Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Uzbequistão

Uzbequistão é um país de mais de 33 milhões de habitantes localizado na Ásia Central, com capital em Tashkent. Integrou a União Soviética até o fim do bloco, no ano de 1991.

Bandeira do Uzbequistão.
Bandeira do Uzbequistão.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Uzbequistão, ou República do Uzbequistão, é um país localizado na região central do continente asiático. Sem saída para o oceano, dispõe de um clima quente e seco e amplas áreas formadas por desertos. Sua população atual é de 33 milhões de habitantes, metade dos quais vive nas cidades. A maior delas é Tashkent, sua capital.

O país enfrenta um sério problema de abastecimento de água, agravado pela intensificação do uso agrícola desse recurso e que resultou na redução significativa da área do mar de Aral, que se estende pelo território uzbeque. A economia nacional é baseada na exploração de recursos naturais, como petróleo e ouro, e na exportação de algodão.

Leia também: Países que menos possuem água potável

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Uzbequistão

  • O Uzbequistão é um país da Ásia Central.

  • Sua capital é a cidade de Tashkent.

  • O território uzbeque não possui saída para o mar. Dispõe de clima árido e extensos planaltos desérticos, com vales e serras concentrados no leste.

  • Abrigou a parte sul do mar de Aral, que foi considerado o maior lago do mundo. O uso intensivo de suas águas, bem como dos rios que o abasteciam, fez com que a maior parcela desse lago secasse e se transformasse em uma área desértica.

  • A população do país é de 33 milhões de habitantes. Metade vive nas áreas urbanas.

  • Tashkent é a cidade mais populosa do Uzbequistão, com 2,4 milhões de habitantes.

  • A base da economia uzbeque é a exploração de recursos naturais, que compreendem ouro e petróleo principalmente, e a exportação de algodão.

  • O algodão é produzido nos vales orientais do país.

  • O Uzbequistão declarou sua independência em 31 de agosto de 1991, após a dissolução da União Soviética, bloco que integrava desde a década de 1920.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais do Uzbequistão

  • Nome oficial: República do Uzbequistão.

  • Gentílico: uzbeque.

  • Extensão territorial: 448.969 km².

  • Localização: Ásia Central.

  • Capital: Tashkent.

  • Clima: árido.

  • Governo: república presidencialista.

  • Divisão administrativa: 12 províncias, uma república autônoma e um município.

  • Idioma: uzbeque (oficial) e russo.

  • Religiões:

    • islâmica: 88%;

    • ortodoxa oriental: 9%;

    • outras: 3%.

  • População: 33.936.000 habitantes (ONU, 2021).

  • Densidade demográfica: 79,8 hab./km².

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,720.

  • Moeda: som uzbeque.

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 72,76 bilhões (FMI, 2022).

  • PIB per capita: US$ 2080.

  • Gini: 0,368.

  • Fuso horário: GMT +5.

  • Relações exteriores:

Mapa do Uzbequistão

Mapa do Uzbequistão

Geografia do Uzbequistão

O Uzbequistão é um país de 448,9 mil km² localizado na região central da Ásia, com capital em Tashkent (chamada também de Toshkent). Estabelece fronteira com as seguintes nações:

O território uzbeque não possui saída para o oceano. Destaca-se, entretanto, que a porção sul do mar de Aral, extenso lago de água salobra, fica situada na região noroeste do país.

  • Clima do Uzbequistão

O país dispõe de clima árido, marcado pelas elevadas temperaturas durante todo o ano, com médias que variam entre 32 e 40 °C. Nas regiões mais elevadas, situadas a leste, as condições são mais amenas. As chuvas são escassas e se concentram no inverno. Ainda assim, o volume acumulado durante o ano não ultrapassa os 200 mm.

  • Relevo do Uzbequistão

Planaltos e planícies onduladas, nas quais se constituem os principais desertos uzbeques, são as duas principais feições do relevo do país. As cadeias montanhosas se concentram na região leste, enquanto colinas são observadas nas proximidades do mar de Aral.

  • Vegetação do Uzbequistão

As estepes recobrem a maior parte da superfície do país. Terrenos elevados possuem vegetação mais densa do que outras áreas, com a presença de grama, pequenos bosques e, em menor escala, florestas.

  • Hidrografia do Uzbequistão

Os rios Amu Dária e Sir Dária são os dois principais cursos d’água que banham o território do Uzbequistão, cruzando o país de norte a sul nas regiões oeste e leste, respectivamente.

A parcela uzbeque do mar de Aral, também conhecida como mar do Sul de Aral, sofreu uma redução drástica em função da intensa utilização das águas dos rios anteriormente citados para o abastecimento interno e irrigação. O rio Amu era um dos principais responsáveis pela manutenção das águas desse imenso lago. Hoje, o mar do Sul de Aral deu lugar a uma área recoberta por areia, bancos de sal e remanescentes de produtos químicos empregados na atividade agrícola.|1|

Região agora desértica nos arredores da cidade de Moniaque, que fica próxima da extinta costa do mar de Aral.
Região agora desértica nos arredores da cidade de Moniaque, que fica próxima da extinta costa do mar de Aral.

Demografia do Uzbequistão

A população do Uzbequistão é de 33.936.000 habitantes, de acordo com dados das Nações Unidas. Trata-se do território mais populoso da Ásia Central, concentrando quase 44% de toda a população da região. A distribuição populacional pelo território uzbeque é da ordem de 79,8 hab./km² e se dá de maneira desigual, com maior concentração observada nas regiões leste e sul.

Pouco mais de metade da população do Uzbequistão, mais precisamente 50,5%, vive nas cidades, sendo o país, por isso, considerado urbanizado. Tashkent, capital nacional, é também a maior cidade uzbeque, onde vivem 2.490.300 pessoas. A segunda cidade mais populosa do Uzbequistão é Namangan, com 644 mil habitantes.

O ritmo de crescimento da população uzbeque tem diminuído lentamente ao longo do tempo, sendo atualmente de 0,83% ao ano. Embora tenha decrescido desde a década de 1990, o número de nascimentos (15,5 por mil) ainda supera o de mortes, que é de 5,4 por mil habitantes. O país apresenta uma população relativamente jovem, com idade mediana de 30,1 anos. A expectativa de vida no Uzbequistão é de 75,29 anos.

Economia do Uzbequistão

Plantação de algodão
O algodão é um dos principais produtos de exportação do Uzbequistão.

A economia do Uzbequistão é a segunda maior da Ásia Central. Não obstante a mudança de regime político e econômico desde o fim da União Soviética, da qual o país fez parte, o Estado ainda tem papel bastante ativo na economia uzbeque, maior do que o observado nas tradicionais economias de mercado.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país é de 72,76 bilhões de dólares, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Quase a metade do PIB uzbeque é derivado do setor terciário, que compreende os serviços e o comércio. A indústria contabiliza 33,7% do total, enquanto a atividade agropecuária responde por uma parcela de aproximadamente 18% do PIB nacional.

Rico em recursos como petróleo, gás natural, carvão mineral e ouro, a exploração desses produtos e a sua posterior comercialização constituem a base da economia do Uzbequistão. Além desses, o algodão, que é cultivado em extensas áreas nos vales situados na região leste, se tornou também um de seus produtos de exportação predominantes. As principais destinações das mercadorias do país são:

Leia também: Diferença entre exportação e importação

Infraestrutura do Uzbequistão

Com uma população grande e crescente, um dos principais problemas infraestruturais enfrentados no Uzbequistão diz respeito ao abastecimento de água. O aumento da demanda pelo recurso advém ainda da produção agrícola, especialmente da cultura algodoeira, da qual a economia do país depende.

Os dois principais rios do Uzbequistão são utilizados para o abastecimento urbano e para a irrigação, e a intensificação da retirada de água desses cursos resultou no encolhimento do mar de Aral. A parcela de pessoas utilizando fontes seguras de fornecimento de água é de 86,1% nas cidades e de 31,1% no campo, de acordo com dados das Nações Unidas.

Parte da energia consumida no país é importada. A eletricidade é obtida principalmente por meio de combustíveis fósseis, com destaque para o gás natural, que representa 86% da matriz energética do Uzbequistão. Os demais 14% correspondem às hidrelétricas.

Os transportes são realizados por meio das rodovias, em maior escala, e também pelas ferrovias e hidrovias. Sem saída para o mar, o único porto do país fica no rio Amu Dária. O principal aeroporto do Uzbequistão está localizado na sua capital, Tashkent.

Governo do Uzbequistão

O sistema de governo em voga no Uzbequistão é o republicano presidencialista. O presidente da república é o chefe de Estado e chega ao poder mediante eleições populares realizadas a cada cinco anos. O primeiro-ministro é o chefe de governo, e a sua nomeação ocorre por meio do partido majoritário desde 2011. O Parlamento, que representa o Poder Legislativo, é bicameral. Ele é composto pelo Senado, que possui 100 assentos, e pela Câmara Legislativa, formada por 150 assentos.

Por três décadas, desde a dissolução da União Soviética, o país viveu sob um regime autoritário. A abertura política teve início no ano de 2016, com a realização de eleições legislativas e executivas nos anos subsequentes.

Etimologia de Uzbequistão

O nome Uzbequistão significa “terra dos livres”, ou “terra dos homens livres”, de acordo com a teoria mais aceita. O sufixo -stão tem como significado “terra de”, enquanto a palavra uzbeque (uzbek) é formada por dois termos em túrquico: uz (próprio) e bek (líder, mestre).

História do Uzbequistão

A área que compreende o atual Uzbequistão já era habitada desde pelo menos o período Paleolítico. A intensificação do povoamento da região aconteceu a partir do século VIII da era comum, devido ao avanço da religião islâmica pelos países da Ásia Central. Com o passar do tempo, muitos povos e impérios que expandiam seus domínios pela porção centro-asiática acabaram por incorporar todo ou parte do Uzbequistão, como foi o caso do Império Mongol, do Canato de Dzungar e do Império Persa.

Durante todo esse período, povos oriundos do nordeste da Rússia, mais precisamente da região da Sibéria, passaram a se instalar nas terras que correspondem ao Uzbequistão. Esses povos ficaram conhecidos como os uzbeques, dando, mais tarde, nome ao país.

Com o fim do domínio persa, que aconteceu durante o século XVIII, a expansão territorial do Império Russo fez com que parte do Uzbequistão fosse anexada a ele. Isso ocorreu na segunda metade do século XIX, mais precisamente a partir do ano de 1868. Pouco tempo mais tarde, em 1875, a Rússia já havia incorporado todas as regiões do país ao seu território, unindo-as sob uma só administração.

A partir da década de 1920, o Uzbequistão se tornou uma república socialista integrada à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. Ao final da década de 1980, mesmo com a gradual abertura econômica da URSS, o país não fez alterações em sua estrutura política e econômica.

É importante destacar o aumento da exploração de ouro e dos cultivos de algodão durante esse período. A intensificação da agricultura irrigada a partir da década de 1960, entretanto, gerou o atual cenário que descrevemos anteriormente para o mar de Aral. O Uzbequistão declarou a sua independência no dia 31 de agosto de 1991, o mesmo ano em que chegou ao fim a URSS.

Leia também: União Soviética — a história da nação que rivalizou com os EUA durante a Guerra Fria

Cultura do Uzbequistão

A cultura do Uzbequistão dispõe de elementos típicos de vários países da região da Ásia Central, tendo recebido também a influência de outros povos europeus no decorrer dos anos. Os uzbeques constituem a maioria da população, que é formada também por pessoas de outras etnias, como tajiques, turcomenos, russos e cazaques. O uzbeque é a principal língua falada no país, junto de outros idiomas correspondentes a cada um dos grupos étnicos que vivem no Uzbequistão.

A religião islâmica é a que possui o maior número de adeptos no país, onde a maioria segue a corrente sunita. As artes visuais e a literatura apresentam um longo histórico no país, assim como a música e as danças tradicionais, que variam de região para região, constituindo as diversas expressões culturais uzbeques. O artesanato realizado em madeira, tecido e cerâmica é reconhecido pelas suas cores e formas geométricas, que lhe confere beleza e uma identidade visual única. Um dos pratos típicos do país é o palov (ou pilaf), que consiste em arroz frito preparado com muitas especiarias, pimentão e cebola.

Curiosidades sobre o Uzbequistão

Estação de metrô em Tashkent, capital do Uzbequistão. [1]
Estação de metrô em Tashkent, capital do Uzbequistão. [1]
  • O monte Xazrat Sulton Tog' consiste no ponto culminante do Uzbequistão. Ele fica situado a 4643 metros acima do nível do mar.

  • O país abriga a maior mina de ouro a céu aberto do mundo, chamada de Muruntau.

  • As estações de metrô da capital, Tashkent, são admiradas pela sua beleza arquitetônica.

Notas

|1| CHEN, Dene-Hern; WEIDMAN, Taylor. O país que conseguiu recuperar um 'mar' que havia sido extinto. BBC Future, 28 set. 2018. Disponível aqui.

Créditos da imagem

[1] Lukas Bischoff Photograph / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Uzbequistão"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/uzbequistao.htm. Acesso em 30 de junho de 2022.

De estudante para estudante


Qual o menor país do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

O que é tectonismo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si

Os casos mais comuns de mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si ocorrem quando juntamos...

10 anos da Guerra Civil Síria

Assista a nossa videoaula para conhecer a história dos 10 anos da Guerra Civil Síria. Confira também no nosso canal...