Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Clima subtropical

Geografia

Nas áreas de influência do clima subtropical, é possível distinguir as quatro estações do ano. As chuvas ocorrem durante todo o ano, e a amplitude térmica anual é acentuada.
A depender da região, o clima subtropical pode favorecer a formação de florestas, como as florestas decíduas temperadas.
A depender da região, o clima subtropical pode favorecer a formação de florestas, como as florestas decíduas temperadas.
PUBLICIDADE

O clima subtropical ocorre entre as latitudes de 25º e 40º em ambos os hemisférios. Caracteriza-se pela alta amplitude térmica anual, com verões quentes e invernos frios, e chuvas bem distribuídas durante o ano. A influência de massas de ar frias no inverno pode causar geadas e precipitação na forma de neve.

Essas características são predominantes, mas é possível observar variações locais. No Brasil, o clima subtropical é típico das áreas abaixo do Trópico de Capricórnio, abrangendo toda a região Sul e as porções meridionais dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Leia também: A relação entre a latitude e o clima

Resumo sobre clima subtropical

  • Ocorre entre as latitudes de 25º e 40º, Norte e Sul.

  • É caracterizado pela elevada amplitude térmica anual, com verões quentes e invernos frios, além de chuvas bem distribuídas durante o ano.

  • Não há um único tipo de vegetação associado a esse clima. Observa-se, nas suas áreas de ocorrência, a presença de florestas temperadas e subtropicais, pradarias, campos e Pampas.

  • No Brasil, o clima subtropical compreende toda a região Sul e parte de São Paulo e do Mato Grosso do Sul. Algumas de suas variações locais são encontradas também no Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é subtropical?

O termo subtropical designa as regiões do planeta localizadas nas adjacências dos trópicos, isto é, ao norte do Trópico de Câncer (23º27’ N) e ao sul do Trópico de Capricórnio (23º27’ S). Nessas áreas, há a predominância do clima subtropical e de suas variações locais, abrangendo o intervalo entre 25º e 40º de latitude em ambos os hemisférios.

Mapa com áreas subtropicais do planeta
O mapa evidencia as áreas subtropicais do planeta.[1]

Características do clima subtropical

O subtropical é considerado um clima de transição entre o tropical e o temperado. Além disso, é classificado como um clima mesotérmico, cujas principais características de temperatura e umidade são controladas pela atuação das diferentes massas de ar de origem tropical e polar.

Uma das principais características dos climas subtropicais é a alternância das estações do ano, havendo a melhor distinção entre as quatro subdivisões do que em outros tipos climáticos. Observa-se, assim, uma amplitude térmica anual que varia de média à elevada, o que dependerá da latitude. Isso significa que há uma variação considerável das temperaturas durante o período de um ano.

Os verões costumam ser quentes, com temperaturas em torno de 27 ºC a 30 ºC, e os invernos frios, em que os termômetros marcam valores inferiores a 10 ºC, podendo cair até 0 ºC. A média anual é de 18 ºC.

A umidade relativa do ar é alta, e as chuvas são bem distribuídas durante o ano, o que, no geral, caracteriza climas com a ausência de uma estação seca. Em decorrência da atuação de massas polares no inverno, pode ocorrer o fenômeno da geada e também precipitação na forma de neve em determinadas localidades.

Vegetação coberta por geada branca
Nos meses mais frios, o avanço das massas polares proporciona a ocorrência de geadas e neve.

Tipos de clima subtropical

O clima subtropical apresenta algumas variações locais, condicionando, dessa forma, a sua subdivisão em três diferentes tipos: subtropical com verão quente, subtropical de inverno seco e subtropical de altitude.

  • Clima subtropical com verão quente: ocorre nas faixas litorâneas, na área de abrangência do clima subtropical. No Hemisfério Norte, é conhecido também como clima subtropical com verão seco ou clima mediterrâneo.|1| É caracterizado pelas altas temperaturas no verão, mas que são inferiores àquelas registradas no clima tropical. A temperatura média para essa estação é de 22 ºC ou mais. Os volumes de chuva no verão são consideravelmente baixos (no Brasil, cerca de 30 mm), enquanto, no outono e inverno, a precipitação é elevada.

  • Clima subtropical de inverno seco: sua principal característica é o baixo índice pluviométrico nos meses correspondentes ao inverno, ou seja, há menor quantidade de chuvas nesse período. As temperaturas do inverno são amenas, com médias de 18 ºC, enquanto os verões são quentes. No Brasil, é típico dos estados da região Sudeste (partes de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro), abrangendo também o sul do Mato Grosso do Sul.

  • Clima subtropical de altitude: seu aspecto mais marcante é a temperatura amena que predomina todo o ano, o que se deve à influência do fator altitude. Os invernos são frios, e os verões registram valores que não superam os 22 ºC.

Leia também: Influência da altitude sobre o clima

Formação do clima subtropical

O clima subtropical é formado nas zonas temperadas do planeta Terra, que se distribuem nas latitudes médias, tanto no Hemisfério Norte quanto no Hemisfério Sul. Em ambas as áreas, os raios de luz solar incidem de maneira inclinada sobre a superfície, com ângulos inferiores àqueles observados nas zonas tropicais, mas superiores às zonas polares. Esse fenômeno condiciona uma distribuição de calor diferenciada das demais áreas descritas, resultando na ocorrência de temperaturas médias amenas.

As massas de ar que circulam pela atmosfera são também responsáveis pelas características do clima subtropical, notadamente associadas ao regime hídrico, à umidade e às variações anuais de temperatura. A atuação das massas tropicais é mais forte nos meses de verão, quando se registra temperaturas mais elevadas. Quando originadas nos oceanos, fornecem grande teor de umidade por onde passam.

Já as massas polares são responsáveis pela queda das temperaturas, sendo a sua atuação mais acentuada no inverno, provocando também precipitação na forma de chuva devido à formação de frentes frias, além da ocorrência de geadas e neves.

Outros fatores climáticos são igualmente importantes na caracterização do clima subtropical, como a altitude e a circulação geral dos oceanos, que origina as correntes marítimas.

Vegetação do clima subtropical

Devido à acentuada variação local, a vegetação das áreas de ocorrência do clima subtropical não é homogênea. As diferentes coberturas vegetais, que integram às vezes mais de um bioma, são resultantes principalmente dos diferentes regimes hídricos, ou seja, da alternância entre períodos de maior e menor disponibilidade de umidade.

São encontradas em climas subtropicais formações florestais, como as florestas temperadas que se formam no Hemisfério Norte, as florestas subtropicais e a mata de araucárias, típica de regiões de clima subtropical úmido, bem como bosques e formações campestres, como é o caso das pradarias e pampas.

Leia também: Domínios morfoclimáticos do Brasil — áreas definidas com base na sua composição paisagística

Clima subtropical no Brasil

O clima subtropical é característico de toda a região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), parte da região Sudeste do Brasil e da porção meridional do Mato Grosso do Sul. Mais especificamente, o clima subtropical está presente naquelas parcelas do território que se encontram na Zona Temperada Sul, abaixo do Trópico de Capricórnio. A variação desse clima que compreende maiores áreas é a do clima subtropical úmido.

No Brasil, o clima subtropical é marcado pela elevada amplitude térmica anual, com invernos frios, de temperaturas inferiores a 18 ºC, e verões quentes, que podem chegar a 30 ºC em algumas áreas. O volume anual de chuvas varia entre 1250 mm e 1500 mm, distribuindo-se de forma homogênea durante o ano. Existe, é claro, variações locais, com a ocorrência de áreas com verões ou invernos com baixo índice pluviométrico.

Outra importante característica do clima subtropical brasileiro é a forte atuação da massa de ar polar, que causa chuvas frontais e a queda de temperaturas, notadamente no Sul do país. A ocorrência de geadas no inverno não é incomum, e, em algumas áreas, como em municípios de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, pode nevar.

Zonas do clima subtropical

O clima subtropical está presente entre as latitudes de 25º e 40º, em ambos os hemisférios do planeta. Ele é característico das seguintes áreas:

  • leste da Austrália e da África do Sul;

  • sul da América do Sul, abrangendo as terras meridionais do Brasil e parte do Uruguai, Paraguai e Argentina;

  • sudeste da Ásia, que abrange o sudeste da China e norte da Índia;

  • península Arábica, no sudoeste da Ásia;

  • norte da África;

  • Europa Meridional e parte da Europa Central (áreas de clima mediterrâneo);

  • sudeste dos Estados Unidos.

Notas

|1| AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996. 332 p. 4ª ed. Tradução de Maria Juraci Zani dos Santos.

Créditos da imagem

[1] Wikimedia Commons (reprodução)

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Clima subtropical"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/clima-subtropical.htm. Acesso em 08 de dezembro de 2021.

Artigos Relacionados
Entenda a diferença entre fatores e elementos climáticos e os seus principais tipos.
Você sabe como descrever a relação entre altitude e o clima? Leia e aprenda!
Entenda a influência das correntes marítimas no clima, fato que é responsável pela existência de florestas e desertos!
Você sabe quais são os principais tipos de climas do mundo? Clique aqui para conhecer suas características!
Clique aqui e entenda o que são as zonas térmicas do planeta Terra. Saiba os fatores que determinam seu estabelecimento e as características de cada uma delas.