Neve

Geografia

PUBLICIDADE

A formação de neve está associada aos fenômenos meteorológicos que causam a mudança de estado físico da água e seu processo de solidificação. A neve pode ser encontrada em vários tipos na natureza — floco, granizo, grão de neve, entre outros. A neve, de modo geral, faz parte do quotidiano de várias pessoas e culturas do norte do planeta onde se encontra população fixa.

Populações que se desenvolvem em áreas onde ocorre a neve estão sujeitas a alguns danos, como deslizamento, avalanches e acidentes relacionados a essas atividades. No Brasil, em alguns casos, temos a ocorrência de neve, algo raro para um país de clima tropical, porém com alguns registros ao longo dos anos.

Leia também: Qual é a diferença entre tempo e clima?

Formação da neve

A neve é um fenômeno meteorológico causado por baixas temperaturas ou queda abrupta na temperatura do lugar. Esse fenômeno ocorre com maior frequência em países que apresentam climas polares, frios ou temperados.

A neve pode ocorrer em regiões de clima tropical ou clima semelhante de maneira muito rara, e, para isso, outros fenômenos climáticos ou meteorológicos precisam acontecer ou estarem associados ao fato, como a movimentação das massas de ar ou correntes marinhas oriundas das regiões mais frias do planeta (como os polos da Terra, regiões do círculo polar ártico e do círculo polar antártico).

Pôr do Sol com neve na Floresta Boreal, Canadá
Pôr do Sol com neve na Floresta Boreal, Canadá

Ao virem dessas regiões, as massas de ar ou ventos oceânicos trazem consigo baixas temperaturas e frio, e, ao entrarem em contato com regiões quentes, promovem a troca de temperatura, congelando o vapor d’água, podendo formar a neve em lugares mais remotos.

A neve forma-se na nuvem por meio da solidificação do vapor d’água quando há queda de temperatura, formando cristais de gelo. O vapor d’água congela-se, formando os cristais de gelo que caem na forma de precipitação (chuva) de neve.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de neve

A neve pode apresentar-se de algumas maneiras na natureza, de acordo com a Sociedade Norte-Americana de Meteorologia. Esses tipos são muito difíceis de diferenciar no meio natural,  embora eles se apresentam com formatos, densidades e estruturas diferentes uns dos outros. São sete no total, confira:

  • Floco de neve: é a forma mais conhecida da neve no mundo inteiro, de comum ocorrência. É o cristal de gelo em forma de floco, de formato hexagonal e semelhante a uma estrela pequena.
  • Grão de neve: chamado de neve granular, é a precipitação de neve com grão bem pequeno e opaco de gelo, correspondente à forma sólida do chuvisco. Pode apresentar-se de forma esférica irregular ou num formato mais raro, cônico. Ao entrar em contato com a superfície, pode promover barulhos, como em telhados ou no chão.
  • Graupel: é a partícula de gelo mais pesada, conhecida como pelota de gelo. É geralmente confundida com o granizo miúdo, porém, para ser granizo miúdo, o diâmetro deve ser maior que 5 mm.
  • Granizo: é a pedra sólida de gelo, com tamanho igual ou superior a 5 mm. O granizo pode aparecer na natureza em tamanhos maiores, e, nesses casos, causa danos à superfície que toca ao cair.
  • Chuva congelada: é a chuva de forma líquida que congela ao entrar em contato com a superfície. Esse fenômeno só ocorre quando há precipitação e as temperaturas próximas à superfície do solo estão muito baixas, abaixo de zero.
  • Água-neve: consiste na neve parcialmente fundida — traços de gotas de água com neve em seu interior. Geralmente é transparente, não é branca como a neve, assemelha-se a uma gota d’água em processo de congelamento.
  • Sincelo: é o congelamento das partículas ou gotas de água em suspensão quando há um nevoeiro. O congelamento ocorre quando as gotas de água entram em contato com a superfície. Nesse momento, as temperaturas geralmente se encontram entre -2 ºC e -8 ºC.

Veja também: Quais as diferenças entre neve, geada e granizo?

Neve na cultura e no cotidiano

A neve faz parte da cultura e da vida de diversas pessoas. Muitos são os países e grupos sociais que se adaptaram a esse modo de vida, alguns desses países são:

Esses países adaptaram-se, ao longo do tempo, a essa realidade climática, criando suas próprias culturas.

Um exemplo dessas culturas são os esportes. Várias são as modalidades praticadas em lugares que há neve, como:

  • esqui na neve
  • salto com esqui
  • snowboard
  • patinação artística
  • patinação de velocidade
  • hóquei no gelo
  • skeleton
  • curling
  • esqui alpino

Essas modalidades esportivas encontram-se presentes tanto no dia a dia dos países nórdicos quanto no maior evento esportivo dedicado a elas, conhecido como Olimpíadas de Inverno, criadas em 1924.

Esporte na neve: salto de snowboard
Esporte na neve: salto de snowboard.

Outro aspecto cultural sãos os pontos turísticos de cidades que ganham destaque mundial e popularidade pelo seu vínculo com a neve. Nesse sentido destacam-se:

  • Nova York, nos Estados Unidos
  • Toronto, no Canadá
  • Berlim, na Alemanha
  • Praga, na República Tcheca
  • Zurique, na Suíça

Essas culturas possuem atividades econômicas ligadas ao turismo e recebem diversos turistas ao longo do ano, principalmente, claro, nos períodos em que há neve.

Acesse também: Patrimônio histórico cultural – produção cultural de uma determinada sociedade

Neve em Nova York (EUA).
Neve em Nova York. (EUA)

Consequências da neve

Algumas consequências podem ocorrer em relação à neve, geralmente em países ou localidades que não estão adaptados ou preparados para esse fenômeno. Algumas podem ser mais severas, como mortes da população humana, da fauna ou flora; outras podem ser mais leves, como problemas de locomoção.

Pode-se considerar inicialmente a dificuldade de manutenção da vida animal e vegetal em localidades de ocorrência de neve. Poucas são as espécies adaptáveis a esses ambientes, no caso da flora, cita-se florestas temperadas e coníferas como sendo formações vegetais capazes de  adaptar-se a baixas temperaturas. No caso da fauna, lobos, coelhos, ursos, esquilos e alces estão entre as espécies que vivem nesses ambientes mais inóspitos da Terra.

Quando falamos dos seres humanos, os impactos são ainda maiores, pois as dificuldades estão desde moradia, produção de alimento, produção de energia, transporte, e locomoção de pessoas. Quando há tempestades de neve, o trânsito fica inviabilizado; as casas podem não aguentar o peso da neve, chegando a desmoronarem; pode haver congelamento de combustíveis, o que gera o não aquecimento das casas; e hipotermia pode ocorrer com as pessoas e o socorro pode não chegar a tempo.

Em casos mais extremos, é comum vermos mortes de pessoas por avalanches, acidentes de trânsito na neve e hipotermia.

Neve impedindo a passagem de carro (EUA).
Neve impedindo a passagem de carro (EUA).

Neve no Brasil

Não é comum a ocorrência de neve no Brasil por tratar-se de um país com clima predominantemente tropical e altas temperaturas o ano todo. No entanto, em casos isolados, pode-se observar a ocorrência desse fenômeno no país. Trata-se de entendermos a dinâmica climática e a movimentação das massas de ar.

O Brasil, no verão, sofre influência direta de uma massa de ar conhecida como Massa Polar Atlântica (MPA). Essa massa forma-se nas proximidades da Antártica, no Oceano Atlântico, e vai em direção ao Sul da América do Sul, afetando assim o Sul do Brasil. Ao entrar em contato com essas regiões, ela promove a queda da temperatura, podendo ocasionar o fenômeno da neve ao congelar a água da atmosfera.

As regiões brasileiras que podem ser afetadas por essas condições são as regiões Sul e Sudeste, por sofrerem ação direta das massas de ar, e algumas regiões que possuem altitudes elevadas, como serras e morros. Observou-se a ocorrência do fenômeno da formação da neve em 1975, 1985, 1994, 2013 e, mais recentemente, em 2020, nas regiões Sul e Sudeste. Esse fenômeno tende a ocorrer outras vezes, desde que haja a movimentação das massas de ar no Brasil ou influência de outro fator climático.

 

Por Gustavo Henrique Mendonça
Professor de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MENDONçA, Gustavo Henrique. "Neve"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/neve.htm. Acesso em 24 de novembro de 2020.