Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Idade Média

Idade Média (476 a 1453) ficou marcada pelo feudalismo, pela influência da Igreja, e pelas Cruzadas e Inquisição. Encerrou-se com a crise do século XIV e a expansão marítima.

Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A Idade Média é o nome do período da história localizado entre os anos 476 e 1453. A nomeação “Idade Média” é utilizada pelos historiadores dentro de uma periodização que engloba quatro idades: Antiga, Média, Moderna e Contemporânea. Quando nos referimos à Idade Média, geralmente referimo-nos a assuntos relacionados, direta ou indiretamente, com a Europa.

A Idade Média iniciou-se com a desagregação do Império Romano do Ocidente, no século V. Isso deu início a um processo de mescla da cultura latina, oriunda dos romanos, e da cultura germânica, oriunda dos povos que invadiram e instalaram-se nas terras que pertenciam a Roma, na Europa Ocidental.

Desse período destacam-se o processo de ruralização que a Europa viveu entre os séculos V e X; o fortalecimento da Igreja Católica; a estruturação do sistema feudal, não apenas economicamente mas também política e socialmente. A partir do século XI, o renascimento urbano e comercial abre caminho para a crise do século XIV, que determina o fim da Idade Média.

Acesse também: Escolástica: uma importante corrente filosófica da Idade Média

Tópicos deste artigo

Quando começou e quando terminou a Idade Média?

Como mencionado, a Idade Média é assim chamada dentro de uma periodização, estipulada pelos historiadores, que a determina entre os anos de 476 e 1453. O que estipula o início da Idade Média é a destituição de Rômulo Augusto do trono romano, em 476, e o que estipula seu fim é a conquista de Constantinopla pelos otomanos, em 1453.

A Idade Média é dividida pelos historiadores em duas grandes fases, que são:

  • Alta Idade Média: século V ao século X;

  • Baixa Idade Média: século XI ao século XV.

Durante a Alta Idade Média, a Europa passava pelas transformações derivadas da desagregação do Império Romano e o feudalismo estava em formação. A Baixa Idade Média foi o período auge do feudalismo e no qual a Europa começou a sofrer transformações oriundas do renascimento urbano e comercial.

Por que o nome “Idade Média”?

A Idade Média durou de 476 a 1453, e seu nome foi resultado de uma visão negativa que os renascentistas tinham do período.
A Idade Média durou de 476 a 1453, e seu nome foi resultado de uma visão negativa que os renascentistas tinham do período.

O nome Idade Média, usado para referir-se a esse período entre 476 e 1453, foi uma invenção dos renascentistas. Uma das primeiras menções a essa época como “tempo médio”, segundo o historiador Hilário Franco Júnior, remonta ao bispo italiano Giovanni Andrea|1|. Essa ideia popularizou-se no século XVI, durante o renascimento.

O sentido por trás dessa nomenclatura era pejorativo, uma vez que, na visão dos renascentistas, a Idade Média teria sido um tempo marcado pela interrupção da tradição clássica, isto é, greco-romana. Nessa perspectiva, tal tradição estava sendo retomada na época deles, inclusive, por isso, eles chamaram seu próprio período de “renascimento”.

Eles acreditavam estar vivendo um momento de renascimento intelectual, científico e artístico. Isso nos leva a concluir que, na ótica renascentista, a Idade Média era um período ruim, de atraso e de interrupção no progresso humano. Outros grupos, conforme seus interesses, teciam suas críticas a essa Idade, sempre a taxando como “ignorante”.

Essa visão negativa fez com que muitos a chamassem de “Idade das Trevas”, um termo negativo e rechaçado pelos historiadores. A primeira menção à Idade Média dessa maneira remonta a Francesco Petrarca, que, no século XVI, já a chamava de “tenebrae”.

Acesse também: A história de Jerusalém, cidade sagrada para os cristãos medievais

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Feudalismo

O feudalismo é o termo que usamos para toda organização social, política, cultural, ideológica e econômica que existiu na Europa durante a Idade Média. Esse conceito explica a estruturação da sociedade da Europa Ocidental, e a organização que ele representa existiu, na sua forma clássica, entre os séculos XI e XIII, aproximadamente.

Do século V ao século X, o feudalismo estava em processo de estruturação, uma vez que as relações políticas características da vassalagem estavam em formação, o poder da Igreja Católica estabelecia-se aos poucos, e a ruralização e feudalização da Europa desenvolviam-se.

Do século XI ao século XIII, o feudalismo estava no seu auge, sobretudo nas regiões que hoje correspondem à Alemanha, à França, e ao norte da Itália e da Inglaterra. A partir do século XIV, o sistema feudal entra em decadência, uma vez que a Europa urbanizava-se e o comércio ganhava importância.

No feudalismo, os castelos eram um importante centro de poder, pois neles viviam os senhores feudais. [1]
No feudalismo, os castelos eram um importante centro de poder, pois neles viviam os senhores feudais. [1]

No aspecto econômico, podemos dizer que o feudalismo era um sistema baseado na produção agrícola e na exploração servil dos camponeses. Com o fim do Império Romano, a Europa Ocidental ruralizou-se e as pessoas empobrecidas passaram a estabelecer-se nas cercanias de grandes propriedades rurais, à procura de comida e proteção. Dessa situação criou-se a relação de dependência entre o senhor feudal e o camponês.

O senhor feudal, dono das terras, permitia que o camponês ficasse nelas, desde que este cultivasse-as e entregasse parte do que tinha sido produzido àquele. O camponês era sujeito a uma série de tributos a serem pagos aos senhores feudais, tais como a corveia, a talha e a banalidade. O senhor feudal, por sua vez, tinha como obrigação proteger aqueles instalados em sua propriedade.

No âmbito religioso, a Igreja Católica era dona de grande influência, uma vez que seu poder chegava a atingir decisões do poder secular. A Igreja também elaborava a construção ideológica que justificava as desigualdades do mundo feudal. Na visão estipulada por ela, e abraçada pela nobreza, os servos cumpriam seu papel por uma designação divina.

A relação de suserania e vassalagem existente entre reis e nobres medievais era uma das principais formas de organização política na Idade Média.
A relação de suserania e vassalagem existente entre reis e nobres medievais era uma das principais formas de organização política na Idade Média.

A sociedade feudal era estamental, isto é, dividida em classes com funções muito bem definidas, e na qual a ascensão social era bastante difícil. Nela existiam três grandes classes sociais:

  • Nobreza (bellatores): classe privilegiada, detentora de terras, que tinha como função, dentro da ideologia medieval, proteger a sociedade;

  • Clero (oratores): membros da Igreja Católica que cumpriam funções religiosas. Também era uma classe privilegiada, uma vez que a Igreja detinha riqueza, poder e terras;

  • Camponeses (laboratores): grupo empobrecido que sustentava a sociedade feudal por meio de seu trabalho e dos altos impostos que pagava.

No aspecto político, a vassalagem era uma das grandes manifestações do feudalismo. Essa estrutura surgiu por volta do século VIII e estabelecia as relações de poder entre rei e nobres de cada reino.

Por meio da vassalagem, o rei (suserano) e os nobres (vassalos) realizam um acordo estabelecendo laços de fidelidade entre si. Os vassalos recebiam um feudo (terra) e tinham como obrigação auxiliar o seu suserano na execução da justiça, na administração do reino e na guerra, se necessário.

Principais acontecimentos

A Idade Média foi muito longa e, logicamente, impactada por diferentes acontecimentos importantes para a história humana. A Idade Média, em si, é fruto do fim do Império Romano do Ocidente, após o qual uma série de reinos germânicos estabeleceu-se na Europa Ocidental.

O caso mais simbólico foi o dos francos, povo germânico que se estabeleceu na Gália e formou um reino governado, primeiro, pelos merovíngios e, depois, pelos carolíngios. Estes foram a primeira grande dinastia a governar um reino na Europa, e, por meio de Carlos Magno, seu principal rei, formaram um império com um território bastante vasto.

O surgimento do islamismo no século VII marcou um rompimento do Ocidente com o Oriente, sobretudo quando os muçulmanos conquistaram a Península Ibérica. O avanço muçulmano na Europa só foi interrompido por Carlos Martel, em 732. Séculos depois, a Igreja Católica encontrou na guerra contra os muçulmanos uma forma de estender sua riqueza até o Oriente.

A Inquisição foi um dos eventos mais importantes da Idade Média. Nela, todos aqueles que não seguiam a doutrina da Igreja eram perseguidos e mortos.
A Inquisição foi um dos eventos mais importantes da Idade Média. Nela, todos aqueles que não seguiam a doutrina da Igreja eram perseguidos e mortos.

As Cruzadas ocorreram do século XI ao século XII e mobilizaram tropas cristãs contra os muçulmanos, na Palestina e no norte da África. Ao todo foram nove cruzadas, sendo a primeira delas convocada pelo Papa Urbano II, em 1095. A nona Cruzada foi encerrada em 1272, e o objetivo inicial dos cristãos (conquistar Jerusalém) não foi alcançado.

Outros destaques que podem ser feitos sobre a Idade Média são o Império Bizantino e o estabelecimento da Inquisição. Assuntos também relevantes são a cultura e a ciência medievais, geralmente pouco estudadas.

Acesse também: Os cátaros - saiba como a Igreja tratou esse grupo considerado herético

Fim da Idade Média

O fim da Idade Média tem relação com o renascimento urbano e comercial que a Europa experimentou a partir do século XI. Novas técnicas agrícolas permitiram o aumento da produção de víveres, gerando um excedente que pôde ser comercializado. O aumento na produção de alimentos garantiu um aumento populacional, mas também do comércio e, consequentemente, da circulação de moeda.

Com o aumento populacional, o número de pessoas mudando-se para as cidades aumentou e a quantidade de comerciantes ao redor delas também. O século XIII intensifica esse processo de êxodo rural, pois as produções agrícolas ruins fizeram com que muitos buscassem sobreviver nas cidades.

A Peste Negra causou a morte de cerca de 1/3 da população europeia ao longo do século XIV.
A Peste Negra causou a morte de cerca de 1/3 da população europeia ao longo do século XIV.

O século XIV é quando os historiadores estipulam a fronteira final da Idade Média. Trata-se de um século de crise, caracterizado por guerras que causaram destruição e geraram mais fome, e isso resultou na Peste. O século XIV é marcado pela famosa Peste Negra — surto de peste bubônica responsável pela morte de 1/3 da população europeia ao longo desse período.

A fome gerou grandes revoltas de camponeses, sobretudo a partir do século XIII, e o crescimento urbano colocou fim no isolamento feudal. Revoltas também aconteceram nas grandes cidades, principalmente pela falta de empregos. Novas estruturas de poder começaram a surgir, a organização política dos reinos modificou-se e, assim, surgiram os Estados nacionais.

O enfraquecimento do feudalismo e o fortalecimento do comércio resultaram no mercantilismo. Quando Constantinopla cai e o comércio com o Oriente fecha-se, a Europa volta-se para o Oeste. A exploração do Oceano Atlântico abriu novas fronteiras e consolidou o fim da Idade Média.

Notas

|1| JUNIOR, Hilário Franco. A Idade Média: nascimento do Ocidente. São Paulo: Brasiliense, 2006, p. 11.

Crédito da imagem

[1] Lucamato e Shutterstock

 

Por Daniel Neves
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Idade Média"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/idade-media.htm. Acesso em 06 de julho de 2022.

Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

(Consesp-adaptado) Na Idade Média a sociedade era profundamente dominada pela religiosidade e misticismo, no imaginário comum interpretava-se o surgimento de doenças e epidemias como sendo resultados da ira divina, pelos pecados humanos. Entretanto registra-se neste período falta de higiene, de água tratada e de um sistema de esgoto, que provocou surtos de epidemias que mataram milhares de pessoas.

Durante esse período ocorreu um dos maiores surtos epidêmicos, conhecido por:

a) Surto de Gripe H1N1.

b) Peste Negra.

c) Gripe Espanhola.

d) Foco de Varíola.

e) Peste de Atenas

Exercício 2

O conflito travado por ingleses e franceses de 1337 a 1453 ficou conhecido como:

a) Cruzada Albigense.

b) Guerra dos Trinta Anos.

c) Guerra dos Camponeses.

d) Guerra dos Cem Anos.

e) Guerra Normanda.

Artigos Idade Média


Antes do islamismo, os beduínos do deserto prestavam adoração a vários deuses.
História Geral

A Arábia antes do Islã

O mundo árabe antes da religião muçulmana.

Brasão do Sacro Império Romano – Germânico
História Geral

A Formação do Sacro Império

A união entre Igreja e Coroa e a formação do Império.

Mosteiro de Monte Cassino na Itália, construído por São Bento de Núrsia
História Geral

A Igreja e o Sacro Império

Encontros e desencontros entre Igreja e Coroa.

A Igreja enquanto Estado detinha o monopólio do saber
História Geral

A Igreja forma seu Estado

A Igreja forma o seu Estado representando o poder temporal e espiritual no medievo.

Papa Gregório VII, eleito pelo colégio dos Cardeais, proibiu a monarquia de interferir na escolha dos membros clericais
História Geral

A Querela das Investiduras

O conflito de poder entre Igreja e Império.

Diversas condições históricas contribuíram para a ascensão da Igreja na Idade Média
História Geral

A religiosidade medieval

Pontos fundamentais que marcam o cenário religioso da Idade Média.

A burguesia medieval estava próxima dos valores que impediam o rápido acúmulo de capitais
História Geral

A usura e o justo preço

Duas práticas que marcaram a economia comercial da Baixa Idade Média.

História Geral

Alta Idade Média

Acesse para saber do que se trata a Alta Idade Média. Conheça esse período específico da Idade Média e confira os seus principais acontecimentos.

O amor cortês desenvolveu-se por volta do século XII e destacou-se como um tipo de comportamento amoroso idealizador
História Geral

Amor cortês medieval

Conheça o amor cortês medieval, típico da Baixa Idade Média, e suas características, como a idealização da pessoa amada.

A heresia do arianismo se caracterizou por apresentar uma interpretação sobre a Trindade Santa (Pai, Filho e Espírito) contrária à ortodoxia
História Geral

Arianismo – A Heresia de Ário

Conheça o arianismo, nome pelo qual foi conhecida a heresia de Ário, que possuía uma interpretação sobre a Trindade que divergia da ortodoxia.

Os estilos românico e gótico indicaram a dinamicidade experimentada durante a Idade Média
História Geral

Arquitetura Medieval

As concepções e mudanças percebidas na arquitetura da Idade Média.

As corporações de ofício defendiam os interesses econômicos dos artesãos que a integravam
História Geral

As corporações de ofício

As organizações que modificaram as relações comerciais na Idade Média.

Caaba na cidade de Meca – centro de peregrinação religiosa muçulmana.*
História Geral

Ascensão e queda do Império Islâmico

O Império Islâmico proporcionou a difusão da fé islâmica pelo mundo, além de deixar um importante legado cultural à humanidade.

História Geral

Baixa Idade Média

Clique e conheça informações relativas à Baixa Idade Média. Entenda as principais características desse período e veja as transformações que a Europa sofreu nele.

História Geral

Bárbaros (povos germânicos)

Clique e entenda quem são os bárbaros. Veja como esse conceito surgiu entre os gregos, e conheça o caso dos povos germânicos, entendidos como bárbaros pelos romanos.

Uma caravana de camelo atravessando o deserto
História Geral

Caravanas de camelos na África da Idade Média

Saiba mais sobre as características das caravanas de camelos na África durante a Idade Média.

No Império Bizantino, a autoridade religiosa também estava concentrada na pessoa do imperador
História Geral

Cesaropapismo

Saiba o que foi o cesaropapismo e os motivos que o tornaram um fenômeno histórico tão importante para se compreender o Império Bizantino.

Os membros da Igreja tiveram grande poder e influência no mundo medieval.
História Geral

Clero

Clique aqui e aprenda a diferença entre o clero regular e o clero secular na Idade Média.

Os problemas do século XIV foram responsáveis por importantes transformações na sociedade feudal
História Geral

Crise do Século XIV

As tensões que marcaram as últimas décadas do período medieval.

Sorbonne, uma das mais antigas Universidades da Europa
História Geral

Educação na Idade Média

A Igreja foi essencial no processo da educação na Idade Média, ela foi a grande disseminadora de conhecimento e o seu papel foi preponderante para o nosso legado educacional contemporâneo.

Comércio de escravos em Bagdá (Iraque), no século XIII
História Geral

Escravidão no mundo muçulmano

Saiba mais sobre a prática da escravidão no mundo muçulmano e que finalidade tinha cada tipo de escravo.

Santo Agostinho e São Tomás de Aquino: dois expoentes do pensamento filosófico medieval.
História Geral

Filosofia Medieval

O desenvolvimento da Filosofia Medieval, um importante campo do conhecimento durante a Idade Média.

O rei Henrique V ampliou o domínio inglês sobre a França e participou dos conflitos na Normandia, em 1415.
História Geral

Guerra dos Cem Anos

Acesse o site e conheça quais foram as causas que levaram França e Inglaterra à Guerra dos Cem Anos. Acompanhe seu desenrolar e quais foram suas consequências.

Igreja valdense construída em Roma, Itália *
História Geral

Heresia dos valdenses

Clique e entenda o que era a heresia dos valdenses, como surgiu e qual era a doutrina defendida por eles.

Após a morte de Cristo, os apóstolos Pedro e Paulo foram os principais divulgadores do cristianismo
História Geral

História da Igreja Católica

Veja a história da Igreja Católica desde a perseguição, a liberdade e oficialidade de culto em Roma até a criação do Estado do Vaticano no século XX.

Apesar de ser considerada um pecado mortal, a prostituição foi tolerada na Idade Média. Na imagem, a representação das mulheres no inferno.*
História Geral

História da prostituição medieval

Conheça mais sobre a prostituição medieval e por que a Igreja católica tolerava esta prática.

No mapa acima, a cor azul representa os territórios conquistados pelo Império Bizantino.
História Geral

Império Bizantino

Acesse o site e conheça mais sobre o Império Bizantino. Veja a sua origem e a importância do reinado de Justiniano. Acompanhe as causas do seu declínio, em 1453.

História Geral

Império Carolíngio

Clique para saber mais sobre o Império Carolíngio. Entenda como foi formado, a que povo pertencia e veja detalhes sobre o reinado de Carlos Magno.

A Inquisição foi instituída no século XIII
História Geral

Inquisição

Saiba mais sobre o contexto de surgimento da inquisição na Idade Média.

Réplica de um tradicional barco viking, semelhante aos usados nas invasões normandas ao Reino dos Francos *
História Geral

Invasões normandas ao Reino dos Francos

Conheça as invasões normandas, as expedições que os dinamarqueses vikings realizaram pelo Reino dos Francos durante o século IX.

Irineu de Lyon e os demais “Pais da Igreja” foram responsáveis pela afirmação da ortodoxia cristã
História Geral

Irineu de Lyon contra o gnosticismo

Saiba mais sobre as críticas de Irineu de Lyon contra o gnosticismo e entenda as bases do Cristianismo Primitivo.

A literatura medieval teve grande avanço com a disseminação dos idiomas nacionais.
História Geral

Literatura Medieval

Um aspecto da cultura medieval que ainda exerce forte influência.

João Sem-Terra foi obrigado a assinar a Magna Carta mediante a pressão dos nobres britânicos.
História Geral

Magna Carta

O documento que limitou o poder monárquico na Inglaterra.

Escultura em relevo de Marcião mostrando seu cânone para os seus seguidores
História Geral

Marcionismo

Saiba mais sobre o Marcionismo, a seita herética fundada por Marcião de Sinope no século II d.C.

Representação de um iconoclasta realizando a destruição de imagens.
História Geral

Movimento Iconoclasta

A quebra de imagens como tentativa de purificação do cristianismo.

Tela do artista plástico Francisco Ricci intitulada Auto de fé (1683), cerimônia em que a sentença era anunciada às vítimas
História Geral

O Auto de fé

Cerimônia religiosa medieval que antecedia o julgamento inquisitório dos hereges.

As diferenças de fé e autoridade levaram à separação das igrejas - Oriental e Ocidental.
História Geral

O Cisma do Oriente

O processo que culminou na divisão entre as igrejas - Oriental e Ocidental.

Idade Média: período de lutas e conquistas
História Geral

O conceito de Idade Média

Conceito ou Preconceito?

Pintura que retrata a vida na Idade Média
História Geral

O poder da Igreja Católica no mundo feudal

O poder da Igreja Católica no mundo feudal foi caracterizado por sua forte estrutura política, econômica e espiritual.

Um artesão e seu aprendiz trabalhando à beira de uma fornalha
História Geral

Oficinas medievais

Uma instituição que marca o renascimento comercial na Idade Média.

Luís de Camões foi um dos consolidadores da língua portuguesa
História Geral

Origem da Língua Portuguesa

Conheça a história de origem da Língua Portuguesa e como ela se consolidou como o idioma oficial do Estado português.

A expansão marítima foi uma das soluções encontradas para se superar os entraves do século XV
História Geral

Os obstáculos do século XV

Os problemas que impediam a expansão da economia europeia.

Ilustração do século XIV com vítimas da peste negra recebendo como tratamento as bênçãos de um clérigo
História Geral

Peste negra

Clique e saiba mais informações a respeito da peste negra. Entenda como surgiu, como chegou à Europa e como era a vida das pessoas durante o surto dessa doença.

Acima, o documento Dictatus Papae, elaborado pelo Papa Gregório VII no século XI
História Geral

Reforma Gregoriana

Saiba o que foi a Reforma Gregoriana e o porquê de sua importância no contexto medieval.

Através de acordos e da doação de terras, Pepino,o Breve, estabeleceu laços políticos com a Igreja
História Geral

Reino dos Francos

As conquistas e reis que marcaram a formação do mais poderoso Estado da Alta Idade Média.

Martelo Mjolnir, símbolo do deus Thor *
História Geral

Religião Viking

Saiba mais sobre a religião dos Vikings, povos que habitaram o norte da Europa e que ficaram bastante conhecidos pelos seus guerreiros.

História Geral

Renascimento comercial e urbano

Clique e saiba do que se trata o renascimento comercial e urbano. Entenda as razões de cada processo e as mudanças que eles ocasionaram.

As jacqueries marcaram a revolta dos camponeses contra os senhores feudais.
História Geral

Revoltas Camponesas

O processo histórico que explica estes levantes medievais.

A bandeira do Sacro Império Germânico com seus diversos ducados integrantes
História Geral

Sacro Império Germânico

O Estado que conglomerou vários dos reinos germânicos da Europa.

Universidade medieval: mestres alunos em associação para o desenvolvimento do saber
História Geral

Universidades Medievais

As características e saberes propagados por essas antigas instituições de ensino.

Navio viking (chamado de drakkar) exposto no museu de Oslo, Noruega *
História Geral

Vikings

Saiba mais sobre os vikings, povos do norte da Europa conhecidos pelos saques e pela navegação, e descubra como era o seu modo de vida.

Sunitas e xiitas formam a mais importante divisão presente entre os muçulmanos.
História Geral

Xiitas x Sunitas

A mais importante divisão existente entre os muçulmanos.

PUBLICIDADE

Estude agora


Quem foi Nelson Mandela?

Assista a nossa videoaula para conhecer a história de Nelson Mandela (1918-2013). Confira também, no nosso...

Direitos das crianças no Brasil

Veja nesta videoaula o histórico dos direitos das crianças no Brasil, percorrendo o período colonial até a...