Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Colômbia

A Colômbia é o segundo país mais populoso da América do Sul, possuindo mais de 51 milhões de habitantes. É um grande produtor e exportador de combustíveis, minérios e café.

Bandeira da Colômbia.
Bandeira da Colômbia.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Colômbia, ou República da Colômbia, é um país da América do Sul situado na parcela noroeste do subcontinente e com capital em Bogotá. O território colombiano é banhado pelo Pacífico Norte e pelo mar do Caribe, além de ser atravessado pela cordilheira dos Andes.

O país é conhecido pela sua grande biodiversidade, abrigando parte da Floresta Amazônica, e tem economia baseada na extração mineral e de combustíveis fósseis e na agricultura, com destaque para o cultivo de café. A Colômbia é hoje o segundo país mais populoso da América do Sul, com mais de 51 milhões de habitantes.

Leia também: Bolívia — outro país da América do Sul

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a Colômbia

  • Colômbia é um país localizado na América do Sul.

  • Sua capital é a cidade de Bogotá.

  • Sua independência foi conquistada em 1810, sendo o país hoje uma república presidencialista.

  • É banhada pelo Pacífico Norte e pelo mar do Caribe, dispondo de climas equatorial, tropical, e de montanha. A cordilheira dos Andes é a sua principal feição de relevo, além das planícies costeira e amazônica.

  • Dispõe de grande biodiversidade, abrigando parte da Floresta Amazônica e biomas como o páramo.

  • É o segundo país mais populoso do subcontinente, com 51,2 milhões de habitantes. Mais de 80% dos seus moradores vivem nas cidades, com destaque para Bogotá.

  • Sua economia é baseada na extração mineral (ouro, carvão) e de combustíveis fósseis, com a produção de combustíveis, e na atividade agrícola.

  • Dispõe de uma extensa rede de transportes que integra o seu território e permite o trânsito de pessoas e mercadorias, além de uma matriz energética composta majoritariamente por fontes limpas de energia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais da Colômbia:

  • Nome oficial: República da Colômbia

  • Gentílico: colombiano

  • Extensão territorial: 1.141.748 km²

  • Localização: América do Sul

  • Capital: Bogotá

  • Clima:

  • Governo: república presidencialista

  • Divisão administrativa: 32 departamentos e um distrito capital

  • Idioma: espanhol (oficial)

  • Religiões:

    • cristãs (92,3%);

    • outras ou não especificado (7,7%).

  • População: 51.266.000 habitantes (ONU, 2022)

  • Densidade demográfica: 46,2 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,767

  • Moeda: Peso colombiano

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 351,28 bilhões (FMI, 2022)

  • PIB per capita: US$ 6810

  • Gini: 0,504

  • Fuso horário: GMT–5

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Organização Mundial do Comércio (OMC);

    • Organização dos Estados Americanos (OEA);

    • Banco Mundial;

    • Fundo Monetário Internacional (FMI);

    • Mercosul (Estado associado);

    • Aliança do Pacífico.

Mapa da Colômbia

Mapa da Colômbia.

Geografia da Colômbia

A Colômbia é um país localizado na parcela oeste da América do Sul, com capital na cidade de Bogotá. Trata-se do quarto maior país em área do subcontinente, com 1.141.748 km² de extensão. A oeste e a noroeste o território colombiano possui saída para o mar, sendo, respectivamente, banhado pelo Pacífico Norte e pelo mar do Caribe.

Estabelece também fronteiras terrestres com as seguintes nações:

Nota-se ainda que a Colômbia é atravessada pela Linha do Equador, o que a coloca nos dois hemisférios terrestres, Norte e Sul. A maior parcela de seu território, porém, está situada no Hemisfério Norte.

Clima da Colômbia

A Colômbia apresenta uma grande variabilidade climática resultante de fatores como a sua localização na zona equatorial, a maritimidade e o relevo. A posição da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) interfere também na distribuição de umidade no país.

Os climas equatorial e tropical são predominantes, marcados por temperaturas elevadas e grandes volumes pluviométricos, em especial o primeiro tipo. Nos terrenos elevados, há a ocorrência do clima de montanha, em que as temperaturas são mais amenas.

Na terminologia local, determina-se três zonas climáticas:

  • terra quente, em altitudes de até 900 metros;

  • terra temperada (ou terra do café), em áreas situadas entre 900 e 2000 metros;

  • terras frias, situadas acima de 2000 metros de altitude.

Relevo da Colômbia

A Colômbia pertence à América Andina, com a presença da cordilheira dos Andes nas parcelas centro-oeste e noroeste de seu território. Lá as montanhas passam a ser chamadas de cordilheiras Colombianas, dividindo-se em cordilheiras Oriental, Central e Ocidental. A leste, na região amazônica, e a oeste predominam as planícies.

Paisagem do vale de Cocora, na Colômbia.
Paisagem do vale de Cocora, na Colômbia, onde se destacam as montanhas e os vales da cordilheira dos Andes.

Vegetação da Colômbia

A cobertura vegetal da Colômbia é muito heterogênea, o que se deve à diversidade climática e de solos. Nas terras a leste dos Andes, fica a Floresta Amazônica, que recobre aproximadamente 40% do país.

Nas áreas úmidas do litoral, observa-se a presença de manguezais, enquanto o bioma páramo recobre as porções montanhosas do país. A vegetação do páramo é adaptada ao frio de altitude, à elevada umidade do ar e também é resistente ao fogo.

Páramo de Sumapaz, na Colômbia, o maior páramo do mundo.
Vegetação característica do bioma páramo, adaptado às condições encontradas nos Andes colombianos.

Hidrografia da Colômbia

A Colômbia possui quatro grandes sistemas de drenagem e uma dezena de rios que desempenham importante papel socioeconômico em diversas regiões do país. Entre os principais cursos d’água que banham o país, estão o rio Amazonas, o rio Caquetá e o rio Negro.

Demografia da Colômbia

Com 51.266.000 habitantes, a Colômbia é o segundo país mais populoso da América do Sul e o 28º do mundo. As regiões norte e oeste do território colombiano concentram a maior parcela de sua população, sendo nessas áreas onde se encontram os principais recursos naturais, como as terras agricultáveis. A densidade demográfica do território da Colômbia é de 46,2 hab./km² e pode ser relativamente baixa.

A Colômbia é um país urbanizado, o que significa que mais da metade de sua população vive nas cidades. No caso colombiano, a parcela chega a 82% dos habitantes do país. Sua capital, Bogotá, é também a cidade mais populosa da Colômbia, com 10.779.400 habitantes ou 21% de todos os moradores do país. Cali, Medellín e Barranquilla são outras grandes cidades colombianas.

A Colômbia possui uma baixa taxa de crescimento anual da população, de apenas 0,59%. Não obstante o número de nascimentos seja quase o dobro do número de mortes, o intenso movimento emigração faz com que a população do país cresça em ritmo lento.

As causas da emigração variaram com o tempo, como a busca por trabalho em meados do século XX, além de crises econômicas e políticas e conflitos fronteiriços entre grupos guerrilheiros, na divisa com a Venezuela.

Veja também: China — o país mais populoso do mundo

Economia da Colômbia

A economia colombiana é a quarta maior da América do Sul. O Produto Interno Bruto (PIB) do país é de 351 bilhões de dólares, enquanto o valor per capita se aproxima de 7 mil dólares. A Colômbia é rica em recursos minerais renováveis e não renováveis, os quais norteiam a economia do país.

Destaca-se a exploração de combustíveis fósseis, como o petróleo e o gás natural, bem como de minérios, como ouro e carvão mineral. Tratando-se da extração de recursos da natureza, é importante mencionar também o látex.

A agricultura é outro setor que desempenha papel fundamental na economia colombiana. O setor, junto dos combustíveis e dos minérios, completa a cesta de exportações da Colômbia, que tem como parceiros comerciais países como Estados Unidos, China, México e o Brasil. A produção agropecuária desenvolvida em solo colombiano é conhecida pelos seguintes cultivos:

  • café;

  • cacau;

  • banana;

  • milho;

  • algodão.

Turismo na Colômbia

Vista panorâmica de Cartagena, na Colômbia.
Vista panorâmica de Cartagena, importante destino turístico da Colômbia.

As atividades turísticas integram o setor terciário da economia, responsável por mais de 60% do PIB colombiano. O número de turistas que chegam à Colômbia aumentou significativamente na última década, e é hoje de 3,9 milhões de pessoas por ano, de acordo com dados da ONU.

As belezas naturais, a riqueza cultural e a história colombiana são os principais atrativos do país, tendo como principais pontos de parada:

  • Bogotá;

  • Medellín;

  • Cartagena;

  • Cali;

  • Ciudad Perdida (sítio arqueológico tombado pela Unesco como patrimônio da humanidade).

Infraestrutura da Colômbia

A Colômbia é um país majoritariamente urbano que apresenta alguns obstáculos na infraestrutura que atende a sua população nas cidades e também no meio rural. Dados da ONU indicam que 80,5% dos moradores dos centros urbanos possuem acesso a fontes de água potável atualmente, valor um pouco menor do que no início da década de 2010, que era de 81,4%. No campo a parcela é de 40,2%, maior em três pontos do que no período precedente. O acesso a redes de saneamento adequado é de 16,6% na cidade, e para o meio rural não há dados disponíveis.

A eletricidade chega a todas as residências urbanas e a 86% no campo. A Colômbia possui uma matriz energética limpa, na qual 65,7% da capacidade instalada no país correspondem a hidrelétricas; 32,9%, a combustíveis fósseis, e o restante é feito de outras fontes renováveis, como biomassa, solar e eólica.

A Colômbia apresenta uma densa rede de transportes que integra todo o território por meio das rodovias e das hidrovias principalmente, dispondo da sétima maior malha hidroviária do mundo, com mais de 24 mil km de rios navegáveis. Uma vasta rede de gasodutos e oleodutos atravessa a Colômbia e a conecta com outras nações, além de suas ferrovias e mais de 800 aeroportos.

Governo da Colômbia

A forma de governo vigente na Colômbia é a república democrática presidencialista. O presidente desempenha as funções de chefe de governo e de chefe de Estado, sendo eleito por meio do voto direto em dois turnos, se necessário, para exercer um mandato de quatro anos, sem reeleição.

O Poder Legislativo é desempenhado no âmbito do Congresso colombiano, órgão bicameral composto pelo Senado e pela Câmara dos Representantes. A sede do governo colombiano fica em Bogotá.

Etimologia da Colômbia

A palavra “Colômbia” é derivada do nome de Cristóvão Colombo, explorador originário de Gênova que aportou no continente americano ao final do século XV.

A utilização do termo como denominação de um território veio com a Grão-Colômbia, formada pelos atuais territórios colombiano, venezuelano e equatoriano. Após o seu desmembramento, a atual Colômbia passou a adotar o termo em meados do século XIX, tornando-se a República da Colômbia mais tarde, em 1886.

História da Colômbia

A história da Colômbia começou muito antes da chegada dos colonizadores espanhóis. Assim como em outros países sul-americanos, viviam no país povos nativos numerosos e organizados em torno de economias pautadas pela agricultura, muitos deles em cidades e vilas com certa organização política. Entre os povos pré-colombianos, como eram chamados por tratar-se de um período que precede a chegada de Cristóvão Colombo, estavam os chibcha.

O final do século XV e o início do XVI foram marcados pela chegada dos europeus ao continente americano e pelas primeiras explorações no atual território colombiano, as quais tiveram como via de acesso o mar do Caribe e o Panamá. A colonização do país começou em 1525, e, em 1533, um dos principais postos comerciais e marítimos do império espanhol foi estabelecido em Cartagena.

A cidade de Bogotá, sob o nome de Novo Reino de Granada, foi fundada em 1538 e se tornou centro administrativo da colônia espanhola. A partir de 1717, a Colômbia era parte do Vice-Reino de Nova Granada, composto também pelos atuais Venezuela, Equador e Panamá, este após o ano de 1751.

Meio século mais tarde, a invasão francesa nas colônias americanas deu início a um movimento de emancipação por parte dos colonos, que lutaram pela garantia de sua independência com relação aos europeus.

A independência da Colômbia foi conquistada em 20 de julho de 1810, e a constituição de uma república propriamente dita, à época integrada à Venezuela e ao Equador, aconteceu após a derrota definitiva dos espanhóis em 1819, liderada pelas ações de Simón Bolívar.

A Grã-Colômbia, como era chamada, foi estabelecida em 1821. O período subsequente foi marcado por grande turbulência nos territórios que compunham a república, a qual se tornou República da Colômbia ao final do século XIX.

A dissolução do território conjunto e formação dos países independentes aconteceu no início do século XX, inaugurando um período marcado pela implantação de uma ditadura na Colômbia e pelo surgimento de guerrilhas, como as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o Exército de Libertação Nacional (ELN), atuantes desde, pelo menos, a década de 1960.

Em 2016 a Colômbia conseguiu estabelecer um acordo com as Farc, mas um grupo de dissidentes não aceitou as negociações e manteve as disputas territoriais na região norte do país, na fronteira com a Venezuela, conflitos esses ainda ativos.

Saiba mais: Como são as relações entre Venezuela e Colômbia?

Cultura da Colômbia

A riqueza cultural colombiana é derivada principalmente de seus povos originários e dos elementos introduzidos pelos colonizadores europeus, com alguma influência de outros países e populações, como africanas e andinas. Na Colômbia, fala-se mais de 60 línguas nativas, além do espanhol (idioma oficial). A religião predominante é a católica.

O país apresenta uma ampla tradição na música, com ritmos nacionais como a cúmbia, e na literatura, da qual se destaca nomes como o de Gabriel García Márquez. O teatro, em especial o teatro de rua, é uma arte muito valorizada em cidades como Bogotá, considerada um dos centros culturais da Colômbia. O carnaval colombiano na cidade de Barranquilla é também bastante popular e característico do país.

Entre os pratos típicos da Colômbia, estão as arepas, o arroz de coco, as empanadas e a bandeja paisa, esta composta por arroz, feijão, ovo frito, chips de banana, torresmo e outros elementos.

Curiosidades sobre a Colômbia

  • O pico Cristóbal Colón é o mais elevado da Colômbia, com altitude de 5730 metros.

  • Com 1826 espécies, a Colômbia é o país com maior diversidade de pássaros do mundo. Considerando toda a sua biodiversidade, ocupa a segunda posição com a Indonésia.

  • A Colômbia é o segundo maior exportador mundial de flores.

  • O país dispõe de 60 parques nacionais, os quais representam 10% de sua extensão.

  • A cidade de Lloró, no oeste do país, registra um dos maiores índices anuais de chuva, que já chegou a quase 13 mil milímetros.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Colômbia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/colombia.htm. Acesso em 19 de junho de 2024.