Topo
pesquisar

Funções sintáticas da palavra “que”

Gramática

A palavra “que” pode exercer diferentes funções sintáticas no enunciado, como conjunção, pronome, substantivo, advérbio, preposição, interjeição ou partícula de realce.
A palavra “que” pode exercer diferentes funções sintáticas
A palavra “que” pode exercer diferentes funções sintáticas
PUBLICIDADE

A palavra que pode exercer diferentes funções sintáticas na construção dos enunciados. Vamos analisar cada uma delas:

a) Conjunção coordenativa explicativa: liga duas orações coordenadas, e a segunda oração é uma explicativa.

Exemplo:

Não insista, que eu não lhe emprestarei dinheiro!

b) Conjunção coordenativa aditiva: liga duas orações coordenadas, e a segunda oração é uma aditiva.

Elas reclamavam que reclamavam, até que, finalmente, foram atendidas.

c) Conjunção coordenativa alternativa: liga duas orações coordenadas, e a segunda oração é uma alternativa.

Exemplo:

Uma que outra roupa servia-lhe perfeitamente.

d) Conjunção subordinativa substantiva: liga a oração principal à subordinada substantiva (subjetiva objetiva direta, objetiva indireta, completiva nominal, predicativa, apositiva).

Exemplo:

Parece que vai chover.

e) Conjunção subordinativa causal: liga a oração principal à oração subordinada adverbial causal.

Exemplo:

Ele nunca me visita, que o trabalho o impede de viajar por muito tempo.

f) Conjunção subordinativa consecutiva: liga a oração principal à subordinada adverbial consecutiva.

Exemplo:

Ele ficou tão enciumado que mandou desligar o telefone.

g) Conjunção subordinativa concessiva: liga a oração principal à subordinada adverbial concessiva.

Exemplo:

Relevante que seja esta informação, não me interessa.

h) Conjunção subordinativa comparativa: liga a oração principal à subordinada adverbial comparativa.

Exemplo:

Viajar de avião é mais prazeroso do que viajar de carro.

i) Conjunção subordinativa final: liga a oração principal à subordinada adverbial final.

Exemplo:

Vamos torcer, que a economia melhore.

j) Pronome relativo: inicia oração subordinada adjetiva e possui a mesma função do termo a que se refere.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo:

Gosto de pessoas que tenham bom humor.

k) Pronome interrogativo: inicia uma unidade interrogativa direta ou indireta e pode ter a função de adjunto adnominal ou de um dos termos da oração.

Exemplo:

Queremos entender o que você quis realmente dizer naquele momento?
(núcleo do objeto direto do verbo entender)

l) Pronome indefinido: aparece em unidades exclamativas com a função de adjunto adnominal.

Exemplo:

Que notícia maravilhosa você acaba de me dar!

m) Substantivo: aparece escrito com um acento circunflexo e possui a função de núcleo do adjunto adnominal de um dos termos da oração.

Exemplo:

Essa pintura tem um quê de Picasso.

n) Advérbio: possui a função de adjunto adverbial de intensidade e é utilizado para intensificar um adjetivo ou um advérbio.

Exemplo:

Que inocente fui em acreditar em suas juras de amor!

o) Preposição: na linguagem coloquial, pode ser equivalente à preposição de, e também pode ter valor das preposições acidentais salvo, exceto e senão.

Exemplo:

Temos que (=de) estudar para as provas.

Compareceu à reunião sem outras justificativas que (=senão) as apresentadas anteriormente.

p) Interjeição: para manifestar espanto, perplexidade, admiração, surpresa; expressão típica de frases construídas com o uso de interjeições.

Exemplo:

Quê! Tal medida é absurda!

q) Partícula de realce: não possui função sintática e é utilizada apenas para dar realce, portanto, pode ser retirada do enunciado sem que haja prejuízo para a compreensão dele.

Exemplo:

Que saudades que eu tenho dos nossos momentos juntos!


Por Mariana Rigonatto
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIGONATTO, Mariana. "Funções sintáticas da palavra “que”"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/funcoes-sintaticas-palavra-que.htm>. Acesso em 25 de maio de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Relacione as colunas quanto às funções de que:

I – Conjunção coordenada explicativa

II – Conjunção coordenada alternativa

III – Pronome interrogativo

IV – Substantivo

V – Interjeição

a) ( ) Trabalhe muito, que alcançará o sucesso.

b) ( ) Está notícia tem um quê de fantasiosa.

c) ( ) Um que outro cliente, atraído pela promoção, entrou na loja hoje.

d) ( ) Quê! Não acredito que ela fez isso!

e) ( ) Que perguntas foram feitas ao professor?

 

Questão 2

Assinale a única alternativa em que “que” é uma conjunção subordinativa integrante.

a) ( ) Que notícia animadora você acaba de me dar!

b) ( ) Ele me olhou com um quê de ironia.

c) ( ) Que estúpido fui em acreditar naquela proposta!

d) ( ) Queremos que todos compareçam ao casamento.

e) ( ) Ficamos tão contentes com a música, que não nos importamos com o ambiente da apresentação.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola