas acontecem, podendo afetar somente a estrutura física do solo e das rochas ou causar danos à infraestrutura da cidade e gerar danos e prejuízos para a população. Levando isso em consideração, temos que as consequências da ressaca marítima são:

  • erosão costeira devido ao efeito da água sobre as rochas desnudas;

  • intensificar a erosão em ambientes fragilizados, como faixas de areia ocupadas;

  • alteração, ainda que temporária, na posição da linha costeira;

  • remoção da vegetação de praia e alteração na dinâmica desse ambiente;

  • maior risco de afogamentos e de desaparecimentos de banhistas;

  • arraste de estruturas montadas sobre a areia da praia, como barracas, guarda-sóis, etc;

  • arraste de pessoas e animais que se encontram na praia no momento da ressaca;

  • inundação tanto da praia quanto do asfalto, prejudicando o tráfego e a estrutura de veículos;

  • danos à infraestrutura urbana, como postes, ruas, calçadas, muros;

  • inundação de estabelecimentos comerciais, prédios e residências.

Não somente isso, mas esse fenômeno também oferece risco aos pescadores e aos tripulantes e condutores de embarcações. Em muitos casos, conforme a força das ondas, as ressacas podem causar o desaparecimento e até a morte de pessoas por afogamento ou por causas associadas, como quedas.

Como a ressaca marítima afeta a vida de quem vive no litoral?

Viver no litoral, mais próximo da praia, apresenta inúmeros benefícios para aqueles que desfrutam dessa condição, especialmente em termos de qualidade de vida. No entanto, existem fenômenos naturais típicos dessas áreas que afetam diretamente o dia a dia das pessoas, como é o caso das ressacas marítimas.

Para além dos ventos intensos e do mar agitado que impedem o lazer e o descanso, ressacas intensas em que a água avança sobre a praia e a cidade interferem no fluxo das vias públicas e podem invadir casas e comércios, alterando temporariamente a dinâmica da vida cotidiana.

Por que o mar fica mais agitado à noite?

Mar agitado durante a noite, em texto sobre ressaca marítima.
A agitação noturna do mar está atrelada à posição da Lua no céu.

O mar fica mais agitado durante a noite por conta de um fenômeno conhecido como maré, que, por sua vez, tem como causa a gravidade da Lua. O campo gravitacional do satélite natural da Terra é responsável pela oscilação no nível do mar, fazendo com que ele aumente nas áreas sobre as quais a Lua está. As marés são caracterizadas, ainda, pela agitação das águas do mar e pela ocorrência de ondas, que servem até mesmo para a geração de eletricidade. Quando o planeta se encontra alinhado com a Lua, as marés são ainda mais intensas.

Então, durante a noite, o nível do mar tende a aumentar e as águas se tornam mais agitadas pela influência do campo gravitacional da Lua. Durante o dia, a posição relativa da Lua se altera e o satélite desempenha menor influência sobre a área, e o mar volta para um estado de aparente calmaria, desconsiderando outros fatores externos.

Créditos da imagem

[1] Arthur Villato

Fontes

G1. Litoral Norte de SP tem registro de ressaca marítima; ondas podem chegar a 3,5 metros. G1 Vale do Paraíba e Região, 6 nov. 2023. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2023/11/06/litoral-norte-de-sp-tem-registro-de-ressaca-maritima-ondas-podem-chegar-a-35-metros.ghtml.

LIMA, Rafael de França; BARROS, Flavio Moraes Lins de; CIRANO, Mauro. Análise das Condições Meteoceanográficas em Eventos de Ressaca do Mar no Litoral do Estado do Rio de Janeiro, Brasil no Período de 1948 a 2008. Anuário IGeo, Vol 44 (2021). Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/aigeo/article/view/41726.

MESQUITA, João Lara. Ressaca do mar: o que é, e como se forma. Mar Sem Fim, 24 jul. 2019. Disponível em: https://marsemfim.com.br/ressaca-do-mar-o-que-e-e-como-se-forma/.

PIEDRAS, João. Você sabe o que é, e como se forma a ressaca? Orla Rio, 15 jul. 2020. Disponível em: https://orlario.com.vc/home/voce-sabe-o-que-e-e-como-se-forma-a-ressaca/.

REDAÇÃO. Você sabia? Por que ocorrem as marés alta e baixa? Terra, [s.d.]. Disponível em: https://www.terra.com.br/byte/ciencia/voce-sabia-por-que-ocorrem-as-mares-alta-e-baixa,1d8b24618a8a4c32995a596c04b3649771qr9w9k.html.

REDAÇÃO MUNDO ESTRANHO. O que causa a ressaca do mar? Mundo Estranho, 4 jul. 2018. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-causa-a-ressaca-do-mar.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Ressaca marítima"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/ressaca-maritima.htm. Acesso em 20 de junho de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Ciclone

Descubra o que são os ciclones e quais suas principais características. Saiba também o que é anticiclone e se no Brasil há ocorrência desse fenômeno atmosférico.
Geografia

Correntes marítimas

Sabia que correntes marítimas podem condicionar o aparecimento de paisagens como os desertos? Clique e leia mais sobre a formação e atuação das correntes marítimas.
Geografia

Depois das Tempestades

Uma comparação entre nossa trajetória existencial e as variações climáticas, fé, momentos difíceis, trechos da bíblia, problemas da vida.
Religião

Fases da lua

Você sabe quais são as fases da lua? Clique aqui, conheça cada uma delas e saiba como a lua participa dos eclipses.
Física

Influência das correntes marítimas no clima

Entenda a influência das correntes marítimas no clima, fato que é responsável pela existência de florestas e desertos!
Geografia

Inundação

Clique aqui, entenda o que é inundação e conheça seus tipos. Saiba como as inundações acontecem. Descubra quais são suas principais consequências.
Geografia

Marés

O sobe e desce das marés têm relação direta com o nosso satélite natural. Entenda como a lua influencia o movimento das águas do nosso planeta.
Geografia

Os movimentos das águas dos mares e oceanos

Confira aqui as características dos principais movimentos dos mares e oceanos!
Geografia

Tufão e Furacão

Você já ouviu falar de tufão e furacão? Clique aqui e descubra o que são!
Geografia

Ventos

Entenda o que é vento, sua origem e quais são os tipos que existem. Saiba mais também sobre a importância desse fenômeno atmosférico.
Geografia