Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Tajiquistão

Tajiquistão é um país da Ásia Central com 9,7 milhões de habitantes. Dispõe de inúmeros recursos minerais, além de possuir um dos maiores potenciais hidrelétricos do mundo.

Bandeira do Tajiquistão.
Bandeira do Tajiquistão.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Tajiquistão, ou República do Tajiquistão, é um país da Ásia Central com capital em Dashenbe. Trata-se de um território montanhoso e de clima temperado e frio, recoberto por uma vegetação esparsa. Dispõe de uma densa rede hidrográfica que coloca o país em posição de destaque no que diz respeito ao potencial de geração de energia elétrica. Com mais de 9,7 milhões de habitantes, o Tajiquistão é um país pobre que tem como pilar de sua economia a extração e processamento de recursos minerais.

Saiba mais: Rússia — país cuja história está atrelada à dos povos da Ásia Central

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Tajiquistão

  • O Tajiquistão é um país localizado na região da Ásia Central.

  • A capital do país é Dushanbe.

  • Dispõe de clima temperado continental e árido e de um relevo muito acidentado, marcado pela presença de grandes cadeias montanhosas.

  • O país possui uma densa rede hidrográfica e um dos maiores potenciais hidrelétricos do mundo.

  • Sua atual população é de 9.750.000 pessoas.

  • A maioria dos tajiques vive na zona rural. As cidades abrigam somente 28% da população do país.

  • O Tajiquistão é um dos países mais pobres da sua região, com uma economia baseada na exploração de recursos naturais.

  • Integrou a União Soviética entre os anos de 1926 e 1991, quando foi declarada a sua independência.

  • Entre 1992 e 1997, uma guerra civil ocorreu no Tajiquistão motivada por disputas políticas e também por questões de ordem religiosa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais do Tajiquistão

  • Nome oficial: República do Tajiquistão.

  • Gentílico: tajique.

  • Extensão territorial: 142.600 km².

  • Localização: Ásia Central.

  • Capital: Dushanbe.

  • Climas: continental e árido.

  • Governo: república presidencialista.

  • Divisão administrativa: duas províncias, uma província autônoma, uma capital regional e o distrito sob administração da república.

  • Idioma: tajique.

  • Religiões: islâmica (98%) e outras (2%).

  • População: 9.750.000 habitantes (ONU, 2021).

  • Densidade demográfica: 69,7 hab./km².

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,668.

  • Moeda: somoni.

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 7,82 bilhões (FMI, 2022).

  • PIB per capita: US$ 795,04.

  • Gini: 0,340.

  • Fuso horário: GMT +5.

  • Relações exteriores:

Mapa do Tajiquistão

Mapa do Tajiquistão
Mapa do Tajiquistão

Geografia do Tajiquistão

O Tajiquistão é um país asiático localizado na região central do continente. Sua capital é a cidade de Dushanbe. O território tajique estabelece divisas terrestres com os seguintes países:

Compreende uma área de 142.600 km², sendo assim o menor país em extensão da Ásia Central. Nota-se ainda que o Tajiquistão não possui saída para o mar, o que exerce influência em alguns dos aspectos físicos do país, especialmente no clima.

  • Clima do Tajiquistão

O clima predominante no país é o continental, com variações regionais associadas à altitude. Nas áreas rebaixadas, os verões são amenos e secos, opostos aos invernos muito frios e úmidos. As chuvas são pouco volumosas, acumulando anualmente 250 mm.

A região montanhosa da cordilheira de Pamir apresenta clima árido, com verões extremamente frios e invernos rigorosos em que as temperaturas chegam a -40 °C. A precipitação que ocorre é na forma de neve.

  • Relevo do Tajiquistão

O Tajiquistão é um país formado essencialmente por montanhas. As duas principais feições de relevo do país são as cordilheiras de Alai, ao norte, e de Pamir, que abrange parte do leste e o sudeste do território tajique. A média altimétrica do país é de 3186 metros acima do nível do mar.

Parte da cordilheira de Pamir, no Tajiquistão.
Parte da cordilheira de Pamir, no Tajiquistão.
  • Vegetação do Tajiquistão

A cobertura vegetal do Tajiquistão é formada por estepes, caracterizadas por arbustos e gramíneas, e tundra alpina nos terrenos de maior elevação.

  • Hidrografia do Tajiquistão

O Tajiquistão apresenta uma densa rede hidrográfica, alimentada pelas chuvas periódicas e pelo derretimento das geleiras presentes nas montanhas. Os dois principais cursos d’água do país são o Amir Dária e o Sir Dária, dois dos mais importantes rios da Ásia Central.

Demografia do Tajiquistão

O Tajiquistão é o terceiro país mais populoso da Ásia Central, abrigando 12,5% de todos os habitantes da região, o que equivale a 9.750.000 pessoas. Pode-se dizer que o território tajique é populoso, porém não muito povoado, uma vez que a densidade demográfica é de 69,7 hab./km². Em função dos terrenos acidentados, a distribuição populacional se dá de forma desigual, concentrando-se principalmente nos vales férteis.

Vivem nas cidades somente 28% dos habitantes do Tajiquistão, ou seja, 2,7 milhões de pessoas. Trata-se, portanto, de um país essencialmente rural. A maior área urbana do país é Dushanbe, a capital, cuja população é de 962 mil habitantes.

A população tajique cresce a uma taxa de 1,4%, maior do que a média mundial. Isso se deve à elevada taxa de fertilidade e, por conseguinte, ao alto número de nascimentos, que é quatro vezes maior do que o de mortes. Com isso, o Tajiquistão apresenta uma população muito jovem, cuja idade mediana é de 25,3 anos. A expectativa de vida no país atualmente é de 69,36 anos.

Economia do Tajiquistão

A economia do Tajiquistão é considerada emergente ou em desenvolvimento. Apesar disso, o país é um dos mais pobres do continente asiático, com um Produto Interno Bruto (PIB) de 7 bilhões de dólares e renda per capita de 795 dólares. A parcela da população vivendo abaixo da linha da pobreza é de 26,1%, o equivalente a 2,5 milhões de indivíduos.

O setor terciário responde por 45,9% do PIB do país, enquanto a indústria e a agricultura contribuem com, respectivamente, 25,5% e 28,6%.

O subsolo do Tajiquistão é rico em recursos como carvão mineral, antimônio, zinco, tungstênio, urânio, ouro, prata e, em menor escala, petróleo e gás natural. A exploração desses elementos e a indústria a eles associada são muito importantes para a economia do país, além de comporem a sua pauta exportadora. Os destinos dos produtos do Tajiquistão são os países vizinhos (Cazaquistão, China e Uzbequistão), além da Turquia e da Suíça.

A agropecuária ocupa 35% da área do Tajiquistão, além de empregar pouco mais de dois quintos da mão de obra. Devido aos baixos índices de chuva registrados no país, essas atividades dependem da irrigação para o seu desenvolvimento. Os principais gêneros produzidos são os seguintes:

  • batata;

  • trigo;

  • algodão;

  • melancia;

  • legumes;

  • carne e leite provenientes do gado bovino.

Cultura do Tajiquistão

A cultura tajique apresenta muitos traços semelhantes às culturas de outros países centro-asiáticos, além de ter recebido a influência direta de povos como os persas, árabes, russos, turcos e iranianos.

Diversas etnias compõem a população do país, o que inclui uzbeques, turcomenos e árabes, embora a maioria seja de origem tajique. Esse é ainda o idioma oficial do país, apesar de haver falantes do quirguiz, do russo e da língua uzbeque. A religião tem um papel importante na vida cotidiana dos tajiques. O islã é seguido pela maioria da população do Tajiquistão, adepta da corrente sunita.

A literatura, especialmente a poesia folclórica, e a música tajiques têm suas raízes em um passado histórico muito distante, que data de milênios antes da era atual, tendo recebido ainda muitas referências dos persas e dos uzbeques. As danças típicas estão sempre presentes nos festivais, assim como roupas tradicionais, que incluem o manto chapan para homens e a túnica conhecida como kurta para as mulheres, utilizadas em ocasiões especiais.

Existe ainda uma vertente cultural do país associada aos povos que vivem nas montanhas de Pamir. Algumas línguas já extintas em outras regiões se mantêm vivas entre as diversas etnias que habitam a região montanhosa. Além disso, as casas conhecidas como chid são bastante representativas da cultura pamir.

Veja também: Bangladesh — país asiático de maioria islâmica

Infraestrutura do Tajiquistão

O Tajiquistão é um país pobre e essencialmente rural, com uma rede de infraestrutura, especialmente de saneamento básico, que atende pouco mais da metade da população que vive nessas áreas, mais especificamente 59% dela, de acordo com dados das Nações Unidas. É importante notar que a guerra civil que ocorreu na década de 1990 foi extremamente prejudicial também para a infraestrutura, o que afetou tanto a produção industrial e agrícola do país quanto a vida cotidiana da população.

O relevo bastante acidentado e os inúmeros rios que percorrem o território tajique conferem ao país um enorme potencial hidrelétrico. O país tem a 6ª maior capacidade hidrelétrica instalada em todo o mundo. Essa fonte de energia constitui 94% da matriz energética tajique, sendo os demais 6% correspondentes aos combustíveis fósseis. Em se tratando de transportes, as rodovias e as ferrovias são dois dos modais mais utilizados no país, embora haja 200 km de rios navegáveis utilizados como hidrovias.

 Vista da praça central de Dushanbe, capital do Tajiquistão.
 Vista da praça central de Dushanbe, capital do Tajiquistão.

Etimologia de Tajiquistão

No persa antigo, o sufixo -stan tem como significado “terra de”. Assim, o nome Tajiquistão corresponde a Terra dos Tajiques ou do povo tajique.

História do Tajiquistão

A ocupação da Ásia Central, que inclui porções do Tajiquistão, aconteceu há pelo menos três mil anos. Os povos tajiques possuem sua origem em comum com os iranianos e se estabeleceram inicialmente em núcleos situados a leste, mais precisamente na atual fronteira do Uzbequistão com o Turcomenistão. O avanço de grandes impérios sobre a área fez com que os povos tajiques fossem submetidos a distintos domínios e influências culturais, como de persas e árabes.

A chegada dos árabes ao Tajiquistão, que aconteceu no século VII, introduziu a religião islâmica que é hoje praticada pela maioria da população tajique. Dois séculos mais tarde, os árabes foram derrotados em meio a disputas territoriais, e a área tajique ficou sob o domínio dos iranianos.

O século X foi marcado pela ocupação turca. A região de maior influência foi aquela entre os rios Amu Dária e Sir Dária, a mesma área que tempos mais tarde foi incorporada ao Emirado de Bukhara. O Tajiquistão permaneceu integrado ao emirado até o século XVIII. O período subsequente foi marcado pela incorporação dos tajiques ao Império Russo.

O Tajiquistão foi anexado ao Império Russo no ano de 1860, seguindo o processo de expansão territorial que avançou sobre a Ásia Central. No início do século XX, entretanto, um ano antes da Revolução Russa de 1917, uma onda de revoltas contra o domínio czarista eclodiu nos países centro-asiáticos (inclusive no Tajiquistão), movimento que ficou conhecido como Revolta de Basmachi. Com as transformações que ocorreram na estrutura política russa, parte do Tajiquistão passou a integrar a República Socialista Soviética Autônoma do Turquestão no ano de 1917.

Uma região autônoma surgiu em partes dos territórios tajique e uzbeque, mas no ano de 1929 o Tajiquistão passou novamente para o domínio russo, sendo incorporado à União Soviética sob a denominação de República Socialista Soviética Tajique.

O país se tornou independente somente com o fim da União Soviética, no ano de 1991. Pouco tempo após a conquista da soberania territorial, o Tajiquistão imergiu em uma guerra civil que se estendeu de 1992 a 1997, conflito motivado por questões político-territoriais e religiosas. Mesmo com o fim da guerra, crises políticas foram registradas nos anos seguintes, especialmente durante a realização de eleições.

Leia também: Antecedentes da Revolução Russa — quais foram?

Governo do Tajiquistão

A forma de governo vigente no Tajiquistão é o presidencialismo. O presidente da república é o chefe de Estado e figura máxima do Poder Executivo, eleito por meio do voto popular para um mandato de sete anos, com possibilidade de reeleição. O primeiro-ministro exerce a função de chefe de governo e chega ao cargo mediante a indicação do presidente.

O Poder Legislativo é desempenhado no âmbito da Assembleia Suprema do Tajiquistão. Trata-se de um órgão bicameral formado pela Assembleia Nacional, composta por 34 assentos, e pela Assembleia dos Representantes, que possui 63 assentos.

Curiosidades sobre o Tajiquistão

  • O pico Qullai Somoniyon é o mais elevado do Tajiquistão, com altitude de 7495 metros.

  • O Tajiquistão é um dos países com maior potencial hidrelétrico do mundo.

  • Sua rede hidrográfica é formada por mais de 900 rios.

  • O nome Dushanbe significa “segunda-feira” no idioma tajique. A capital recebeu esse nome em função de uma importante feira comercial realizada todas as segundas.

  • As montanhas constituem 90% dos terrenos no Tajiquistão.

  • A geleira mais longa do mundo fora da região dos polos fica no Tajiquistão, na cordilheira de Pamir. Ela recebe o nome de Fedchenko e possui 77 km de extensão.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Tajiquistão"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/tadjiquistao.htm. Acesso em 17 de agosto de 2022.

De estudante para estudante


Qual o menor país do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

O que é tectonismo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Talibã e a retomada do poder no Afeganistão

Assista à videoaula e conheça o grupo radical fundamentalista Talibã. Entenda seu processo de formação e ascensão...

Guerra do Afeganistão (1979 à atualidade)

Assista à videoaula e conheça a geopolítica conflituosa do Afeganistão. Entenda as questões que levaram esse país...