Anatomia humana

Biologia

PUBLICIDADE

Anatomia humana é o campo da biologia responsável por estudar a forma e a estrutura do organismo humano, bem como as suas partes. O nome anatomia origina-se do grego ana, que significa “parte”, e tomnei, que significa cortar, ou seja, é a parte da biologia que se preocupa com o isolamento de estruturas e seu estudo.

A anatomia utiliza, principalmente, a técnica conhecida como dissecação, que se baseia na execução de cortes que permitem uma melhor visualização das estruturas do organismo. Essa prática é muito realizada nos cursos da área da saúde, tais como medicina, odontologia e fisioterapia.

Leia também: Fisiologia, e compreenda como esses dois ramos da biologia são interligados

A história da anatomia humana

Acredita-se que as primeiras dissecações em seres humanos tenham acontecido no século II a.C., por intermédio de Herófilo e Erasístrato, em Alexandria. Após esse período, a área ficou praticamente estagnada, principalmente em decorrência da pressão da Igreja, que não aceitava esse tipo de pesquisa.

Os estudos na área retornaram com maior força durante o Renascimento, destacando-se, nesse período, as obras de Leonardo da Vinci e Andreas Vesalius. Aquele ganhou notoriedade na anatomia por seus espetaculares desenhos do corpo humano, nos quais trabalhou por 15 anos. Para a feitura deles, esse importante artista fez vários estudos, participando, inclusive, de dissecações.

O estudo da anatomia humana é bastante antigo, mas estagnou-se por muito tempo devido a fatores religiosos.
O estudo da anatomia humana é bastante antigo, mas estagnou-se por muito tempo devido a fatores religiosos.

O primeiro atlas de anatomia, o De humani corporis fabrica, foi produzido, em 1543, por Vesalius, atualmente considerado o pai da anatomia moderna. Seu livro quebrou falsos conceitos e contribuiu para um aprofundamento maior na área, marcando, assim, sua fase moderna.

Saiba mais: Renascimento científico – fim do monopólio da ciência exercido pela Igreja na Idade Média

Divisões da anatomia

A anatomia humana foi e é, sem dúvidas, extremamente importante para a compreensão do funcionamento do corpo humano. Atualmente, podemos dividi-la em várias partes, e duas delas merecem destaque:

Anatomia sistêmica: estuda os sistemas do corpo humano, tais como o digestório e o circulatório. Ela não se preocupa com o todo, realizando uma descrição mais aprofundada das partes que compõem um sistema.

Anatomia regional ou topográfica: estuda o corpo humano por regiões, e não por sistemas. Esse estudo facilita na orientação correta ao analisar-se um corpo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A posição anatômica

Quando estudamos a anatomia humana, devemos obedecer algumas regras para que a descrição das estruturas seja entendida mundialmente. Há uma convenção internacional de que as descrições devem ser feitas considerando-se a chamada posição anatômica.

Na posição anatômica o indivíduo está:

  • Em pé, numa postura ereta;
  • Com a face voltada para a frente e o olhar no horizonte;
  • Com os membros superiores estendidos e paralelos ao tronco;
  • Com as palmas das mãos voltadas para frente;
  • Com os membros inferiores unidos;
  • Com os dedos dos pés voltados para frente.
Observe a chamada posição anatômica do corpo.
Observe a chamada posição anatômica do corpo.

Quando descrevemos uma estrutura, é fundamental que indiquemos sua posição no corpo. Considerando-se a posição anatômica, temos as seguintes direções:

  • Superior ou cranial: parte superior do corpo
  • Inferior ou caudal: parte inferior do corpo
  • Anterior, ventral ou frontal: frente do corpo
  • Posterior ou dorsal: parte de trás do corpo
  • Medial: mais perto da linha mediana do corpo
  • Lateral: mais perto da lateral do corpo e mais afastada da linha mediana
  • Proximal: próxima da raiz do membro
  • Distal: longe da raiz do membro
Observe o desenho para compreender melhor os termos de direção em anatomia.
Observe o desenho para compreender melhor os termos de direção em anatomia.

Principais sistemas da anatomia humana

Normalmente, ao estudar-se anatomia humana no Ensino Fundamental e Médio, o foco maior é dado à anatomia sistêmica. Os sistemas estudados, em geral, são: tegumentar, esquelético, muscular, nervoso, cardiovascular, respiratório, digestório, urinário, endócrino e reprodutor. Veja um pouco mais sobre eles a seguir.

Sistema tegumentar: formado pela pele, que é responsável por isolar nosso corpo, protegê-lo contra a entrada de patógenos e regular a temperatura.

Sistema esquelético: formado por ossos e cartilagens, fornece sustentação e garante movimento ao nosso corpo.

Sistema muscular: formado pelos músculos estriados esqueléticos que atuam, por exemplo, na locomoção.

Sistema nervoso: formado por encéfalo, medula espinhal e nervos, ajuda na percepção de mudanças no meio externo e interno do nosso corpo.

Sistema cardiovascular: formado pelo coração e por vasos sanguíneos, atua na distribuição de substâncias para todas as células do corpo.

Sistema respiratório: formado por nariz, faringe, laringe, traqueia, brônquios, bronquíolos, alvéolos e pulmões, atua garantindo a entrada do oxigênio no nosso corpo e a eliminação de gás carbônico.

Sistema digestório: formado por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e glândulas acessórias, sua principal função é retirar e absorver os nutrientes dos alimentos que ingerimos.

Sistema urinário: formado por rins, ureteres, bexiga e uretra, é responsável por eliminar substâncias tóxicas ao corpo.

Sistema endócrino: formado por todas as glândulas endócrinas do corpo e envolvido com a produção de hormônios, que regulam as mais variadas funções do nosso organismo.

Sistema reprodutor: na mulher é formado por ovários, tuba uterina, útero, vagina e vulva; no homem é formado por testículo, epidídimo, ductos deferentes, uretra, pênis e algumas glândulas. Sua função é garantir a reprodução da espécie.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Listagem de Artigos

Assista às nossas videoaulas

Artigos Anatomia humana