Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O que é fonologia?

A fonologia é a parte da linguística que estuda os fonemas, que é a menor unidade sonora das palavras, entre outros aspectos.

A fonologia ocupa-se do estudo dos sons da língua, assim como suas funções linguísticas
A fonologia ocupa-se do estudo dos sons da língua, assim como suas funções linguísticas
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A fonologia é o ramo da Linguística que estuda o sistema sonoro de um idioma. A palavra fonologia é oriunda do grego: phonos = voz/som e logos = palavra/estudo. Estuda também a função que os sons da língua desempenham no sistema de comunicação linguística, sua organização e classificação. Seu principal objeto de estudo são os fonemas, menor unidade sonora das palavras.

Entre as atribuições da fonologia, está o estudo das seguintes funções:

* Classificação das palavras segundo a posição da sílaba tônica:

  • Oxítonas: quando a sílaba tônica é a última sílaba da palavra. Exemplos: chapéu, maracujá, Corumbá.

  • Paroxítonas: quando a sílaba tônica é a penúltima sílaba da palavra. Exemplos: secretária, biquíni, táxi.

  • Proparoxítonas: quando a sílaba tônica é a antepenúltima sílaba da palavra. Exemplos: exército, míope, plástico.

* Definição da grafia e acentuação das palavras:

  • Ortografia / Emprego de X e Ch;

  • Emprego das letras G e J;

  • Emprego das letras S e Z;

  • Emprego do Z;

  • Emprego de S, Ç, X e dos Dígrafos Sc, Sç, Ss, Xc, Xs;

  • Emprego das letras O e U/ Emprego da letra H;

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Acento prosódico: aparece em todas as palavras que possuem duas ou mais sílabas;

  • Acento gráfico: marca a sílaba tônica de algumas palavras.

* Definição das regras de divisão silábica:

A divisão silábica deve ser feita a partir da soletração, apresentando o som total das letras que compõem uma sílaba. O hífen é utilizado para fazer a separação. Abaixo, algumas regras empregadas na divisão silábica:

  • Nunca se separam os ditongos, tritongos, dígrafos (lh, nh, ch, qu, gu), os encontros consonantais constituídos de consoante + r e consoante + l (claridade, cofre) e as consoantes não seguidas de vogal (ca-rac-te-rís-ti-ca);

  • Separam-se os hiatos, os dígrafos (rr, ss, sc, sç, xc), encontros consonantais (cc, cç) e os prefixos bis, dis, cis, trans e ex quando seguidos de vogal. Se seguidos de consoante, não formarão uma nova sílaba.

* Classificação dos encontros fonéticos:

  • Encontros vocálicos: ditongo, hiato e tritongo.

  • Encontros consonantais (podem ocorrer na mesma sílaba ou em sílabas diferentes).


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Escritor do artigo
Escrito por: Luana Castro Alves Perez Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PEREZ, Luana Castro Alves. "O que é fonologia?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/portugues/o-que-e-fonologia.htm. Acesso em 22 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


PUBLICIDADE