Gasolina

Química

PUBLICIDADE

A gasolina é o carburante mais utilizado atualmente nos motores endotérmicos, sendo uma mistura de hidrocarbonetos (compostos orgânicos que contém átomos de carbono e hidrogênio) obtidos do petróleo bruto, por intermédio de vários processos como o “cracking”, destilação e outros. Os hidrocarbonetos que compõem a gasolina são formados por moléculas de menor cadeia carbônica (normalmente cadeias de 4 a 12 átomos de carbono).

A gasolina pode conter (em menor quantidade) substâncias cuja fórmula química contém átomos de nitrogênio, enxofre, metais, oxigênio, etc. Esse combustível é um líquido volátil e inflamável, a faixa de destilação da gasolina automotiva varia de 30 a 220 °C.
Essas gasolinas possuem aditivos que visam melhorar a performance do combustível, como:

1. Inibidor de corrosão: agente que protege as zonas de circulação de combustível de forma a reduzir a corrosão provocada;

2. Detergente: reduz os depósitos no sistema de injeção e no motor de forma a melhorar a combustão;

3. Agente veículo (solvente sintético): é muito estável a altas temperaturas, por isso provoca resíduos minúsculos durante a combustão que se realiza na câmara de combustão do motor;

4. Desmulsificante: esse aditivo promove a separação da água no sistema de distribuição e armazenagem do combustível, de forma a diminuir a corrosão daí resultante.

O grande crescimento da produção de gasolina é produto do desenvolvimento da indústria automobilística. Este crescente aumento é possível através do refino e também de processos de transformação de frações pesadas. Esses processos fazem aumentar o rendimento total do produto em relação ao petróleo no estado puro.

As empresas petrolíferas são as responsáveis pela fabricação das diversas frações de petróleo constituintes da gasolina e pela mistura dos aditivos, mas é válido ressaltar que este trabalho é feito através de formulações convenientemente definidas para atender aos requisitos de qualidade do produto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Líria Alves
Graduada em Química

Os aditivos da gasolina melhoram o desempenho do combustível.
Os aditivos da gasolina melhoram o desempenho do combustível.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Gasolina "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/gasolina.htm. Acesso em 15 de janeiro de 2021.

Artigos Relacionados
Entenda o que é o refinamento do petróleo, como e onde ele é feito, quais são as frações de petróleo obtidas e as suas aplicações.
Descubra porque se adicionam antidetonantes na gasolina e qual é o principal aditivo misturado à gasolina do Brasil.
Conheça o processo de funcionamento de um motor de combustão e veja a importância de se usar uma gasolina de alta octanagem.
Veja como cientistas conseguem transformar gás carbônico em gasolina e assim dar uma nova alternativa para acabar com a poluição do planeta.
Entenda o que são os combustíveis fósseis e veja as particularidades de cada um.
Clique e conheça a forma de obtenção, as características, a composição química e as principais utilizações do querosene.
Qual a diferença entre a gasolina aditivada e a gasolina comum?, qual a diferença da gasolina aditivada, gasolina aditivada, gasolina comum, porque a gasolina aditivada é mais cara, diferença entre a gasolina, combustível.
Entenda a classificação e a qualidade da gasolina usada no Brasil, além da diferença entre as gasolinas A, C, comum, aditivada, premium e podium.
Combustível constituído por hidrocarbonetos, poluente da atmosfera, estrutura molecular da gasolina, dióxido de carbono, óxidos de nitrogênio, monóxido de carbono, combustão incompleta, catalisadores, smog.
Qual desses combustíveis polui menos?