close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Correntes marítimas

Correntes marítimas, a depender da sua área de formação e temperatura, podem ser classificadas em quentes e frias. Elas atuam, entre outros, como fatores climáticos.

As correntes marítimas são grandes porções de água que se deslocam de um ponto a outro no oceano.
As correntes marítimas são grandes porções de água que se deslocam de um ponto a outro no oceano.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Correntes marítimas são grandes porções de água que se deslocam pelos oceanos de um ponto a outro e que possuem características semelhantes de temperatura e salinidade. Elas são formadas em função da diferença de densidade entre as águas quentes e frias, pela ação de ventos ou pela influência das marés, e podem ser classificadas em quentes ou frias. As correntes marítimas influenciam diretamente no clima das áreas banhadas por elas e atuam na redistribuição de calor e umidade pelo planeta, além de serem importantes para os ecossistemas marítimos.

Leia mais: Ecossistema — conjunto de comunidades que vivem num local e interagem entre si e com o meio ambiente

Tópicos deste artigo

Resumo sobre correntes marítimas

  • São grandes massas de água que se deslocam nos oceanos.

  • São formadas pela ação das marés, dos ventos ou pela diferente densidade entre as águas superficiais (mais quentes e menos salobras) e as subsuperficiais (mais frias e com maior quantidade de sal).

  • São classificadas em quentes ou frias.

  • São exemplos de correntes quentes: corrente do Golfo e corrente do Brasil.

  • Um exemplo de corrente fria é a corrente de Humboldt.

  • Atuam como fatores climáticos, sendo ainda diretamente importantes no equilíbrio de ecossistemas marinhos e, de forma indireta, na economia pesqueira das áreas onde atuam.

O que são correntes marítimas?

Correntes marítimas ou correntes oceânicas são grandes parcelas de água que se deslocam pelos oceanos de um local para outro. As águas de uma mesma corrente possuem características semelhantes de temperatura e salinidade. Existem, entretanto, diversas correntes marítimas em movimento e que dispõem de propriedades distintas, proporcionando transformações no clima das regiões por onde passam e na temperatura dos mares e oceanos, além de desempenharem importante papel no desenvolvimento e manutenção do ecossistema marinho.

  • Videoaula sobre a diferença entre clima e tempo

Como se formam as correntes marítimas?

As correntes marítimas podem ser formadas de três maneiras: pela influência das marés, pelos ventos e pela diferença na temperatura, densidade e salinidade das águas oceânicas.

Maré é o nome que se dá ao movimento de subida e descida das águas dos oceanos, provocado sobretudo pela ação que a força gravitacional da Lua, satélite natural da Terra, exerce sobre a superfície oceânica somada à rotação do planeta. As marés ocasionam a formação de correntes oceânicas, as quais são mais fortes nas áreas próximas da costa. Sua velocidade pode superar oito nós, sabendo que cada nó equivale a 1,85 km/h.

Os ventos e as massas de ar que se deslocam sobre a superfície dos mares e oceanos são igualmente causadores das correntes marítimas. O movimento do ar é responsável ainda pelo fenômeno denominado ressurgência costeira ou afloramento, caracterizado pela subida das águas frias de subsuperfície até a superfície.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As águas subsuperficiais são mais frias e dispõem de maior grau de salinidade do que as águas das camadas superficiais dos oceanos, o que faz com que elas sejam mais densas. Essa diferenciação na densidade cria um processo chamado de circulação termohalina (referente à temperatura e salinidade), que corresponde à descida das águas frias e densas e à subida das águas quentes e com menor teor de sal, gerando assim a movimentação característica das correntes marítimas.

É importante notar que as correntes oceânicas giram em sentidos diferentes nos hemisférios Norte e Sul, o que acontece devido ao movimento de rotação do planeta e ao efeito de Coriolis, uma força inercial que recai sobre corpos cujos referenciais se encontram em rotação. Assim, no Hemisfério Norte, as correntes se movem no sentido horário; já no Hemisfério Sul, elas se movem no sentido anti-horário.

Tipos de correntes marítimas

Levando em consideração as suas principais propriedades, as correntes marítimas são classificadas como quentes ou frias.

  • Correntes quentes: são formadas na zona tropical do planeta, próximo da Linha do Equador, área que recebe calor solar com maior intensidade. São menos densas e, por essa razão, deslocam-se pela camada superficial do oceano e a velocidades mais elevadas do que as das correntes frias. Movimentam-se em direção aos polos, imputando elevado teor de umidade para as áreas costeiras por onde passam devido ao elevado grau de evapotranspiração.

  • Correntes frias: são formadas nos polos terrestres, que correspondem às regiões mais frias do planeta. Por conta disso, são correntes mais densas que se deslocam em subsuperfície e mais lentamente do que as correntes quentes. Elas se movimentam em direção aos trópicos.

Leia mais: Zonas térmicas da Terra — polares, temperadas e tropicais

Quais são as principais correntes marítimas?

As principais correntes marítimas foram nomeadas conforme o seu local de origem, com exceção da corrente de Humboldt, nomeada em homenagem ao naturalista alemão que a descobriu, Alexander von Humboldt. Elas estão listadas abaixo, divididas em quentes ou frias.

  • Principais correntes quentes

    • corrente do golfo do México;
    • corrente das Guianas;
    • corrente do Brasil;
    • correntes Norte e Sul Equatorial;
    • corrente do Japão;
    • corrente das Monções;
    • corrente Norte Atlântica;
    • corrente do Pacífico Norte;
    • corrente Australiana.
  • Principais correntes frias

    • corrente de Humboldt (ou corrente do Peru);
    • corrente das Falklands;
    • corrente Antártica;
    • corrente do Atlântico Sul;
    • corrente de Labrador;
    • corrente da Groenlândia;
    • corrente de Benguela;
    • corrente Oyashio.
Esquema simplificado das principais correntes marítimas que circulam nos mares e oceanos do planeta Terra.
Esquema simplificado das principais correntes marítimas que circulam nos mares e oceanos do planeta Terra.

Qual a importância das correntes marítimas?

As correntes marítimas são importantes para a redistribuição de calor e umidade sobre a superfície terrestre, atuando como fatores climáticos. Além da influência direta sobre as massas de ar das regiões banhadas por essas águas, as correntes marítimas são responsáveis por transferir calor e umidade para as massas de ar que se formam sobre os oceanos e que caracterizam diversos tipos climáticos no interior dos continentes.

No território brasileiro, por exemplo, a corrente do Brasil é uma corrente quente que atua sobre a costa leste e transfere umidade para as terras orientais do país, causando boa parte das chuvas registradas nessa área. Ainda no Hemisfério Sul, a corrente de Humboldt, que circula pelo oceano Pacífico, está diretamente atrelada à formação do deserto do Atacama, entre o Peru e o Chile. Isso se deve à baixa evaporação a que as águas frias dessa corrente estão sujeitas, transferindo pouquíssima ou nenhuma umidade para o continente.

Outro exemplo é o da corrente do golfo do México, uma corrente quente que circula pelo Atlântico Norte e é responsável por amenizar as temperaturas nos invernos, desde o leste dos Estados Unidos até países nórdicos europeus como a Noruega.

Para além do seu papel no clima terrestre, as correntes marítimas são importantes para a dinâmica de muitos ecossistemas marinhos, carreando uma série de nutrientes de subsuperfície para as águas superficiais, por exemplo, atraindo diversas espécies animais, principalmente peixes. Esse movimento, por sua vez, impulsiona a atividade pesqueira das áreas onde ocorre.

Exercícios sobre correntes marítimas

1) (Unesp) Analise o mapa.

Mapa das correntes marítimas e temperaturas na superfície dos oceanos

Considerando as relações existentes entre zonas climáticas, sistema de circulação atmosférica e correntes marítimas de superfície, é correto afirmar que

a) as correntes quentes predominam nas zonas intertropicais e o sentido de seu deslocamento está associado aos ventos de oeste predominantes na região.

b) as correntes frias predominam na zona equatorial e o sentido de seu deslocamento está associado aos ventos de leste predominantes na região.

c) as correntes quentes predominam na zona equatorial e o sentido de seu deslocamento está associado aos ventos de leste predominantes na região.

d) as correntes quentes predominam nas zonas subtropicais e o sentido de seu deslocamento está associado aos ventos de leste predominantes na região.

e) as correntes frias predominam nas zonas intertropicais e o sentido de seu deslocamento está associado aos ventos de oeste predominantes na região.

Resolução: Alternativa C. As correntes quentes se formam na zona equatorial ou tropical do planeta, e elas se movimentam em direção aos polos em sentido influenciado pela ação dos ventos alísios, que sopram a partir do leste em ambos os hemisférios.

2) (Mackenzie)

CORRENTES MARÍTIMAS

As correntes marítimas se movimentam por todos os oceanos do mundo, transportando calor e, por isso, apresentam influência direta no clima. As correntes frias, por exemplo, podem contribuir para a formação de desertos.

Com base no mapa e no excerto de texto, escolha a alternativa que relacione, corretamente, as correntes marítimas a seus respectivos desertos.

a) Corrente de Humboldt — deserto do Atacama.

Corrente de Benguela — deserto do Kalahari.

b) Corrente de Benguela — deserto do Kalahari.

Corrente das Canárias — deserto da Namíbia.

c) Corrente de Humboldt — deserto da Namíbia.

Corrente de Benguela — deserto de Vitória.

d) Corrente do Japão — deserto de Gobi.

Corrente Australiana Ocidental — deserto de Vitória.

e) Corrente da Califórnia — deserto do Colorado.

Corrente do Japão — deserto de Yuadomt.

Resolução: Alternativa A. Grandes desertos, como o do Atacama (Chile) e o Kalahari (sul do continente africano), são formados com base nas correntes marítimas frias de Humboldt, que banha o sul do continente americano, e de Benguela, que banha o sul da África, entre outros fatores.
 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Correntes marítimas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/correntes-maritimas.htm. Acesso em 23 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Como foi transformada vegetação de Rondônia

Por Valentina
Responder
Ver respostas

quais são as caractrrísticas da litosfera? 

Por Lara Ferreira
Responder
Ver respostas

Estude agora


Êxodo rural

Assista à nossa aula e descubra o que é o êxodo rural. Conheça as causas e consequências desse fenômeno mundial....

Pré-Enem | Dicas de leitura e interpretação para Espanhol e Inglês

O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que...