Topo
pesquisar

As águas como modeladoras do relevo

Geografia

A água possui inúmeras funções na natureza e uma delas é como agente modelador do relevo.
PUBLICIDADE

O relevo em qualquer ponto do planeta é formado através de fatores internos (endógenos) e externos (exógenos). No caso específico das águas, como um agente modelador, é um fator externo, em razão de sua atuação sobre a superfície terrestre.

O relevo é esculpido externamente em decorrência, dentre outras coisas, de processos erosivos. Tal processo destrói e reconstrói a paisagem, alterando a configuração do relevo. As erosões que interferem na formação do relevo possuem várias origens, dentre as quais estão: ação das geleiras, dos ventos e das águas, além das intervenções antrópicas.

Em distintos pontos do planeta, as precipitações figuram como o meio que mais se destaca na formação do relevo, uma vez que as águas das chuvas resultam em enxurradas, e, em alguns casos, deslizamentos de encostas. Esse último se dá por causa da elevada quantidade de água contida no solo, que leva-o a entrar em um estágio de saturação. Quando atinge esse ponto, o solo ganha muito peso, não suporta e rompe, produzindo o deslizamento de uma enorme quantidade de solo nas encostas. Muitas vezes o solo não absorve água em razão do deslocamento rápido das enxurradas, não ocasionando o deslizamento, no entanto, ocorre a formação de fendas ou valetas na superfície. As valetas ganham proporções maiores e se transformam em voçorocas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As alterações sofridas pelo relevo provenientes da ação da água da chuva são denominadas de erosão pluvial. Porém, esse não é o único caso, o relevo recebe interferência das águas de rios e também do mar. A erosão fluvial é o nome dado à atuação das águas dos rios no processo de modelagem do relevo. Isso acontece, em geral, quando o rio é de planalto, dessa forma as águas se deslocam dos pontos mais altos em direção aos mais baixos. Nesse trajeto, as águas vão lentamente desgastando o relevo (tornando o rio mais largo e aumentando a profundidade do mesmo). Em contrapartida, nos rios de planície o que acontece é a acumulação de sedimentos.

O mar também contribui na configuração do relevo, neste caso, do litoral. Isso ocorre quando as águas se chocam com as rochas, causando fendas na base das mesmas, formando as falésias (paredões íngremes localizados a beira do mar). Esse processo é provocado pelas águas oceânicas e recebe o nome de erosão marinha. Além disso, as águas oceânicas depositam sedimentos no litoral, formando assim, praias e restingas.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia

O Grand Cânion (EUA) é um exemplo claro de relevo esculpido pela ação das águas
O Grand Cânion (EUA) é um exemplo claro de relevo esculpido pela ação das águas

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo de. "As águas como modeladoras do relevo "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/as-aguas-como-modeladoras-relevo.htm. Acesso em 22 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola