Topo
pesquisar

Gás natural combustível

Química

Gás natural: um combustível para automóveis
Gás natural: um combustível para automóveis
PUBLICIDADE

Gás natural é basicamente a mistura de hidrocarbonetos leves que à temperatura ambiente e pressão atmosférica permanecem no estado gasoso. O gás natural é mais leve que o ar, é inodoro, incolor e atóxico. É uma fonte de energia limpa, que pode ser usado nas indústrias, fazendo a substituição de outros combustíveis mais poluentes. As reservas de gás natural são muito grandes e os combustíveis possuem várias aplicações em nosso dia-a-dia, melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Classificação:

Na natureza, o gás natural é encontrado em acumulações de rochas porosas no subsolo (terrestre ou marinho), e em locais arenosos que contêm petróleo nas profundidades do subsolo. Ele pode ser classificado em duas categorias: associado e não associado:

Gás natural associado: é aquele que, no reservatório, encontra-se em companhia do petróleo, estando dissolvido no óleo ou sob forma de uma capa de gás, isto é, uma parte superior da acumulação rochosa, onde a concentração de gás é superior à concentração de outros fluídos como água e óleo.

Gás não associado: é aquele que, no reservatório, está livre do óleo ou este se encontra em concentrações muito baixas. Na acumulação rochosa porosa, a concentração de gás é predominante, permitindo a produção basicamente de gás.


Processo de obtenção do Gás Natural:

Etapa 1 - A etapa inicial é a exploração, que consiste em duas fases: a pesquisa e a perfuração do poço.

Etapa 2 - O gás deve passar por vasos separadores que são projetados e equipados para tirar os hidrocarbonetos e a água que estiver em estado líquido, e também as partículas sólidas.

Etapa 3 - Caso o gás esteja contaminado por compostos de enxofre, então ele é enviado para Unidades de Dessulfurização, onde esses contaminantes serão removidos.

Etapa 4 - Em seguida, uma parte do gás é utilizada no próprio sistema de produção, em processos conhecidos como rejeição e gás lift, com o objetivo de aumentar a recuperação de petróleo do reservatório.

Etapa 5 – Na etapa final o gás restante é enviado para processamento, que consiste na separação de seus componentes em produtos especificados e prontos para utilização.


Benefícios do gás natural como combustível:

• Além de terem um baixo custo, porque geralmente são gases obtidos como subprodutos, são combustíveis que formam com o ar uma mistura mais homogênea. Essa característica contribui para uma melhor distribuição nos cilindros, aumentando o rendimento do motor;

• Aumenta também a facilidade da partida a frio do motor;

• Causa um baixo impacto ambiental;

• Facilidade de manuseio e transporte.


Desvantagens do Gás Natural:

- Apresenta riscos de asfixia, incêndio e explosão.

- Por ser mais leve que o ar tende a se acumular nas partes mais elevadas quando em ambientes fechados.

- Por se tratar de um combustível fóssil, ele é uma energia não renovável, portanto, finita.

- Em caso de fogo em locais com insuficiência de oxigênio, poderá ser gerado monóxido de carbono (altamente tóxico).


Principais gases naturais:

• Metano CH4;

• Etano C2H6;

• Dióxido de carbono CO2;

• Nitrogênio N2.


Os gases naturais obtidos através da refinaria de petróleo são:

• Propano;

• Butano;

• Gás do gasogênio - esses gases são obtidos através da combustão do carbono.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

Combustível hidrogênio

Combustíveis - Química - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Gás natural combustível"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/quimica/gas-natural-combustivel.htm>. Acesso em 17 de fevereiro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola