Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Turcomenistão

Turcomenistão é um país asiático localizado na região central do continente. Seu território foi incorporado à URSS na década de 1920, tornando-se independente no ano de 1991.

Bandeira do Turcomenistão.
Bandeira do Turcomenistão.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Turcomenistão é um país localizado na região da Ásia Central, banhado, a oeste, pelo mar Cáspio. Sua capital é a cidade de Asgabate. A maior parte do seu território consiste em uma planície desértica em que predomina um clima seco e quente. O país possui atualmente mais de seis milhões de habitantes, e tem uma economia que gira em torno da exploração e comercialização de petróleo e gás natural. Declarou a sua independência no ano de 1991, quase sete décadas após ser incorporado à União Soviética.

Leia também: Quais países fazem parte da Ásia?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Turcomenistão

  • O Turcomenistão é um país da Ásia Central banhado pelo mar Cáspio.

  • Sua capital é a cidade de Asgabate.

  • É formado por uma extensa planície desértica, com montanhas que se concentram no sul e no leste. O clima predominante é o continental.

  • Os oásis são as principais fontes de água do país, tanto abastecendo as residências quanto servindo à irrigação, com destaque para o cultivo de algodão.

  • Possui 6.118.000 habitantes, e 53,2% desse total vivem nas cidades.

  • A cidade mais populosa do país é a sua capital, Asgabate, com 828 mil habitantes.

  • A exploração e a comercialização de petróleo e gás natural constituem a base da sua economia.

  • O país é governado sob um sistema republicano autoritário.

  • Fez parte da União Soviética até 1991, quando declarou a sua independência.

Dados gerais do Turcomenistão

  • Nome oficial: Turcomenistão

  • Gentílico: turcomeno

  • Extensão territorial: 488.100 km²

  • Localização: Ásia Central

  • Capital: Asgabate

  • Clima: continental

  • Governo: república parlamentarista

  • Divisão administrativa: cinco províncias e uma cidade independente

  • Idioma: turcomeno (oficial), russo, uzbeque

  • Religiões:

    • islâmica: 93%;

    • cristãs: 6,4%;

    • budismo, judaica e outras: menos de 1%.

  • População: 6.118.000 habitantes (ONU, 2021)

  • Densidade demográfica: 13 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,715

  • Moeda: Manat turcomeno

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 60,26 bilhões (FMI, 2022)

  • PIB per capita: US$ 9940

  • Gini: 0,408

  • Fuso horário: GMT+5

  • Relações exteriores:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia do Turcomenistão

O Turcomenistão é um país de 488 mil km² localizado na região da Ásia Central, tendo como capital a cidade de Asgabate. O território turcomeno faz fronteira com os seguintes países:

A oeste o Turcomenistão é banhado pelo mar Cáspio — lago com maior área superficial de todo o mundo e que banha países dos continentes asiático e europeu.

  • Clima do Turcomenistão

O país apresenta clima continental árido, caracterizado pela elevada amplitude térmica diária e também anual.

As temperaturas médias variam de 16 ºC a 35 ºC durante o ano, enquanto as máximas e mínimas já chegaram a extremos de 50 ºC e -33 ºC em pontos específicos do país durante o verão e o inverno respectivamente. A primavera é a estação das chuvas, cujo volume anual atinge um máximo 300 mm nas áreas mais elevadas do país.

  • Relevo do Turcomenistão

O relevo turcomeno é caracterizado pela planície de Turan, formada por terrenos de baixa altitude e superfície plana ou suavemente ondulada. Ao sul, próximo da fronteira com o Irã, concentram-se as montanhas e cordilheiras, algumas delas de formação geológica recente.

Vista do cânion de Yangykala, no Turcomenistão.
Vista do cânion de Yangykala, no Turcomenistão.
  • Vegetação do Turcomenistão

Extensas áreas desérticas formam o interior do Turcomenistão, sendo por isso desprovidas de vegetação. Observa-se a maior presença de flora nas bordas dos oásis e nos vales das montanhas meridionais, onde é desenvolvida também a atividade agrícola.

  • Hidrografia do Turcomenistão

Os rios Amu Dária, Etrek, Murghab e Tejen são os principais cursos d’água que banham o território turcomeno. Diversos oásis estão presentes nos desertos do país. Essas áreas são importantes para o fornecimento de água para o desenvolvimento de atividades econômicas e sobretudo para o abastecimento das cidades e adensamentos populacionais que se formam nas suas proximidades.

Mapa do Turcomenistão

Mapa do Turcomenistão

Demografia do Turcomenistão

A população do Turcomenistão é de 6.118.000 habitantes, o que o torna o país menos populoso da Ásia Central. A densidade demográfica do território turcomeno é muito baixa, de 13 hab./km², caracterizando assim um país pouco povoado. Isso se deve à presença dos desertos, que ocupam grande parte do interior do Turcomenistão. Com isso, a população se concentra próximo dos rios e dos principais oásis do país.

O Turcomenistão é um país urbanizado, visto que 53,2% de sua população vivem nas cidades. A maior delas é Asgabate, onde vivem 828.100 pessoas. O conjunto de cidades ao redor da capital turcomena reúne mais de metade da população do país. A segunda maior cidade é Türkmenabat, com população de mais de 240 mil habitantes.

O país cresce a uma taxa de 0,99% ao ano, próximo da média mundial, o que ocorre em função da elevada natalidade (17,51 nascimentos por mil habitantes) em comparação à baixa mortalidade (5,95 mortes por mil habitantes). A população do Turcomenistão é jovem, com idade mediana de 29,2 anos. A sua expectativa de vida é atualmente de 71,83 anos.

Centro de Asgabate, capital e maior cidade do Turcomenistão.
Centro de Asgabate, capital e maior cidade do Turcomenistão.

Economia do Turcomenistão

A economia do Turcomenistão é a terceira maior da Ásia Central. O país apresenta um Produto Interno Bruto (PIB) de 60,26 bilhões de dólares, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). A sua composição por setor evidencia a importância tanto dos serviços quanto da indústria para a economia nacional turcomena, com uma participação de 47,7% e 44,9% respectivamente.

O petróleo e o gás natural são dois dos principais recursos naturais encontrados no Turcomenistão. Nesse sentido, a sua exploração e a indústria petroquímica, responsável pela produção dos derivados do petróleo, compõem os pilares da economia do país.

Outro fator de grande relevância para a geração de receitas no Turcomenistão é a exportação de petróleo (cru e refinado), gás natural e produtos derivados da agropecuária, principalmente algodão. A China é hoje o maior parceiro comercial do país, absorvendo 82% de todos os produtos turcomenos destinados ao exterior.

A agropecuária responde por 7,4% do PIB. Visto que o Turcomenistão é formado por 70% de áreas desérticas, essa atividade econômica é desempenhada na sua forma intensiva nas proximidades dos oásis, cuja água é utilizada nos sistemas de irrigação. Os dos principais produtos cultivados são o algodão e o trigo, sendo o primeiro destinado à exportação.

Confira no nosso podcast: A geopolítica do petróleo

Infraestrutura do Turcomenistão

O Turcomenistão é um país com nível de desenvolvimento alto, considerando o seu IDH. A distribuição de renda aumentou nos últimos anos, e hoje a parcela da população vivendo abaixo da linha da pobreza é de 0,2%. Em termos de infraestrutura, no entanto, o país enfrenta alguns problemas associados à distribuição e ao abastecimento de água.

Como vimos, o Turcomenistão é um país formado por extensas áreas desérticas e os corpos d’água são escassos. Dois rios principais, que percorrem outros territórios de países vizinhos, são utilizados para o abastecimento de água no país, que, embora apresente uma pequena população, não consegue suprir toda a demanda interna. Isso porque grande parte dessa água é destinada à irrigação dos cultivos agrícolas, principalmente do algodão.

O país dispõe ainda de uma densa rede de oleodutos e gasodutos para o transporte de petróleo e gás natural. As rodovias são as principais vias de deslocamento pelo território, seguidas das ferrovias. Cerca de 1300 km de hidrovias são utilizados para o mesmo propósito, e elas estão situadas no rio Amu Dária e no canal de Kara Kum. O principal aeroporto do país fica na capital, Asgabate.

Governo do Turcomenistão

O Turcomenistão é governado sob um sistema presidencialista autoritário. O governo do país já foi reconhecido como um dos mais repressivos de todo o mundo, sendo o Turcomenistão um território bastante fechado e com regras estritas que devem ser seguidas pelos visitantes estrangeiros.

Pela Constituição, o presidente da república é, ao mesmo tempo, chefe de governo e chefe de Estado. Sua chegada ao poder se dá pelo voto direto, e o mandato tem duração de sete anos. O Poder Legislativo é desempenhado no âmbito do Conselho Nacional, um órgão bicameral formado pelo Conselho do Povo e pela Assembleia, contendo, respectivamente, 56 e 125 assentos.

História do Turcomenistão

A área correspondente ao atual território do Turcomenistão começou a ser ocupada ainda no período Paleolítico. Nos milênios subsequentes, diversos adensamentos populacionais foram se constituindo, alguns deles se transformaram em cidades. Nesse sentido, não havia um único território propriamente dito, mas sim diversas unidades governadas da sua própria maneira.

A partir do século III a.C., o Turcomenistão foi incorporado ao Império Parta. Esse domínio se estendeu por diversos séculos, e terminou somente no século IV da era comum.

Os anos seguintes foram marcados pela chegada de novos povos à região, os turcomenos, e pela anexação do futuro país a importantes impérios que se desenvolveram na região, como o Seljúcida, o Mongol e o Persa. As primeiras tentativas de domínio por parte dos russos começaram ainda no século XVIII, mas não obtiveram sucesso. Foi somente no ano de 1869 que, pelo mar Cáspio, os russos conseguiram estabelecer um porto na área que corresponde hoje à atual cidade de Türkmenbaşy.

Muitos territórios turcomenos foram anexados à Rússia durante o final do século XIX, mas houve também inúmeros focos de resistência e confronto direto com as forças estrangeiras. Na década de 1920, foi estabelecido um governo socialista na então província da Transcapiana, que viria a ser o Turcomenistão. Quatro anos mais tarde, ela foi integrada à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, a URSS.

O Turcomenistão declarou a sua independência no mesmo ano em que a URSS se desintegrou, mais precisamente em 27 de outubro de 1991. Foi instalado um governo autoritário no país pelo então presidente Saparmurat Atayevich Niyazov, que governava desde 1985 e se tornou presidente vitalício em 1999. Ele permaneceu no poder até a sua morte, no ano de 2006. Os governos subsequentes mantiveram as características relacionadas principalmente ao perfil autoritário, que permanece até o presente.

Leia também: Como o império soviético chegou ao fim?

Cultura do Turcomenistão

As tradições e os costumes que caracterizam a cultura do Turcomenistão se constituíram a partir dos povos que viviam naquela região desde o início do povoamento e também pela influência de culturas estrangeiras, especialmente dos países vizinhos. O turcomeno é a principal língua falada no país. Existe ainda uma parcela da população falante de outros idiomas, como russo e uzbeque.

Um dos aspectos mais importantes da cultura turcomena é a religiosidade. A maioria da população segue a religião islâmica, sendo o maior grupo adepto da corrente sunita. Boa parte das práticas cotidianas recebe a influência direta da religião, da mesma forma que as vestimentas e outros aspectos, como as celebrações e festas tradicionais.

Roupas tradicionais feitas de tecidos coloridos e adornados com joias e metais são alguns dos símbolos culturais do país. É comum para os homens a utilização de chapéus confeccionados à mão, chamados de telpek. A tradição musical do país inclui músicos itinerantes e instrumentos típicos, como o dutar. Um dos pratos tradicionais do Turcomenistão é o ichlekli, uma torta recheada feita de massa amanteigada.

Etimologia do Turcomenistão

A palavra Turcomenistão, ou Turkmenistan, na língua local, significa “Terra dos Turcomenos”, do povo turcomeno que tem origem na região da Ásia Central. O sufixo -stão (stan) quer dizer “terra de”.

Curiosidades sobre o Turcomenistão

Cratera conhecida como Porta do Inferno, localizada no Turcomenistão.
Cratera conhecida como Porta do Inferno, localizada no Turcomenistão.
  • A montanha Aýrybaba é o monte mais elevado do Turcomenistão, situado a 3139 metros acima do nível do mar.

  • Existe no Turcomenistão uma enorme cratera que está em chamas desde a década de 1970. Ela foi aberta pela ação humana, em uma expedição que buscava petróleo. No lugar desse combustível, foi encontrado gás natural, que é o que mantém as chamas ativas até hoje. A cratera ficou conhecida como Porta do Inferno.

  • O Turcomenistão é um dos países menos visitados do mundo.

  • Abriga várias cidades que fizeram parte da famosa Rota da Seda.

  • As construções suntuosas em mármore renderam à capital turcomena o registro no Guinness Book, o livro dos recordes, como a cidade com a maior concentração de monumentos e edifícios feitos em mármore do mundo.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Turcomenistão"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/turcomenistao.htm. Acesso em 29 de junho de 2022.

De estudante para estudante


Qual o menor país do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

O que é tectonismo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Função logarítmica

Nesta aula vamos explicar a definição de logaritmo e como construir uma função logarítmica. Também resolveremos...

10 anos da Guerra Civil Síria

Assista a nossa videoaula para conhecer a história dos 10 anos da Guerra Civil Síria. Confira também no nosso canal...