Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Tireoide

Biologia

PUBLICIDADE

A tireoide é uma importante glândula do sistema endócrino. Apresenta o formato de uma borboleta e sintetiza dois hormônios: a T3 (tri-iodotironina) e T4 (tiroxina), os quais atuam no metabolismo. Para a síntese desses hormônios, a tireoide requer iodo. Para evitar a deficiência desse mineral na população, o sal de cozinha comum atualmente é suplementado com iodeto de sódio.

A secreção dos hormônios da tireoide é controlada por um hormônio secretado pela adeno-hipófise, denominado hormônio estimulante da tireoide ou TSH. Além de T3 e T4, a tireoide é também responsável por liberar calcitonina, um hormônio que atua no metabolismo do cálcio.

Leia também: Órgãos do corpo humano — quais são e funções

O que é a tireoide?

A tireoide é uma glândula endócrina constituída por dois lóbulos, os quais estão unidos por uma fita de tecido glandular (istmo). A glândula está localizada imediatamente abaixo da laringe e cada lóbulo está disposto de um lado da traqueia. Em um indivíduo adulto, pesa cerca de 20 a 30 gramas. Vale dizer que ela é encapsulada por duas camadas de tecido conjuntivo.

 A tireoide é formada por dois lóbulos e apresenta um formato que lembra uma borboleta.
A tireoide é formada por dois lóbulos e apresenta um formato que lembra uma borboleta.

A tireoide é constituída por vários folículos tireoidianos, os quais apresentam diâmetro de cerca de 0,2 a 0,9 mm. Cada folículo consiste em uma camada de células cúbicas que circunda uma cavidade, a qual apresenta uma substância gelatinosa conhecida como coloide.

O coloide é constituído, principalmente, por uma glicoproteína chamada de tireoglobulina, a qual contém os hormônios T3 e T4. As células foliculares captam o coloide por endocitose e uma série de reações ocorre, de modo a liberar T3 e T4 no citoplasma. Os hormônios cruzam a membrana da célula e difundem-se até os capilares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na tireoide são também encontradas as células parafoliculares ou células C da tireoide, as quais são responsáveis pela produção do hormônio calcitonina. A secreção desse hormônio é ativada quando há um aumento da concentração de cálcio sanguíneo.

Leia também: Importância do cálcio no organismo

Secreção de hormônios tiroidianos

A secreção dos hormônios T3 e T4 é aumentada devido à ação do hormônio TSH, o hormônio estimulador da tireoide. Quando os níveis de hormônios tireoidianos no sangue diminuem abaixo dos níveis normais, o hipotálamo secreta o hormônio liberador da tirotrofina (TRH), o qual age na hipófise, induzindo-a a secretar o TSH. O TSH então estimula a liberação dos hormônios tireoidianos. Quando ocorre o aumento dos hormônios tireoidianos no organismo e eles retornam aos níveis normais, observa-se a redução da secreção de TSH pela hipófise e, desse modo, mantém-se o equilibro do organismo com quantidades hormonais adequadas.

O TSH estimula a liberação dos hormônios tireoidianos T3 e T4.
O TSH estimula a liberação dos hormônios tireoidianos T3 e T4.

Função da tireoide

A tireoide é uma glândula endócrina que produz os hormônios tiroxina (T4), tri-iodotironina (T3) e calcitonina. Os hormônios T3 e T4 estão relacionados, de maneira geral, com a regulação do metabolismo no organismo.

Os hormônios tireoidianos atuam, por exemplo, no:

  • crescimento;

  • estímulo do metabolismo de carboidratos e lipídios;

  • aumento do metabolismo basal;

  • redução do peso corporal;

  • aumento do fluxo sanguíneo;

  • aumento da força cardíaca;

  • aumento da produção de secreções digestivas e motilidade do trato gastrointestinal;

  • aumento da velocidade do pensamento, etc.

A calcitonina é um hormônio relacionado com a redução do cálcio sanguíneo, apresentando como efeito principal a inibição da reabsorção de tecido ósseo.

Leia também: Mecanismo de Feedback — as respostas produzidas pelo nosso corpo diante de situações de desequilíbrio

Hipotireoidismo e hipertireoidismo

A tireoide, muitas vezes, não funciona de maneira adequada, podendo ocorrer um aumento da produção hormonal ou uma redução drástica da produção desses hormônios. Quando os hormônios da tireoide são produzidos em quantidade insuficiente, temos um caso de hipotireoidismo, e quando a produção está excessiva, temos um caso de hipertireoidismo.

O hipertireoidismo pode ter diferentes causas, sendo a mais comum a doença de Graves, uma doença autoimune que leva ao mau funcionamento da tireoide. No caso do hipotireoidismo, a causa principal é também uma doença autoimune, conhecida como tireoidite de Hashimoto.

 O bócio é o aumento do volume da glândula tireoide e pode ocorrer em casos de hipotireoidismo e hipertireoidismo.
O bócio é o aumento do volume da glândula tireoide e pode ocorrer em casos de hipotireoidismo e hipertireoidismo.

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia destaca como sintomas do hipotireoidismo:

  • batimento cardíaco mais lento;

  • mau funcionamento intestinal;

  • comprometimento do crescimento;

  • redução da memória;

  • cansaço;

  • dores musculares e nas articulações;

  • sonolência;

  • pele seca;

  • ganho de peso;

  • colesterol elevado;

  • depressão.

Ainda de acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, no caso do hipertireoidismo, destacam-se como sintomas:

  • perda de peso;

  • batimentos cardíacos acelerados;

  • diarreia e evacuações frequentes;

  • agitação;

  • sono comprometido;

  • a pessoa se sente com muita energia, apesar de estar sempre cansada.

Vale salientar que, tanto no hipertireoidismo quanto no hipotireoidismo, pode ocorrer o aumento do volume da glândula tireoide, levando à formação do bócio.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Tireoide"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/tireoide.htm. Acesso em 22 de outubro de 2021.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

A glândula tireoide, localizada em uma região na base do pescoço, está relacionada com o controle do metabolismo de quase todo o corpo. Ela é responsável pela produção de três hormônios denominados:

a) Tireotrófico, tiroxina e tri-iodotironina.

b) Tireotrófico, tiroxina e ocitocina.

c) Tiroxina, tri-iodotironina e ocitocina.

d) Tireotrófico, tri-iodotironina e calcitonina.

e) Tiroxina, tri-iodotironina e calcitonina.

Questão 2

Como qualquer hormônio, a deficiência de tiroxina e tri-iodotironina provoca diversos problemas no organismo. Marque a alternativa que indica corretamente o nome da doença ocasionada pela baixa produção de hormônios tireoidianos e alguns de seus sintomas.

a) O hipertireoidismo é causado pela baixa produção de hormônios da tireoide e caracteriza-se por deixar o paciente agitado e com pressão sanguínea alta.

b) O hipertireoidismo é causado por uma carência dos hormônios da tireoide e caracteriza-se por deixar o paciente apático, com sonolência e acima do peso.

c) O hipotireoidismo é causado por uma deficiência na produção de hormônios tireoidianos e caracteriza-se por deixar o paciente apático, com sonolência e acima do peso.

d) O hipotireoidismo é causado por uma baixa produção nos hormônios T3 e T4 e caracteriza-se por deixar o paciente magro e agitado.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Você sabe o que é bócio? Por meio deste texto você compreenderá o que é bócio, quais as suas causas e os tratamentos disponíveis.
Conheças as características químicas, físicas e aplicações do elemento iodo.
O hipertiroidismo é uma disfunção da glândula tireoide que pode gerar graves problemas de saúde. Conheça!
Conheça a importância do cálcio para o organismo e entenda a necessidade de ter uma dieta balanceada rica nesse mineral.
A importância do iodo na alimentação. O Iodo é o mineral que participa na formação de hormônios da glândula tireoide.
Entenda o que é o mecanismo de feedback e aprenda a diferença entre feedback positivo e negativo.
Todo ser vivo gasta energia para manter as diversas atividades desempenhadas pelo organismo, e essa oferta de energia vem do metabolismo. Confira!
Saiba mais sobre as principais glândulas endócrinas e seus hormônios por intermédio deste texto!
Aprenda mais sobre o sistema endócrino clicando aqui. Conheça as glândulas que compõem esse sistema, bem como os hormônios por ele produzidos.
Hormônios sintetizados pela glândula tireoidea: regulação, atuação e disfunção; excesso e insuficiência.