Topo
pesquisar

A Igreja e o Sacro Império

História Geral

PUBLICIDADE

Durante a Idade Média, o mundo vivia sob as égides do feudalismo. A Europa, soberana, direcionou sua economia para o campo e a Igreja a acompanhou. Quando se situava na cidade, a Igreja sofria enorme interferência da monarquia na escolha de cargos. Mas ao se voltar para o campo, a situação mudou.

Além de ser proprietária de uma vasta biblioteca, a Igreja era a instituição mais letrada da época. E, por esse fato, seus membros, que dominavam a escrita e a leitura, eram os mais preparados para ocupar cargos públicos. No entanto, a monarquia não estava nem um pouco satisfeita com a situação.

A igreja era dividida em clero secular e clero regular. O clero secular era composto, entre outros, por bispos e pelo papa. Um de seus membros mais ilustres foi São Bento de Núrsia, que mandou construir o mosteiro de Monte Cassino, localizado na Itália. Esse mosteiro ficou conhecido pelas ordens que os monges recebiam de obedecer ao seu chefe supremo, o abade. O clero regular seguia a filosofia do isolamento, era mais espiritualizado e menos materialista. Pregava a castidade, a simplicidade e a caridade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com a união de alguns territórios da Europa Central, no final da Idade Média, formando o Sacro Império, o Estado iniciou uma política intervencionista nas ações da Igreja. O imperador participava diretamente da escolha de membros clericais, função exclusiva de monges e presbíteros. Tal intervenção ficou conhecida como cesaropapismo e não agradava à Igreja. No século X tiveram início os movimentos contra a participação da Monarquia na administração da Igreja.

Por Demercino Júnior
Graduado em História

Mosteiro de Monte Cassino na Itália, construído por São Bento de Núrsia
Mosteiro de Monte Cassino na Itália, construído por São Bento de Núrsia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Demercino José Silva. "A Igreja e o Sacro Império"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/igreja.htm. Acesso em 28 de dezembro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

A formação do Sacro Império Romano-Germânico se deu em 962, em uma aliança entre a Igreja e a nobreza saxônica, após o papa João XII coroar como Imperador do Ocidente:

  1. Carlos Magno.
  2. Pepino, o Breve.
  3. Otão I.
  4. Carlos Martel.
  5. Ricardo Coração de Leão.

Questão 2

O Sacro Império Romano-Germânico se constituiu essencialmente dos territórios de dois países que somente conseguiram a unificação em estados nacionais no século XIX. São eles:

  1. França e Alemanha.
  2. Inglaterra e Portugal.
  3. Espanha e Itália.
  4. Alemanha e Itália.
  5. Portugal e Espanha.

Mais Questões
A Igreja enquanto Estado detinha o monopólio do saber
História Geral A Igreja forma seu Estado
Os membros da Igreja tiveram grande poder e influência no mundo medieval.
História Geral Clero
Papa Gregório VII, eleito pelo colégio dos Cardeais, proibiu a monarquia de interferir na escolha dos membros clericais
História Geral A Querela das Investiduras
A bandeira do Sacro Império Germânico com seus diversos ducados integrantes
História Geral Sacro Império Germânico
O amor cortês desenvolveu-se por volta do século XII e destacou-se como um tipo de comportamento amoroso idealizador
História Geral Amor cortês medieval
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola