Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Japão

Japão

Japão é um país-arquipélago formado por milhares de ilhas e localizado na área de maior instabilidade geológica do planeta, conhecida como Círculo de Fogo do Pacífico.
Tóquio, capital do Japão, é uma das maiores cidades do mundo.
Tóquio, capital do Japão, é uma das maiores cidades do mundo.
PUBLICIDADE

O Japão é um país asiático banhado pelo oceano Pacífico. Seu território é formado por milhares de ilhas, das quais se destacam quatro: Honshu, a maior delas e onde fica a capital japonesa, Tóquio, Hokkaido, Shikoku e Kyushu.

Situado em uma das áreas mais geologicamente instáveis do mundo, o Japão possui um relevo montanhoso que influencia a distribuição de umidade pelo país. Dois climas são predominantes, o temperado e o tropical. O país possui uma população de mais de 126 milhões de habitantes, além de uma economia altamente desenvolvida e reconhecida pela utilização de avançada tecnologia no setor industrial.

Leia também: Quais são os países da Ásia?

Resumo sobre o Japão

  • O Japão é um país insular localizado no extremo leste do continente asiático.

  • É composto por milhares de ilhas banhadas pelas águas do oceano Pacífico.

  • Tem como capital a cidade de Tóquio, que fica na maior ilha japonesa, Honshu.

  • São predominantes no Japão os climas temperado, ao norte, e tropical, ao sul, enquanto o relevo é formado por montanhas e planaltos em sua maioria.

  • O Japão está inserido no Círculo de Fogo do Pacífico, uma área de alta instabilidade tectônica.

  • É um dos países mais populosos do mundo, contando hoje com 126.476.000 de habitantes.

  • A economia japonesa é altamente desenvolvida, e atualmente ocupa a terceira posição em escala mundial.

  • O setor terciário é predominante no Japão, embora sua indústria possua grande importância para a economia. A indústria japonesa é moderna e altamente tecnológica, tendo como foco a produção de eletrônicos e veículos.

  • O Japão é o único país do mundo a ter um imperador como representante do poder Executivo (chefe de Estado). O chefe de governo é o primeiro-ministro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais do Japão

  • Nome oficial: Japão

  • Gentílico: japonês

  • Extensão territorial: 377.930 km²

  • Localização: leste da Ásia

  • Capital: Tóquio

  • Clima: temperado frio e tropical

  • Governo: monarquia constitucional parlamentarista

  • Divisão administrativa: 47 prefeituras

  • Idioma: japonês

  • Religiões: xintoísmo, budismo, cristianismo e outras

  • População: 126.476.000 habitantes (ONU, 2020)

  • Densidade demográfica: 346,9 hab./km² (ONU, 2020)

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,919

  • Moeda: iene

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 5.380.000 (FMI, 2021)

  • PIB per capita: US$ 42.930

  • Gini: 0,329

  • Fuso horário: GMT +10

  • Relações exteriores:

Bandeira do Japão

Bandeira do Japão

História do Japão

O povoamento do arquipélago japonês é muito antigo, e acredita-se que teve início há três milhares de décadas antes da era atual com povos oriundos da Sibéria. Os registros indicam, no entanto, que as primeiras populações japonesas se formaram por volta do século III a.C.

Mais tarde, entre meados do século III e o século VI, quando se estabeleceu no país a dinastia Yamato, houve a centralização do poder no arquipélago japonês, o que acabou se desfazendo algum tempo mais tarde. Concomitante a disputas que ocorriam na esfera territorial e política, o budismo foi introduzido no Japão e passou a se fundir com as tradições e os costumes locais.

Durante boa parte da sua história, até a segunda metade da era feudal, o Japão tinha pouca influência dos europeus e de outras populações ocidentais. Esse quadro se alterou a partir do século XVI, com a chegada dos portugueses, que firmaram laços comerciais com o país asiático e introduziram elementos religiosos na cultura japonesa.

Ainda assim, o país se manteve essencialmente fechado para as influências estrangeiras até o início do século XIX, com a chegada dos estadunidenses, que marcou uma nova fase das relações do Japão com o Ocidente.

A segunda metade do século XIX e o início do XX foram marcados pela rápida modernização e pelas intensas reformas no meio rural e urbano, incluindo o processo de industrialização, promovidas pelo imperador Meiji no período que foi denominado Era Meiji.

Além da Guerra da Manchúria, que ocorreu nesse ínterim, o Japão esteve diretamente inserido nos conflitos da Primeira e da Segunda Guerra Mundial. Esta transformou o curso da história japonesa com os eventos devastadores da eclosão de duas bombas nucleares lançadas pelos Estados Unidos nas cidades de Hiroshima e Nagasaki. Para saber mais, leia: Bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki.

Mapa do Japão

Mapa do Japão

Geografia do Japão

O Japão é um país insular localizado no extremo leste da Ásia, sendo banhado pelo oceano Pacífico. O território japonês, que possui um total de 377.930 km² de área, é constituído por um arquipélago formado por milhares de ilhas que se estendem de nordeste a noroeste por, aproximadamente, 2400 km. As maiores e mais densamente povoadas são:

  • Hokkaido, ao norte;

  • Honshu, a maior ilha japonesa e onde está localizada a capital, Tóquio;

  • Shikoku; e

  • Kyushu, a mais setentrional entre as quatro.

O arquipélago japonês fica na região chamada Círculo de Fogo ou Anel de Fogo, área de extrema instabilidade tectônica onde há a presença do maior número de vulcões do Pacífico, além da ocorrência de terremotos, maremotos e tsunamis.

Leia também: Terremoto de Fukushima em 2011 — o mais intenso já registrado na história do Japão

  • Clima do Japão

Dois tipos de clima são predominantes no território do Japão. O primeiro deles é o temperado frio, que ocorre nas terras setentrionais. É caracterizado por verões amenos, com média de 21 ºC, e invernos rigorosos que podem registrar até -8 ºC nos termômetros e com precipitação na forma de neve. Já no sul predomina o clima tropical, com verões quentes e chuvosos e invernos de frios a moderados, com temperatura média de 18 ºC.

O relevo interfere na distribuição de umidade pelo arquipélago japonês. Sob a influência das monções, os locais situados a oeste, mais próximos do mar do Japão (que fica a leste da Ásia continental), recebem maior teor de umidade e precipitação durante todo o ano. A leste, por sua vez, o bloqueio das cadeias montanhosas condiciona menores índices pluviométricos, com chuvas que se concentram no verão.

  • Relevo do Japão

Aproximadamente 80% do Japão são formados por cadeias montanhosas e planaltos. Isso se deve ao fato de o arquipélago estar situado em uma área de contato entre diversas placas tectônicas em que predominam as forças orogenéticas, que causam o soerguimento da crosta.

A elevação média no país é de 438 metros. Seu ponto mais elevado é o monte Fuji, a 3776 metros acima do nível do mar.

Vista do monte Fuji, no Japão.
O ponto culminante do Japão fica no monte Fuji.
  • Vegetação do Japão

Boa parte das ilhas japonesas é recoberta por florestas do tipo tropical úmida, subtropical e temperada, sendo esta última predominante na porção norte e a primeira nas terras mais ao sul. Um dos símbolos do país, e que pode ser encontrado em todas as regiões, é a cerejeira, que floresce durante a primavera e proporciona a paisagem bastante colorida e característica do Japão.

  • Hidrografia do Japão

O Japão possui muitos rios curtos e uma série de lagos que recobrem a sua superfície. Principalmente nas áreas urbanas, a maior parte dos cursos d’água foi retilinizada e teve a sua margem revestida de concreto para o controle das enchentes. Ressalta-se ainda que aqueles rios próximos dos vulcões têm elevado teor de acidez, o que torna suas águas impróprias para consumo.

O maior rio do Japão é o Shinano, que percorre 367 km no noroeste da ilha de Honshu e deságua no mar do Japão depois de confluir com o rio Sai.

  • Videoaula sobre os aspectos geográficos do Japão

Demografia do Japão

O Japão é o 11º maior país do mundo em população. De acordo com os dados das Nações Unidas para 2020, o território japonês possui um contingente populacional de 126.476.000 de pessoas. Além de populoso, pode-se dizer que o Japão é um país densamente povoado, com distribuição de 346,9 habitantes a cada km². Honshu, maior ilha do arquipélago japonês, é também aquela que reúne o maior número de habitantes (104 milhões).

Quase 92% da população japonesa vivem nas cidades, o que torna o Japão um país altamente urbanizado. No entanto, as cidades têm experimentado um encolhimento de cerca de 0,25% ao ano no que diz respeito à população.

A capital japonesa, Tóquio, é a maior cidade do país e representa uma das maiores aglomerações urbanas de todo o mundo, contando hoje com mais de 37 milhões de habitantes. Outras grandes cidades do Japão são Osaka (19 milhões de habitantes), Nagoya e Kitakyushu-Fukuoka, ambas com mais de cinco milhões de pessoas.

O Japão é atualmente o segundo país mais velho do mundo, com idade mediana de seus habitantes em 48,6 anos. Soma-se a isso o fato de o país possuir a quarta maior expectativa de vida em escala mundial.

Os japoneses vivem, em média, 84,65 anos, o que é reflexo de uma boa qualidade de vida, o que pode ser analisado, entre outros, com base no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país, atualmente em 0,919 (muito alto).

Leia também: Países mais populosos do mundo

Economia do Japão

A economia japonesa é uma das mais desenvolvidas do mundo, ficando em terceiro lugar entre as maiores economias mundiais, atrás somente dos Estados Unidos e da China. A partir da segunda metade do século XX, após os devastadores eventos da Segunda Guerra Mundial, o crescimento interno do Japão se acelerou ano após ano até o final da década de 1980. O grande foco inicial foi a ampliação do parque industrial e, mais tarde, o desenvolvimento do setor tecnológico.

Fabricação de automóvel no Japão
O Japão possui uma indústria moderna que se utiliza de alta tecnologia nas suas cadeias de produção, como na fabricação de automóveis.[1]

Apesar das oscilações apresentadas nos últimos anos, o Japão tem um Produto Interno Bruto (PIB) de 5,3 trilhões de dólares, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI). O setor de serviços responde por 68,7% desse total, enquanto emprega mais de 70% da mão de obra japonesa. Nessa área, têm destaque os serviços relacionados ao setor de alta tecnologia e as finanças.

A indústria é responsável por 30,1% da economia nacional. O país é internacionalmente reconhecido por dispor de uma indústria altamente tecnológica e voltada para a produção de dispositivos eletrônicos, maquinários e veículos automotores.

O setor primário é muito pequeno, o que se deve principalmente à limitação de espaço e ao relevo acidentado. O Japão importa grande parte das matérias-primas utilizadas no ramo industrial, enquanto a agricultura desenvolvida no país produz gêneros como arroz, repolho, cebola, ovos e vegetais. A pesca é uma atividade econômica muito importante para o país, sendo essencial para a composição da dieta da população japonesa.

  • Videoaula sobre a economia do Japão

Cultura do Japão

A cultura japonesa abarca muitos elementos tradicionais, que vêm se propagando há séculos pelas gerações familiares, e elementos modernos recém-introduzidos no país, muitos dos quais sob a influência de populações estrangeiras, como norte-americanas e europeias.

A maioria da população vivendo hoje no país é de origem autóctone, embora haja uma parcela significativa de coreanos, chineses, vietnamitas e também brasileiros. Pouco mais de 60% dos japoneses são praticantes de duas religiões de forma sincrética, que são o budismo e o xintoísmo.

Alguns dos elementos da cultura japonesa são amplamente difundidos no Ocidente, como as artes visuais — que incluem os mangás, os animes e o cinema japonês —, a religiosidade, os esportes (como karatê e o judô) e a culinária. A gastronomia japonesa é composta por muitos preparos à base de peixe, arroz e vegetais, além de carne de frango e porco. Entre os pratos típicos, estão o ramen (macarrão com ovo, carne e legumes), o sushi, os tempuras e o nikuman.

Confira no nosso podcast: Entendendo a imigração japonesa no Brasil

Infraestrutura do Japão

Com IDH muito alto, o Japão apresenta elevada qualidade de vida quando se leva em consideração fatores como educação, rendimentos, oferta de trabalho e moradia. A rede de infraestrutura que atende a população é bastante ampla, com cobertura total no fornecimento de energia elétrica, água potável e tratamento de esgoto.

O Japão é atualmente o quinto maior produtor de energia elétrica do mundo, e o quarto maior consumidor. Para suprir a demanda interna, parte das fontes geradoras como gás natural e petróleo é importada, as quais serão também utilizadas para outros fins. A matriz elétrica do país é composta predominantemente por:

O país dispõe também de uma densa e moderna rede de transportes urbanos e interurbanos. O Japão possui a sexta maior malha rodoviária do mundo, que se estende por mais de 1,2 milhão de km, além da 27 mil km de ferrovias. Os deslocamentos são feitos igualmente por via aérea e hidroviária. Os principais portos japoneses estão localizados em Tóquio, Osaka e Nagoya.

Governo do Japão

O governo do Japão é uma monarquia constitucional parlamentarista. O chefe de Estado e principal representante do Poder Executivo no país é o imperador, o único em todo o mundo atualmente. A posição é ocupada hereditariamente, e, de acordo com a Constituição japonesa, a figura do imperador representa a união do povo.

O chefe de governo no Japão é o primeiro-ministro, indicado ao cargo pelos membros do Parlamento (Dieta Nacional do Japão).

Curiosidades sobre o Japão

  • O Japão possui 29.751 km de linha costeira.

  • O arquipélago japonês é formado por mais de 6800 ilhas.

  • Todos os anos, o Japão registra, em média, 1500 tremores de terra.

  • O terremoto de Fukushima foi um dos mais intensos da história do Japão, registrando 8,9 na escala Richter. Altamente destrutivo, o tremor causou uma enorme tsunami, que, por sua vez, ocasionou um grave acidente nuclear.

Créditos da imagem

[1] Bandit Chanheng / Shutterstock.com

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Listagem de Artigos

Artigos Japão