close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Indonésia

Indonésia é um dos países mais populosos do mundo, com 276 milhões de habitantes. Localiza-se em uma área de elevado tectonismo, sujeito a fortes terremotos e tsunamis.

Bandeira da Indonésia.
Bandeira da Indonésia.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Indonésia, ou República da Indonésia, é um país-arquipélago localizado na região sudeste da Ásia, em uma área de encontro de placas tectônicas, com população de 276 milhões de habitantes. Sua capital é a cidade de Jacarta, que fica na ilha de Java.

O território indonésio fica entre os oceanos Índico e Pacífico, sendo caracterizado pelo clima tropical quente e úmido e relevo formado por planícies litorâneas e montanhas no interior. As atividades do setor terciário, como o turismo, têm grande importância para a economia do país, embora a indústria tenha tido um papel decisivo no seu crescimento econômico recente.

Veja também: Japão — o país-arquipélago localizado na área de maior instabilidade geológica do planeta

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a Indonésia

  • É um país-arquipélago localizado no sudeste asiático.

  • Sua capital é a cidade de Jacarta.

  • É composto por mais de 17 mil ilhas, das quais 6 mil são habitáveis.

  • Seu clima é o tropical quente e úmido, e o relevo é marcado pelas planícies litorâneas e montanhas vulcânicas. Sua vegetação é caracterizada por florestas tropicais.

  • É um dos países mais populosos do mundo, com 276.362.000 habitantes.

  • Sua capital, Jacarta, concentra mais de 11 milhões de habitantes.

  • É um dos Novos Tigres Asiáticos, com grande participação do setor industrial na sua economia. Destaca-se a indústria petroquímica, de alimentos e de bens de consumo duráveis.

  • Devido à sua localização, está sujeito à ocorrência de fenômenos naturais como terremotos, tsunamis e tufões.

  • Tem a maior população islâmica do mundo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais sobre a Indonésia:

  • Nome oficial: República da Indonésia

  • Gentílico: indonésio

  • Extensão territorial: 1.910.931 km²

  • Localização: sudeste da Ásia

  • Capital: Jacarta

  • Clima: tropical quente e úmido

  • Governo: república parlamentarista

  • Divisão administrativa: 31 províncias, uma província autônoma e um Distrito da Capital Nacional

  • Idioma: bahasa indonésio

  • Religiões:

    • islâmica: 87,2%;

    • protestante: 7%;

    • católica romana: 2,9%;

    • hindu: 1,7%;

    • outras: 0,9%.

  • População: 276.362.000 habitantes (ONU, 2021)

  • Densidade demográfica: 152,6 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,718

  • Moeda: Rupia indonésia

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 1,25 trilhões (FMI, 2022)

  • PIB per capita: US$ 4540 (FMI, 2022)

  • Gini: 0,378

  • Fuso horário: GMT+7 a GMT+9

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Banco Mundial;

    • Fundo Monetário Internacional (FMI);

    • Grupo dos 20 (G-20);

    • Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean);

    • Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

Etimologia da Indonésia

O nome Indonésia é derivado do grego, e foi atribuído ao arquipélago por volta do século XVIII. Trata-se de uma composição formada pelas palavras Indos (Índia) e nesoi (ilhas), que, juntas, significam “ilhas Índicas”. Antes da popularização do nome, entretanto, o termo ilhas Malaias (ou arquipélago Malaio) fazia também referência ao atual território indonésio.

Mapa da Indonésia

Mapa da Indonésia.

Geografia da Indonésia

A Indonésia é um país-arquipélago localizado na região sudeste do continente asiático. Seu território, de 1.910.931 km² de extensão, divide-se em 17.508 ilhas situadas entre os oceanos Índico e Pacífico, chegando até a região da Melanésia, próximo da Austrália. Dentre as ilhas que compõem a Indonésia, destacam-se:

  • Sumatra, a oeste;

  • Bornéu, onde fica o território indonésio de Calimantã. O país divide essa ilha com Brunei e também estados pertencentes à Malásia;

  • Java, ao sul, onde fica a capital indonésia, Jacarta;

  • Celebes, a leste de Bornéu. Forma, com as ilhas listadas acima, a região das grandes ilhas de Sonda;

  • Nova Guiné, também a leste, onde faz fronteira com a Papua Nova Guiné;

  • pequenas ilhas de Sonda, ao sul.

O arquipélago indonésio se distribui sobre uma área de encontro de placas tectônicas, sendo uma região de alta instabilidade geológica e sujeita à ocorrência de terremotos e tsunamis.

→ Clima da Indonésia

O clima predominante na Indonésia é o tropical quente e úmido. As temperaturas podem variar na faixa dos 18 ºC aos 38 ºC, enquanto as chuvas se concentram entre os meses de dezembro a março e atingem volumes de até 3000 mm ao ano em algumas localidades do arquipélago. Nas regiões montanhosas, as condições são mais amenas.

→ Relevo da Indonésia

O relevo indonésio é caracterizado por planícies litorâneas, que se prolongam em mares rasos, e um interior formado por montanhas, muitas delas de origem vulcânica. Observa-se ainda, ao longo da costa, a presença de recifes de corais. A elevação média dos terrenos na Indonésia é de 367 metros. O ponto culminante do país é a Pirâmide Carstensz, uma montanha de 4884 metros de altitude.

→ Vegetação da Indonésia

A cobertura vegetal da Indonésia é formada por florestas tropicais no interior, sendo um dos territórios mais densamente florestados do mundo depois da Amazônia, e pântanos e mangues ao longo da costa.

→ Hidrografia da Indonésia

O rio Sepik é o maior curso d’água da Indonésia. Ele está localizado na ilha de Nova Guiné, e percorre 1126 km entre os territórios indonésio e da Papua Nova Guiné. A rede hidrográfica do país é formada também por grandes lagos (parte formada em caldeiras de vulcões) que se destacam tanto em extensão quanto profundidade.

Vulcão Bromo, no Parque Nacional Tengger Semeru, na Indonésia.
Montanhas vulcânicas, matas e florestas são alguns dos elementos que compõem a paisagem natural da Indonésia.

Demografia da Indonésia

A Indonésia é o quarto país mais populoso do mundo, com um total de 276.362.000 habitantes. Das mais de 17 mil ilhas que compõem o arquipélago indonésio, cerca de 6 mil são habitadas. A ilha de Java é a mais populosa do país, onde vivem 145 milhões de pessoas.

Ainda, a ilha de Java representa um dos territórios mais densamente povoados do mundo, com mais de 2,6 mil habitantes por km². Levando em consideração toda a superfície da Indonésia, a densidade demográfica vai para 152,6 hab./km².

A maior parcela da população da Indonésia, 57,9%, vive nas cidades, embora seja bastante elevado o percentual de moradores da zona rural. Jacarta, capital, concentra mais de 11 milhões de habitantes, o que a torna assim a maior cidade do país. Diversas outras aglomerações urbanas concentram também mais dois milhões de habitantes, como Bekasi, Surabaya, Depok, Bandung e Tangerang.

Lentamente a população indonésia tem diminuído o seu ritmo de crescimento, o que se deve às políticas de controle de natalidade colocadas em prática por um período no país, entre os anos 1960 e 1990. A taxa de crescimento da Indonésia é hoje de 0,8% ao ano. Já a idade mediana da sua população chegou a 31 anos, enquanto a expectativa de vida no país é 72,82 anos.

Saiba também: China — o país mais populoso do mundo

Economia da Indonésia

A Indonésia é a maior economia do sudeste asiático e um dos Novos Tigres Asiáticos. Trata-se de um grupo que experimentou, em um período recente, um rápido processo de crescimento e industrialização e que é formado por cinco países da região:

Esse rápido processo se deu tal qual ocorreu com os Tigres Asiáticos, com a diferença de ter sido ocasionado por uma grande onda de investimentos de empresas estrangeiras, muitas do próprio continente asiático. Os países que fizeram parte dos Tigres Asiáticos foram:

Formado pelo comércio e serviços, o setor terciário é responsável por 45,4% do Produto Interno Bruto (PIB) da Indonésia, que é de 1,25 trilhão de dólares. Detentor de inúmeras paisagens naturais paradisíacas, o território indonésio tem na atividade turística uma de suas principais fontes de receitas.

Anualmente o país recebe entre 10 e 16 milhões de visitantes. Além disso, a indústria indonésia responde por 41% do PIB nacional, e se destaca nos seguintes seguimentos:

  • petroquímico, sendo um grande exportador de petróleo e gás natural;

  • têxtil;

  • de calçados;

  • automotivo e outros bens de consumo duráveis;

  • alimentício;

  • de equipamentos médicos;

  • entre outros.

O setor agrícola, além de outros derivados da criação de animais, especialmente de aves, produz uma grande variedade de produtos como:

  • dendê;

  • cana-de-açúcar;

  • mandioca;

  • banana;

  • milho;

  • borracha.

Confira nosso podcast: A geopolítica do petróleo

História da Indonésia

Registros arqueológicos indicam que o território indonésio já era ocupado há milhões de anos, e pontes terrestres hoje submersas permitiam o translado entre o que são as ilhas do arquipélago. As navegações dos povos indonésios para outras regiões da Ásia eram uma realidade muito antes da intensificação do comércio nas ilhas, fato que se deu a partir dos primeiros séculos da era comum.

Nesse mesmo período, foram introduzidas no país as religiões budista e hinduísta. Já o islã foi introduzido no arquipélago por volta do século XI. Precisamente em 1290, no século XIII, o território foi incorporado ao Império de Majapait, originário da Malásia e de tradição hindu.

O território permaneceu sob o seu domínio até a primeira metade do século XVI, quando os europeus começaram a se estabelecer no país. Os portugueses foram os primeiros, seguido dos holandeses durante o século XVII.

Outros povos europeus, como os franceses, também se fixaram em ilhas indonésias, mas foi a Holanda que constituiu uma colônia no país até o século XX. Entre 1942 e 1945, a Indonésia esteve sob ocupação japonesa, e a independência do arquipélago foi conquistada após uma série de levantes e revoltas internas.

Durante a década de 1980, teve lugar um intenso processo de industrialização na Indonésia. Politicamente, as primeiras eleições livres ocorreram, no país ao final da década de 1990, com a derrubada de Hadji Mohamed Suharto, um general que chegou à presidência após um golpe em 1967, quando teve início uma ditadura no país.

Atualmente, a Indonésia é uma república democrática e é uma das principais economias da região do sudeste asiático, apesar de lidar ainda com muitos problemas internos envolvendo corrupção política, desigualdade social e pobreza.

Cultura da Indonésia

A cultura plural da Indonésia foi formada, ao longo dos séculos, pela influência dos povos nativos do sudeste asiático e também daqueles que faziam do arquipélago um entreposto comercial. Hoje, nas ilhas indonésias, existem mais de 300 etnias que possuem o seu próprio conjunto de tradições e costumes, entre os quais estão javaneses (mais numerosos), sundaneses, malaios, madureses e outros.

Embora o idioma bahasa indonésio seja a língua oficial do país, há diversas outras sendo faladas em todas as ilhas da Indonésia. O mesmo acontece com as religiões e crenças, muito diversificadas, apesar de haver a predominância do islamismo, praticado por 87,2% dos indonésios. Aliás, a religião é muito importante para a população da Indonésia, e os seus ritos e tradições são sempre respeitados.

As manifestações artísticas, como a pintura, a dança e a música, são muito presentes na cultura indonésia, assim como as celebrações dos mais variados aspectos, desde pessoais até religiosos, representam uma importante tradição no arquipélago. A gastronomia varia de ilha para ilha. Alguns dos pratos principais da Indonésia são o nasi goreng, um arroz frio presente em muitos países asiáticos, e o rendang, um preparo de carne com especiarias de longo cozimento.

Infraestrutura da Indonésia

A Indonésia é um país urbanizado e recém-industrializado que apresenta uma densa rede de infraestrutura para atender principalmente aos deslocamentos de pessoas e mercadorias. Ainda assim, alguns problemas aparecem, como no caso das rodovias.

Embora o sistema rodoviário contemple quase 500 mil km de vias, 213 mil km não se encontram pavimentados. As hidrovias somam mais de 21 mil km, e são muito utilizadas sobretudo no transporte entre as ilhas. A Indonésia possui o sétimo maior sistema hidroviário do mundo. É grande também o número de portos marítimos, aeroportos e linhas ferroviárias.

A produção e o consumo de energia no país acontecem em grande escala, tendo como principal fonte os combustíveis fósseis e, em menor escala, as fontes renováveis.

É importante ressaltar, a respeito da infraestrutura da Indonésia, os desastres naturais que acometem o país (terremotos, tsunamis) e são responsáveis por danos e pela destruição de estradas, pontes, fiação elétrica, casas e edifícios, acontecendo com certa frequência.

Houve, muitas vezes, a reconstrução do zero de alguns lugares devido à destruição causada pelos desastres naturais. Um exemplo é a tsunami de 2004, maior da história do país, que causou um prejuízo material de 14 bilhões de dólares e deixou quase 230 mil mortos.

Governo da Indonésia

A Indonésia é uma república presidencialista. O presidente da república desempenha as funções de chefe de Estado e chefe de governo. Presidente e vice-presidente são eleitos por meio do voto popular para exercerem mandatos de cinco anos, com possibilidade de reeleição. O Poder Legislativo na Indonésia é representado pela Assembleia Consultiva Popular, um órgão bicameral formado pelo Conselho Representativo Popular e pelo Conselho Representativo Regional.

Curiosidades sobre a Indonésia

  • A Indonésia possui 400 vulcões, dos quais 100 são ativos. Um deles é o Krakatoa, cuja erupção, em 1883, foi uma das mais violentas de todo o mundo.

  • Tem a maior população islâmica do mundo.

  • Está entre os países com maior biodiversidade animal do planeta, com a Austrália, o Brasil e outras 14 nações.

  • É o país de origem do dragão-de-komodo. As florestas indonésias são o habitat dessa espécie de lagarto. 

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Indonésia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/indonesia.htm. Acesso em 16 de maio de 2022.

Tire suas dúvidas


Por que se chama Mar Tenebroso

Por FELIPE ZINGEREVITZ DE MOURA sc159891
Responder
Ver respostas

quais são os fatores de identidade populacionais e oq são cada um deles?

Por (a1653) Mafalda Melo
Responder
Ver respostas

Estude agora


Por que o gás hélio deixa a voz fina?

Você já deve ter brincado alguma vez com balões cheios de gás hélio em uma festa de aniversário ou feira livre...

O que é tirania?

O que é tirania? Como podemos entender a tirania como uma forma política comum na história da humanidade? Veja tudo...