close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Petróleo

O petróleo é atualmente uma das fontes de energia mais utilizadas no mundo. O combustível fóssil é capaz de gerar diversos subprodutos bastante utilizados pela sociedade.

A indústria petrolífera é uma das propulsoras da economia no mundo todo, sendo o petróleo uma das mais importantes fontes de energia.
A indústria petrolífera é uma das propulsoras da economia no mundo todo, sendo o petróleo uma das mais importantes fontes de energia.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Petróleo é um combustível fóssil que corresponde a uma substância oleosa cuja densidade é inferior à da água e é inflamável. É considerado um dos principais recursos naturais utilizados como fonte de energia da atualidade.

O petróleo, apesar de já ser conhecido anteriormente, passou a ser explorado em meados do século XIX e utilizado em larga escala a partir da criação dos motores movidos a gasolina ou a óleo diesel. Na década de 70, o petróleo representava o carro chefe da economia, correspondendo a quase 50% do consumo mundial de energia e mesmo que atualmente seu uso esteja dando lugar a fontes alternativas de energia, ainda é uma das fontes de energia mais utilizadas no mundo.

Confira no nosso podcast: Geopolítica do petróleo

Tópicos deste artigo

Origem do petróleo

O petróleo é originado a partir da decomposição de matéria orgânica, especialmente, dos plânctons. As bactérias em ambientes com baixo teor de oxigênio realizam a atividade de decomposição que acaba por se acumular em camadas do subsolo que se encontram em bacias sedimentares, no assoalho oceânico, no fundo dos mares ou de lagos e sob condições específicas de pressão. Ao longo dos anos, esses depósitos sofrem diversas modificações até se transformarem no que corresponde à substância oleosa, o petróleo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Composição do petróleo

Segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), o petróleo constitui uma mistura de hidrocarbonetos (moléculas de carbono e hidrogênio) que se encontram em estado líquido (em temperatura e pressão ambientes). É constituído também por compostos sulfurados, nitrogenados, oxigenados, resinas, asfaltenos e metálicos como ferro, cobre e zinco.

O DNPM classifica o petróleo segundo os subprodutos gerados após o refino:

Classe parafínica

Corresponde aos óleos leves e de baixa viscosidade. O teor de resina e asfalteno é inferior a 10%.

Classe parafino-naftênica

Corresponde aos óleos com viscosidade e densidade moderada. O teor de resina e asfalteno é de 5 a 15%.

Classe naftênica

Corresponde aos óleos menos representativos em relação ao volume total de petróleo. Sua origem está relacionada à alteração bioquímica dos óleos parafínicos e parafino-naftênicos.

Classe aromática intermediária

Corresponde aos óleos pesados. O teor de resina e asfalteno é de 10 a 30%. Esse normalmente é encontrado no Oriente Médio e na Venezuela.

Classe aromático-naftênica

Corresponde aos óleos originados a partir dos processos de degradação de óleos parafínicos. O teor de resina e asfalteno é de mais de 35%. Geralmente encontrados na África Ocidental.

Classe aromático-asfáltica

Corresponde aos óleos originados a partir dos processos de biodegradação. O teor de resina e asfalteno é de mais de 35%. Pode ser encontrado no Canadá, Venezuela e na França.


De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a composição química do petróleo, no que tange à proporção de seus componentes, seria, de forma geral (podendo variar dependendo da amostra):

  1. Carbono: 82%

  2. Hidrogênio: 12%

  3. Nitrogênio: 4%

  4. Oxigênio: 1%

  5. Sais: 0,5%

  6. Metais: 0,5%

Mapa Mental: Petróleo

*Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

História do petróleo

Acredita-se que o uso do petróleo esteja datado desde os primórdios da civilização. Povos do Oriente Médio, Egito, Mesopotâmia, da China já haviam tido contato com o combustível fóssil e o utilizado nas formas de betume, asfalto para pavimentação de estradas, iluminação, lubrificação, fins bélicos.

A indústria petrolífera surgiu em meados do século XIX, quando foi desenvolvido o processo de refinação do óleo na Escócia. O Azerbaidjão era, nesse período, o maior produtor de petróleo, sua produção correspondia a mais de 50% da produção mundial. No continente americano, o petróleo foi primeiramente encontrado no Canadá. No ano de 1859, iniciou-se a produção nos Estados Unidos por meio de um poço de aproximadamente 21 metros perfurado na Pensilvânia.

Em 1960, foi criada a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), composta por países que representam cerca de 25% das reservas mundiais de petróleo. O intuito da organização é de fortalecer os países produtores de petróleo perante o mercado consumidor, restringindo a oferta do óleo no mercado, bem como impulsionando os preços no mercado internacional.

 

A Petrobras é a estatal responsável pela exploração e produção de petróleo no Brasil.*
A Petrobras é a estatal responsável pela exploração e produção de petróleo no Brasil.[1]

Em território brasileiro, o petróleo foi encontrado em 1939, no estado da Bahia, e, após dois anos, encontrou-se um depósito que apresentava viabilidade econômica para extração, no mesmo estado. No ano de 1954, a Petrobras institui o monopólio estatal, passando a explorar o petróleo nacional.

Em 2006, a Petrobras anunciou a existência do pré-sal brasileiro, um campo petrolífero encontrado abaixo de uma espessa camada de sal. A exploração da reserva iniciou-se de fato em 2010. Para saber mais sobre o Pré-sal brasileiro, clique aqui.

Leia também: Petróleo no Brasil

Para que serve o petróleo?

O petróleo, fonte de energia essencial para manutenção da sociedade, é utilizado também como matéria-prima, segundo a DNPM, para a fabricação de plásticos, borrachas sintéticas, tintas, solventes, produtos cosméticos, entre outros.

Derivados do petróleo

O óleo diesel usado, principalmente, no transporte é um dos derivados do petróleo.
O óleo diesel usado, principalmente, no transporte é um dos derivados do petróleo.

Os derivados do petróleo são obtidos a partir do que chamam de refino. O petróleo não sai dos reservatórios prontos para serem comercializados, precisando, então, passar por um processo de melhoramento a fim de atender às especificações do mercado. O refino é feito por meio de processos químicos, como o craqueamento, reforma, alquilação, hidrotratamento, entre outros.

Segundo a ANP, podem ser obtidos a partir do petróleo:

  • Gás de petróleo: usado para aquecimento e na indústria

  • Gás liquefeito de petróleo: usado na cozinha

  • Nafta: matéria-prima para a indústria petroquímica e também transformado em gasolina

  • Gasolina: utilizada como combustível

  • Querosene: usado como combustível para turbinas a jato

  • Óleo diesel: usado especialmente em transporte rodoviário, aquaviário e também nas termoelétricas

  • Óleo combustível: utilizado como fonte de calor na indústria

  • Resíduos: são produtos utilizados como material para fabricar outros produtos (coque, asfalto, ceras)

Obtenção do petróleo

O petróleo pode ser encontrado em bacias sedimentares, que normalmente se encontram em depósitos distantes da superfície. Sendo assim, o processo de obtenção do óleo demanda equipamentos específicos e tecnologias aplicadas.

Esses instrumentos possibilitam a perfuração da rocha ao exercer pressão sobre ela fazendo com que o petróleo ascenda à superfície. Essa extração deve ser planejada e estudada, visto que a dificuldade encontrada na perfuração, muitas vezes, torna o processo inviável e nada vantajoso economicamente.

Veja também: Como é feito o transporte do petróleo?

Extração do petróleo

O processo de extração do petróleo é feito mediante três etapas básicas:

  • Prospecção: representa a etapa de localização dos depósitos em bacias sedimentares a partir de análises e observações do subsolo na região.

  • Perfuração: Os depósitos, ao serem encontrados, são marcados e, posteriormente, perfurados a fim de se analisar a viabilidade econômica da extração.

  • Extração: Por meio de equipamentos especiais é feita a extração. Utiliza-se bombas em plataformas e navios, quando a extração é feita no assoalho oceânico. Em terra, utiliza-se os equipamentos necessários para bombear ou fazer jorrar o petróleo encontrado.

Para saber mais sobre o processo de extração do petróleo, clique aqui.

Países com as maiores reservas de petróleo

Segundo a OPEP, no ano de 2018, o mundo consumiu petróleo como nunca antes: cerca de 98,82 milhões de barris por dia. Os países com as maiores reservas mundiais são, segundo dados da Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA):

  1. Venezuela: 300,9 bilhões de barris

  2. Arábia Saudita: 266,5 bilhões de barris

  3. Canadá: 169,7 bilhões de barris

  4. Irã: 158,4 bilhões de barris

  5. Iraque: 142,5 bilhões de barris

No ranking, os Estados Unidos encontram-se na 11º posição, com 36,5 bilhões de barris, e o Brasil na 15º posição, com 12,7 bilhões.

Créditos de imagem

[1] David Herraez Calzada / Shutterstock

*Mapa Mental por Me.Diogo Lopes


Por Rafaela Sousa
Graduada em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rafaela. "Petróleo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/petroleo.htm. Acesso em 23 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Como foi transformada vegetação de Rondônia

Por Valentina
Responder
Ver respostas

quais são as caractrrísticas da litosfera? 

Por Lara Ferreira
Responder
Ver respostas

Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

O Brasil já conseguiu a autossuficiência na produção de petróleo para o consumo interno, ou seja, não necessita importar essa fonte energética. Esse fato se deve à exploração das jazidas localizadas em vários pontos do território nacional. Nesse sentido, marque a alternativa que indica os maiores produtores de petróleo no Brasil.

a) Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Bahia e Espírito Santo.

b) Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

c) Acre, Rondônia, Amapá e Pará.

d) São Paulo, Rio Grande do Norte e Bahia.

e) Rio de janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo.
 

Exercício 2

Marque a alternativa que indica a principal bacia produtora de petróleo em território brasileiro.

a) Bacia do Espírito Santo

b) Bacia Sedimentar Amazônica

c) Bacia de Campos

d) Bacia do Recôncavo Baiano

e) Bacias de Sergipe-Alagoas e do Rio Grande do Norte
 

Estude agora


Tempos verbais

Pretérito, presente ou futuro são tempos verbais que exprimem uma variação que indica o momento em que se dá o...

Os maiores produtores de petróleo do mundo

Assista à videoaula e conheça os países que mais produzem petróleo no mundo. Saiba qual o papel dos países que...