Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci foi um artista, engenheiro e cientista do período do Renascimento. Ficou conhecido como uma das mentes mais brilhantes da história.

Imagem representativa de Leonardo da Vinci pintando a “Mona Lisa”.
Leonardo da Vinci é conhecido por ter sido o autor de Mona Lisa, um dos quadros mais famosos da história.
Crédito da Imagem: shutterstock
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Leonardo da Vinci foi um polímata (indivíduo com conhecimento avançado em diversas áreas do conhecimento) do período do Renascimento. Era filho ilegítimo de um notário florentino e desde cedo teve grande interesse pelas artes, ingressando em um ateliê como aprendiz de artista na sua adolescência.

Durante a sua vida passou por diferentes locais da Península Itálica, como Florença, Milão, Veneza e Roma, realizando trabalhos nas mais variadas áreas. Em suas anotações foi encontrada uma série de invenções que ele projetou, e ele é autor da obra de arte mais conhecida da história: a Mona Lisa.

Leia também: Vincent Van Gogh — detalhes sobre a vida de um dos maiores pintores de todos os tempos

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Leonardo da Vinci

  • Leonardo da Vinci foi um grande nome do Renascimento, conhecido por ter inúmeras habilidades.

  • Ingressou, na adolescência, em um ateliê para ser aprendiz de Verrocchio.

  • Realizou trabalhos por diversas cidades da Península Itálica, como Florença, Veneza e Milão.

  • É autor da obra de arte mais famosa da história: Mona Lisa.

  • São atribuídos a Leonardo da Vinci os projetos de uma série de invenções.

Biografia de Leonardo da Vinci

Origens de Leonardo da Vinci

Leonardo di Ser Piero da Vinci nasceu em Anchiano, um vilarejo localizado na Toscana no dia 15 de abril de 1452. Na época do nascimento de Da Vinci, a Toscana era uma região que fazia parte da República de Florença. Leonardo da Vinci nasceu próximo de Florença, cidade que era um dos grandes centros culturais da Península Itálica no século XV.

Da Vinci era filho ilegítimo de Piero Fruosino di Antonio da Vinci. O pai dele era um notário de Florença, e o nascimento de Da Vinci aconteceu por conta do envolvimento de seu pai com uma camponesa de apenas 15 anos chamada Caterina di Meo Lippi. Acredita-se que Leonardo da Vinci tenha tido cerca de 15 irmãos da parte de seu pai.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Não se sabe muito sobre a infância de Leonardo da Vinci, mas sabe-se que ele teve bastante contato com sua família paterna. Recebeu uma educação básica, aprendendo a ler, escrever e a fazer cálculos matemáticos. A formação de Leonardo da Vinci foi focada no desenvolvimento de suas habilidades artísticas.

Vida profissional de Leonardo da Vinci

Estátua de Leonardo da Vinci, uma das mentes mais brilhantes da história.
Estátua de Leonardo da Vinci, uma das mentes mais brilhantes da história.

Em 1469, Leonardo da Vinci ingressou no ateliê de Andrea del Verrocchio como aprendiz. Esse artista era uma das figuras mais populares das artes na cidade de Florença e também foi instrutor de outros artistas importantes do período, como Sandro Botticelli. O tempo que Leonardo da Vinci esteve como aprendiz de Verrocchio permitiu que ele aprendesse as melhores técnicas do período.

Ele encerrou seu aprendizado com Verrocchio três anos depois, tornando-se então assistente desse artista, recebendo um salário por esse trabalho. Logo depois, o pai de Leonardo da Vinci auxiliou o artista para que ele montasse o seu próprio ateliê, e, assim, da Vinci começou a receber as próprias encomendas de trabalho.

Em 1479, Leonardo da Vinci se mudou para Milão para trabalhar com Ludovico Sforza, o duque da cidade e um homem poderoso e rico. Para Sforza, da Vinci trabalhou como pintor, mas também atuou como escultor, engenheiro militar e engenheiro naval. Em Milão, Leonardo da Vinci realizou trabalhos como:

  • Virgem das Rochas;

  • preparou carros alegóricos para desfiles em Milão;

  • criou o projeto da cúpula da Catedral de Milão.

O período de Leonardo da Vinci em Milão se encerrou em 1499, quando os franceses invadiram a cidade e destituíram Ludovico Sforza de sua posição. Da Vinci foi então para Veneza, onde realizou trabalhos na área da engenharia militar e naval. Ele estruturou métodos para garantir a defesa dessa cidade de um ataque naval.

Em 1500, ele retornou para Florença e a partir de 1502 passou a trabalhar diretamente para César Bórgia, filho do papa Alexandre VI. Trabalhando com o filho do papa, Leonardo da Vinci viajou por toda a Península Itálica realizando trabalhos como arquiteto e engenheiro militar. Ele abandonou essa função em 1503.

Em 1503, Leonardo da Vinci começou a trabalhar em sua obra de arte mais famosa: Mona Lisa. Esse trabalho foi parte de uma encomenda, sendo finalizado em 1506. A partir de 1507, Leonardo da Vinci se mudou com alguma frequência, residindo em Florença, Milão, Roma, até que se mudou para a França a convite de Francisco I em 1516.

O rei francês apreciava o trabalho de Leonardo da Vinci, visitando-o em sua residência no Palácio de Clos Lucé, localizado em Amboise. A estadia de Da Vinci na França não foi longa, pois em 2 de maio de 1519, ele faleceu. Diz-se que a morte do artista italiano foi bastante lamentada por Francisco I.

Principais obras de Leonardo da Vinci

“Mona Lisa”, obra mais famosa do Leonardo da Vinci.
A Mona Lisa é a obra mais famosa de Leonardo da Vinci.

Leonardo da Vinci é reconhecido como um dos grandes nomes do período renascentista, uma vez que demonstrou uma enorme versatilidade, sendo um grande intelectual que possuía conhecimentos amplos sobre diversas áreas do conhecimento, mas também ficou reconhecido como um dos maiores artistas da história. Vejamos algumas de suas principais obras de arte:

  • A Virgem das Rochas;

  • São João Batista;

  • Retrato de Ginevra de' Benci;

  • Dama com Arminho;

  • Adoração dos Magos;

  • São Jerônimo;

  • Batismo de Cristo;

  • Retrato de um Músico;

  • Salvator Mundi;

  • Mona Lisa;

  • A Anunciação.

“Homem Vitruviano”, de Leonardo da Vinci.
Homem Vitruviano, de Leonardo da Vinci.

Outro desenho muito famoso de Leonardo da Vinci foi o Homem Vitruviano. Ele, no entanto, não é considerado uma obra de arte, mas uma obra que foi encontrada nas anotações de Leonardo da Vinci. O desenho, por sua vez, tornou-se extremamente popular.

Acesse também: Mona Lisa — detalhes sobre uma das obras mais famosas de Leonardo da Vinci

Invenções de Leonardo da Vinci

Algumas das invenções de Leonardo da Vinci.
Algumas das invenções de Leonardo da Vinci.

Leonardo da Vinci ficou conhecido por elaborar uma série de invenções baseadas no amplo conhecimento que ele tinha de diferentes áreas. O artista, além de tudo, tinha bons conhecimentos de geometria, anatomia humana, botânica, engenharia e outras áreas.

As invenções propostas por Leonardo da Vinci foram analisadas, e algumas delas foram demonstradas incapazes de ser funcionais. Outras, no entanto, eram funcionais e reforçam que Leonardo da Vinci era uma figura com uma enorme genialidade. Entre as invenções que ele propôs estão:

  • o uso da energia solar para aquecer a água;

  • um meio de transporte que voasse semelhante a um helicóptero;

  • uma máquina de guerra que se assemelhava a um tanque;

  • autômatos (robôs);

  • um objeto que amenizasse quedas semelhante a um paraquedas;

  • trajes de mergulho.

Por que Leonardo da Vinci foi tão importante?

Leonardo da Vinci é uma figura tão notável porque, segundo muitos historiadores, foi aquele que mais bem manifestou os ideais do Renascimento, possuindo amplos conhecimentos, sendo extremamente versátil e um dos grandes artistas de todos os tempos, reproduzindo e criando técnicas de desenho com perfeição.

Qual o legado de Leonardo da Vinci?

O legado que Leonardo da Vinci deixou foi o de ser um dos intelectuais e artistas mais importantes da história, deixando para a humanidade algumas das obras mais belas que existem, mas também um amplo conhecimento em diversas áreas e que foram fundamentais na posteridade. A obra de arte mais conhecida de toda a história também é de Leonardo da Vinci. Essa obra é Mona Lisa, exposta no Museu do Louvre, em Paris.

Frases de Leonardo da Vinci

  • “Quando eu pensar que aprendi a viver, terei aprendido a morrer.”

  • “Não há coisa que mais nos engane do que o nosso juízo.”

  • “A lei suprema da arte é a representação do belo.”

  • “A necessidade é a melhor mestra e guia da natureza. A necessidade é terna e inventora, o eterno freio e lei da natureza.”

Curiosidades sobre Leonardo da Vinci

  • Os pesquisadores apontam que Leonardo da Vinci pode ter tido casos amorosos com os seus assistentes.

  • Leonardo da Vinci fez desenhos bastante precisos sobre a anatomia e estrutura dos corações humanos.

  • A máquina voadora que da Vinci projetou não seria capaz de voar, segundo pesquisadores modernos.

Fontes

CARTWRIGHT, Mark. Leonardo da Vinci. Disponível em: https://www.worldhistory.org/Leonardo_da_Vinci/.

EUGÊNIO, Alisson. As muitas faces de um gênio: vida, tempo e obra de Leonardo da Vinci. Alfenas, MG: Editora Universidade Federal de Alfenas. Disponível em: https://www.unifal-mg.edu.br/bibliotecas/wp-content/uploads/sites/125/2021/12/35-As-muitas-faces-de-um-genio-vida-tempo-e-obra-de-Leonardo-da.pdf.

VEIGA, Edison. Muito além da 'Mona Lisa': 11 legados científicos de Leonardo da Vinci, morto há 500 anos. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-48114734.

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Leonardo da Vinci"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/leonardo-vinci.htm. Acesso em 23 de maio de 2024.

De estudante para estudante