Topo
pesquisar

Carvão mineral e carvão coque

Química

O coque surge da queima do carvão mineral.
O coque surge da queima do carvão mineral.
PUBLICIDADE

Para diferenciar os tipos de carvão precisamos nos ater ao processo de formação dos mesmos.

Carvão mineral

O carvão mineral contém uma grande porcentagem do elemento Carbono. Existem várias formas deste tipo de carvão, entre elas: turfa, linhito, antracito e hulha. Essa última contém de 70 a 90% de carbono total. Todas essas formas tiveram origem de um único processo: transformação da celulose de árvores soterradas.

O aparecimento do carvão mineral se dá pela perda de hidrogênio e oxigênio com grande enriquecimento de carbono.

Carvão coque

O carvão coque é um subproduto do carvão mineral, é obtido através do processo denominado de coqueificação, onde o carvão mineral é submetido a altas temperaturas na ausência de oxigênio. O coque aparece ao final da queima, na forma de um resíduo sólido e poroso.

Por que esse processo precisa ocorrer na ausência de oxigênio? Durante a queima são liberados gases oriundos da composição do carvão mineral que podem entrar em combustão, prejudicando o produto final, que no caso é o coque.

Por Líria Alves
Graduada em Química

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Carvão mineral e carvão coque"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/carvao-mineral-carvao-coque.htm. Acesso em 18 de agosto de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola