Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Acre

Geografia do Brasil

PUBLICIDADE

O Acre está situado no Norte do Brasil, em uma região de fronteira, mais precisamente com a Bolívia e o Peru. Historicamente, o Acre pertencia à Bolívia e foi anexado ao Brasil por meio de acordos diplomáticos. O ciclo da borracha foi crucial para a anexação do Acre ao território brasileiro.

O estado possui aspectos geográficos uniformes, baseados no clima e na vegetação equatorial. Já nos aspectos humanos, a cultura acriana é marcada pela influência dos povos indígenas da região. A forma de governo do Acre é baseada na divisão dos Três Poderes.

Economicamente são desenvolvidas no Acre atividades primárias, como a exploração de borracha, de madeira e de castanhas. O estado é um dos menos desenvolvidos do Brasil, sendo que o isolamento geográfico e a falta de investimento público culminaram em problemas de infraestrutura. No entanto, é considerado uma das regiões mais ambientalmente preservadas do país.

Leia também: Tocantins – estado da região Norte e o mais jovem do Brasil

Dados gerais do Acre

  • Região: Norte
  • Capital: Rio Branco
  • Governo: Gladson Cameli (2019-2022)
  • Área territorial: 164.173 km² (IBGE, 2019)
  • População: 894.470 habitantes (IBGE, 2020)
  • Densidade demográfica: 4,47 hab./km² (IBGE, 2010)
  • Fuso: UTC -5
  • Clima: Equatorial

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História do Acre

O Acre era um território pertencente à Bolívia. Contudo, ao longo do século XIX, a região recebeu muitos imigrantes provenientes do Brasil, principalmente da região Nordeste do país. O interesse pelo Acre estava atrelado à exploração da borracha, que despontava no mercado internacional como um recurso natural muito valorizado. Dessa maneira, a crescente ocupação da região por parte dos brasileiros criou tensões com a Bolívia, em especial no final do século XIX, em razão do crescimento exacerbado da população de origem brasileira na região.

Na tentativa de resolver as tensões com o país vizinho, o Brasil propôs, em 1903, a assinatura de um tratado para assumir de maneira definitiva a posse do Acre. A proposta brasileira perpassou pelo pagamento de valores em dinheiro para a Bolívia assim como pela cessão de partes do território brasileiro e pela construção de uma ferrovia na região, a chamada Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

A Bolívia aceitou o acordo, logo, o território acriano passou a fazer parte, de maneira definitiva, do Brasil. O Acre foi integrado ao Brasil no formato de território federal, sendo que, em 1962, tornou-se oficialmente um estado brasileiro.

No século XX, o estado continuou sendo um polo de atração de imigrantes, em especial, por meio da exploração da borracha. No entanto, com a queda do preço da borracha no mercado mundial, assim como o aumento da concorrência estrangeira e o surgimento da borracha sintética, a produção acriana de borracha declinou. Na atualidade, a produção de borracha no estado perdeu espaço para outras atividades econômicas, como a agropecuária e a extração de madeira.

Geografia do Acre

A Floresta Amazônica, marcada por rios caudalosos e vegetação equatorial, está presente em todo o território acriano.
A Floresta Amazônica, marcada por rios caudalosos e vegetação equatorial, está presente em todo o território acriano.

O Acre está localizado na região Norte do Brasil, sendo a sua localização na porção mais oeste do país, na fronteira com Bolívia e Peru. Além disso, ele faz divisa com os estados brasileiros:

No ponto extremo mais a oeste do Brasil, está localizado, no Acre, a nascente do rio Moa, na serra da Contamana. O Acre possui um território pequeno em dimensão territorial e extremamente preservado do ponto de vista ambiental. As suas características físicas são uniformes, com relevo predominantemente formado por planícies, vegetação de floresta equatorial, típica da Floresta Amazônica, e também, clima Equatorial, marcado pela alta temperatura e pluviosidade. Os rios mais importantes do Acre são o Juruá e o Purus.

Veja também: Quais são as bacias hidrográficas do Brasil?

Mapa do Acre

Fonte: IBGE.
Fonte: IBGE.

Divisão geográfica do Acre

O estado do Acre possui 22 municípios. A divisão geográfica do estado, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é composta por duas regiões geográficas intermediárias e cinco regiões geográficas imediatas. São elas:

Regiões geográficas intermediárias

Regiões geográficas imediatas

Rio Branco

Rio Branco

Brasileia

Sena Madureira

Cruzeiro do Sul

Cruzeiro do Sul

Tarauacá

Fonte: IBGE.

Demografia do Acre

O Acre possui cerca de 890 mil habitantes, sendo um dos menores estados em população absoluta e relativa do Brasil. A população acriana foi formada, em especial, por descendentes de tribos indígenas da região assim como por brasileiros que migraram para ela desde o século XIX. Na atualidade, a população estadual apresenta taxas de crescimento, apesar da estagnação econômica e das condições de vida, principalmente do ponto de vista sanitário, ruins.

A maior cidade em população do Acre é a capital, Rio Branco, que possui cerca de 400 mil habitantes. A cidade de Cruzeiro do Sul, com quase 100 mil habitantes, também é um centro urbano importante. Além dessas, são cidades importantes do estado, em relação à população, Sena Madureira, Tarauacá e Feijó.

Aspecto de uma moradia típica do Acre, construída com placas de madeira e de maneira elevada, a fim de evitar os alagamentos recorrentes na região.
Aspecto de uma moradia típica do Acre, construída com placas de madeira e de maneira elevada, a fim de evitar os alagamentos recorrentes na região.

Economia do Acre

O estado do Acre possui uma economia pequena e amplamente baseada na exploração dos recursos naturais. Dessa maneira, é uma economia de base primária, ancorada principalmente na exploração de madeira, de borracha e de castanhas.

A borracha foi o principal produto de exportação do estado, mas, nos últimos tempos, com o aumento da concorrência no mercado internacional, tem perdido espaço na economia acriana. A extração de madeira é, na atualidade, o principal produto de exportação do estado. A coleta de castanha tem se destacado, principalmente por meio de técnicas de manejo agroflorestal.

Além desses, o setor primário registra produção de gêneros agrícolas, como milho e soja, assim como a prática de pecuária extensiva e a pesca de peixes de água doce.

Por sua vez, o setor secundário é praticamente inexistente, estando voltado para o beneficiamento dos produtos florestais. Já o setor terciário está ancorado no comércio local e também no setor público.

Leia também: Agrossistemas – conjuntos de técnicas produtivas no espaço agrário

Governo do Acre

A forma de governo do Acre está baseada nos Três Poderes. Sendo assim, há o Poder Executivo, baseado na figura do governador; o Poder Judiciário, representado pelas unidades de justiça; e, também, o Poder Legislativo, composto pelos legisladores. O Acre possui oito deputados federais, três senadores e 24 deputados estaduais, que são os representantes do Poder Legislativo estadual.

Bandeira do Acre

Infraestrutura do Acre

O Acre é um dos estados mais isolados do Brasil em termos geográficos e também estruturais. Dessa maneira, apresenta uma infraestrutura ainda ineficiente nos termos de transporte, energia e telecomunicações.

O Acre possui algumas rodovias federais e estaduais, mas o principal meio de transporte utilizado pela população é o fluvial, por meio dos rios da região. O atendimento de energia e comunicações é deficitário e prejudicado pelo isolamento espacial de várias localidades acrianas. O atendimento de água e esgoto é precário, sendo um dos principais problemas estruturais e sociais do estado.

O Acre possui redes públicas de saúde e educação para atendimento da população. Entretanto, a sua distribuição espacial é prejudicada pelo baixo investimento e pelas grandes distâncias entre as localidades, principalmente as rurais e indígenas.

Cultura do Acre

A cultura do Acre é baseada nas tradições folclóricas dos povos indígenas que habitam a região e influenciaram de maneira direta na constituição dos hábitos culturais dos acrianos. Além disso, percebe-se a influência da cultura de outros estados brasileiros, principalmente do Norte e do Nordeste.

O artesanato acriano é produzido com elementos da floresta, em especial, cipós, sementes e madeiras. Já a culinária é marcada pelo uso de peixes e ervas amazônicas. A cultura do Acre é fortemente marcada, ainda, pela defesa da floresta, sendo o estado um dos mais preservados em termos ambientais do Brasil. A figura de Chico Mendes, lendário defensor da preservação ambiental no Acre, foi uma das mais proeminentes na defesa da natureza e da cultura acriana.

 

Por Mateus Campos
Professor de Geografia

Listagem de Artigos

Lista de Exercícios
Questão 1

O Acre é um estado brasileiro que está localizado em qual Região do país?

a) Sul

b) Nordeste

c) Centro-Oeste

d) Norte

e) Sudeste

Questão 2

O mapa abaixo está destacando uma unidade federativa do Brasil.

\"\"

Marque a alternativa que indica corretamente esse estado e sua capital.

a) Acre (estado) e Rio Branco (capital)

b) Amapá (estado) e Macapá (capital)

c) Rio Branco (estado) e Acre (capital)

d) Rondônia (estado) e Porto Velho (capital)

e) Acre (estado) e Porto Velho (capital)

Ver resposta