close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Fusos horários no Brasil

O Brasil está oficialmente inserido em quatro fusos horários. O principal e oficial é o horário de Brasília, três horas atrasado em relação a Greenwich.

O Brasil possui quatro fusos horários, os quais compreendem o intervalo de GMT -2 a GMT -5.[1]
O Brasil possui quatro fusos horários, os quais compreendem o intervalo de GMT -2 a GMT -5.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Existem quatro fusos horários no Brasil, que são GMT -2, GMT -3 (conhecido como horário de Brasília, que é a hora oficial do país), GMT -4 e GMT -5. Como o país está localizado inteiramente no hemisfério ocidental, ou oeste, todos os seus horários se encontram atrasados em relação à zona inicial, que tem como centro o Meridiano de Greenwich.

Além disso, durante o período de outubro a fevereiro, estados brasileiros do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país adotavam o horário de verão. Essa medida deixou de ser implementada no Brasil em 2019.

Leia também: Pontos cardeais — pontos de referência estabelecidos para orientação espacial

Tópicos deste artigo

Resumo sobre fusos horários do Brasil

  • O Brasil possui quatro fusos horários: GMT -2, GMT -3, GMT -4 e GMT -5.

  • Como o país fica no hemisfério ocidental, todos os horários são atrasados em relação ao Meridiano de Greenwich.

  • O fuso horário oficial do país, conhecido como horário de Brasília, é GMT -3.

  • Até o ano de 2019, dez estados e o Distrito Federal adotavam o horário de verão. Trata-se de uma alteração na contagem das horas: os relógios deviam ter uma hora adiantada em relação ao fuso horário oficial entre os meses de outubro e fevereiro.

O que são fusos horários?

Os fusos horários são um sistema de padronização da contagem de horas pelo mundo. A determinação dos fusos horários facilitou a comunicação de longa distância, as viagens e principalmente o comércio internacional.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tendo em vista que o planeta demora 24 horas, em média, para dar uma volta completa em torno do seu próprio eixo, isto é, para se movimentar 360°, convencionou-se dividir a superfície em 24 faixas verticais, de 15° cada, as quais correspondem a uma hora. Essas faixas são delimitadas por meridianos e recebem o nome de fusos horários ou zonas horárias. Todas as localidades inseridas dentro de uma zona apresentam a mesma hora.

O Meridiano de Greenwich foi selecionado como o marco zero para essa contagem. Ele corresponde ao meridiano de 0° de longitude e se localiza no centro do fuso horário inicial, o de Londres. Tanto a leste quanto a oeste desse ponto foram demarcadas 12 zonas horárias. Todos os fusos horários situados a leste do central são representados com um sinal positivo, enquanto os situados a oeste são representados com um sinal negativo.

No momento de calcular a diferença de horários entre duas localidades, é preciso levar em consideração que:

  • à medida que caminhamos para leste, as horas aumentam;

  • à medida que caminhamos para oeste, as horas diminuem.

Quais são os fusos horários no Brasil?

O território brasileiro está oficialmente dividido em quatro fusos horários.

  • Fuso horário 1: Duas horas de atraso em relação a Greenwich (GMT -2). Estão inseridos nele arquipélagos brasileiros e ilhas, como Fernando de Noronha, o arquipélago de São Pedro e São Paulo e o atol das Rocas.

  • Fuso horário 2: Três horas de atraso em relação a Greenwich (GMT -3). Corresponde à hora oficial do Brasil e é chamado também de horário de Brasília. Nele estão inseridos:

  • Fuso horário 3: Quatro horas de atraso em relação a Greenwich (GMT -4). Estão inseridos nele a totalidade dos territórios de Rondônia, Roraima, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além da maior porção do Amazonas.

  • Fuso horário 4: Cinco horas de atraso em relação a Greenwich (GMT -5). Uma pequena parcela do extremo oeste do Amazonas está inserido nele, assim como todo o território do Acre.

A demarcação dos fusos horários no Brasil, no entanto, nem sempre teve essa configuração. Apesar de o país estar inserido em quatro faixas de horários oficiais (divisão teórica), que são definidos simplesmente pela passagem dos meridianos, a hora legal do país é definida pelo Estado, de acordo com critérios próprios.

No ano de 2008, um decreto legislativo fez com que o Acre e o extremo oeste do Amazonas fossem integrados ao fuso horário GMT -4, e o Brasil passou a ter oficialmente três fusos horários. Nessa mudança, o estado do Pará, que era até então dividido entre as zonas 2 e 3, foi inteiramente posicionado na zona 2, que corresponde ao horário de Brasília.

Em um referendo realizado entre a população acriana, a maioria votou pelo retorno do estado ao quarto fuso horário (GMT -5), o que ocorreu no ano de 2013. Tanto o território do Acre quanto o oeste do Amazonas voltaram para a sua zona original, e o Pará permaneceu no horário de Brasília.

Saiba mais: Projeções cartográficas — representações da superfície esférica da Terra

Fusos horários no Brasil e o horário de verão

Alguns estados brasileiros adotavam, por um período de quatro meses, entre outubro e fevereiro, o horário de verão. Trata-se de uma mudança na marcação do tempo que adianta os relógios em uma hora quanto ao fuso horário oficial de determinada localidade. Além do Distrito Federal, os estados que adotavam o horário de verão eram:

O horário de verão foi adotado pela primeira vez no Brasil no ano de 1931. Ele foi aplicado com o objetivo de gerar economia de energia elétrica durante os meses em que os dias são mais longos do que as noites, que correspondem ao final da primavera até meados do verão, quando a disponibilidade de luz natural é maior. Essa medida visava aliviar a sobrecarga no sistema de geração de energia elétrica do país.

Mãos alterando a hora em um relógio branco.
O horário de verão, adotado pela primeira vez no Brasil no ano de 1931 por dez estados e pelo Distrito Federal, foi revogado no ano de 2019.

Os estados mais próximos da Linha do Equador não adotavam o horário de verão, pois a duração dos dias e das noites nessa região do globo praticamente não se altera durante a passagem das estações.

Após algumas revogações e retomadas entre a década de 1940 e final da década de 1960, o horário de verão foi retomado no ano de 1985 e assim permaneceu até o ano de 2019, quando foi revogado novamente por meio de um decreto. Atualmente, portanto, o Brasil não possui horário de verão vigente.

Exercícios resolvidos sobre fusos horários no Brasil

Questão 1

(Etec) Com a evolução dos meios de transportes e com o desenvolvimento dos meios de comunicação, cidades localizadas a milhares de quilômetros passaram a se comunicar de forma mais ágil. Sendo assim, fazia-se necessário um sistema de horário padronizado entre as diferentes localidades do planeta. Esse sistema foi normatizado em 1884, quando representantes de diversos países reuniram-se em uma conferência em Washington.

Em relação aos fusos horários, é correto afirmar que:

a) as latitudes, que são linhas imaginárias, foram determinadas para padronizar os diferentes fusos horários do planeta.

b) o Brasil, por se localizar a oeste do meridiano de Greenwich, tem as horas adiantadas em relação a esse mesmo meridiano.

c) os países que têm seus fusos horários a oeste do meridiano de Greenwich adotam o horário de verão para aproveitarem melhor as horas de sol.

d) o Brasil, por ser um país que ocupa vasta extensão territorial no sentido leste a oeste, possui mais de dois fusos horários, sendo que cada um corresponde a uma hora.

e) a Terra leva 24 horas para dar uma volta completa em seu próprio eixo, movimento denominado translação, por esse motivo foi dividida em 12 fusos horários.

Resolução:

Alternativa D

O Brasil é um vasto território que se estende, em seus extremos, de aproximadamente 35° a 74° de longitude oeste, compreendendo portanto mais de dois fusos horários. Na verdade, o país possui um total de quatro zonas horárias.

Questão 2

(PUC-RS) Três viajantes (A, B e C) saíram de Londres às 20 horas (hora local de Londres) do dia 12 de janeiro, com destino a São Paulo (A), Salvador (B) e Cuiabá (C). Considerando que no Brasil estava ocorrendo o horário de verão e que a viagem demorou 12 (A), 14 (B) e 16 (C) horas, é correto concluir que o horário e o dia de chegada foram, respectivamente,

a) 7h — dia 13 / 6h — dia 13 / 8h — dia 13.

b) 8h — dia 12 / 8h — dia 12 / 8h — dia 12.

c) 6h — dia 13 / 7h — dia 13 / 9h — dia 13.

d) 8h — dia 13 / 6h — dia 12 / 9h — dia 12.

e) 6h — dia 13 / 7h — dia 13 / 8h — dia 13.

Resolução:

Alternativa C

Antes de fazer os cálculos, devemos considerar que:

  • As cidades de São Paulo (A) e Salvador (B) se encontram no fuso horário GMT -3, ao passo que Cuiabá (C) fica na zona GMT -4.

  • Apenas Salvador (B) não adotava o horário de verão.

Londres está no fuso inicial, o que facilita bastante o desenvolvimento da questão. Sendo assim, temos:

  • Viajante A:

20 horas (horário de Londres) + 12 horas (tempo de viagem) – 3 horas (fuso horário) + 1 hora (horário de verão) =

6 horas da manhã do dia seguinte (13).

  • Viajante B:

20 horas (horário de Londres) + 14 horas (tempo de viagem) – 3 horas (fuso horário) =

7 horas da manhã do dia seguinte (13)

  • Viajante C:

20 horas (horário de Londres) + 16 horas (tempo de viagem) – 4 horas (fuso horário) + 1 hora (horário de verão) =

9 horas da manhã do dia seguinte (13).

Crédito de imagem

[1] Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (reprodução)

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Fusos horários no Brasil"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/fuso-horario-brasileiro.htm. Acesso em 21 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Confira a manchete a seguir e assinale a alternativa correta:

Lei que altera fuso horário do Acre e de parte do Amazonas é sancionada

Sanção foi publicada na edição desta quinta-feira (31) do 'Diário Oficial'. Região voltará a ter menos duas horas em relação ao horário de Brasília.

(G1, Acre. 31 out. 2013. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Adaptado).

A sanção da lei dos fusos horários no Brasil, no ano de 2013, teve como escopo:

a) a revogação integral das alterações efetuadas em 2008.

b) a inclusão do Acre e oeste do Amazonas no terceiro fuso do país.

c) a sincronização dos horários dos estados brasileiros, antes desconexos.

d) a recriação do quarto fuso horário oficial brasileiro.

e) a adaptação das regiões em relação ao horário brasileiro de verão.

Exercício 2

Um grupo de estudantes residentes na cidade de Rio Branco (AC) partiu em uma viagem de férias para Fernando de Noronha (PE). No entanto, a viagem de avião foi relativamente desgastante, pois contou com duas escalas e uma duração de 14 horas e 30 minutos.

Considerando que os viajantes saíram de Rio Branco às 6h da manhã, a hora local de desembarque no destino final foi:

a) 17h30

b) 18h30

c) 20h30

d) 22h30

e) 23h30

Estude agora


1984, de George Orwell, e a origem do termo Big Brother

Alguns defendem que se trata de um programa alienador e outros defendem que podemos sim assistir ao Big Brother e ler...

Inequações modulares

Nesta aula vamos relembrar o que é módulo e faremos uma análise do significado de inequação modular....