Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ossos do corpo humano

Os ossos do corpo humano constituem nosso esqueleto, o qual sustenta o organismo e fornece proteção aos órgãos.

Esqueleto humano fazendo referência aos ossos do corpo humano.
Os ossos do corpo humano constituem o esqueleto, responsável por fornecer sustentação, mobilidade e proteção ao organismo.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Ossos do corpo humano são os ossos que constituem o esqueleto humano, estrutura que fornece sustentação, mobilidade e proteção ao organismo. O corpo humano adulto possui 206 ossos. O esqueleto composto por esses ossos é dividido em axial e apendicular. Os ossos são ainda subdivididos em regiões para facilitar o estudo de sua complexa organização. Entre as regiões, encontram-se os ossos da cabeça, do pescoço, do tórax, do abdômen e dos membros superiores e inferiores.

Leia também: Sistema esquelético — o sistema do corpo humano formado por ossos e por cartilagens

Tópicos deste artigo

Resumo sobre os ossos do corpo humano

  • Os ossos do corpo humano são os ossos que constituem o esqueleto humano.

  • O corpo humano adulto é constituído por 206 ossos.

  • Um bebê possui aproximadamente 300 ossos.

  • O esqueleto humano é dividido em apendicular e axial.

  • Os ossos podem ser divididos em regiões para facilitar seu estudo, como, por exemplo, ossos da cabeça, ossos do ouvido, ossos do tórax, ossos do abdômen, ossos dos membros superiores e ossos dos membros inferiores.

  • O maior osso do corpo humano é o fêmur e o menor é o estribo.

Quantos ossos há no corpo humano?

O corpo humano adulto possui, em média, 206 ossos. No entanto, é importante destacar que esse número pode variar em diferentes fases da vida devido à sinostose. Nesse processo, ocorre o desaparecimento da articulação entre os ossos. Um exemplo é o crânio. Os ossos do crânio permanecem separados por articulações denominadas suturas, as quais permitem uma pequena mobilidade entre os ossos do crânio durante a infância, promovendo seu crescimento adequado. A mobilidade dos ossos do crânio também facilita a passagem do bebê pelo canal vaginal durante o parto. Ao longo do tempo, essas suturas se fundem e os ossos do crânio ficam imóveis (sinostose craniana).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quantos ossos há no corpo de um bebê?

O corpo de um bebê tem aproximadamente 300 ossos ao nascer. No entanto, ao longo do processo de crescimento e desenvolvimento, alguns desses ossos se fundem, resultando em um número menor de ossos no corpo de um adulto.

Como os ossos estão organizados no corpo humano?

O esqueleto humano é dividido em duas partes: esqueleto axial e esqueleto apendicular.

Ilustração indicando as duas divisões do esqueleto humano, estrutura formada pelos ossos do corpo humano.
O esqueleto é dividido em apendicular e axial.
  • Esqueleto axial: inclui os ossos que formam a linha média do corpo, fornecendo suporte e proteção para órgãos vitais, como o cérebro, a medula espinhal e os órgãos internos do tórax. O esqueleto axial é composto pelos seguintes elementos: crânio, face, coluna vertebral, costelas, esterno e hioide.

  • Esqueleto apendicular: parte periférica do esqueleto, fornecendo movimento e suporte ao corpo. Inclui os ossos dos membros superiores e inferiores, bem como as cinturas escapular e pélvica.

Cada parte é ainda subdividida em regiões para facilitar o estudo da complexa anatomia do esqueleto humano. Tradicionalmente, os ossos são subdivididos na disciplina de Anatomia Humana em: ossos da cabeça, ossos do tronco e ossos dos membros (inferiores e posteriores). Entretanto, há outras divisões utilizadas para facilitar a comunicação com o público em geral, como: ossos do ouvido, ossos do pescoço, ossos do tórax e ossos do abdômen.

Ossos da cabeça

Ilustração indicando os ossos da cabeça, uma das divisões dos ossos do corpo humano.
Os ossos da cabeça compõem o crânio e a face.

Os ossos da cabeça são aqueles que compõem a estrutura do crânio e da face, totalizando 28 ossos. Eles fornecem proteção e sustentação ao cérebro e aos órgãos sensoriais, como os olhos, ouvidos e nariz. Dessa forma, atuam na mastigação, respiração, audição, visão, etc. Os principais ossos da cabeça são:

  • Crânio:

    • Frontal: localizado na parte frontal do crânio, acima dos olhos.

    • Parietal: dois ossos parietais localizados na parte superior e lateral do crânio.

    • Temporal: dois ossos temporais localizados na parte lateral do crânio, próximos aos ouvidos.

    • Occipital: localizado na parte posterior do crânio.

    • Esfenoide: localizado na base do crânio, na região medial.

    • Etmoide: localizado na parte anterior do crânio, entre os olhos.

  • Face:

    • Nasal: dois ossos localizados na ponte do nariz.

    • Maxila: dois ossos que formam a parte superior da face.

    • Mandíbula: osso único que forma a mandíbula inferior.

    • Zigomático: dois ossos que formam as maçãs do rosto.

    • Lacrimal: dois ossos lacrimais localizados na parte interna dos olhos.

    • Palatino: dois ossos que constituem a parte posterior do palato (céu da boca).

    • Vômer: localizado na parte inferior do nariz, formando parte do septo nasal.

Ossos do pescoço

Ilustração indicando os ossos do pescoço, uma das divisões dos ossos do corpo humano.
O osso hioide, apesar de presente na região do pescoço, não está conectado às vértebras cervicais.

Os ossos do pescoço são compostos pelas vértebras cervicais, as primeiras sete vértebras da coluna vertebral, localizadas na região do pescoço. Elas ajudam a sustentar a cabeça e permitir movimentos de rotação.

O osso hioide, apesar de estar na região do pescoço, não está ligado à coluna vertebral. É um osso independente ancorado por ligamentos e músculos na região do pescoço. Ele auxilia na sustentação e movimentação da língua, deglutição e produção de sons na fala.

Ossos do ouvido

Ilustração indicando os ossos do ouvido, uma das divisões dos ossos do corpo humano.
 Os ossos do ouvido são constituídos por três ossículos de cada lado: martelo, bigorna e estribo.

Os ossos do ouvido fazem parte, tradicionalmente, dos ossos da cabeça. Eles são compostos por três ossículos de cada lado que, juntos, trabalham para amplificar e transmitir as ondas sonoras do ambiente para a cóclea (estrutura auditiva do ouvido interno). Os ossículos são:

  • Martelo: primeiro ossículo (mais externo) do ouvido médio. Está conectado ao tímpano e transmite as vibrações sonoras do tímpano para os outros ossículos.

  • Bigorna: segundo ossículo, localizado entre o martelo e o estribo. Continua a transmitir as vibrações sonoras do martelo para o estribo.

  • Estribo: terceiro ossículo, localizado na base do ouvido médio. Recebe as vibrações da bigorna e as transmite para a cóclea.

Ossos do tórax

Ilustração indicando os ossos do tórax, uma das divisões dos ossos do corpo humano.
O esterno, a costela e a coluna vertebral fazem parte dos ossos do tórax.

Os “ossos do tórax” referem-se aos ossos que compõem a região do tronco. O tronco está localizado entre o pescoço e o abdômen. Nessa região, há diversos órgãos vitais, como o coração e o pulmão. Os ossos do tórax formam, em conjunto, a caixa torácica, fornecendo proteção a esses órgãos contra impactos externos. Esses ossos também dão sustentação ao corpo. Os principais ossos que formam o tórax são:

  • Esterno: osso longo e plano que se estende da base do pescoço até a porção superior do abdômen. Está localizado na parte frontal do tórax, no centro do peito. Fornece proteção ao coração e aos pulmões.

  • Costelas: conjunto de ossos curvos e flexíveis que se estendem do esterno até a coluna vertebral na parte de trás. Há 12 pares de costelas no corpo humano, que envolvem e protegem os órgãos internos do tórax, ajudando a constituir a caixa torácica.

  • Coluna vertebral: está dividida em vértebras cervicais (sete vértebras), torácicas (12 vértebras), lombares (cinco vértebras) e sacrococcígea. As vértebras torácicas estão conectadas às costelas e fornecem suporte e estabilidade à estrutura do tórax.

Ossos do abdômen

O termo “ossos do abdômen” geralmente se refere aos ossos que compõem a região do abdômen, porção do corpo localizada entre o peito e a cintura pélvica. Entretanto, é uma terminologia pouco utilizada no meio científico para definir as regiões do esqueleto do corpo humano. A região do abdômen inclui os ossos que compõem o tronco (porção final da coluna vertebral: vértebras lombares e sacrococcígeas) e os membros inferiores (cintura pélvica: ílio, ísquio e púbis). A união desses ossos constitui a bacia, que protege e suporta os órgãos abdominais.

Ossos dos membros superiores

Ilustração indicando os ossos dos membros superiores, uma das divisões dos ossos do corpo humano.
Os membros superiores são compostos por 64 ossos.

Os membros superiores são compostos por 64 ossos que, juntos, constituem a cintura escapular, o braço, o antebraço e a mão. Esses ossos trabalham em conjunto para proporcionar movimentos precisos e habilidades manuais, como agarrar objetos e escrever. A cintura escapular conecta os membros superiores ao tronco. Os principais ossos dos membros superiores são:

  • Cintura escapular:

    • Clavícula: osso longo e curvo que conecta o esterno à escápula, dando sustentação ao ombro e permitindo maior mobilidade dos braços.

    • Escápula: osso plano e triangular, sendo importante ponto de fixação de músculos e ligamentos.

  • Braço:

    • Úmero: osso longo que conecta o ombro ao cotovelo.

  • Antebraço:

    • Rádio: osso mais fino e lateral do antebraço, se estendendo do cotovelo ao pulso.

    • Ulna: osso mais grosso e medial do antebraço, se estendendo do cotovelo ao pulso.

  • Mão:

    • Carpo: conjunto de oito pequenos ossos que formam o pulso.

    • Metacarpos: conjunto de cinco ossos longos que constituem a palma da mão.

    • Falanges dos dedos das mãos: conjunto de ossos que forma os dedos da mão. Cada dedo da mão possui três falanges, exceto o polegar, que possui apenas duas.

Ossos dos membros inferiores

Ilustração indicando os ossos dos membros inferiores, uma das divisões dos ossos do corpo humano.
Os membros inferiores são compostos pela cintura pélvica, pela coxa, pela perna e pelo pé.

Os membros inferiores são compostos por 66 ossos que, juntos, constituem a cintura pélvica, a coxa, a perna e o pé. Esses ossos trabalham em conjunto para fornecer suporte e mobilidade aos membros inferiores, permitindo que possamos caminhar e executar diversas atividades físicas. A cintura pélvica une os membros inferiores ao esqueleto axial. Alguns dos principais ossos dos membros inferiores são:

  • Cintura pélvica:

    • Ílio: porção lateral e grande da pelve.

    • Ísquio: osso mais baixo e de apoio quando estamos sentados.

    • Púbis: osso frontal da pelve.

  • Coxa:

    • Fêmur: osso mais comprido e forte do corpo humano.

  • Perna:

    • Patela: osso localizado na frente do joelho.

    • Fíbula: osso fino e longo, localizado na parte externa da perna. Também conhecido como osso da panturrilha.

    • Tíbia: osso mais grosso da perna, localizado na parte interna da perna. Também conhecido como osso da canela.

  • Pés:

    • Tarsos: grupo de sete ossos que formam a parte posterior do pé.

    • Metatarsos: grupo de cinco ossos longos que constituem a parte anterior do pé.

    • Falanges dos dedos dos pés: formam os dedos do pé. Cada dedo possui três falanges, exceto o dedão, que possui apenas duas.

Veja também: Quais são os órgãos do corpo humano?

Quais são os 5 principais ossos do corpo humano?

Todos os ossos do corpo humano são importantes, pois contribuem para o funcionamento adequado do sistema esquelético. Apesar de ser um desafio, é possível destacar alguns ossos ou conjunto de ossos que podem ter um impacto maior se estiverem ausentes ou danificados, devido às suas funções significativas no suporte estrutural, proteção de órgãos vitais e movimentação do corpo. Entre eles estão o fêmur, o úmero, as costelas, a coluna vertebral e o crânio.

Qual é o menor e o maior osso do corpo humano?

  • Menor osso do corpo humano: é o estribo, localizado no ouvido médio. Ele mede aproximadamente de 0,2 a 0,3 centímetros de comprimento.

  • Maior osso do corpo humano: é o fêmur, localizado na coxa. Ele mede, em média, de 25 a 30 centímetros de comprimento, mas pode chegar a mais de 50 centímetros. O fêmur também é considerado o osso mais forte do corpo.

Fontes

GRACIOLI, J. No esqueleto humano, o número de ossos diminui com a idade. Jornal da USP, 2018. Disponível em: https://jornal.usp.br/atualidades/no-esqueleto-humano-o-numero-de-ossos-diminui-com-a-idade/.

JUNQUEIRA, L.C.U. & CARNEIRO, J. Histologia Básica. 12 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013. 558 p.

NETTER, F.H. Atlas of Human Anatomy. 7 ed. Philadelphia: Elsevier, 2019. 672 p.

SHAHID, S. et al. Ossos do corpo humano. Kenhub, c2023. Disponível em: https://www.kenhub.com/pt/library/anatomia/quantos-ossos-pode-encontrar-no-corpo-humano.

Escritor do artigo
Escrito por: Heloísa Fernandes Flores Bacharela, licenciada e mestre em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é doutoranda em Entomologia e cursa uma especialização em Gestão Escolar na mesma instituição. Desenvolve pesquisas com análise de conteúdo de livro didático e evolução de insetos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FLORES, Heloísa Fernandes. "Ossos do corpo humano"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/ossos-do-corpo-humano.htm. Acesso em 02 de março de 2024.

De estudante para estudante