Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Xiitas e sunitas

Os xiitas e sunitas são dois ramos que existem no interior do islamismo, possuindo algumas diferenças doutrinárias e religiosas. Surgiram na disputa pela sucessão de Muhammad.

Ilustração mostra disputa entre o Irã e a Arábia Saudita, que representam os xiitas e os sunitas respectivamente.
A maior potência xiita é o Irã, enquanto a Arábia Saudita é a maior potência sunita.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Xiitas e sunitas são dois ramos que existem no interior do islamismo, religião que surgiu no século VII por intermédio do profeta Muhammad. Esses dois grupos se estabeleceram como parte da disputa política pela sucessão do poder depois que o profeta faleceu em 632.

Os xiitas defendiam a sucessão de Ali Bin-Abu Talib, parente do profeta. Os sunitas, por sua vez, defendiam que qualquer um dos sucessores poderia suceder o profeta, não somente seus descendentes, por isso apoiavam Abu Bakr.

As diferenças entre xiitas e sunitas existem até hoje, e o grupo majoritário no islã são os sunitas, possuindo cerca de 85% dos fiéis. A maior potência xiita é o Irã, enquanto a Arábia Saudita é a maior potência sunita.

Leia também: Diferença entre árabes e muçulmanos

Tópicos deste artigo

Resumo sobre xiitas e sunitas

  • Xiitas e sunitas são dois ramos que surgiram no interior do islamismo.

  • O islamismo é uma religião que se estabeleceu a partir do profeta Muhammad no século VII.

  • O surgimento de xiitas e sunitas está relacionado com a sucessão do profeta depois de seu falecimento, em 632.

  • Os xiitas defendiam que somente descendentes do profeta a partir de Ali Bin-Abu Talib poderiam assumir o comando dos muçulmanos.

  • Os sunitas defendiam que qualquer um, desde que fosse um muçulmano virtuoso, poderia suceder o profeta e apoiavam Abu Bakr.

  • Atualmente, Irã e Arábia Saudita são as maiores potências xiita e sunita, respectivamente.

Contexto histórico do surgimento de xiitas e sunitas

Pessoas em oração em mesquita em Meca.
Apesar das diferenças doutrinárias e religiosas, xiitas e sunitas são parte do islamismo, uma das maiores religiões do planeta.

Xiitas e sunitas são dois ramos que existem no interior do islamismo e possuem diferenças religiosas, doutrinárias, de rituais, de entendimento das leis do islã, etc. Esses dois ramos surgiram logo após o falecimento de Muhammad, o profeta do islamismo, responsável pelo surgimento do islamismo no século VII.

Na tradição islâmica, o islamismo surgiu por intermédio de Muhammad, o profeta que teve a mensagem de Allah revelada a ele. A revelação se deu por volta de 610, e o surgimento do islamismo se deu em 622, segundo os historiadores, quando Muhammad fugiu de Meca para Medina.

Daí em diante, Muhammad liderou uma campanha de expansão do islamismo por toda a Península Arábica, conseguindo conquistar a região e impor o islamismo como a religião vigente. A morte de Muhammad aconteceu em 632, e foi na morte dele que se estabeleceram os dois ramos do islamismo que conhecemos como xiismo e sunismo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quem são os xiitas?

Depois que Muhammad faleceu, em 632, houve um impasse entre os seus seguidores, pois ninguém sabia o que sucederia no comando do islã. Duas propostas se estabeleceram, sendo que uma delas defendia que Ali Bin-Abu Talib, primo e genro de Muhammad, deveria assumir o comando do islã. O argumento utilizado é de que somente um descendente do profeta é que poderia conduzir os muçulmanos.

Os defensores de Ali como sucessor do profeta receberam o nome de Shiat Ali, que pode ser traduzido como “partido” ou “seguidores” de Ali. Conhecidos no português como xiitas, esse grupo corresponde atualmente a cerca de 10 a 15% do total de muçulmanos existentes no planeta.

Quem são os sunitas?

Os sunitas, por sua vez, são o ramo do islamismo que se estabeleceu da segunda proposta para a sucessão de Muhammad. Com a morte do profeta, os xiitas defendiam que o primo e genro dele deveria assumir o comando dos muçulmanos, já os sunitas defendiam que como o profeta não havia indicado nenhum sucessor, eles poderiam escolher livremente um dentre os seus seguidores.

Levando isso em consideração, alguns dos seguidores de Muhammad realizaram um evento chamado Saqifa e então escolheram Abu Bakr como aquele quem comandaria os muçulmanos como sucessor. Abu Bakr foi um dos companheiros mais próximos de Muhammad.

O termo “sunita” é originário de Ahl al-Sunna, que pode ser traduzido como “o povo da tradição”. O sunismo também é conhecido como islamismo ortodoxo e atualmente corresponde a cerca de 85 a 90% de todos os muçulmanos do planeta.

Leia também: A revolução organizada pelos xiitas no Irã

Qual a diferença entre xiitas e sunitas?

Esquema ilustrativo com as diferenças entre sunitas e xiitas.
Esquema ilustrativo com as diferenças entre sunitas e xiitas.

Como mencionado, xiitas e sunitas se estabeleceram por diferenças na sucessão de Muhammad. Essa diferença de proposta deu origem a diferentes formas de enxergar, interpretar e praticar o islamismo entre os dois ramos. Vejamos as diferenças entre os dois ramos do islamismo a seguir:

 

Xiitas

Sunitas

Livros

Alcorão e Sharia

Alcorão, Sharia e Sunna

Califa e Imame

Tem de ser uma pessoa descendente Muhammad por meio de Ali, sendo uma pessoa de caráter inquestionável. Autoridade política e religiosa.

Qualquer pessoa, desde que seja um muçulmano virtuoso. Autoridade política.

Martírio

Valorizam o martírio como um elemento purificador e redentora.

Não acreditam no martírio como elemento redentor.

Orações

Condensam as cinco orações diárias em três orações.

Realizam as cinco orações separadamente.

Maior potência

Irã

Arábia Saudita

Sucessão de Muhammad

Defendiam a sucessão por descendência. Apoiaram Ali Bin-Abu Talib.

Defendiam que qualquer seguidor do profeta, desde que virtuoso poderia sucedê-lo. Apoiaram Abu Bakr.

Conflitos entre xiitas e sunitas

Ao longo da Idade Média, uma série de conflitos aconteceram entre sunitas e xiitas, sendo que a maioria desses conflitos tiveram relação com as sucessões políticas no poder dos califados. Mais recentemente, existe uma certa tensão entre nações xiitas e sunitas, sobretudo Irã e Arábia Saudita, respectivamente.

Com o advento do fundamentalismo religioso, os dois ramos acabaram dando origem a diferentes grupos fundamentalistas, como o Hezbollah, de orientação xiita, e a Al-Qaeda, de orientação sunita. Essas organizações costumam perseguir pessoas que fazem parte do outro ramo. Além disso, é muito comum que as nações sunitas e xiitas travem conflitos por procuração, como no caso da Guerra Civil Síria.

Onde vivem xiitas e sunitas?

Como vimos, os sunitas são o ramo majoritário do islamismo, representando de 85 a 90% de toda a população muçulmana. A principal nação sunita é mesmo a Arábia Saudita, mas outras nações com maioria de população sunita são: Egito, Líbia, Tunísia, Marrocos, Argélia, Turquia, Paquistão, Afeganistão.

O xiismo, por sua vez, representa de 10 a 15% da população muçulmana, sendo que o Irã é a maior potência xiita. O protagonismo do Irã se estabeleceu, sobretudo, a partir da Revolução Islâmica de 1979. Entre outras importantes nações com maioria de população xiita estão: Iraque, Bahrein, Azerbaijão e Iêmen. Já alguns que possuem significativa parcela de xiitas são: Catar, Síria, Líbano e Emirados Árabes Unidos.

Fontes

JOMIER, Jacques. Islamismo: história e doutrina. Petropólis: Vozes, 1992.

DAMASCENO, Thiago. Entenda o que é Sunnismo. Disponível em: https://youtu.be/Jz91njGZMdY?si=-stEUALLpYO0BOGr

DAMASCENO, Thiago. Entenda o que é o Xiismo. Disponível em: https://youtu.be/Isu8BfjLb-U?si=rODe1bs30UvTqmHp.

BBC BRASIL. As diferenças entre sunitas e xiitas, que explicam boa parte dos conflitos no Oriente Médio. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51068470.

SERGIE, Mohammed Aly. The Sunni-Shia Divide. Disponível em: https://www.cfr.org/article/sunni-shia-divide.

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Xiitas e sunitas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/xiitas-x-sunitas.htm. Acesso em 13 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas