Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Gramática

A gramática estuda as convenções estabelecidas na estrutura da língua. As abordagens normativa, descritiva, histórica e comparativa analisam diferentemente essa estruturação.

Imagem conceitual traz livro aberto e, acima dele, a palavra “português”, em referência à gramática da língua portuguesa.
A gramática da língua portuguesa orienta o uso da língua, mas sofre mudanças no decorrer do tempo.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A gramática é a disciplina que estuda a língua e seu uso, pensando as convenções de fala e escrita estabelecidas no idioma. Há alguns enfoques diferentes na gramática, podendo ser: gramática normativa, gramática descritiva, gramática histórica e gramática comparativa. A gramática tem três grandes principais áreas: a fonologia, a morfologia e a sintaxe.

Leia também: Qual é a origem da língua portuguesa?

Tópicos deste artigo

O que se estuda na gramática?

A gramática estuda a língua, seu uso e sua estrutura, pensando não só na forma escrita, como também na oral, ou seja, na fala. A gramática apresenta alguns tipos de enfoque diferentes, assim como se divide em áreas específicas.

Tipos de gramática

A gramática pode ser classificada em alguns tipos: a normativa, a descritiva, a histórica e a comparativa. Esses tipos definem o enfoque por meio do qual se estuda a gramática.

  • Gramática normativa

A gramática normativa é a que se volta para as normas e regras do falar e escrever em determinado idioma. Portanto, é aquela que estuda e rege o que é considerado padrão gramatical na língua, pensando no uso culto e formal e definindo um uso “correto” da língua em detrimento de um uso “incorreto”, que seria o que foge às regras determinadas pela gramática normativa.

  • Gramática descritiva

A gramática descritiva, também chamada de gramática sincrônica, é a que se volta para o estudo das regras da língua a partir de como ela é efetivamente usada pelos falantes, desconsiderando as regras prescritas pela gramática normativa. Assim, na gramática descritiva, busca-se entender a estrutura da língua considerando as variações em seu uso, seja esse no contexto formal ou informal, abrangendo diferentes regiões e grupos sociais.

  • Gramática histórica

A gramática histórica se volta para a história da língua analisada, estudando suas origens e a evolução de seu uso do início até os dias de hoje. Para isso, é feito um recorte temporal, ou seja, a escolha de um período no tempo para analisar a estrutura da língua daquele período — podendo até analisar também as mudanças no modo de falar e escrever de outros períodos.

  • Gramática comparativa

A gramática comparativa se volta para a comparação da formação e da evolução da gramática de um idioma com a de outro de mesma origem. No caso do português, é mais comum comparar com outras línguas neolatinas, como o espanhol, o italiano, o francês ou o romeno.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são as divisões da gramática?

A gramática pode ser entendida a partir de algumas grandes áreas principais: a fonologia, a morfologia e a sintaxe.

  • Fonologia

É a área da gramática que estuda os fonemas (sons) do idioma, entendendo quais sons existem naquela língua e se articulam para gerar significado na linguagem oral.

  • Morfologia

Essa área da gramática estuda os morfemas, que são uma unidade mínima de significado. Os morfemas podem ser entendidos como “pedaços” que se juntam para formar uma palavra (nos casos em que a palavra é formada por mais de um morfema, o que não ocorre sempre). Assim, na morfologia, estuda-se a palavra isoladamente, entendendo como ela é formada e sua classe gramatical.

  • Sintaxe

Nessa área da gramática, estuda-se o enunciado linguístico, a frase, a oração, ou seja, como as palavras se juntam no enunciado para construir um discurso. Na sintaxe, analisa-se a função da palavra dentro do enunciado, e não mais sua classe gramatical isoladamente, como ocorre na morfologia.

Qual é a importância da gramática?

A gramática é uma disciplina muito importante para entender um comportamento básico do ser humano: a comunicação. Estudando gramática, podemos entender como falamos, o que comunicamos e por que e para que fazemos isso, aprendendo a analisar discursos e a produzir enunciados mais eficientes para atingir nossos objetivos.

Leia também: Afinal, o que é linguagem?

Algumas dúvidas gramaticais

É muito comum surgirem dúvidas de ortografia, de acentuação ou de pronúncia, que podemos tirar pesquisando. Porém, outras dúvidas gramaticais que podem surgir têm a ver com nomenclaturas da área e o porquê das regras. Tire algumas dessas dúvidas a seguir.

  • Qual é a diferença entre norma-padrão e norma culta?

Na gramática normativa, a norma-padrão é o conjunto de regras que sistematiza o uso do idioma, ditando uma forma “correta” de falar e escrever.

a norma culta é o resultado do uso do idioma em um grupo social intelectualizado, chamado “culto”. A norma culta tende a ser muito parecida com a norma-padrão, mas elas não necessariamente são iguais. A norma culta pode apresentar desvios às regras da norma-padrão, mas ainda é tida como uma manifestação de prestígio do idioma, já que é falada por uma classe considerada culta e intelectualizada.

  • As regras gramaticais são sempre as mesmas?

Não! Quando se diz que a língua é viva, significa que as regras gramaticais se adaptam ao uso dos falantes. Muitas vezes na história da língua portuguesa, uma regra gramatical foi quebrada tantas vezes pelos falantes até o ponto em que ela deixou de fazer sentido, passando a ser considerada artificial. Assim, o que era considerado desvio gramatical pode passar a se tornar regra a partir do momento em que soe mais natural para os falantes do idioma.

A própria língua portuguesa é resultado de uma série de “erros” e desvios cometidos pelos falantes de outra língua: o latim vulgar. É claro que nada disso acontece em um curto período no tempo, sendo necessárias muitas décadas ou até séculos para que uma regra gramatical seja alterada.

  • Só existe um jeito certo de falar e escrever?

Não! A linguagem é a expressão de um indivíduo a partir de sua percepção do mundo e da cultura em que foi criado. A língua portuguesa, por exemplo, tem muitas variações entre os países lusófonos, ou seja, aqueles que falam português. Mesmo no Brasil, sabemos que o português falado no Rio Grande do Sul é bem diferente daquele falado no Amapá, tendo vocabulários e expressões diferentes.

  • O que é preconceito linguístico?

É o preconceito contra determinados modos de falar, principalmente quando esses são considerados fora do padrão de prestígio. O preconceito linguístico geralmente se manifesta contra o modo de falar de determinadas regiões geográficas, classes sociais, entre outras formas de se expressar que se diferenciem da norma-padrão ou da norma culta. O preconceito linguístico desrespeita as diversas formas de uso possível de um idioma, além de desconsiderar que a língua é usada em diferentes contextos, sendo adaptável a eles. O importante é haver uma comunicação eficiente. Para saber mais sobre o preconceito linguístico, clique aqui.

 

Por Guilherme Viana
Professor de Gramática

Escritor do artigo
Escrito por: Guilherme Viana Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "Gramática"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica. Acesso em 05 de março de 2024.

Videoaulas


Canais Gramática


Acentuação gráfica

Clique aqui para conhecer as regras de acentuação gráfica. Saiba quais são e para que servem os acentos gráficos na escrita da língua portuguesa.
Gramática

Classes de palavras ou classes gramaticais

Clique aqui, saiba quais são as dez classes de palavras ou classes gramaticais, veja exemplos e faça exercícios para fixar o conteúdo aprendido.
Gramática

Concordância Verbal e Nominal

Saiba tudo sobre concordância verbal e nominal e não tenha mais problemas!
Gramática

Conjugação Verbal

Gramática

Crase

Saiba o que é a crase. Veja quando ela deve ser usada e quais são os casos facultativos. Aprenda macetes para fazer o seu uso corretamente.
Gramática

Dúvidas verbais

Os verbos que causam dúvidas – clique aqui e não as tenha mais!
Gramática

Estrutura e formação de palavras

Aprenda mais sobre a estrutura e os processos de formação das palavras. Conheça os elementos que formam as palavras e os principais processos de formação delas.
Gramática

Figuras de linguagem

Saiba o que são as figuras de linguagem. Conheça as figuras de palavras, pensamento, sintaxe e som. Além disso, faça exercícios para fixar o conteúdo.
Gramática

Fonologia

Por se tratar de uma importante parte da gramática, olha o que preparamos para você: uma seção relacionada ao estudo dos aspectos sonoros das palavras: a fonologia.
Gramática

Funções da linguagem

Conheça quais são as funções da linguagem e suas características. Compreenda a relação delas com os elementos da comunicação.
Gramática

Orações coordenadas e orações subordinadas

Clique aqui e saiba o que são as orações coordenadas e as orações subordinadas. Conheça seus tipos e veja exemplos.
Gramática

Ortografia

Clique aqui e entenda o que é ortografia. Veja quais são os tipos de ortografia. Conheça algumas regras ortográficas e alguns erros muito comuns.
Gramática

Pontuação

Acesse para entender o uso dos sinais de pontuação. Aprenda utilizar os sinais mais empregados, como a vírgula; e os menos usuais no cotidiano, como as reticências.
Gramática

Regência

Clique aqui para entender o que é regência. Veja exemplos de regência nominal e verbal e saiba por que é importante conhecer a regência de verbos e nomes.
Gramática

Sanando algumas dúvidas linguísticas

Confira alguns casos representativos, aprimorando assim o seu conhecimento!
Gramática

Significação das palavras

Entenda o que é a significação das palavras na construção dos enunciados. Veja os conceitos de sinonímia, antonímia, paronímia, homonímia e polissemia.
Gramática

Termos constituintes da oração

Essenciais, integrantes e acessórios... Clicando, descubra por que eles são conhecidos como termos constituintes da oração.
Gramática

Artigos Gramática


A gramática e suas divisões

Compreenda as características que norteiam tal assunto, de fundamental importância!
Gramática

A linguagem abreviada dos internautas remonta um passado histórico

Essa prática tão usual tem raízes remotas.
Gramática

A origem popular de certas expressões brasileiras

“Segurar Vela”, “Coroa”, “Vira - Lata”.
Gramática

Aliteração

Aprenda mais sobre a aliteração e como o seu uso afeta o enunciado. Entenda a diferença entre aliteração e assonância, bem como resolva os exercícios propostos.
Gramática

Analfabetismo funcional

Você sabe o que é analfabetismo funcional? Clique e saiba mais sobre esse grave problema que atinge grande parte da população brasileira.
Gramática

Assíndeto

Clique e veja tudo sobre assíndeto. Entenda a utilidade dessa figura de linguagem na construção do texto, e conheça a diferença entre ela e o polissíndeto.
Gramática

Como enriquecer o vocabulário

Qual a melhor maneira de enriquecer o vocabulário? Descubra aqui!
Gramática

Comparação

Aprenda tudo sobre comparação. Entenda a utilidade dessa figura na construção do texto e qual a sua estrutura básica. Veja as diferenças entre comparação e metáfora.
Gramática

Diferenças entre língua, idioma e dialeto

Linguagem e comunicação: Clique e conheça as diferenças entre língua, idioma e dialeto.
Gramática

Diferenças entre termos lusitanos e brasileiros

Constate alguns casos representativos!
Gramática

Elementos mitológicos e religiosos – traços preponderantes na origem de alguns vocábulos

Proponha-se a algumas descobertas, em apenas um clique!
Gramática

Estilística

Descubra o que é estilística. Veja exemplos de estilística fônica, sintática, morfológica e semântica. Faça exercícios para fixar o conteúdo.
Gramática

Funções sintáticas da palavra “que”

Aprenda quais são as diferentes funções sintáticas exercidas pela palavra “que” na construção dos enunciados e seus respectivos significados.
Gramática

Funções sintáticas dos pronomes pessoais

Aprenda quais são as diferentes funções sintáticas exercidas pelos pronomes pessoais do caso reto e pelos pronomes pessoais oblíquos.
Gramática

Há diferença entre vocabulário e léxico?

Saiba qual é diferença entre vocabulário e léxico e conheça mais sobre esses elementos.
Gramática

Linguagem, língua e fala – aspectos peculiares

Aprenda-os em apenas um clique!
Gramática

Metonímia

Aprenda o que é metonímia, seus tipos e seu efeito no discurso. Entenda também a diferença entre metonímia e metáfora, bem como o que é sinédoque e antonomásia.
Gramática

O conceito de gramática – ampliando noções

Constate acerca de alguns pressupostos!
Gramática

O futuro da língua portuguesa

A roda-viva das palavras: Clique e investigue com a gente o futuro da língua portuguesa!
Gramática

Oração

Descubra como são formadas as orações na língua portuguesa e quais são as suas possíveis classificações. Entenda a diferença entre frase, oração e período.
Gramática

Personificação (prosopopeia)

Aprenda mais sobre a personificação (também conhecida como prosopopeia). Veja exemplos de seu uso e pratique o que aprendeu com exercícios.
Gramática

Regência do verbo “permitir”

Questões da língua portuguesa: Clique e esclareça suas dúvidas sobre a regência do verbo “permitir”.
Gramática

Sinestesia

Entenda melhor a sinestesia, figura de linguagem caracterizada pela combinação de sentidos. Faça também alguns exercícios de fixação.
Gramática

Tipos de sintagmas

Conheça os tipos de sintagmas existentes em língua portuguesa e aprenda sobre a relação de determinação entre essas unidades.
Gramática

Variações da língua

As variações da língua se manifestam em decorrência de vários fatores. Conheça-os aqui!
Gramática

Variações linguísticas

Identifique os tipos de variação linguística. Conheça o porquê de sua existência e saiba qual é a importância desse fenômeno.
Gramática

Vícios de linguagem

Descubra o que são vícios de linguagem e como eles podem ser classificados. Aprenda seus diferentes tipos com exemplos e pratique com alguns exercícios.
Gramática