Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Rússia

Geografia

PUBLICIDADE

A Rússia é o maior país do mundo em extensão territorial, localizando-se em dois continentes: Europa e Ásia. Apesar de ser uma das nações mais populosas do planeta, dispõe de baixa densidade demográfica. Um dos climas predominantes no país é o Continental Úmido, com áreas de ocorrência de clima Polar. Seu relevo se divide entre planícies e planaltos e abriga a maior elevação da Europa: o monte Elbrus. O país é um dos principais produtores e exportadores de petróleo e gás natural do mundo.

Leia também: Quais são os 20 maiores países do mundo?

Dados gerais da Rússia

  • Nome oficial: Federação Russa

  • Gentílico: russo

  • Extensão territorial: 17.098.246 km²

  • Localização: Europa e Ásia

  • Capital: Moscou

  • Clima: Continental Úmido e Polar

  • Governo: república federal semipresidencialista

  • Divisão administrativa:

- 46 províncias (oblast)

- 21 repúblicas

- quatro distritos autônomos (okrugs)

- nove territórios (krays)

- duas cidades federais

- uma província autônoma (oblast autônomo)

  • Idioma: russo

  • Religiões:

- Ortodoxa: 44,6%

- Desconhecida: 31%

- Islamismo: 10,7%

- Não religiosos e ateus: 8,2%

- Outras religiões cristãs: 3,6%

- Outras religiões: 2%

  • População: 145.934.000 habitantes (ONU, 2020)

  • Densidade demográfica: 8,9 hab/km² (ONU, 2020)

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,824

  • Moeda: Rublo russo (₽; RUB)

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 1,7 trilhão (Banco Mundial, 2019)

  • PIB per capita: US$ 11.584,99

  • Gini: 0,375

  • Fuso horário: 11 fusos horários no total

  • Relações exteriores:

- Brics

- União Econômica Eurasiática (UEE)

- Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec)

- Banco Mundial

- ONU (membro permanente do Conselho de Segurança)

- FMI

- G-20

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História da Rússia

A ocupação do território russo foi acontecendo gradativamente à medida que diferentes povos se instalavam na extensa área do país. A anexação de novos territórios ocorreu principalmente a partir do czarismo, que teve início em meados do século XVI.

Esse sistema teve fim apenas com a Revolução Russa de 1917. Esta, por sua vez, aconteceu ao mesmo tempo em que se desenrolava os conflitos da Primeira Guerra Mundial, que repercutiram em território russo de forma a acelerarem as revoltas populares. As transformações no sistema político do país decorrentes dos eventos de 1917 deram origem à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o mundo se viu imerso na Guerra Fria, um conflito de cunho político e ideológico entre os Estados Unidos (bloco capitalista) e a União Soviética (bloco socialista). Fatores internos associados à economia e ao regime político dificultaram a continuidade da URSS, e reformas levadas a cabo entre os anos 1980 e 1990 conduziram ao fim do bloco e à reabertura econômica da Rússia.

Veja também: História de Moscou: fundação e trajetória da maior cidade da Rússia

Mapa da Rússia

Mapa da Rússia
Mapa da Rússia

Geografia da Rússia

A Rússia é o maior país em extensão territorial do mundo. Possui uma área de 17.098.246 km² (ONU, 2020), que se estende por dois continentes: a Europa e a Ásia. Com uma linha costeira de 37.653 km, limita-se, ao norte, com o oceano Ártico.

O oeste do território russo fica na Europa e faz divisa com os seguintes países:

O oblast de Kaliningrado fica localizado também no leste europeu, entre a Lituânia e a Polônia.

A porção asiática do território russo, além de parte do Cazaquistão, faz fronteira com Mongólia, China e uma estreita faixa da Coreia do Norte.

Os Montes Urais fazem as vezes de fronteira física aos continentes europeu e asiático, separando a Rússia em ocidental e oriental.

  • Clima

A extensão longitudinal da Rússia proporciona a ocorrência de diversos tipos climáticos, os quais possuem maior influência da continentalidade e das altas latitudes. O clima Continental Úmido é predominante na sua parcela ocidental, marcado por temperaturas amenas e pelos maiores índices de precipitação do país, que variam entre 600 mm e 700 mm.

O sudeste, por influência do relevo montanhoso, é caracterizado por alta amplitude térmica, responsável por invernos muito frios e verões quentes.

O norte da Rússia é marcado pelos invernos rigorosos, temperaturas baixas na maior parte do ano e baixos índices de precipitação. Nessas áreas predominam os climas Subártico e Ártico (ou Polar). É onde se localiza a região da Sibéria, em que os termômetros marcam até -43 ºC.

  • Relevo

O relevo russo pode ser compartimentado em dois domínios. O primeiro deles é o das planícies, estendendo-se do oeste até as terras centrais do país. Uma das exceções é a cordilheira dos Montes Urais, onde a maior elevação atinge a marca dos 1895 metros. Fica, ainda, no sudoeste russo, o monte Elbrus, maior elevação da Rússia e o pico mais alto da Europa, com 5642 metros.

No leste, por sua vez, o relevo é acidentado, marcado pela presença de planaltos. A altitude média do extenso território russo é de 600 metros.

  • Vegetação

Uma área na parcela setentrional da Rússia é essencialmente coberta por gelo, sendo desprovida de vegetação. À medida que se caminha para regiões com temperaturas mais amenas, a paisagem se altera. A cobertura vegetal do país é marcada pela presença de espécies características dos biomas Tundra e Taiga. Nas latitudes mais baixas, encontram-se áreas cobertas por Florestas Deciduais.

  • Hidrografia

Um dos principais rios do país é o Volga, também o mais extenso da Europa, com 3530 km. O Lena consiste no maior curso d’água da Rússia, com 4400 km. Outros importantes rios que banham o território russo são: Ob, Ienissei, Amur e Don.

Vista do Monte Elbrus, o pico mais elevado da Rússia e do continente europeu.
Vista do Monte Elbrus, o pico mais elevado da Rússia e do continente europeu.

Demografia da Rússia

A população da Rússia é de 145.934.000 habitantes, conforme estimativas da ONU para 2020, com maioria habitando a porção europeia do país. Embora seja uma das maiores populações mundiais, a Rússia possui uma baixíssima densidade demográfica de apenas 8,9 habitantes por quilômetro quadrado. A população russa cresce atualmente a uma taxa de 0,1% ao ano.

A capital, Moscou, é a cidade mais populosa da Rússia, com 12.476.200 habitantes (ONU, 2019). Na sequência está São Petersburgo, com 5,5 milhões de habitantes. No total, 76,4% da população russa vivem em áreas urbanas.

A Rússia é composta por pessoas de diversas nacionalidades e grupos étnicos, sendo eles Tatar, Basquires, Chuvaches e Chechenos, que, juntos, representam 6,8% da população. Os ucranianos somam 1,4%, enquanto os nascidos na Rússia são 77,7% da população, conforme estimativas de 2010.

A idade mediana da população é de 40,3 anos, ao passo que a expectativa de vida ao nascer no país é de 72,16 anos.

Veja também: As 20 cidades mais populosas do mundo

Economia da Rússia

O Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia é de aproximadamente US$ 1,7 trilhão. Mais de 60% desse valor são correspondentes ao setor de serviços, também aquele que concentra a maior parcela da mão de obra do país.

O setor secundário representa 32,7% do PIB russo. A indústria do país é essencialmente de base, isto é, voltada para o desenvolvimento de bens de produção e matérias-primas. A indústria extrativa russa é produtora de metais, compostos químicos, petróleo, carvão e gás natural. O país desenvolve também equipamentos de transporte e comunicação, veículos e aeronaves.

A agricultura representa 4,7% da economia, o que se deve principalmente à baixa disponibilidade de terras agricultáveis no país. Entre os principais cultivos, estão: trigo, cevada, aveia, beterraba, semente de girassol, milho e soja.

Cultura da Rússia

A cultura russa é construída da diversidade de grupos étnicos que formam a população do país, traduzindo-se na variedade de línguas faladas, religiões praticadas e nas manifestações culturais propriamente ditas.

Um dos destaques da cultura russa é sua literatura. O país é o lar de muitos autores de renome, como Fiódor Dostoiévski, Leon Tolstói, Anton Tchékhov e outros, cujas obras são amplamente conhecidas e traduzidas em diversos idiomas.

Outro expoente artístico do país é o Ballet Bolshoi, que leva o mesmo nome do grande teatro que se localiza na capital Moscou. O Teatro Mariinski, em São Petersburgo, possui igual relevância para o cenário artístico e cultural do país. Na música, a Rússia possui grandes compositores clássicos, como Tchaikovsky e Rachmaninoff.

Além desses, há as famosas bonecas russas chamadas matrioshkas, que se tornaram um símbolo da tradição cultural russa.

As matrioshkas se tornaram um dos mais conhecidos elementos culturais da Rússia.
As matrioshkas se tornaram um dos mais conhecidos elementos culturais da Rússia.

Infraestrutura da Rússia

A maior parcela da energia produzida e consumida na Rússia é oriunda de combustíveis fósseis, principalmente gás natural. A matriz energética do país é composta, ainda, pela hidrelétrica, nuclear e outras fontes (eólica, solar). Dados de 2020 indicam que toda a população tem acesso à eletricidade|1|.

Nos transportes, a Rússia se destaca internacionalmente pela quantidade de aeroportos, rodovias e ferrovias. Em 2013, era o quinto país com o maior número de aeroportos do mundo, com 1218. A rede ferroviária, com 87.157 km, é a terceira mais extensa do planeta, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China. A malha rodoviária do país totaliza 1.283.387 km.

Governo da Rússia

A Rússia é uma república federal semipresidencialista. O país possui, assim, um presidente e um primeiro-ministro, que são, respectivamente, o chefe de Estado e o chefe do Governo.

A Assembleia russa é o principal órgão do Poder Legislativo do país, sendo composta por duas câmaras: Duma (câmara baixa) e Conselho da Federação (câmara alta).

Bandeira da Rússia

Curiosidades sobre a Rússia

  • O primeiro satélite artificial a ser lançado no espaço foi o soviético Sputnik 1. Seu lançamento ocorreu em 4 de outubro de 1957.

  • A cidade de Yakutsk, no nordeste do país, é conhecida como a cidade mais fria do mundo. A menor temperatura já registrada foi de -63,8 ºC, enquanto a média no inverno fica em torno de -40 ºC.

  • Fica na Rússia, na fronteira com a Mongólia, o lago mais antigo e mais profundo do mundo: lago Baikal, com 1700 metros de profundidade e, aproximadamente, 25 milhões de anos.

  • A Transiberiana é a ferrovia mais extensa do mundo. A rota entre Moscou e Vladivostok é de 9288 km, sendo percorrida em sete ou oito dias.

Nota

|1| The World Fact book – CIA. Russia. Disponível em: <https://www.cia.gov/the-world-factbook/countries/russia/>. Acesso em 26 fev. 2021.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Listagem de Artigos