Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Deuses gregos

Mitologia

PUBLICIDADE

Os deuses gregos eram divindades que faziam parte da religiosidade dos gregos antigos. Eram vistos como seres imortais e representavam forças da natureza, habilidades e conceitos abstratos. O principal deus grego era Zeus, o rei dos deuses. De acordo ainda com a mitologia, os principais deuses gregos, com exceção de Hades, residiam no Monte Olimpo.

Acesse também: A mitologia que fazia parte da religiosidade dos nórdicos

Mitologia grega

Os deuses gregos eram as divindades que formavam o panteão da religião dos gregos antigos. Essa religião é chamada comumente de mitologia grega e era politeísta, ou seja, formada por diferentes deuses. Os gregos acreditavam que seus deuses eram imortais e que representavam tanto as forças da natureza, como os raios e os mares, como conceitos abstratos, como a sabedoria e a beleza.

Os gregos acreditavam que parte de seus deuses residia no cume do Monte Olimpo.
Os gregos acreditavam que parte de seus deuses residia no cume do Monte Olimpo.

É importante mencionarmos que a religião na Grécia não era clara e definida como entendemos no conceito moderno. Assim, quando falamos da antiga religião grega, estamos falando de um conjunto de crenças que sofreram profundas transformações ao longo dos períodos da história grega. Ainda assim, a religião era algo de extrema importância para os gregos antigos.

Na religião grega, os principais deuses residiam no cume do Monte Olimpo. Acreditava-se que, nesse local, existia um palácio, onde os deuses olímpicos moravam. Entretanto, havia deuses gregos que não residiam no Olimpo. Além disso, no caso dos deuses olímpicos, vale dizer que Poseidon também possuía uma residência no mar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os deuses tinham grande importância para os gregos, possuindo templos em sua homenagem, e muitos deles se tornavam patronos de cidades inteiras. A cidade de Atenas, por exemplo, tinha em Atena sua patrona, enquanto Corinto tinha em Afrodite a sua deusa patrona.

Na crença grega, os deuses possuíam forma humana, mas eram imortais. Os deuses se alimentavam de ambrosia e néctar, um alimento e bebida que só poderiam ser consumidos pelos deuses, pois os humanos que consumissem ambos morreriam.

Apesar da imortalidade, os deuses gregos, assim como os mortais, possuíam conflitos e dilemas morais. Assim, eles poderiam se entristecer; sentir ódio, ciúmes e inveja; apaixonar-se por alguém, casar-se, trair seu companheiro(a), etc. Também havia deuses que se envolviam com seres humanos e era comum, nos mitos, que os deuses tivessem filhos com mulheres mortais. As ações dos deuses refletiam-se diretamente na vida dos seres humanos e eles poderiam interferir na vida dos mortais de acordo com a sua vontade.

As histórias dos deuses gregos foi transmitida oralmente, de geração para geração. Somente por meio das ações de intelectuais como Hesíodo e Homero que essas lendas foram registradas em texto e guardadas para a posteridade. Muito do que sabemos hoje sobre os deuses gregos vem de conhecimentos herdados dos escritos desses dois.

Os dois trabalhos mais conhecidos de cada um desses autores são:

Acesse também: Ragnarök, o fim do Universo para os vikings

Origem dos deuses gregos

Os mitos são entendidos pelos historiadores como uma forma de o homem tentar explicar os fenômenos da natureza e a realidade. Isso não era diferente com os gregos, que possuíam uma variedade de mitos para explicar fenômenos, como o surgimento do Universo. Os mitos gregos também narravam o surgimento dos deuses, conforme veremos.

Na crença grega, o Universo era, a princípio, uma massa cósmica desorganizada, que era chamada de Caos. Nessa massa cósmica, reuniam-se os elementos fundamentais: terra, céu, fogo e água. Em determinado momento, a Terra tomou forma por meio do surgimento de Gaia, deusa conhecida por ter a forma da Terra.

Um pouco depois do surgimento de Gaia, surgiu Urano, conhecido como céu estrelado. Gaia e Urano uniram-se amorosamente e, dessa união, vários filhos nasceram. Esses eram os titãs e titânides, seres gigantescos que habitaram a Terra antes do surgimento dos seres humanos. Um desses titãs era Cronos, que se rebelou contra seu pai.

Cronos foi desafiado por Zeus, seu filho.
Cronos foi desafiado por Zeus, seu filho.

Urano amaldiçoou Cronos, condenando-o a sofrer uma maldição por se voltar contra o próprio pai. Com isso, Cronos assumiu a posição de seu pai como rei do Universo, casou-se com uma titânide chamada Reia e, com ela, teve vários filhos. No entanto, Cronos temia que seus filhos se voltassem contra ele e, por isso, ele devorava todos eles ao nascerem.

Os filhos de Cronos e Reia são alguns dos mais conhecidos deuses da mitologia grega. O mais conhecido de todos eles é Zeus, deus do raio e do trovão. Ele foi salvo por sua mãe antes que Cronos pudesse devorá-lo. Assim, cresceu escondido de Cronos e, depois, retornou para lutar contra o próprio pai.

Zeus libertou os seus irmãos e, junto deles, iniciou uma guerra contra Cronos. Ao final desse confronto, Cronos foi derrotado e trancafiado no Tártaro, junto de outros titãs. Como reconhecimento pelo seu feito, Zeus foi presenteado com o raio e o trovão. Com seus irmãos, ele realizou a divisão da Terra. Zeus ficou com o céu; Hades, com o submundo; e Poseidon, com as águas.

A partir disso, Zeus se tornou o rei do Universo, e os deuses do Olimpo passaram a ter o domínio sobre a Terra e os homens. Zeus era o deus mais importante e, portanto, ficou conhecido como rei dos deuses. Ele era o governante do Olimpo e casado com Hera, outra deusa que residia no Monte Olimpo.

Entre os filhos de Cronos que foram resgatados por Zeus estão Poseidon, Hades, Hera, Héstia e Deméter. Todos eles eram importantes deuses para os gregos.

Acesse também: As valquírias e a mitologia nórdica

Principais deuses gregos

Zeus era o principal deus para os gregos e governava o Monte Olimpo.
Zeus era o principal deus para os gregos e governava o Monte Olimpo.

Como vimos, os principais deuses gregos residiam no Monte Olimpo, mas é válido lembrar que também havia importantes deuses que não residiam nesse local e, portanto, não são conhecidos como deuses olímpicos. No total, os deuses olímpicos são 12 e eles também são conhecidos como parte do dodecateão (o panteão de doze deuses).

Os doze deuses olímpicos são os seguintes:

  1. Zeus: rei dos deuses, governante do Monte Olimpo, deus do céu, raio, trovão, etc.

  2. Hera: rainha dos deuses, deusa do casamento, das mulheres, da família, etc.

  3. Poseidon: deus dos mares, da água, tempestades, etc.

  4. Atena: deusa da sabedoria, do artesanato, etc.

  5. Ares: deus da guerra, violência, etc.

  6. Deméter: deus da colheita, agricultura, estações, etc.

  7. Apolo: deus da luz, do Sol, da profecia, da filosofia, da poesia, música, arte, praga, etc.

  8. Ártemis: deusa da caça, da virgindade, da Lua, etc.

  9. Hefesto: deus da metalurgia, do fogo, da invenção, dos vulcões, etc.

  10. Afrodite: deusa do amor, da paixão, da fertilidade, da beleza, etc.

  11. Hermes: mensageiro dos deuses, deus da viagem, do comércio, da comunicação, da diplomacia, etc.

  12. Dioniso: deus do vinho, das festas, do teatro, etc.

Existem algumas versões que apresentam Héstia como uma deusa que faz parte do conjunto de deuses olímpicos. Nessa interpretação, seriam, portanto, 13, e não 12 deuses olímpicos. Héstia é reconhecida como deusa do lar e da arquitetura. Outro deus muito importante na crença religiosa dos gregos é Hades, o deus do submundo. Ele não é considerado um deus olímpico, porque residia no submundo, e não no Monte Olimpo.

 

Por Daniel Neves Silva
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Deuses gregos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/mitologia/deuses-gregos.htm. Acesso em 15 de junho de 2021.

Artigos Relacionados
Acesse para conhecer a história de Apolo, um dos deuses mais famosos da Grécia Antiga. Veja algumas das histórias que envolvem essa divindade.
Clique aqui para conhecer mais sobre Atenas, uma das maiores cidades da Grécia Antiga. Saiba suas origens, seus principais conflitos e seu sistema político.
Os contrates presentes nas duas mais conhecidas cidades-Estado da Grécia Antiga - Esparta e Atenas.
Clique no link para conhecer aspectos importantes da história de Hades. Veja o que a história diz sobre esse deus e sua relação com Cronos e Perséfone.
Saiba como surgiu a mitologia grega, seus deuses e como a filosofia foi integrando, juntamente com a mitologia, os discursos explicativos sobre a origem da vida e do homem.