Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Banco Mundial

Criado em um contexto de guerra, o propósito do Banco Mundial era o da reconstrução de economias devastadas pelos conflitos. Seu trabalho se volta hoje às nações emergentes.

Logotipo do Banco Mundial (The World Bank) em notebook.
O Banco Mundial é uma instituição financeira internacional sediada em Washington D. C., Estados Unidos. [1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Banco Mundial é uma agência financeira internacional pertencente ao Sistema das Nações Unidas e criada no ano de 1944 para auxiliar as economias destruídas pela Segunda Guerra Mundial. A sua sede fica na capital dos Estados Unidos, Washington. Contando atualmente com 189 membros, o Banco Mundial é responsável pela oferta de empréstimos a países pobres e emergentes com o propósito de acelerar o seu crescimento e desenvolvimento. É responsável ainda pelo auxílio técnico e em questões relacionadas a políticas econômicas.

Veja também: Otan — organização política e militar fundada no contexto da Guerra Fria

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Banco Mundial

  • O Banco Mundial é uma agência financeira internacional criada em 1944.

  • A sede do Banco Mundial fica em Washington D.C., Estados Unidos.

  • Possui 189 membros.

  • Seu propósito inicial era auxiliar as economias devastadas pela Segunda Guerra Mundial a se reconstruírem.

  • Ambiciona hoje o financiamento de projetos e a assistência técnica em políticas para o desenvolvimento dos países emergentes.

  • Seus objetivos são o fim da extrema pobreza e a promoção da prosperidade compartilhada.

  • É formado principalmente pelo Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento e pela Associação Internacional de Desenvolvimento.

  • Além destas duas, o Grupo Banco Mundial é formado por um total de três organizações: Corporação Financeira Internacional, Agência Multilateral de Garantia de Investimento e Centro Internacional para a Resolução de Conflitos sobre Investimentos.

  • O poder de voto dos membros depende do capital social que detêm junto ao Banco Mundial. Os maiores acionistas possuem voto com peso maior nesse sistema.

  • O Banco Mundial é alvo constante de críticas pela forma como funciona.

Videoaula: o que é o Banco Mundial?

O que é Banco Mundial?

O Banco Mundial é uma agência financeira internacional independente criada na Conferência de Bretton Woods, realizada em 1944. Essa instituição tinha o propósito inicial de auxiliar na reconstrução e desenvolvimento econômico dos países após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). A atuação do Banco Mundial é voltada hoje à assistência técnica e financeira das nações que integram o seu quadro de membros, em especial os países emergentes. Por essa razão, é considerado o maior banco de desenvolvimento do mundo.

Quando da sua criação, o Banco Mundial recebia o nome de Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (IBRD, na sigla em inglês). O IBRD é hoje uma das cinco instituições que compõem o Grupo Banco Mundial, como veremos na sequência, além de formar o Banco Mundial em conjunto com a Associação Internacional de Desenvolvimento (ou IDA, em inglês).

Sede do Banco Mundial em Washington, nos Estados Unidos.
Edifício que abriga a sede do Banco Mundial na capital estadunidense. [2]

É importante destacar ainda que o Banco Mundial faz parte do Sistema das Nações Unidas (ONU), formado por um conjunto de agências especializadas, fundos e programas que atuam em diversas frentes. A sede do Banco Mundial fica localizada na cidade de Washington, capital dos Estados Unidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Qual a função do Banco Mundial?

A função do Banco Mundial é prover assistência financeira e técnica e aconselhamento em políticas para o desenvolvimento dos seus países-membros, tendo como foco as nações emergentes (ou nações em desenvolvimento). Sabe-se que, atualmente, o Banco Mundial está em atividade em ao menos 100 países.

O auxílio financeiro do Banco Mundial é voltado principalmente para aqueles projetos que têm como objetivo promover o desenvolvimento socioeconômico dos locais em que serão implementados. Dentre as condições oferecidas pela agência, de acordo com a ONU, estão empréstimos com juros reduzidos e créditos sem juros, além de doações destinadas para setores essenciais como saúde, educação, infraestrutura e comunicações dos países emergentes.

Objetivos do Banco Mundial

O Banco Mundial tem dois objetivos principais, ou missões, como a própria instituição descreve. Na sequência, vamos detalhar cada uma dessas missões.

  • Colocar fim à extrema pobreza: isso é almejado tendo como meta a redução do total de pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza em todo o mundo para menos de 3% até o ano de 2030, contando com a cooperação dos seus membros, clientes e parceiros. Os indivíduos na condição de extrema pobreza são aqueles que vivem com menos de US$ 1,90 por dia, segundo o Banco Mundial.

  • Promover a prosperidade compartilhada: esse objetivo seria atingido mediante a redução da pobreza no mundo, aumentando a renda média da camada mais pobre da população dos países em que a agência atua, viabilizando ainda melhorias em sua qualidade de vida.

Além disso, o Banco Mundial visa também à promoção do desenvolvimento sustentável. Nesse sentido, é importante lembrarmos que o fim da pobreza e a melhoria nas condições de vida dos indivíduos compõem algumas das metas para o desenvolvimento sustentável descritas na Agenda 2030 adotada no âmbito da Cúpula do Desenvolvimento Sustentável realizada em 2015 pela ONU.

Dados gerais sobre os membros do Banco Mundial

O Banco Mundial é formado, atualmente, por 189 países-membros. O último país a se juntar à instituição foi o Sudão do Sul, nação africana que passou a integrar o Banco Mundial em 2012. O Brasil faz parte desse quadro desde 14 de janeiro de 1946 e atualmente integra todas as instituições do Grupo Banco Mundial, com exceção do Centro Internacional para a Resolução de Conflitos sobre Investimentos (ICSID, na sigla em inglês).

Estrutura do Banco Mundial

As atividades do Banco Mundial estão divididas em duas organizações, as quais descrevemos brevemente abaixo.

  • Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (IBRD): é responsável pelo aconselhamento e oferta de empréstimos para projetos desenvolvidos em países de renda média, o que é determinado pelo PIB per capita (entre US$ 1.000 e US$ 12.300 anuais).

  • Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA): desempenha uma função semelhante à do IBRD, mas o seu alvo são os países mais pobres que integram o Banco Mundial, nos quais a renda média da população é inferior a mil dólares.

O IBRD e a IDA integram ainda o Grupo Banco Mundial, que é formado no total por cinco organizações. Além das duas já mencionadas, compõem o Grupo Banco Mundial:

  • Corporação Financeira Internacional (IFC): tem como objetivo o financiamento de projetos e a oferta de aconselhamento ao setor privado dos países emergentes.

  • Agência Multilateral de Garantia de Investimento (MIGA): seu objetivo é a promoção dos investimentos estrangeiros nos países emergentes, visando principalmente ao crescimento econômico dessas nações.

  • Centro Internacional para a Resolução de Conflitos sobre Investimentos (ICSID): atua na resolução de disputas que ocorrem tanto entre empresas e países quanto entre dois ou mais países.

Como funciona o Banco Mundial?

O funcionamento do Banco Mundial acontece de maneira bem semelhante ao funcionamento do Fundo Monetário Internacional (FMI). Muitas vezes, os seus diretores e representantes dos países acabam trabalhando em conjunto no debate das ideias e tomadas de decisão a respeito do conjunto da economia e do desenvolvimento econômico das nações.

A Assembleia de Governadores é o órgão mais importante dentro do Banco Mundial, responsável por criar políticas, aprovar e suspender membros, determinar a distribuição dos rendimentos do banco, elaborar acordos de cooperação com outras organizações internacionais, dentre outras atribuições. Cada país-membro indica um governador para ser o seu representante junto de um suplente. As reuniões entre eles são anuais.

A execução das medidas oriundas da Assembleia dos Governadores e os trabalhos diários do Banco Mundial ficam a cargo da sua diretoria executiva. Os seus cinco maiores acionistas têm direito a um representante individual cada, sendo eles Alemanha, Estados Unidos, França, Japão e Reino Unido, enquanto os demais países são representados por um conjunto de 19 diretores.

O Banco Mundial apresenta diversas unidades organizacionais, que cuidam cada uma delas de uma região do planeta em que essa agência atua e também de um tema abordado nos trabalhos. As unidades regionais do Banco Mundial representam as seguintes localidades:

Por fim, o poder de voto no Banco Mundial varia de acordo com a parcela de capital social que cada um dos países detém. Os maiores acionistas do banco são também aqueles cujos votos têm maior peso, sendo o maior deles os Estados Unidos, que possui quase um quarto do capital social da instituição, seguido do Japão, Alemanha, França e Reino Unido, nessa exata ordem.

Banco Mundial x FMI

 Logotipo do Fundo Monetário Internacional (FMI).
 Logotipo do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI) foram ambos criados durante a Conferência de Bretton Woods com propósitos semelhantes de retomada econômica mundial e reconstrução dos países devastados pelos conflitos que marcaram a Segunda Guerra Mundial. Eles pertencem ao Sistema das Nações Unidas, atuando como agências especializadas autônomas, mas desempenham atualmente funções em escalas territoriais e com objetivos distintos.

Como vimos até aqui, o trabalho do Banco Mundial vislumbra os países pobres e de renda média, que compreendem o grupo de países emergentes, na tentativa de auxiliar no seu crescimento econômico e desenvolvimento internos. O foco do Banco Mundial é o financiamento de projetos que auxiliem nesses objetivos, bem como setores estratégicos de fundamental importância para a estrutura interna desses países.

Em contrapartida, o FMI tem como principal função a garantia da estabilidade e equilíbrio dos sistemas econômico e financeiro internacionais, atuando no auxílio aos países na tentativa de conter ou prevenir crises econômicas com origens e naturezas diversas.

Saiba mais: União Europeia — importante organismo internacional criado no contexto pós-Segunda Guerra mundial

História do Banco Mundial

O Banco Mundial foi criado no contexto da Conferência de Bretton Woods em 1944, formalmente chamada de Conferência Monetária e Financeira das Nações Unidas, realizada na região de mesmo nome, que fica na cidade de Carroll, situada no estado de Nova Hampshire, nos Estados Unidos. Essa conferência reuniu 730 representantes de 44 países um ano antes do término oficial da Segunda Guerra Mundial (1936-1945), mais precisamente em julho de 1944.

O propósito da reunião foi a discussão de um novo sistema monetário internacional a ser implementado após o final da guerra, além de como seria realizada a retomada econômica dos países atingidos pelos conflitos. Uma dessas soluções foi a criação de duas organizações internacionais independentes, associadas à ONU, que trabalhariam no sentido da reconstrução das economias nacionais e restabelecimento do crescimento e equilíbrio do sistema econômico mundial. No primeiro caso, foi criado o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento, futuramente Banco Mundial.

Os primeiros empréstimos do Banco Mundial foram concedidos à França. Após a instalação do Plano Marshall na Europa, essa instituição se voltou a financiar projetos de infraestrutura em todo o mundo, como nos setores de irrigação, energia e transporte. O Chile foi o primeiro país fora do continente europeu a receber aportes financeiros dessa instituição, para a construção de plantas hidrelétricas no país, o que se deu em 1948.

A parir dos anos 1970, o Banco Mundial passou a atuar em projetos voltados à redução da pobreza no mundo e na conservação do meio ambiente. No segundo caso, um dos primeiros empréstimos efetivados foi para o Brasil, no ano de 1971, para o controle da poluição. Com o passar do tempo, novos membros foram sendo aceitos, e o Banco Mundial foi também ampliando suas regras e escopo de trabalho. Hoje, tem como ênfase a busca pelo desenvolvimento sustentável em países emergentes.

Cabe ressaltar que a instituição recebe atualmente uma série de críticas referentes à sua organização, estrutura e conduta. Dentre essas críticas está a preponderância dos países mais ricos, sobretudo os Estados Unidos, na tomada de decisões, além do tratamento diferencial que é oferecido aos países considerados em desenvolvimento frente às nações mais pobres.

Créditos de imagem

[1] monticello / Shutterstock

[2] Andriy Blokhin / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Banco Mundial"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/banco-mundial-world-bank.htm. Acesso em 25 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas