Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Gás natural

O gás natural é um combustível fóssil encontrado em depósitos subterrâneos situados a quilômetros de profundidade. É muito utilizado na geração de calor e de eletricidade.

Local de armazenamento de gás natural com a presença de vários gasodutos.
O gás natural é um combustível fóssil distribuído por meio de gasodutos após ser refinado.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O gás natural é um combustível de origem fóssil composto por uma mistura de hidrocarbonetos como o metano e o etano. Ele é encontrado em depósitos subterrâneos comumente associados ao petróleo, mas pode ocorrer também de maneira isolada. A obtenção de gás natural se dá por meio de prospecção, análise e exploração. O material então é direcionado para as refinarias e delas para o consumidor final, como indústrias e residências.

A utilização do gás natural apresenta muitas vantagens, como a alta produtividade e a baixa emissão de poluentes, mas deve ser feita de maneira racional, por se tratar de uma fonte de energia limitada na natureza.

Saiba mais: Carvão mineral — outro combustível de origem fóssil

Tópicos deste artigo

Resumo sobre gás natural

  • Gás natural é um combustível fóssil encontrado em depósitos subterrâneos.

  • É formado por meio da decomposição da matéria orgânica em condições de elevadas pressão e temperatura.

  • O gás natural é constituído por hidrocarbonetos, como metano, etano e propano.

  • Sua obtenção acontece por meio da prospecção, estudo da área e das amostras de gás e posterior extração.

  • O gás natural é utilizado como fonte de energia para a geração de calor e eletricidade, além de servir de matéria-prima para a indústria.

  • Ele emite um menor teor de gases poluentes na atmosfera e apresenta elevada produtividade. Em contrapartida, é uma fonte não renovável de energia.

  • O Brasil é um produtor de gás natural. O estado que concentra a maior produção desse combustível fóssil é o Rio de Janeiro.

  • Os Estados Unidos são o maior produtor mundial de gás natural.

O que é gás natural?

Composto por uma mistura de hidrocarbonetos, o gás natural é um combustível fóssil formado por meio da decomposição da matéria orgânica em condições específicas de elevada pressão e temperatura, além de baixos teores de oxigênio, sendo comumente encontrado junto do petróleo nas jazidas ou depósitos subterrâneos. O gás natural tem um tempo de formação de centenas de milhões de anos, razão pela qual ele é classificado como uma fonte de energia não renovável, que se esgotará com o passar do tempo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características do gás natural

O gás natural é um composto químico que se forma em depósitos de matéria orgânica (como restos de algas, plantas e animais) situados a pelo menos 500 metros de profundidade, notadamente em áreas caracterizadas por rochas sedimentares porosas e de granulometria fina.|1| Esse combustível, como o próprio nome indica, é encontrado em estado gasoso, o que não se altera quando é exposto às condições de temperatura e pressão da superfície.

Trata-se de uma substância altamente volátil e que apresenta poder calorífico entre 8.000 e 10.000 kcal/m³. Por ser um produto inflamável e sem cheiro, o processamento do gás natural inclui a adição de compostos denominados odorantes para que seja possível identificar vazamentos e impedir acidentes.

Esse combustível fóssil, que também é composto por nitrogênio (N), oxigênio (O2) e dióxido de carbono (CO2), é constituído essencialmente por hidrocarbonetos, alguns dos quais estão listados abaixo.

  • metano (CH4), elemento preponderante;

  • etano (C2H6);

  • propano (C3H8), menos abundante.

Quando encontrado nas mesmas jazidas do petróleo, dizemos se tratar de gás natural associado. Já o gás natural não associado é aquele encontrado sem a presença de petróleo ou outras substâncias, como a água.

Obtenção do gás natural

Como vimos, o gás natural é encontrado em depósitos sedimentares subterrâneos (terrestres ou marinhos) muitas vezes situados a quilômetros de profundidade. Para a sua obtenção, são necessárias três diferentes etapas, seguindo os mesmos passos da exploração de petróleo.

A primeira delas é chamada de prospecção, caracterizada pela identificação e mapeamento das áreas onde se localizam as bacias sedimentares com potencial para abrigar reservas desse combustível fóssil. Em uma segunda etapa, realiza-se a perfuração do solo para atingir a subsuperfície e constatar a existência ou não de gás natural na área demarcada. É comum também a coleta de amostras para análise química e estudo da viabilidade desse combustível.

A extração consiste na última etapa para a obtenção do gás natural. Isso se dá mediante a instalação de plataformas que dispõem de equipamentos especializados, como sondas, por meio dos quais ocorre a remoção do combustível. A produção não se encerra por aí, pois após extraído, o gás natural é conduzido até as refinarias (para a retirada de impurezas, de água e de outros resíduos) e depois destinado aos consumidores finais, que são indústrias, usinas e residências. O transporte do gás natural acontece por meio dos gasodutos.

Usos do gás natural

O gás natural é um produto que apresenta diversas finalidades, podendo ser utilizado tanto como matéria-prima na indústria quanto para a geração de energia. Listamos abaixo os principais usos do gás natural:

  • gerador de calor para o aquecimento residencial;

  • gerador de eletricidade em usinas termelétricas;

  • substituto do gás de cozinha comum (gás liquefeito de petróleo, conhecido como GLP) utilizado em residências e estabelecimentos comerciais;

  • matéria-prima para a produção de fertilizantes e para outros setores da indústria transformadora;

  • combustível para automóveis na forma de gás natural veicular (GNV).

Vantagens e desvantagens do gás natural

→ Vantagens do gás natural

O gás natural, assim como as demais fontes de energia, apresenta vantagens e desvantagens. Uma de suas principais vantagens é o fato de ele emitir menos gases poluentes na atmosfera do que os derivados de petróleo, por exemplo, e não gerar outros tipos de resíduos, constituindo assim uma fonte mais limpa de energia. Ele apresenta ainda alta produtividade e custos menores ao consumidor final, além de um maior nível de segurança, uma vez que não precisa ser armazenado em estoques e também se dissipa mais rapidamente no ar. Ademais, esse combustível também possui um transporte facilitado pelos gasodutos, o que o torna mais ágil e dinâmico.

→ Desvantagens do gás natural

Apesar das vantagens, é preciso notar que o gás natural é um combustível não renovável, portanto finito na natureza, o que constitui a sua principal desvantagem. Alguns aspectos o tornam inseguro para a utilização doméstica e veicular, como a sua inflamabilidade e a produção de componentes tóxicos, como o monóxido de carbono (CO), bastante perigoso para a saúde humana e imperceptível por não possuir cheiro. O processo de obtenção do gás natural, especialmente na etapa da extração, pode ser também prejudicial ao meio ambiente se não realizado corretamente ou em caso de acidentes e vazamentos.

Gás natural no Brasil

Detentor de importantes reservas de combustíveis fósseis, o Brasil é um país produtor de gás natural, e o volume de extração desse combustível cresceu consideravelmente ao longo dos tempos, chegando a um recorde de 134 milhões de m³ por dia no ano de 2021.|2|

As primeiras reservas de petróleo e gás natural foram descobertas na região Nordeste, mais precisamente no Recôncavo Baiano, durante a década de 1940. A produção propriamente dita teve início duas décadas mais tarde, e desde então o Brasil tem um volume acumulado de 708 bilhões de m³ de gás produzido, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP).

O gás natural constitui hoje quase 12% da matriz energética brasileira, além de representar uma parcela de 8,3% da matriz elétrica do país, que reúne as fontes utilizadas exclusivamente para a geração de eletricidade. Conforme a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a maior área produtora de gás natural do Brasil é atualmente o campo de Tupi, que fica compreendido na Bacia de Santos, na região do estado do Rio de Janeiro.

Além do Rio de Janeiro, cabe ressaltar a produção de gás natural dos seguintes estados brasileiros: São Paulo, Espírito Santo, Amazonas, Maranhão e Bahia. Destaca-se ainda que quase 85% de toda a produção de gás natural é derivada das plataformas continentais (situadas no litoral).

Saiba também: Petróleo no Brasil

Os cinco maiores produtores de gás natural do mundo

Os maiores produtores de gás natural do mundo são aqueles países que extraem grandes volumes desse combustível fóssil anualmente. A produção mundial de gás natural fica em torno de 3,8 bilhões de m³, dos quais 56% são provenientes de apenas cinco territórios, listados na tabela a seguir.|3|

País

Volume anual produzido (em m³)

Participação na produção mundial

Estados Unidos

915 bilhões

24%

Rússia

638 bilhões

17%

Irã

251 bilhões

7%

China

194 bilhões

4%

Qatar

171 bilhões

4%

Exercícios resolvidos sobre gás natural

Questão 1

(Unesp) No território brasileiro, petróleo e gás são mais extraídos em áreas de:

A) rifteamento, sobretudo na depressão sertaneja do Nordeste.

B) núcleos cristalinos, sobretudo nas planícies costeiras.

C) cinturões orogenéticos, especialmente nos planaltos residuais da Amazônia.

D) bacias sedimentares, sobretudo na plataforma continental.

E) dobramentos modernos, especialmente nos planaltos e serras do Sudeste.

Resolução:

Alternativa D

As reservas de gás natural e petróleo se formam nas bacias sedimentares. No Brasil, a maior parcela da produção desses combustíveis fósseis é oriunda da plataforma continental, a exemplo das reservas do pré-sal.

Questão 2

A produção brasileira de gás natural atingiu patamares recordes nos últimos anos, tendo esse combustível ganhado cada vez mais importância na matriz energética do país. Com base em seus conhecimentos sobre o gás natural, assinale a alternativa correta.

A) É um combustível fóssil que se forma nas regiões de depósitos basálticos.

B) O gás natural é a fonte de energia que menos produz impactos ao meio ambiente.

C) Por se tratar de uma fonte renovável de energia, ele não se esgota na natureza.

D) É encontrado em grandes profundidades, sempre associado ao petróleo.

E) É utilizado para o aquecimento de residências e, em alguns casos, em substituição ao gás de cozinha.

Resolução:

Alternativa E

Muitos países usam o gás natural como uma fonte para a geração de calor, destinada tanto ao uso doméstico quanto ao industrial. Ele é ainda uma alternativa ao gás liquefeito de petróleo, que é menos seguro e produz mais danos ao meio ambiente do que o gás natural.

Notas

|1| TAIOLLI, Fabio. Recursos energéticos e meio ambiente. In: TEIXEIRA, Wilson.; FAIRCHILD, Thomas Rich.; TOLEDO, Maria Cristina Motta de; TAIOLI, Fabio. (Orgs.) Decifrando a Terra. São Paulo, SP: Companhia Editora Nacional, 2009, 2ª ed. P. 486-507.

|2| AGÊNCIA NACIONAL DE PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS. Produção de gás natural em 2021 sobe 5% e registra novo recorde. ANP, 03 fev. 2022. Disponível aqui.

|3| INSTITUTO BRASILEIRO DE PETRÓLEO E GÁS (IBP). Maiores produtores mundiais de gás natural em 2020. IBP, jul. 2021. Disponível aqui.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Gás natural"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/fontes-gas-natural.htm. Acesso em 03 de março de 2024.

De estudante para estudante