Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Cuiabá

Geografia do Brasil

Cuiabá é capital do Mato Grosso, no Centro-Oeste do Brasil, e Centro Geodésico da América Latina. A cidade conta hoje com 618 mil habitantes, sendo a mais populosa do estado.
Bandeira de Cuiabá
Bandeira de Cuiabá
PUBLICIDADE

Cuiabá é um município brasileiro da Região Centro-Oeste do país. Desempenha o papel de capital do estado do Mato Grosso. Dispõe de clima tropical, com elevadas temperaturas ao longo do ano, além de um relevo marcado por formas suavemente onduladas. A cidade reúne hoje 618.124 habitantes e é um dos principais centros econômicos mato-grossenses, com grande participação do setor terciário na economia.

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Resumo

  • Cuiabá é a capital do Mato Grosso, estado da Região Centro-Oeste, além de abrigar o Centro Geodésico da América do Sul.

  • Integra a Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá e consiste na cidade mais populosa do estado, com 618.124 habitantes.

  • Possui clima tropical continental, com verões chuvosos e invernos secos. As temperaturas máximas podem, em anos mais quentes, superar os 40º C. Tem relevo que varia de plano a ondulado.

  • Seu PIB é de R$ 23,7 bilhões, maior valor do estado. A economia é liderada pelo setor terciário, seguido da indústria, que dispõe de ramos bastante diversos (têxtil, alimentício, extrativo, siderúrgico, editorial).

  • Conecta-se com outras regiões do país por rodovias como a BR-163, além de dispor de um porto seco de elevada importância para o comércio regional.

  • Entre suas manifestações culturais está o cururu, uma dança tradicional das zonas rurais. A música é tocada na viola de cocho, produzida artesanalmente.

Dados gerais de Cuiabá

  • Gentílico: cuiabano.

  • Localização de Cuiabá

    • País: Brasil

    • Unidade federativa: Mato Grosso.

    • Região intermediária[1]: Cuiabá.

    • Região imediata[1]: Cuiabá.

    • Região metropolitana: Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá. Composta pelos municípios de Cuiabá, Acorizal, Chapada dos Guimarães, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio de Leverger e Várzea Grande.

    • Municípios limítrofes: Chapada dos Guimarães, Campo Verde, Santo Antônio do Leverger, Várzea Grande, Acorizal.

  • Geografia de Cuiabá

    • Área total: 3.291,696 km² (IBGE, 2020).

    • População total: 618.124 habitantes (IBGE, 2020).

    • Densidade: 157,66 hab./km² (IBGE, 2010).

    • Clima: tropical continental.

    • Altitude: 177 metros.

    • Fuso horário: GMT -4 horas.

  • Histórico de Cuiabá

    • Fundação: 8 de abril de 1719.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia de Cuiabá

Cuiabá é um município brasileiro localizado na Região Centro-Oeste do país e considerado Centro Geodésico da América do Sul. Pertence ao estado do Mato Grosso e desempenha o papel de capital, uma vez que abriga a sede do governo estadual. Possui área de 3,2 mil km² e faz divisa com cinco municípios:

  • Chapada dos Guimarães, a norte e a leste;

  • Campo Verde, a leste;

  • Santo Antônio do Leverger, ao sul;

  • Várzea Grande e Acorizal, a oeste.

A capital mato-grossense integra a Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, que é formada, ao todo, por seis municípios. Conforme a hierarquia urbana estabelecida pelo IBGE, a cidade representa uma capital regional. Integra, ademais, o arranjo populacional da capital federal, Brasília.

Vista parcial de Cuiabá, no Mato Grosso.
Vista parcial de Cuiabá, no Mato Grosso.
  • Clima de Cuiabá

O clima predominante é o tropical continental. Caracteriza-se por duas estações do ano bem definidas: um verão quente e chuvoso, que se estende de setembro a maio aproximadamente, e um inverno ameno e seco.

A temperatura média varia entre 22ºC e 27ºC, com máximas que podem chegar a até 40ºC nos anos mais quentes. Na tarde do dia 30 de setembro de 2020, a cidade marcou seu recorde de temperatura: 43,7º C. Quanto às chuvas, a cidade registra em média 1.350 mm anuais.

  • Relevo de Cuiabá

A cidade de Cuiabá está localizada no Planalto Central brasileiro, próximo da planície do Pantanal. O relevo urbano possui feições que variam de planas a onduladas, com a presença de morrotes e colinas, visto que a cidade está situada em uma região onde há o predomínio de planaltos e depressões (Depressão Cuiabana). As cotas altimétricas não ultrapassam os 259 metros de altitude, sendo o Morro da Conceição seu ponto mais elevado.

  • Vegetação de Cuiabá

A cobertura vegetal cuiabana pertence ao bioma Cerrado. Encontram-se na cidade algumas formações características, como mata semidecídua, cerradão, mata de encosta e as matas ciliares que margeiam os cursos d’água que banham Cuiabá.

  • Hidrografia de Cuiabá

Com relevo propício, Cuiabá dispõe de áreas alagadas, rios, ribeirões e córregos, compondo assim uma densa rede de drenagem. Entre os principais rios que banham a cidade estão os rios Cuiabá, Coxipó, Bandeira, Claro, Mutuca, dos Peixes e Aricazinho.

Leia também: Campo Grande — dados gerais sobre a capital do Mato Grosso do Sul

Mapa de Cuiabá

Recorte de mapa onde está destacada a localização de Cuiabá
Localização da cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso.

Demografia de Cuiabá

A população cuiabana soma atualmente 618.124 pessoas, valor que corresponde a 17,5% de todos os habitantes do Mato Grosso. Trata-se da cidade mais populosa do estado e a 35ª do Brasil, ficando, entretanto, na 20ª colocação entre as sedes estaduais. Em um intervalo de 10 anos, a capital mato-grossense ganhou aproximadamente 67 mil novos moradores e demonstrou um crescimento mais acelerado do que a média nacional.

Com relação à distribuição populacional, tem-se que Cuiabá é a cidade mais povoada do Mato Grosso, com 157,66 hab./km², conforme o censo do IBGE de 2010. A maior parcela dos seus habitantes, o equivalente a 98%, vive nas áreas urbanizadas.

Mais da metade dos cuiabanos se autodeclara parda (54,29%), ao passo que um percentual de 33,23% se declaram brancos. Os negros perfazem quase 11% dos moradores da capital, enquanto os indígenas e amarelos são, respectivamente, 0,30% e 10,57%.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é o maior do Mato Grosso, registrando um valor de 0,785.

Divisão geográfica de Cuiabá

Cuiabá está dividida em 325 bairros, os quais, por sua vez, se dividem em regiões administrativas que foram nomeadas conforme a sua posição geográfica. Dessa forma, a cidade é formada pelas regiões Norte, Oeste, Leste e Sul.

Economia de Cuiabá

A cidade de Cuiabá é a principal economia do Mato Grosso, despontando em primeiro lugar dentre os municípios com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 23,7 bilhões. Esse valor coloca a capital cuiabana na posição 41 entre as mais de cinco mil cidades brasileiras.

O setor terciário, excetuando-se as atividades administrativas, representa a maior parcela do PIB cuiabano (67,54%), além de reunir importantes centros comerciais e de serviços em todo o estado, o que coloca o terciário da capital à frente dos demais municípios. Além dessas atividades, o turismo possui grande importância para o dinamismo econômico de Cuiabá. Além de suas próprias paisagens naturais e urbanas, a capital se encontra nas proximidades do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, assim como da Planície Pantaneira, ambas paisagens naturais que atraem anualmente um grande contingente de turistas.

A indústria responde por 13,38% da economia municipal. Entre as empresas instaladas na cidade, possuem maior número de representantes os ramos metalúrgico, de material de transporte, de produtos minerais não metálicos, vestuário, produtos alimentícios, mobiliário — que, por sua vez, movimenta o extrativismo vegetal —, papel e celulose e editorial. A produção agropecuária corresponde a apenas 0,15% do PIB municipal. Sobressaem-se as lavouras de cana-de-açúcar, arroz, milho, manga e banana, assim como a produção leiteira.

Leia também: Goiânia — dados gerais da capital do estado de Goiás

Governo de Cuiabá

O governo de Cuiabá é do tipo democrático representativo. Isso significa que os governantes do município são eleitos pela população, o que acontece mediante a realização de pleitos municipais em um intervalo de quatro anos. A principal autoridade do Poder Executivo é o prefeito. A Câmara Legislativa, por sua vez, é formada ao todo por 25 vereadores.

Como sendo a capital do Mato Grosso, Cuiabá representa o centro político do estado e abriga a sede do governo estadual. Esta fica situada no Palácio Paiaguás, no centro da cidade.

Infraestrutura de Cuiabá

A maior parcela dos domicílios cuiabanos está situada na sua zona urbana, sendo assim assistidos pela rede de infraestrutura do município. Conforme mostram os dados do IBGE, 93,6% deles possuem acesso à rede geral de abastecimento de água. O restante se abastece a partir de poços ou nascentes ou por intermédio de outros meios. O esgotamento sanitário adequado chega a 80,2%, enquanto a eletrificação é da ordem de 99,8%.

Os transportes intraurbanos ocorrem por meio das linhas de ônibus municipais, além, é claro, dos veículos particulares. Há atualmente uma discussão sobre a continuidade das obras do VLT (veículo leve sobre trilhos) e a possibilidade de alteração da implantação desse modal para o BRT (sigla em inglês para ônibus de trânsito rápido).

Os deslocamentos entre municípios do estado e de outras regiões do país ocorrem principalmente por meio das rodovias estaduais e federais, como a Cuiabá-Santarém (BR-163) e a BR-364, que faz a conexão com as regiões Norte e Sudeste. Seu Distrito Industrial conta com um porto seco, responsável pelos serviços aduaneiros e de exportação e importação. Fica em Cuiabá também um dos principais aeroportos do Mato Grosso, que é o Aeroporto Internacional de Cuiabá (Marechal Rondon).

Cultura de Cuiabá

A cultura cuiabana possui elementos de diversas outras matrizes culturais daqueles povos que compuseram e compõem a população do Mato Grosso e do Brasil. Observa-se a influência dos portugueses, africanos, espanhóis e, principalmente, dos povos indígenas. Seus traços são vistos nas danças tradicionais, celebrações e festas típicas, na culinária e nos trabalhos manuais.

A Festa de São Sebastião é uma das principais celebrações anuais que têm lugar na capital mato-grossense. O cururu se destaca dentre as tradições tanto na música quanto na dança. Os músicos são chamados de cururueiros e a executam na viola de cocho. Esse artigo é produzido manualmente pelos artesãos cuiabanos e se tornou um símbolo da cultura da cidade.

Viola de cocho, instrumento produzido em Cuiabá. [1]
Viola de cocho, instrumento produzido em Cuiabá. [1]

Muitos museus recontam a história de Cuiabá e do Mato Grosso, como o Museu Histórico do Mato Grosso, o Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia e o Museu de História Nacional de Mato Grosso. Os monumentos históricos que compõem a paisagem urbana de Cuiabá servem ao mesmo propósito, além de representarem pontos de visitação, como a Igreja Nossa Senhora do Bom Despacho e a Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, que datam do século XVIII. Além disso, os parques e paisagens naturais constituem grandes atrativos turísticos para a capital mato-grossense.

História de Cuiabá

A fundação da cidade de Cuiabá é atribuída ao bandeirante Pascoal Moreira Cabral, que chegou à região no ano de 1718 e, mediante a descoberta de ouro, formalizou a existência do povoado um ano mais tarde, em 8 de abril de 1719. Alguns anos mais tarde, com o crescimento da área, ela se torna oficialmente Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, sendo esse último nome em função do Rio Cuiabá, que banha a região e por onde se davam os principais deslocamentos à época. Levando em consideração os avanços motivados pela atividade aurífera, a área que até então pertencia à capitania de São Paulo ganhou autonomia, sendo criada a capitania do Mato Grosso em 1748.

A partir de 1818, a então vila foi elevada à condição de cidade, que recebeu o nome pelo qual é conhecida hoje. Somente no ano de 1835 Cuiabá se tornou a capital da província de Mato Grosso, função essa que era desempenhada até então pela Vila Bela da Santíssima Trindade. Esse período foi marcado pelo arrefecimento econômico da região e o declínio da exploração do ouro, o que promoveu um grande fluxo migratório para outras cidades e vilas da região. No entanto, as políticas governamentais da década de 1930 de ocupação do oeste brasileiro garantiram um novo aporte populacional e a intensificação do processo de urbanização de Cuiabá.

Crédito da imagem

[1] Caio Pederneiras / Shutterstock.com

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Cuiabá"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/cuiaba.htm. Acesso em 17 de outubro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça aqui os principais aspectos geográficos relativos à região Centro-Oeste do Brasil!
As peculiaridades da população residente no maior estado do Centro-Oeste.
Aspectos naturais de Mato-Grosso, Aspectos do relevo de Mato-Grosso, Aspectos climáticos de Mato-Grosso, Aspectos da vegetação de Mato-Grosso, Aspectos da hidrografia de Mato-Grosso, Os parques de preservação do Mato-Grosso.
Conheça quais são as capitais do Brasil e seus respectivos estados. Saiba como essas capitais distribuem-se pelo Brasil e quais foram as capitais federais.
Clique aqui para conhecer melhor a cidade de Curitiba, capital do Paraná. Leia a respeito de suas principais características geográficas, econômicas e populacionais.
Conheça as principais características do estado do Mato Grosso.