Capilares sanguíneos

Biologia

PUBLICIDADE

Capilares são vasos sanguíneos que apresentam parede delgada e pequeno calibre. Somados às artérias e veias, fazem parte da imensa rede de vasos que passa por todo nosso corpo, garantindo a circulação do sangue no organismo. A seguir falaremos mais a respeito dos capilares sanguíneos, suas características e funções.

Leia mais: O que é hemorragia? Definição e classificação

Características dos capilares sanguíneos

Os capilares sanguíneos são vasos formados por uma camada de células endoteliais (endotélio), as quais estão dispostas formando um tubo. Em volta desse tubo, temos a chamada membrana basal, que possui componentes moleculares produzidos pelas próprias células endoteliais e que atua, principalmente, garantindo a integridade do capilar.

Ao redor das células endoteliais dos capilares é possível observar células especiais conhecidas como pericitos. Estes são capazes de diferenciarem-se e darem origem a novos vasos sanguíneos e células do tecido conjuntivo, quando ocorre lesões. Acredita-se também que eles apresentam alguma função contrátil, uma vez que se observa neles a presença das proteínas actina e miosina, que são filamentos proteicos contráteis. Essa contração pode atuar regulando o fluxo sanguíneo.

Observe a estrutura básica de um capilar.
Observe a estrutura básica de um capilar.

As paredes dos capilares são delgadas, apresentando, em média, de uma a três células quando observadas em corte transversal. A espessura da parede é de, aproximadamente, 0,5 µm. Além dessa fina espessura, esse vaso sanguíneo destaca-se também pelo seu pequeno diâmetro, que possui, aproximadamente, de 7 µm a 9 µm. Apesar de pequeno, o diâmetro do capilar é suficiente para a passagem das hemácias.

Veja também: Sistema cardiovascular - responsável por fazer o sangue circular pelo corpo

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de capilares sanguíneos

Os capilares sanguíneos podem ser classificados em três tipos básicos analisando-se a continuidade da parede: contínuos, fenestrados e sinusoides. Observe um quadro com as características de cada um deles:

Capilares sanguíneos

Tipos de capilares

Características

Onde são encontrados

Contínuos

Endotélio contínuo, sem interrupções.

Presentes nos tecidos conjuntivos, musculares, nervoso e nas glândulas exócrinas.

Fenestrados

Endotélio contínuo, entretanto, com a presença de poros. Os poros podem estar cobertos ou não por uma membrana fina denominada diafragma.

Presentes em órgãos, como pâncreas, rins, intestinos, e nas glândulas endócrinas.

Sinusoides

Endotélio apresenta-se descontínuo, com a presença de intervalo entre as células. A membrana basal também é descontínua. Quando comparado aos outros capilares, o capilar sinusoide apresenta um diâmetro maior, trajeto sinuoso e poros sem diafragma.

Presentes na medula óssea, no fígado e no baço.

Importância dos capilares sanguíneos

Os capilares sanguíneos são vasos extremamente importantes para o funcionamento do nosso organismo, uma vez que são eles que permitem a troca de substâncias entre o sangue e os tecidos adjacentes. É através dos capilares, portanto, que as células conseguem receber oxigênio e os nutrientes necessários para seu funcionamento.

Os capilares sanguíneos apresentam um diâmetro reduzido e suas paredes são delgadas.
Os capilares sanguíneos apresentam um diâmetro reduzido e suas paredes são delgadas.

A troca de substâncias por meio desses vasos sanguíneos pode ocorrer entre as células e também através delas. Nos capilares que possuem poros, a transferência de substâncias pode ocorrer também por eles.

Veja também: Circulação sistêmica e pulmonar – definição e características

Veias, artérias e capilares

Veias, artérias e capilares são vasos sanguíneos que apresentam papéis distintos no sistema cardiovascular.

As artérias caracterizam-se por levarem o sangue do coração para os diferentes tecidos do corpo. As veias, por sua vez, levam o sangue dos tecidos do corpo para o coração. Já os capilares, como vimos em todo o texto, são onde ocorrem as trocas de substâncias entre o sangue e os tecidos.

Analisando-se a estrutura desses três tipos de vasos sanguíneos, é possível perceber também algumas diferenças. Enquanto artérias e veias possuem três camadas (túnicas) diferentes formando suas paredes, os capilares apresentam apenas uma camada de células endoteliais.

Além disso, nas veias é possível observar a presença de válvulas, que atuam garantindo que o refluxo do sangue não ocorra. Válvulas não são observadas em artérias e capilares. Caso você tenha interesse no assunto deste tópico, leia nosso texto: Diferenças entre veia, artéria e capilar.

 

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Capilares sanguíneos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/capilares-sanguineos.htm. Acesso em 29 de outubro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

(UERJ) Os capilares são os vasos sanguíneos que permitem, por difusão, as trocas de substâncias, como nutrientes, excretas e gases, entre o sangue e as células.

Essa troca de substâncias é favorecida pela seguinte característica dos capilares:

a) Camada tecidual única

b) Presença de válvulas móveis

c) Túnica muscular desenvolvida

d) Capacidade de contração intensa

Questão 2

Analise as alternativas seguintes e marque aquela que indica corretamente uma característica dos capilares sanguíneos.

a) Os capilares apresentam válvulas que impedem o refluxo do sangue.

b) Os capilares apresentam túnica média bastante desenvolvida.

c) Os capilares levam sangue do coração para todas as partes do corpo.

d) Os capilares podem ser classificados em contínuos, fenestrados e sinusoides.

e) Os capilares são vasos de paredes grossas e resistentes.

Mais Questões