Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Apêndice

O apêndice é um órgão tubular formado a partir do ceco. Por muito tempo, foi considerado um órgão vestigial; atualmente, sabe-se que ele tem papel na resposta imunológica.

Localização do apêndice no final do intestino grosso.
O apêndice é uma pequena bolsa tubular formada a partir do ceco.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O apêndice é uma projeção tubular formada a partir da parede do ceco (primeira porção do intestino grosso) no lado direito inferior do abdômen. Por muito tempo, o apêndice foi considerado um órgão vestigial. Atualmente, há outras abordagens que atribuem funções no sistema imunológico e digestório para esse órgão.

A apendicite é uma inflamação do apêndice caracterizada por uma intensa dor na região direita do abdômen. Entre as principais causas dessa inflamação está a obstrução da luz do apêndice por partículas fecais. O tratamento dessa condição consiste em remover o apêndice cirurgicamente.

Leia também: Como funciona o sistema digestório e o processo de digestão dos alimentos

Tópicos deste artigo

Resumo sobre apêndice

  • O apêndice é uma estrutura tubular derivada do ceco e localizada na região inferior direita do abdômen.

  • Sua função foi alvo de debate ao longo do tempo, e, atualmente, é amplamente aceito que o apêndice atua como um órgão do sistema imune.

  • A apendicite é uma condição de inflamação do apêndice.

  • O principal sintoma da apendicite é dor aguda do lado direito inferior do abdômen.

  • O tratamento dessa condição clínica envolve cirurgia. Caso não sejam tomadas medidas rápidas, o apêndice pode estourar e levar a uma situação de infecção generalizada.

O que é apêndice?

O apêndice é um divertículo (pequena bolsa ou saco que se forma na parede de um órgão) do ceco. Possui forma tubular e mede aproximadamente 10 centímetros de comprimento. Sua extremidade é fechada, formando um fundo cego, e o interior do apêndice é caracterizado por uma cavidade (lúmen) relativamente irregular, estreita e pequena. Além disso, a parede do apêndice apresenta nódulos linfoides. Esse órgão está localizado na região inferior direita do abdômen.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Qual a função do apêndice?

A função exata do apêndice tem sido um tema de debate ao longo do tempo. Diversas perspectivas foram exploradas para compreender o papel desse órgão no corpo humano. Veja algumas teorias sobre as possíveis funções do apêndice:

  • Órgão vestigial: alguns argumentam que o apêndice é um remanescente evolutivo que não desempenha uma função significativa atualmente. Acredita-se que o apêndice tenha desempenhado um papel na digestão de alimentos mais difíceis, como cascas e raízes, quando a dieta humana era predominantemente baseada em vegetais. Com a mudança na dieta ao longo do tempo, o apêndice foi reduzido e se tornou um órgão vestigial.

  • Órgão do sistema imunológico: é amplamente aceito que o apêndice tenha uma função imunoprotetora e atue como um órgão linfoide, especialmente em pessoas mais jovens. Ele contém células imunes em seu interior, que auxiliam no combate a infecções e contribuem para a resposta imunológica do organismo.

  • Órgão do sistema digestório: há teorias que sugerem que o apêndice funciona como um reservatório de bactérias benéficas para o cólon. Em caso de desequilíbrio na microbiota intestinal, o apêndice liberaria essas bactérias para repovoar o cólon, substituindo as bactérias danificadas.

Veja também: Sistema imunológico — células, órgãos e outros agentes de proteção do nosso corpo

Qual é a diferença entre apêndice e apendicite?

Ilustração de intestinos humanos com apêndice normal e inflamado, condição da apendicite.
Apêndice é o nome do órgão; apendicite é uma condição de inflamação do apêndice.

A apendicite é a inflamação do apêndice. Essa condição inflamatória e infecciosa é mais comum em pessoas entre 20 e 30 anos, mas pode ocorrer em diferentes faixas etárias, inclusive em crianças. Na maioria dos casos, a inflamação ocorre devido à obstrução da luz do apêndice por restos fecais retidos. Além disso, tumores carcinoides apendiculares, parasitas intestinais e tecido linfático hipertrófico também podem causar obstrução do apêndice e, consequentemente, levar à apendicite.

Ilustração de fezes causando obstrução no apêndice.
A obstrução da luz do apêndice por partículas fecais é uma das principais causas da apendicite.

Sintomas da apendicite

Os principais sintomas da apendicite são:

  • dor abdominal no lado direito e na região inferior do abdômen (começando com uma cólica leve e intensificando-se ao longo do tempo);

  • perda de apetite;

  • febre;

  • náuseas e vômitos;

  • constipação ou diarreia;

  • inchaço abdominal.

É importante procurar assistência médica o mais cedo possível ao apresentar esses sintomas, evitando assim a progressão da inflamação para um caso mais grave, conhecido como apendicite supurada. Nessa condição, a inflamação leva à ruptura do órgão, resultando em dor intensa e alto risco de infecção generalizada (sepse), colocando a vida do paciente em perigo.

Diagnóstico e tratamento da apendicite

Os sintomas da apendicite podem se assemelhar aos de outras condições clínicas, e o diagnóstico nem sempre é fácil. Com base na avaliação clínica, considerando os sintomas, o histórico do paciente e a palpação do abdômen, busca-se estabelecer um diagnóstico diferencial. Além disso, exames de imagem como ultrassom e tomografia podem ser utilizados nesses casos.

O tratamento da apendicite é realizado por meio de um procedimento cirúrgico conhecido como apendicectomia, no qual o apêndice é removido por meio de uma pequena incisão. É importante ressaltar que essa cirurgia não é indicada como um método preventivo para a apendicite, uma vez que o apêndice pode desempenhar funções no organismo.

Fontes

BRUNA, M.H.V. Apendicite. In: Site Drauzio Varella. Disponível em: https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/apendicite/.

HODGE, B.D.; KASHYAP, S.; KHORASANI-ZADEH, A. Anatomy, Abdomen and Pelvis: Appendix. In: StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing. 2023. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK459205/.

JONES, M.W.; LOPEZ, R.A.; DEPPEN, J.G. Appendicitis. In: StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK493193/.

JUNQUEIRA, L.C.U.; CARNEIRO, J. Histologia Básica. 12 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013. 558 p.

XIANG, H.; HAN, J.; RIDLEY, W.E.; RIDLEY, L.J. Vermiform appendix: Normal anatomy. J Med Imaging Radiat Oncol. 2018. 62:116.

Perguntas frequentes

Qual a função do apêndice?

  • Há diversas teorias, entre as quais: é um órgão vestigial, ou seja, não desempenha função significativa. Pode ser um órgão do sistema imunológico e do sistema digestório.

O que é apendicite e quais são os sintomas?

  • A apendicite é a inflamação do apêndice. Os principais sintomas são: dor abdominal, febre, náuseas, vômito, entre outras.
Escritor do artigo
Escrito por: Heloísa Fernandes Flores Bacharela, licenciada e mestre em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é doutoranda em Entomologia e cursa uma especialização em Gestão Escolar na mesma instituição. Desenvolve pesquisas com análise de conteúdo de livro didático e evolução de insetos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FLORES, Heloísa Fernandes. "Apêndice"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/apendice.htm. Acesso em 22 de maio de 2024.

De estudante para estudante