Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Laringe

Biologia

PUBLICIDADE

A laringe é um órgão que faz parte do sistema respiratório e promove a conexão entre a faringe e a traqueia. Nessa região estão presentes duas estruturas importantes: a epiglote e as pregas vocais. Por ser o local em que as pregas vocais estão presentes, a laringe é também reconhecida como órgão fonador. A inflamação da laringe é conhecida como laringite.

Leia mais: Partes do corpo humano e suas funções

Características gerais da laringe

A laringe é um tubo presente no sistema respiratório que promove a ligação entre faringe e traqueia. Ela está localizada no plano mediano e anterior do nosso pescoço. Nas paredes do órgão, estão presentes peças cartilaginosas irregulares, as quais estão unidas entre si por tecido conjuntivo fibroelástico. A presença da cartilagem é importante, pois faz com que o órgão permaneça aberto e, desse modo, o ar passe livremente pela estrutura.

A laringe está localizada na região anterior do nosso pescoço.
A laringe está localizada na região anterior do nosso pescoço.

Na laringe estão presentes três cartilagens pares e três cartilagens ímpares. As cartilagens ímpares são a tireoide, cricoide e epiglote, enquanto as pares são as aritenoides, cuneiformes e corniculadas. As cartilagens tireoide, cricoide e a maior parte das aritenoides são formadas por cartilagem do tipo hialino, enquanto as outras são formadas por tecido elástico.

A maior cartilagem da laringe é a cartilagem tireoide, que forma uma proeminência conhecida como “pomo de Adão”, mais visível em homens. Ligada à borda superior da cartilagem tireoide, está a epiglote, a qual se assemelha a uma aba. Seu papel é evitar que o alimento, no momento da deglutição, siga para o sistema respiratório.

Além da epiglote, na laringe estão presentes também as pregas vocais, conhecidas anteriormente como cordas vocais. A mucosa da laringe forma dois pares de pregas. O primeiro par de pregas, o mais superior, forma as pregas vestibulares, também chamadas de falsas pregas vocais. O segundo par, por sua vez, forma as pregas vocais verdadeiras. Desse modo, podemos concluir que a laringe não se trata apenas de uma via para a passagem de ar, sendo responsável também pela fonação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Acima da prega vestibular, temos a porção da laringe denominada vestíbulo, a qual se estende até a entrada do órgão. A glote é a porção localizada entre as pregas vestibular e vocal de cada lado. O espaço existente entre as pregas vocais é denominado rima glótica. Por fim, temos a cavidade infraglótica, que está abaixo das pregas vocais.

Leia também: Pólipos nas pregas vocais

Pregas vocais e formação dos sons

As pregas vocais estão presentes na nossa laringe e são responsáveis pela emissão de sons. Elas surgem nas paredes laterais da laringe e seguem em direção ao centro da glote. As pregas vocais estão posicionadas e estiradas graças a músculos da própria laringe.

Quando respiramos, as pregas vocais permanecem abertas, permitindo a passagem do ar. Quando falamos, no entanto, as cordas movem-se e a passagem do ar provoca a vibração dessas estruturas. O tom da voz será resultado do grau de estiramento das pregas bem como da proximidade entre elas e a massa de suas bordas. Sons mais agudos são resultados de pregas esticadas vibrando de maneira rápida. Já os sons graves são produzidos quando as pregas estão menos tensas e com a vibração mais lenta.

As pregas vocais garantem a formação dos sons. Quando respiramos, elas se abrem.
As pregas vocais garantem a formação dos sons. Quando respiramos, elas se abrem.

Vale salientar que a emissão dos sons não envolve apenas as pregas vocais, sendo necessária a ação dos pulmões, laringe, faringe e boca, que atua como uma câmara de ressonância. Além disso, para garantir que sejamos capazes de comunicar-nos por meio da linguagem, é fundamental a movimentação dos lábios, da mandíbula e da língua.

Funções da laringe

Podemos resumir as funções da laringe em três principais:

  • Garantir a passagem de ar;
  • Impedir que alimentos entrem no sistema respiratório durante a deglutição;
  • Atuar na produção dos sons.

Laringite

A laringite é uma inflamação que atinge a laringe, geralmente provocando rouquidão e dor na região da garganta. Ocorre com maior frequência como consequência de infecção por vírus ou por uso excessivo da voz. Pessoas que fumam, fazem uso de álcool, apresentam refluxo gastroesofágico ou realizam atividades que necessitam de um esforço vocal maior, são mais propensas a adquirirem o problema.

O tratamento da laringite depende da sua causa e, geralmente, envolve uso de analgésicos e anti-inflamatórios a fim de aliviar-se os sintomas. Hidratar-se bem e poupar a voz é também recomendado nesses casos. Em pessoas que apresentam refluxo, é importante também que esse problema seja tratado.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Laringe"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/laringe.htm. Acesso em 04 de agosto de 2021.

Artigos Relacionados
Clique aqui e aprenda mais sobre a epiglote, uma aba de cartilagem que atua na proteção do sistema respiratório.
Lesão benigna que pode causar rouquidão à pessoa acometida.
Descubra mais sobre o sistema respiratório, um sistema responsável por garantir que oxigênio seja disponibilizado para as células do nosso corpo.
Cartilagens fibrosa, elástica e hialina e suas características.
Quer aprender mais sobre a traqueia? Clique aqui, conheça mais sobre o órgão, entenda o que é a traqueostomia e confira as particularidades da traqueia dos insetos.