Sistema endócrino

Biologia

PUBLICIDADE

O sistema endócrino é um sistema complexo e constituído pelas glândulas endócrinas do nosso corpo. Glândulas endócrinas são as estruturas que sintetizam substâncias e lançam-nas na corrente sanguínea. Essas substâncias são denominadas de hormônios e são responsáveis por controlar uma série de atividades do corpo humano, tais como o metabolismo, secreção de leite, crescimento e quantidade de cálcio no sangue. É importante salientar, no entanto, que células endócrinas podem ser encontradas em órgãos que compõem outros sistemas, como é o caso das células produtoras de hormônios encontradas no estômago.

Leia também: Corpo humano: partes do corpo e suas funções

Glândulas endócrinas

As glândulas são estruturas responsáveis pela secreção de substâncias. Podemos classificar as glândulas em endócrinas, exócrinas e mistas. As glândulas endócrinas lançam suas secreções, denominadas de hormônios, no sangue, por onde são transportadas até atingirem seu local de ação. São essas as glândulas que analisamos ao estudar o sistema endócrino. As glândulas exócrinas, por sua vez, apresentam ductos que garantem que sua secreção seja lançada em cavidades ou nas superfícies corporais. Por fim, temos as glândulas mistas, que apresentam porções endócrinas e exócrinas.

  • Hormônios

O pâncreas apresenta uma porção endócrina e uma porção exócrina. A porção endócrina é responsável pela síntese de insulina e glucagon.
O pâncreas apresenta uma porção endócrina e uma porção exócrina. A porção endócrina é responsável pela síntese de insulina e glucagon.

Os hormônios são moléculas sinalizadoras que atuam em locais específicos do corpo. Eles circulam pelo organismo, por meio da circulação sanguínea, e ligam-se a receptores específicos. Assim sendo, mesmo que um hormônio circule por todo o corpo, só terá sua ação realizada quando alcançar a célula que apresenta receptores para aquele dado hormônio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Alguns hormônios atuam em várias células presentes no organismo, como a tiroxina, produzida pela tireoide, que garante o aumento da velocidade de reações químicas em quase todas as células do corpo. Outros hormônios, no entanto, atuam em tecidos-alvo, sendo esse o caso do hormônio adrenocorticotrófico, produzido pela hipófise, que estimula o córtex da suprarrenal.

Os hormônios são essenciais para o funcionamento do corpo humano, atuando em praticamente todas as atividades do nosso organismo. Reprodução, crescimento e mesmo o metabolismo são algumas das atividades que apresentam regulação hormonal.

Leia também: Ocitocina: o hormônio do amor?

Principais glândulas que formam o sistema endócrino

 Observe as glândulas que fazem parte do sistema endócrino.
Observe as glândulas que fazem parte do sistema endócrino.

Veja o quadro abaixo com as principais glândulas endócrinas do corpo humano e os hormônios por elas produzidos:

Glândula endócrina

Hormônios e algumas de suas funções

Glândula pineal

Melatonina: atua na regulação dos ritmos biológicos.

Hipotálamo

Hormônios de inibição e liberação: O hipotálamo produz vários hormônios que estimulam a hipófise a secretar outros hormônios.

Ocitocina*: estimula a contração do útero e a ejeção do leite pelas glândulas mamárias.

Vasopressina ou hormônio antidiurético (ADH)*: atua na reabsorção de água pelos rins.

*Hormônios produzidos pelo hipotálamo e liberados pela neuro-hipófise.

Hipófise

Hormônio folículo-estimulante (FSH): age nas gônadas femininas e masculinas, promovendo o crescimento de folículos ovarianos e maturação de espermatozoides.

Hormônio luteinizante (LH): age nas gônadas femininas e masculinas, atuando no estímulo da ovulação e síntese de testosterona.

Hormônio estimulador da tireoide (TSH): estimula a glândula tireoide a secretar seus hormônios.

Hormônio adrenocorticotrófico (ACTH): estimula o córtex da suprarrenal.

Prolactina: estimula a secreção de leite.

Hormônio do crescimento (GH): estimula o crescimento.

Tireoide

Tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3): atuam em processos metabólicos.

Calcitonina: reduz os níveis de cálcio no sangue.

Paratireoides

Paratormônio: aumenta os níveis de cálcio no sangue.

Suprarrenais

Epinefrina e norepinefrina: produzidos na medula da suprarrenal, possuem os mesmos efeitos que a estimulação simpática, promovendo, por exemplo, vasoconstrição e aumentando nível de glicose no sangue.

Glicocorticoides: produzido no córtex da suprarrenal, possui papel no metabolismo da glicose.

Mineralocorticoides: produzido no córtex da suprarrenal, atua na reabsorção de sódio e excreção de potássio nos rins.

Pâncreas

Insulina: atua reduzindo os níveis de glicose no sangue, promovendo a entrada de glicose nas células.

Glucagon: atua aumentando os níveis de glicose no sangue.

Ovários

Estrogênio: participa do ciclo menstrual e desenvolvimento das características sexuais femininas.

Progesterona: promove o crescimento do endométrio durante o ciclo menstrual.

Testículos

Testosterona: promove o desenvolvimento do sistema reprodutor masculino e das características sexuais secundárias.


Vale destacar que, além das glândulas endócrinas, temos alguns órgãos que atuam de maneira secundária como órgãos endócrinos. Isso ocorre porque esses órgãos apresentam a capacidade de produzir hormônios, mas essa não é sua principal função. Células e tecidos endócrinos são observados, por exemplo, no estômago, fígado, coração, timo, rins e intestino delgado.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Sistema endócrino"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/sistema-endocrinico.htm. Acesso em 15 de julho de 2020.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(UFC-CE) Os hormônios secretados pelas glândulas endócrinas estimulam diversas funções e atividades dos organismos, como, por exemplo, o crescimento e reações de susto e raiva nos vertebrados. Assinale a opção inteiramente correta quanto às glândulas secretoras e aos efeitos dos hormônios indicados.

a)     Ocitocina: é liberada na hipófise e acelera as contrações uterinas que levam ao parto;

b)     Somatotrofina: é liberada no pâncreas e promove o crescimento corporal;

c)     Insulina: é liberada na hipófise e diminui a concentração de glicose no sangue;

d)     Adrenalina: é liberada nas suprarrenais e diminui a pressão arterial;

e)     Estrógeno: é liberado nos testículos e determina o impulso sexual nos machos.

Questão 2

(UFU-MG) Um determinado hormônio, liberado por certa glândula, remove o cálcio da matriz óssea, levando-o ao plasma. O hormônio e a glândula são, respectivamente:

a)     Somatotrófico, hipófise;

b)     Adrenalina, suprarrenal;

c)     Paratormônio, paratireoide;

d)     Insulina, pâncreas;

e)     ADH, hipófise.

Mais Questões