Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Combustíveis

Os combustíveis são substâncias capazes de produzir energia térmica por meio de uma reação química.

Região urbana com a presença de um caminhão, de vários carros e de indústrias lançando fumaça na atmosfera.
Apesar de sua importância, os combustíveis estão no centro das discussões sobre o meio ambiente.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Os combustíveis são substâncias que, ao sofrerem uma reação química com outra, acabam produzindo energia térmica. Essa energia pode ainda ser convertida em energia mecânica, a fim de realizar trabalho. Os combustíveis podem ser divididos entre renováveis e não renováveis, apresentando-se nos estados sólido, líquido ou gasoso. Devido à grande emissão de gases poluentes na atmosfera pela utilização de combustíveis fósseis (não renováveis), busca-se uma maior utilização de combustíveis renováveis como fontes alternativas de energia.

Leia também: Qual é o combustível que mais polui a atmosfera?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre combustíveis

  • Os combustíveis são substâncias que, ao sofrerem uma reação química com outra, produzem energia térmica.
  • A energia térmica produzida pode também ser convertida em energia mecânica.
  • Busca-se combustíveis de baixo custo e bom conteúdo energético, também de grande disponibilidade e facilidade de transporte.
  • Os combustíveis podem ser divididos entre renováveis e não renováveis, podendo se apresentar nos estados sólido, líquido e gasoso.
  • O conteúdo energético de um combustível é medido por meio de seu poder calorífico.
  • Os combustíveis possuem grandes aplicações na indústria e na socidade, como para geração de energia, aquecimento, culinária ou alimentar motores.
  • O primeiro uso de combustível pela humanidade se deu na descoberta do fogo.

O que são combustíveis?

De maneira simples, podemos entender os combustíveis como substâncias que, ao sofrerem uma reação química com outra, produzem energia térmica. Tal energia produzida também pode ser convertida em energia mecânica e, assim, ser utilizada para trabalho mecânico.

Entre as características desejadas para um combustível, estão: baixo custo por conteúdo energético; disponibilidade; facilidade de transporte e armazenamento; possibilidade de utilização com as tecnologias disponíveis; além de baixo custo operacional e de investimento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os tipos de combustíveis?

É possível classificar os combustíveis em duas classes básicas: os renováveis, geralmente de fontes vegetais, e os não renováveis, os quais englobam os combustíveis fósseis e os combustíveis nucleares.

Ainda dentro dessa classificação, podemos diferenciar os combustíveis de acordo com seu estado físico de agregação: podem ser sólidos, líquidos e gasosos. Entenda melhor a seguir.

  • Combustíveis renováveis: são assim chamados porque derivam de fontes inesgotáveis de energia, pois suas quantidades se renovam constantemente ao serem usadas. São também ambientalmente mais limpos, afinal, emitem uma menor quantidade de gases do efeito estufa. São exemplos:
  • Combustíveis não renováveis: são oriundos de fontes finitas e esgotáveis. Isso porque a sua reposição na natureza é demasiada lenta, necessitando de milhões de anos sob condições específicas de temperatura e pressão para sua formação. Alguns combustíveis não renováveis, mais especificamente os fósseis, aumentam a quantidade de gases do efeito estufa na atmosfera. São exemplos:

Veja também: Hulha — um tipo de carvão mineral que dá origem a três frações de grande interesse comercial

Qual a importância dos combustíveis?

É difícil imaginar processos industriais sem a utilização de combustíveis. Até porque é necessária energia para que haja a transformação de uma matéria, por exemplo. E, muitas vezes, os combustíveis serão a fonte de energia.

Os combustíveis são utilizados de acordo com seu conteúdo energético. Tal conteúdo é mensurado de acordo com uma constante, o poder calorífico, medido em unidades de energia (Joule ou caloria) por unidade de massa.

A tabela a seguir traz esses valores.

Combustível

Poder calorífico

Hidrogênio

120-142 MJ/kg

Metano

50-55 MJ/kg

Metanol

22,7 MJ/kg

Etanol

27,3 MJ/kg

Gasolina

44-46 MJ/kg

Diesel

42-46 MJ/kg

GLP

46-51 MJ/kg

Gás natural

42-55 MJ/kg

Lenha (seca)

16 MJ/kg

Carvão mineral (sub-betuminoso)

17,4-23,9 MJ/kg

Urânio natural

500 GJ/kg

Urânio enriquecido (3,5% de 235U)

3900 GJ/kg

Observação: MJ (megajoule) = 106 J; GJ (gigajoule) = 109 J.

Aplicações dos combustíveis

Os combustíveis servem para a produção de energia térmica. Essa energia produzida pode ser aplicada de diversas formas, como para mover turbinas em usinas termelétricas. Em usinas nucleares, a fissão do combustível gera energia térmica, utilizada para produção de energia elétrica.

Industrialmente, o combustível também pode ser utilizado para aquecimento. No refino de petróleo, por exemplo, as torres de destilação precisam de altíssimas temperaturas para vaporizar o petróleo. Nas residências, os combustíveis tomam propósitos diversos. Entre os principais combustíveis para o aquecimento dos lares, estão a lenha, os gases naturais e o liquefeito de petróleo. Para fins culinários, estes também se apresentam como protagonistas, junto ao carvão vegetal.

Vista aproximada de carne, cogumelo e pimentão sendo assados em espetos em uma churrasqueira com carvão vegetal.
O carvão vegetal é empregado na culinária, principalmente para fazer churrasco.

Além disso, meios de transporte são movidos por meio da energia gerada pelos combustíveis em seus motores, como é o caso de automóveis, navios, aviões e alguns modelos de trens. Gasolina, diesel e querosene são exemplos de combustíveis líquidos empregados para esses fins, embora existam também o etanol, o gás natural veicular e pesquisas para a utilização de combustíveis mais limpos e de bom poder calorífico, como o caso do gás hidrogênio.

História dos combustíveis

Fogueira acesa com toras de madeira como combustível.
A relação da humanidade com os combustíveis se iniciou com a descoberta do fogo.

A primeira utilização de um combustível pelo ser humano coincidiu com a primeira reação química da história: a descoberta do fogo. Assim, a madeira e a biomassa se tornaram o principal combustível da humanidade, até que, durante a Idade Média européia, com o aumento considerável da população, houve a transição para o carvão.

A partir daí, o carvão aliviava as terras superficiais, uma vez que podia ser minerado. Outro ponto importante era o fato de que ele tornou o aquecimento das casas mais barato e permitiu o desenvolvimento de uma engenharia que foi muito importante na Primeira Revolução Industrial.

O século XX trouxe a grande demanda da eletricidade. As casas passaram a contar com aparelhos que necessitavam dessa fonte de energia, o que aumentou bastante a demanda por energia. O mercado de automóveis também aumentava, assim como um mundo mais globalizado necessitava de comércio entre as nações.

Tudo isso desencadeou uma utilização desenfreada dos combustíveis fósseis, principalmente o petróleo. A disponibilidade de uma energia barata trouxe seu preço: já na metade do século XX, levantava-se preocupações de até quando os combustíveis fósseis durariam.

As crises econômicas e os problemas ambientais ocasionados pela utilização dos combustíveis fósseis também começaram a se tornar protagonistas, obrigando as nações a buscarem outras fontes de energia.

Um exemplo disso foi o Programa Nacional do Álcool (Pró-Álcool), criado em 1975. Tal programa buscava impulsionar a produção e venda de automóveis movidos a etanol, de modo a diminuir a dependência do país pelo petróleo e assim não sofrer com suas volatilidades de mercado. Atualmente, o foco está na busca de combustíveis mais eficientes e menos agressivos ao meio ambiente. É, inclusive, uma demanda da sociedade, principal consumidora dos combustíveis.

Exercícios resolvidos sobre combustíveis

Questão 1

(Enem) Considera-se combustível aquele material que, quando em combustão, consegue gerar energia. No caso dos biocombustíveis, suas principais vantagens de uso são a de serem oriundos de fontes renováveis e a de serem menos poluentes que os derivados de combustíveis fósseis. Por isso, no Brasil, tem-se estimulado o plantio e a industrialização de sementes oleaginosas para produção de biocombustíveis. No quadro, estão os valores referentes à energia produzida pela combustão de alguns biocombustíveis:

Tabela indicando cinco biocombustíveis e os respectivos valores referentes à energia produzida pela combustão.

Disponível em: http://www.biodieselecooleo.com.br. Acesso em: 8 set. 2010 (adaptado).

Entre os diversos tipos de biocombustíveis apresentados no quadro, aquele que apresenta melhor rendimento energético em massa é proveniente

A) da soja.

B) do dendê.

C) do babaçu.

D) da mamona.

E) da cana-de-açúcar.

Resolução:

Alternativa A

Entre os biocombustíveis apresentados, o de melhor rendimento energético em massa será o de maior poder calorífico, visto que ele apresenta maior conteúdo energético por unidade de massa. Ao se avaliar a tabela, o combustível que obedece a esse critério é o biodiesel da soja.

Questão 2

(UFJF) Os melhores combustíveis para uso em foguetes são aqueles que, na menor massa possível, liberam a maior quantidade de energia na sua queima para propelir o voo. O quadro abaixo mostra alguns combustíveis e suas entalpias de combustão.

Tabela indicando alguns combustíveis e suas entalpias de combustão.

Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que o melhor combustível para ser utilizado em foguetes é o:

A) metanol, porque é um álcool de baixa massa molar.

B) etanol, porque é um combustível potente.

C) octano, porque apresenta o maior valor de entalpia de combustão por grama de combustível.

D) octano, porque é o combustível com maior massa molar.

E) benzeno, porque tem massa e ΔHcombustão intermediários.

Resolução:

Alternativa C

Dados: massas atômicas (em u): H = 1; C = 12; O = 16.

O melhor combustível para o foguete será aquele de maior poder calorífico. Contudo, a leitura do poder calorífico não pode ser feita de forma direta, visto que a tabela apresenta os valores em entalpia de combustão (a quantidade de calor produzida na combustão de 1 mol da substância).

Assim, como o poder calorífico pode ser dado em kJ/g (unidade de energia por unidade de massa), todos os valores de entalpia de combustão devem ser divididos pela massa molar de cada combustível, de modo a fazer a conversão de entalpia de combustão para poder calorífico.

Assim, temos que (o sinal negativo apenas indica que o processo é exotérmico e, por isso, não será considerado para a conversão para o poder calorífico):

  • metanol → 726 kJ/1 mol → 726 kJ/32 g = 22,7 kJ/g
  • etanol → 1368 kJ/1 mol → 1368 kJ/46 g = 29,7 kJ/g
  • benzeno → 3268 kJ/1 mol → 3268 kJ/78 g = 41,2 kJ/g
  • octano → 5471 kJ/1 mol → 5471 kJ/118 g = 46,4 kJ/g

Dessa forma, conclui-se que o octano é o combustível mais adequado para ser utilizado em foguetes entre os disponíveis.

Crédito de imagem

[1] Benjamin Clapp / Shutterstock

 

Por Stéfano Araújo Novais
Professor de Química

Escritor do artigo
Escrito por: Stéfano Araújo Novais Stéfano Araújo Novais, além de pai da Celina, é também professor de Química da rede privada de ensino do Rio de Janeiro. É bacharel em Química Industrial pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e mestre em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

NOVAIS, Stéfano Araújo. "Combustíveis"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/combustivel.htm. Acesso em 19 de junho de 2024.

Artigos Combustíveis


Álcool combustível

Conheça as propriedades químicas e físicas do álcool combustível e quais sõa as vantagens de sua utilização.
Química

Álcool versus Gasolina

Qual desses combustíveis polui menos?
Química

Alimentos e Biocombustíveis

Será que a produção de biocombustíveis irá crescer tanto a ponto de atrapalhar a produção de alimentos? Inteire-se sobre esse assunto.
Química

Antidetonantes

Descubra porque se adicionam antidetonantes na gasolina e qual é o principal aditivo misturado à gasolina do Brasil.
Química

Bicombustível usado na Rio+20

Conheça o conceito de biocombustível e como ele será usado na Rio+20, as vantagens e desvantagens de seu uso.
Química

Biodiesel de Algas

Veja as vantagens e desvantagens de uma fonte energética que está despontando como uma revolução na produção de biocombustíveis: o biodiesel de algas.
Química

Biodiesel no Brasil

Veja como está a situação da produção, consumo e legislação do Brasil referentes ao biodiesel.
Química

Bioetanol de Algas

Conheça o bioetanol de algas e como é feita a sua produção, além de conferir quais são as vantagens e entraves para sua aplicação.
Química

Biogás

O biogás é uma mistura de gases, principalmente o metano, e é utilizado como fonte de energia renovável provinda da decomposição de matéria orgânica.
Química

Carvão mineral e carvão coque

Conheça seus processos de obtenção.
Química

Carvão Mineral ou Natural

Conheça a origem, a composição química, os tipos, as utilizações e as vantagens e desvantagens do carvão mineral como combustível.
Química

Classificação e qualidade da Gasolina

Entenda a classificação e a qualidade da gasolina usada no Brasil, além da diferença entre as gasolinas A, C, comum, aditivada, premium e podium.
Química

Combustíveis Fósseis

Entenda o que são os combustíveis fósseis e veja as particularidades de cada um.
Química

Combustíveis renováveis por meio da Pirólise

A pirólise é um tipo de reação de decomposição ou análise, em que uma substância é decomposta em outras, pela ação do calor do fogo.
Química

Combustível Hidrogênio

Veja as propriedades, fontes de obtenção e vantagens do uso do combustível que é considerado o combustível do futuro: o combustível hidrogênio.
Química

Combustível Líquido

A constituição, as classes, e a divivisão segundo a volatilidade em que cada combustível líquido se enquadra, são assuntos considerados nesse texto.
Química

Como o petróleo é transportado?

Veja como é realizado o transporte do petróleo até as refinarias e indústrias e saiba como isso tem gerado impactos ambientais graves ao ecossistema aquático.
Química

Composição orgânica do petróleo

Uma mistura complexa de hidrocarbonetos
Química

Craqueamento do petróleo

Conheça o craqueamento do petróleo, um processo que sem o qual não seria produzida a quantidade de gasolina necessária para suprir a demanda mundial.
Química

Diesel de consumo brasileiro é um dos piores do mundo!

O Brasil produz o melhor, mas consome o pior.
Química

Estado físico dos Combustíveis

Variedade de combustíveis em relação aos seus estados naturais.
Química

Funcionamento do Motor de Combustão

Conheça o processo de funcionamento de um motor de combustão e veja a importância de se usar uma gasolina de alta octanagem.
Química

Gás GLP

Conheça as características deste gás vastamente utilizado.
Química

Gás natural combustível

O gás natural é uma fonte de energia "limpa", constituída principalmente de metano. Veja mais detalhes sobre os benefícios e as desvantagens de seu uso lendo esse artigo.
Química

Gasogênio

Veja quais incovenientes eram apresentados pelo uso do Gasogênio (gás obtido por meio da queima de carvão), que levaram à sua extinção.
Química

Gasolina

Conheça mais detalhes da constituição do combustível mais usado atualmente nos motores dos automóveis: a gasolina.
Química

Gasolina: explosão de hidrocarbonetos

O que faz este combustível gerar energia?
Química

Hulha

Conheça a constituição química da hulha ou carvão de pedra, além de ver os produtos originados por ela e suas amplas aplicações.
Química

Índice de Cetano

Percentual volumétrico de cetano e alfametilnaftaleno, óleo combustível, combustíveis diesel, velocidade de ignição, injeção de combustível, combustão, valores de índice de cetano, erosão...
Química

Número de Octanagem de combustíveis

O que é número de octanagem, percentual de isoctano e de heptano, resistência de um combustível a auto-inflamar-se, índice de octanagem, chumbo tetra-etila, número de octano de um combustível.
Química

O que é o pré-sal?

O “pré-sal” é uma área de reservas petrolíferas que fica debaixo de uma profunda camada de sal, formando uma das várias camadas rochosas do subsolo marinho.
Química

Obtenção do Biodiesel

De onde é retirada esta forma de energia renovável?
Química

Óleo diesel

Clique neste link e conheça as particularidades do combustível mais importante para o transporte de cargas no Brasil, o óleo diesel. Conheça sua forma de obtenção a partir da destilação...
Química

Petróleo extrapesado

A primeira extração mundial em campos marítimos.
Química

Por que a Gasolina polui?

Combustível constituído por hidrocarbonetos, poluente da atmosfera, estrutura molecular da gasolina, dióxido de carbono, óxidos de nitrogênio, monóxido de carbono, combustão incompleta,...
Química

Produção de Biocombustível

De onde retirar esta energia limpa?
Química

Qual é o combustível que mais polui a atmosfera?

Emissão de gases poluentes, álcool, diesel, gasolina, biodiesel, fermentação da cana-de-açúcar, monóxidos de carbono, efeito estufa, aquecimento global, catalisadores, dioxinas presentes no...
Química

Querosene

Clique aqui e saiba o que é querosene. Conheça seus tipos e suas principais características. Descubra quais são suas aplicações.
Química

Refinamento do petróleo

Entenda o que é o refinamento do petróleo, como e onde ele é feito, quais são as frações de petróleo obtidas e as suas aplicações.
Química