Topo
pesquisar

Petróleo

Geografia

O petróleo é atualmente uma das fontes de energia mais utilizadas no mundo. O combustível fóssil é capaz de gerar diversos subprodutos bastante utilizados pela sociedade.
PUBLICIDADE

Petróleo é um combustível fóssil que corresponde a uma substância oleosa cuja densidade é inferior à da água e é inflamável. É considerado um dos principais recursos naturais utilizados como fonte de energia da atualidade.

O petróleo, apesar de já ser conhecido anteriormente, passou a ser explorado em meados do século XIX e utilizado em larga escala a partir da criação dos motores movidos a gasolina ou a óleo diesel. Na década de 70, o petróleo representava o carro chefe da economia, correspondendo a quase 50% do consumo mundial de energia e mesmo que atualmente seu uso esteja dando lugar a fontes alternativas de energia, ainda é uma das fontes de energia mais utilizadas no mundo.

Origem

O petróleo é originado a partir da decomposição de matéria orgânica, especialmente, dos plânctons. As bactérias em ambientes com baixo teor de oxigênio realizam a atividade de decomposição que acaba por se acumular em camadas do subsolo que se encontram em bacias sedimentares, no assoalho oceânico, no fundo dos mares ou de lagos e sob condições específicas de pressão. Ao longo dos anos, esses depósitos sofrem diversas modificações até se transformarem no que corresponde à substância oleosa, o petróleo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Composição

Segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), o petróleo constitui uma mistura de hidrocarbonetos (moléculas de carbono e hidrogênio) que se encontram em estado líquido (em temperatura e pressão ambientes). É constituído também por compostos sulfurados, nitrogenados, oxigenados, resinas, asfaltenos e metálicos como ferro, cobre e zinco.

O DNPM classifica o petróleo segundo os subprodutos gerados após o refino:

Classe parafínica

Corresponde aos óleos leves e de baixa viscosidade. O teor de resina e asfalteno é inferior a 10%.

Classe parafino-naftênica

Corresponde aos óleos com viscosidade e densidade moderada. O teor de resina e asfalteno é de 5 a 15%.

Classe naftênica

Corresponde aos óleos menos representativos em relação ao volume total de petróleo. Sua origem está relacionada à alteração bioquímica dos óleos parafínicos e parafino-naftênicos.

Classe aromática intermediária

Corresponde aos óleos pesados. O teor de resina e asfalteno é de 10 a 30%. Esse normalmente é encontrado no Oriente Médio e na Venezuela.

Classe aromático-naftênica

Corresponde aos óleos originados a partir dos processos de degradação de óleos parafínicos. O teor de resina e asfalteno é de mais de 35%. Geralmente encontrados na África Ocidental.

Classe aromático-asfáltica

Corresponde aos óleos originados a partir dos processos de biodegradação. O teor de resina e asfalteno é de mais de 35%. Pode ser encontrado no Canadá, Venezuela e na França.


De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a composição química do petróleo, no que tange à proporção de seus componentes, seria, de forma geral (podendo variar dependendo da amostra):

  1. Carbono: 82%

  2. Hidrogênio: 12%

  3. Nitrogênio: 4%

  4. Oxigênio: 1%

  5. Sais: 0,5%

  6. Metais: 0,5%

Leia também: Composição orgânica do petróleo

Mapa Mental: Petróleo

Mapa Mental: Petróleo

*Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

História

Acredita-se que o uso do petróleo esteja datado desde os primórdios da civilização. Povos do Oriente Médio, Egito, Mesopotâmia, da China já haviam tido contato com o combustível fóssil e o utilizado nas formas de betume, asfalto para pavimentação de estradas, iluminação, lubrificação, fins bélicos.

A indústria petrolífera surgiu em meados do século XIX, quando foi desenvolvido o processo de refinação do óleo na Escócia. O Azerbaidjão era, nesse período, o maior produtor de petróleo, sua produção correspondia a mais de 50% da produção mundial. No continente americano, o petróleo foi primeiramente encontrado no Canadá. No ano de 1859, iniciou-se a produção nos Estados Unidos por meio de um poço de aproximadamente 21 metros perfurado na Pensilvânia.

Em 1960, foi criada a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), composta por países que representam cerca de 25% das reservas mundiais de petróleo. O intuito da organização é de fortalecer os países produtores de petróleo perante o mercado consumidor, restringindo a oferta do óleo no mercado, bem como impulsionando os preços no mercado internacional.

Saiba mais: Petróleo no Brasil

A Petrobras é a estatal responsável pela exploração e produção de petróleo no Brasil.*
A Petrobras é a estatal responsável pela exploração e produção de petróleo no Brasil.*

Em território brasileiro, o petróleo foi encontrado em 1939, no estado da Bahia, e, após dois anos, encontrou-se um depósito que apresentava viabilidade econômica para extração, no mesmo estado. No ano de 1954, a Petrobras institui o monopólio estatal, passando a explorar o petróleo nacional.

Em 2006, a Petrobras anunciou a existência do pré-sal brasileiro, um campo petrolífero encontrado abaixo de uma espessa camada de sal. A exploração da reserva iniciou-se de fato em 2010. Para saber mais sobre o Pré-sal brasileiro, clique aqui.

Para que serve o petróleo?

O petróleo, fonte de energia essencial para manutenção da sociedade, é utilizado também como matéria-prima, segundo a DNPM, para a fabricação de plásticos, borrachas sintéticas, tintas, solventes, produtos cosméticos, entre outros.

Derivados do petróleo

O óleo diesel usado, principalmente, no transporte é um dos derivados do petróleo.
O óleo diesel usado, principalmente, no transporte é um dos derivados do petróleo.

Os derivados do petróleo são obtidos a partir do que chamam de refino. O petróleo não sai dos reservatórios prontos para serem comercializados, precisando, então, passar por um processo de melhoramento a fim de atender às especificações do mercado. O refino é feito por meio de processos químicos, como o craqueamento, reforma, alquilação, hidrotratamento, entre outros.

Segundo a ANP, podem ser obtidos a partir do petróleo:

  • Gás de petróleo: usado para aquecimento e na indústria

  • Gás liquefeito de petróleo: usado na cozinha

  • Nafta: matéria-prima para a indústria petroquímica e também transformado em gasolina

  • Gasolina: utilizada como combustível

  • Querosene: usado como combustível para turbinas a jato

  • Óleo diesel: usado especialmente em transporte rodoviário, aquaviário e também nas termoelétricas

  • Óleo combustível: utilizado como fonte de calor na indústria

  • Resíduos: são produtos utilizados como material para fabricar outros produtos (coque, asfalto, ceras)

Obtenção do petróleo

O petróleo pode ser encontrado em bacias sedimentares, que normalmente se encontram em depósitos distantes da superfície. Sendo assim, o processo de obtenção do óleo demanda equipamentos específicos e tecnologias aplicadas.

Esses instrumentos possibilitam a perfuração da rocha ao exercer pressão sobre ela fazendo com que o petróleo ascenda à superfície. Essa extração deve ser planejada e estudada, visto que a dificuldade encontrada na perfuração, muitas vezes, torna o processo inviável e nada vantajoso economicamente.

Saiba também: Como é feito o transporte do petróleo?

Extração

O processo de extração do petróleo é feito mediante três etapas básicas:

  • Prospecção: representa a etapa de localização dos depósitos em bacias sedimentares a partir de análises e observações do subsolo na região.

  • Perfuração: Os depósitos, ao serem encontrados, são marcados e, posteriormente, perfurados a fim de se analisar a viabilidade econômica da extração.

  • Extração: Por meio de equipamentos especiais é feita a extração. Utiliza-se bombas em plataformas e navios, quando a extração é feita no assoalho oceânico. Em terra, utiliza-se os equipamentos necessários para bombear ou fazer jorrar o petróleo encontrado.

Para saber mais sobre o processo de extração do petróleo, clique aqui.

Países com as maiores reservas de petróleo

Segundo a OPEP, no ano de 2018, o mundo consumiu petróleo como nunca antes: cerca de 98,82 milhões de barris por dia. Os países com as maiores reservas mundiais são, segundo dados da Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA):

  1. Venezuela: 300,9 bilhões de barris

  2. Arábia Saudita: 266,5 bilhões de barris

  3. Canadá: 169,7 bilhões de barris

  4. Irã: 158,4 bilhões de barris

  5. Iraque: 142,5 bilhões de barris

No ranking, os Estados Unidos encontram-se na 11º posição, com 36,5 bilhões de barris, e o Brasil na 15º posição, com 12,7 bilhões.

*Créditos de imagem: David Herraez Calzada / Shutterstock

*Mapa Mental por Me.Diogo Lopes


Por Rafaela Sousa
Graduada em Geografia

A indústria petrolífera é uma das propulsoras da economia no mundo todo, sendo o petróleo uma das mais importantes fontes de energia.
A indústria petrolífera é uma das propulsoras da economia no mundo todo, sendo o petróleo uma das mais importantes fontes de energia.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rafaela. "Petróleo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/petroleo.htm. Acesso em 22 de novembro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

O Brasil já conseguiu a autossuficiência na produção de petróleo para o consumo interno, ou seja, não necessita importar essa fonte energética. Esse fato se deve à exploração das jazidas localizadas em vários pontos do território nacional. Nesse sentido, marque a alternativa que indica os maiores produtores de petróleo no Brasil.

a) Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Bahia e Espírito Santo.

b) Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

c) Acre, Rondônia, Amapá e Pará.

d) São Paulo, Rio Grande do Norte e Bahia.

e) Rio de janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo.
 

Questão 2

Marque a alternativa que indica a principal bacia produtora de petróleo em território brasileiro.

a) Bacia do Espírito Santo

b) Bacia Sedimentar Amazônica

c) Bacia de Campos

d) Bacia do Recôncavo Baiano

e) Bacias de Sergipe-Alagoas e do Rio Grande do Norte
 

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola