Topo
pesquisar

Solo

Geografia

O solo é um recurso natural renovável que é responsável por abrigar as espécies vegetais e também por ser o meio de sobrevivência do ser humano e dos animais.
PUBLICIDADE

O solo, mais do que simplesmente a camada superficial da Terra, é conceituado como o substrato terrestre que contém matérias orgânicas e é capaz de sustentar plantas e vegetais sobre si em um ambiente aberto, sendo resultante do intemperismo e da decomposição das rochas. É o material orgânico ou mineral inconsolidado na porção superior da crosta terrestre que serve de base para todas as atividades socioespaciais e naturais. A área do conhecimento que se preocupa em estudar especificamente os solos é chamada de Pedologia.

Trata-se de um recurso renovável, ou seja, o solo é um elemento natural que pode ser por diversas vezes utilizado pelo ser humano em suas atividades produtivas, embora a má utilização e a não conservação dos solos façam com que eles se tornem incultiváveis. Para melhor compreender a sua estrutura, elaboraram-se os conhecimentos a respeito dos horizontes do solo, assim nomeados: O, A, B, C e rocha mãe. Confira o esquema a seguir:

Os perfis ou horizontes do solo representam diferentes características de um mesmo elemento
Os perfis ou horizontes do solo representam diferentes características de um mesmo elemento

A seguir, um detalhamento das características principais de cada perfil do solo.

Horizonte O – é o horizonte orgânico formado a partir da decomposição de materiais orgânicos de origem animal e vegetal.

Horizonte A – é o horizonte mineralógico que, como o nome indica, é composto por compostos minerais oriundos da rocha mãe (a rocha que se decompôs e deu origem ao solo) e também de outras áreas. Geralmente, essa camada apresenta uma boa quantidade de material orgânico decomposto, o que faz com que também se chame de solo humífero.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Horizonte B – é o horizonte de composição essencialmente mineral. Ele é formado pela acumulação de argila e também de oxi-hidróxicos de ferro e alumínio.

Horizonte C – é a zona de transição entre o solo e a sua rocha formadora, sendo chamado também de saprolito. É formado por alguns sedimentos maiores e menos decompostos, representando o processo de decomposição da rocha.

Os elementos e as características do solo costumam seguir uma combinação de diferentes características, tais como: o tipo de rocha mãe, idade do solo, transporte de sedimentos advindos de outras áreas, presença de matéria orgânica resultante da decomposição de seres vivos, entre outras. Por esse motivo, diferentes classificações são utilizadas com base em diferentes critérios preestabelecidos.

Por exemplo, se levarmos em conta a profundidade, os solos dividem-se em rasos (menos de 50 cm), semiprofundos (50 a 100 cm), profundos (100 cm a 200 cm) e muito profundos (mais de 200 cm). Já pela drenagem, eles podem ser classificados em excessivamente drenados, bem drenados e mal drenados. Existem ainda muitos outros critérios que originam nomes como latossolos, luvissolos, solos argilosos, solos areníticos e muitos outros.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Os solos são meios naturais de vida
Os solos são meios naturais de vida

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Solo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/o-solo.htm. Acesso em 14 de dezembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

O solo é um componente terrestre essencial para os seres vivos e também para a realização das atividades econômicas, de forma a ser considerado um importante recurso natural. Em termos de composição geomorfológica, pode-se afirmar que os solos

a) constituem-se em ambientes de erosão e acúmulo de material sedimentar

b) consolidam-se a partir de fatores exógenos do relevo.

c) são o ponto de partida para a formação de todas as rochas terrestres.

d) têm como característica a alteração mineralógica a partir da pressão do ar.

e) apresentam uma maior fertilidade quando livres de compostos orgânicos.

Questão 2

O processo de formação dos solos é relativamente lento e gradual, de forma que os elementos e as condições naturais envolvidas são fundamentais para a determinação dos tipos e características desse recurso natural.

Sobre a formação dos solos, também conhecida como pedogênese, é correto afirmar:

a) ocorre com um ritmo de intensidade determinado pela posição latitudinal do local.

b) acontece, inicialmente, pelo incremento de material orgânico sobre formações rochosas.

c) depende, entre outros fatores, da atuação dos agentes intempéricos, tais como a água e os ventos.

d) constitui uma camada do relevo desprovida de qualquer tipo de estratificação.

e) não apresenta variações morfológicas entre as diferentes localizações geográficas.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola