Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Manto terrestre

Manto é a camada intermediária da Terra e é formada por silicatos e magnésio principalmente. Divide-se em manto superior, onde fica a astenosfera, e inferior, próximo ao núcleo.

Ilustração 3D das camadas da Terra, mostrando a crosta, o manto terrestre e o núcleo.
O manto é a camada intermediária do planeta Terra, localizado entre a crosta e o núcleo.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Manto terrestre é a camada intermediária do planeta Terra e está localizado entre a crosta e o núcleo terrestre. Composto por elementos como silicatos, magnésio e ferro, o manto terrestre se divide em manto superior, que dispõe de uma camada pastosa sobre a qual as placas tectônicas se apoiam, e manto inferior, mais quente e também mais denso. É no manto onde ocorrem as correntes de convecção, que interferem diretamente na movimentação das placas, na expansão do assoalho oceânico e na ocorrência de terremotos e do vulcanismo.

Leia também: Teoria da deriva continental — relação entre as placas tectônicas e a formação dos continentes

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o manto terrestre

  • Manto é a camada intermediária do planeta Terra, localizada entre a crosta e o núcleo.

  • É formado por silicatos, magnésio, ferro e outros minerais em menor quantidade.

  • O material que forma o manto recebe o nome de magma. Quando exposto em superfície por meio do vulcanismo, o magma passa a ser chamado de lava.

  • Compõe aproximadamente 80% de todo o volume da Terra.

  • Divide-se em manto superior e manto inferior.

  • O manto superior é a camada pastosa do magma, com menor densidade.

  • O topo dessa camada recebe o nome de astenosfera, e é sobre ela que as placas tectônicas se deslocam.

  • O manto inferior apresenta maior densidade e temperaturas mais elevadas.

  • A principal dinâmica observada no manto terrestre é a formação das correntes de convecção do magma, resultantes do gradiente térmico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Qual a composição do manto terrestre?

O manto terrestre é composto por combinações distintas de minerais e grupos de minerais, sendo predominantes os silicatos, formados por silício (Si) e oxigênio (O), o magnésio (Mg) e o ferro (Fe). Na porção superior do manto, a principal rocha encontrada recebe o nome de peridotito, sendo formada pelo mineral conhecido como olivina, composto, essencialmente, por silicatos de magnésio e de ferro. Encontra-se no manto, também, outros minerais, como alumínio (Al), potássio (K) e cálcio (Ca), embora em menor proporção.

Mão humana segurando um peridotito, uma rocha que compõe o manto terrestre.
Exemplar de peridotito, presente na constituição do manto superior terrestre.

Quais são as características do manto terrestre?

O manto terrestre é uma das três camadas do planeta Terra. Mais especificamente, o manto é a camada intermediária, situada entre a crosta terrestre (camada mais externa) e o núcleo (camada mais interna). Ele começa depois da crosta terrestre e vai até 2900 quilômetros, representando 84% do volume terrestre total.

No manto, as temperaturas aumentam com a profundidade, com um gradiente térmico de 25 ºC a cada mil quilômetros. Próximo da crosta, descrita|1| como o topo do manto superior, as temperaturas ficam em torno de 1000 ºC. Na parcela mais profunda do manto, já na sua região mais próxima do núcleo terrestre, os valores podem chegar a 3700 ºC. Da mesma forma, existe uma variação na densidade dos materiais mantélicos à medida que se aproxima da camada mais interna do planeta Terra, variando entre 3,2 g/cm³ e 5 g/cm³.

Lava vulcânica ou magma, material que compõe o manto terrestre.
O magma, quando em superfície, recebe o nome de lava.

O material que compõe o manto terrestre é conhecido como magma. O magma, como vimos no tópico anterior, é formado predominantemente por materiais silicatados, magnésio e ferro, e apresenta diferentes propriedades em sua extensão. A parcela superior do magma, logo abaixo da litosfera, é a mais dúctil de todas. Isso significa que há maior plasticidade no material, que adquire textura pastosa. A porção mais interna do magma é mais densa e liquefeita em decorrência das condições de pressão e temperatura em que se encontra.

É importante lembrarmos que o material mantélico é chamado de magma quando se encontra no interior do planeta Terra. Quando ele é expelido por meio do vulcanismo, sendo exposto na superfície terrestre, passa a ser chamado de lava.

Veja também: Agentes internos que influenciam na transformação do relevo terrestre

As partes do manto terrestre

O manto terrestre é dividido em duas partes: manto superior e manto inferior.

Manto superior

Consiste na parte mais externa do manto, situando-se imediatamente abaixo da crosta terrestre até cerca de 400 quilômetros de profundidade. Consiste na parcela mais maleável do magma terrestre, onde as densidades são menores e há maior maleabilidade do material que o compõe. Pode ser dividido em:

  • Litosfera: compreende a crosta terrestre e a parte mais externa do manto superior, chegando a 100 km de profundidade total. Na transição da crosta para o manto, existe uma descontinuidade chamada Mohorovičić, ou Moho, que começa a uma profundidade de 8 km a 10 km sob a crosta oceânica e de 38 km sob a crosta continental.|2| Quando as ondas sísmicas passam por essa região, elas têm a sua velocidade aumentada. Para saber mais sobre a litosfera, clique aqui.

  • Astenosfera: consiste na parcela pastosa do manto terrestre, situando-se entre 100 km e 400 km de profundidade. A consistência dessa camada do manto permite o desenvolvimento das correntes de convecção do magma e o fenômeno da tectônica de placas, pois é sobre ela que esses imensos blocos rochosos “flutuam”, seguindo o princípio da isostasia, e sobre o qual se deslocam.

Manto inferior

É a camada mais interna e mais densa do manto, localizada entre a porção inferior da astenosfera e o limite com o núcleo terrestre, camada mais interna do nosso planeta. Na transição entre o manto e o núcleo, está a descontinuidade de Gutenberg.

Dinâmica do manto terrestre

A principal dinâmica que ocorre no manto terrestre é a convecção do magma. Esse processo acontece em função da diferença de temperatura entre a camada superior e a camada inferior do magma. O material mais quente, com menor densidade, realiza movimento ascendente, ao passo que o material em menor temperatura realiza o movimento contrário, descendente, criando assim as células de convecção, como mostra a imagem.

Representação simplificada das correntes de convecção do manto. As setas brancas indicam o movimento das placas tectônicas.
Representação simplificada das correntes de convecção do manto. As setas brancas indicam o movimento das placas tectônicas.

As correntes de convecção do magma interferem diretamente na crosta terrestre, ocasionando episódios de vulcanismo, expansão do assoalho oceânico, falhas geológicas, terremotos e movimentação das placas tectônicas.

Outro fenômeno que decorre da dinâmica do manto terrestre são as plumas mantélicas, formadas por colunas de magma superaquecido que ascendem no manto terrestre. Quando atingem a litosfera, criam os chamados hot spots. Um exemplo de hot spot fixo é o do arquipélago do Havaí, que continua em processo de formação por meio da combinação entre a liberação de magma para a superfície e o movimento da placa tectônica do Pacífico.

Saiba mais: Quais são as principais placas tectônicas do nosso planeta?

Quais são as diferenças entre o manto, o núcleo e a crosta terrestre?

  • Crosta terrestre: camada mais externa e superficial do planeta Terra. Constituída por rochas e minerais em estado sólido, onde se estabeleceram as diferentes formas de vida e os recursos naturais. É constituída por grandes blocos rochosos chamados de placas tectônicas, as quais se movimentam sobre a astenosfera (camada do manto terrestre). Pode ser dividida em crosta oceânica e crosta continental.

  • Manto terrestre: é a camada intermediária, localizada entre a crosta e o núcleo. É formado pelo magma, que tem em sua constituição elementos como sílica, magnésio e ferro. Apresenta textura pastosa na sua camada superior, permitindo a movimentação das placas tectônicas. Divide-se em manto superior e manto inferior.

  • Núcleo terrestre: camada mais interna do planeta Terra. Sob condições extremas de temperatura e pressão, apresenta uma estrutura composta por níquel e ferro, sendo dividida em núcleo externo (líquido) e núcleo interno (sólido).

Videoaula sobre as camadas da Terra

Exercícios resolvidos sobre manto terrestre

1) (UFU) As placas tectônicas são movimentadas em função do grande calor e do magma do interior da Terra. O transporte desse calor se dá das camadas mais profundas do nosso planeta até as fendas em sua superfície, como ilustra a figura abaixo.

Ilustração do magma do manto terrestre sob uma fenda.

Do ponto de vista físico o transporte desse calor ocorre devido:

a) às correntes de convecção, que se formam porque o magma aquecido por baixo se expande, tendo sua densidade diminuída. Isso cria correntes ascendentes, que liberam o calor para a superfície.

b) ao fluxo de radiação de calor do interior do planeta para a superfície, decorrente da diferença entre a pressão interna e externa. Isso cria correntes ascendentes, que liberam calor para a superfície.

c) às correntes de convecção, que se formam porque o magma aquecido por baixo se comprime, fazendo variar a pressão no interior do planeta. Isso cria correntes ascendentes cuja função é aliviar a pressão interna.

d) ao campo magnético da Terra, que age sobre o magma aquecido por baixo, fazendo com que a força magnética o carregue para as fendas, liberando, assim, o excesso de calor para a superfície.

Resolução: Alternativa A. As correntes de convecção do magma são formadas porque a parte inferior do manto, em contato com o núcleo terrestre, sofre maior aquecimento e ascende por ter a sua densidade reduzida. Esse magma, então, troca de lugar com o magma em menor temperatura que estava em superfície e desce para a porção inferior do manto, criando assim um movimento cíclico, ou uma corrente de convecção.

2) (UEM) Sobre a estrutura interna da Terra, é CORRETO afirmar que a(o):

a) crosta oceânica é formada por rochas graníticas

b) astenosfera localiza-se no manto superior.

c) astenosfera integra uma placa tectônica.

d) litosfera equivale à parte granítica da crosta.

e) manto tem composição metálica (NiFe).

Resolução: Alternativa B. A astenosfera é a parcela plástica ou dúctil do manto, e está localizada no manto superior.

Notas

|1| TASSINARI, C. C. G.; NETO, C. de M. e D. Tectônica Global. In: TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T. R.; TOLEDO, M. C. De; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: IBEP/Editora Nacional, 2009. 2ª edição. p. 78-107.

|2| SILVA, C. N. da. Entre as camadas da Terra: As descontinuidades. Jovem Explorador, 20 set. 2020. Disponível em: http://www.jovemexplorador.iag.usp.br/index.php?p=blog_descontinuidades.

Fontes

IGC. Neossilicatos: olivina. Seção de Materiais Didáticos do IGC-USP. Disponível em: https://didatico.igc.usp.br/minerais/silicatos/nesossilicatos/olivina/.

IGC. Rochas ígneas: peridotito. Seção de Materiais Didáticos do IGC-USP. Disponível em: https://didatico.igc.usp.br/rochas/igneas/peridotito/.

LUCCI, Elian Alabi. Território e sociedade no mundo globalizado, 1: ensino médio. São Paulo: Saraiva, 2016. 289p.

NATIONAL GEOGRAPHIC. Mantle. National Geographic Education, [S.I.]. Disponível em: https://education.nationalgeographic.org/resource/mantle/.

ROSS, Jurandyr L. Os fundamentos da Geografia da Natureza. In: ROSS, Jurandyr L. Geografia do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2019. 6 ed. 3 reimp. p. 13-66.

SILVA, Carolina Nunes da. Entre as camadas da Terra: as descontinuidades. Jovem Explorador, 20 set. 2020. Disponível em: http://jovemexplorador.iag.usp.br/?p=blog_descontinuidades.

TASSINARI, Colombo Celso Gaeta; NETO, Coriolano de Marins e Dias. Tectônica Global. In: TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T. R.; TOLEDO, M. C. De; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: IBEP/Editora Nacional, 2009. 2ª edição. p. 78-107.

WINGE, M. Verbete: pluma mantélica. SIGEP. Glossário Geológico, 22 jan. 2018. Disponível em: https://sigep.eco.br/glossario/verbete/pluma_mantelica.htm.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Manto terrestre"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/manto-terrestre.htm. Acesso em 23 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

São elementos que compõem o manto terrestre, com exceção de

A) silício.

B) radiação.

C) oxigênio.

D) magnésio.

E) ferro.

Exercício 2

Quais são as camadas terrestres que estão localizadas, respectivamente, acima e abaixo do manto?

A) núcleo e terra.

B) hidrosfera e litosfera.

C) crosta e placa.

D) litosfera e biosfera.

E) crosta e núcleo.