Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Amazônia

A Amazônia é um dos biomas mais ricos em biodiversidade do mundo. Refere-se a um conjunto de ecossistemas que abrange a Floresta Amazônica e a Bacia Amazônica.

Amazônia
O bioma Amazônia abrange a maior floresta tropical do mundo: a Floresta Amazônica.
Crédito da Imagem: shutterstock
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A Amazônia compreende um conjunto de ecossistemas que envolve a bacia hidrográfica do Rio Amazonas, bem como a Floresta Amazônica; é considerada a região de maior biodiversidade do planeta e o maior bioma do Brasil. Não é exclusivamente brasileira, sendo, portanto, encontrada em outros países.

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Amazônia

  • A Amazônia é considerada a região de maior biodiversidade do planeta.

  • O bioma Amazônia não é exclusivo do território brasileiro, abrangendo áreas de outros países.

  • Compreende o conjunto de ecossistemas que correspondem à Floresta Amazônica, maior floresta tropical do mundo, e também a Bacia Amazônica, maior bacia hidrográfica do planeta.

  • A fauna é extremamente rica e conta com mais de 30 milhões de espécies.

  • A flora da Amazônia é bastante diversificada, constituída por árvores, ervas, arbustos, lianas e trepadeiras.

  • Cerca de 17% do bioma foi devastado nos últimos 50 anos.

Características da Amazônia

Localização

Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela.

Área

Considerando a abrangência em outros países, o bioma apresenta cerca de 6,9 milhões de km2.

No Brasil: 4.196.943 milhões de km2, segundo o IBGE.

Habitantes

Aproximadamente, 33 milhões de habitantes, incluindo cerca 1,6 milhão de indígenas.

Estados abrangidos no Brasil

Ocupa, aproximadamente, 49,29% do território brasileiro, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão e Tocantins.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mapa Mental: Bioma Amazônia

*Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

Mapa da Amazônia

Localização do bioma Amazônia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (Fonte: IBGE.)
Localização do bioma Amazônia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (Fonte: IBGE.)

Vegetação e flora da Amazônia

A Amazônia abriga a Floresta Amazônica, considerada a maior floresta tropical do mundo, abrangendo uma área de mais de 5 milhões de km2. A floresta conta com um elevado número de espécies (animais e vegetais), é, então, rica em biodiversidade.

A vegetação, de maneira geral, é caracterizada por uma floresta densa e pela presença de árvores de grande porte. O bioma possui cerca de 3.650.000 km² de florestas contínuas. De maneira específica, a vegetação é classificada em três categorias:

  1. Mata de terra firme: vegetação localizada em regiões de altitudes mais elevadas, essas são, portanto, caracterizadas por não haver inundações e sua vegetação ser sempre seca. Há presença de árvores de grande porte, como castanheira, palmeira e mogno.

  2. Mata de igapó: vegetação localizada em terrenos de menores altitudes, estando esses inundados praticamente por todo o tempo. Há presença de vegetação baixa, como musgos e arbustos. Nessas matas, é possível encontrar a vitória-régia, planta aquática, símbolo do bioma Amazônia.

  3. Matas de várzea: vegetação localizada em regiões de altitudes intermediárias e que são inundadas em uma determinada época do ano. As áreas mais altas permanecem inundadas por menos tempo. Já as áreas menos elevadas permanecem inundadas por um tempo maior. As espécies encontradas nessas áreas são semelhantes às encontradas nas matas de igapó, apresentando, também, árvores de até 40 metros de altura.

Uma pesquisa feita na Amazônia revelou que o bioma conta com cerca de 14.003 espécies de plantas que se dividem em árvores, ervas, arbustos, lianas e trepadeiras. Desse total, cerca de 76% encontra-se no Brasil.|1| A flora apresenta elevado potencial medicinal e econômico. É possível encontrar espécies de bromélias e orquídeas, bem como seringueiras e buritis, entre outras plantas e árvores.

Vitória-régia, símbolo do bioma Amazônia.
A vitória-régia é símbolo do bioma Amazônia e é encontrada nas matas de igapó.

Fauna da Amazônia

A fauna da Amazônia é extremamente rica. Estudos indicam que é possível encontrar na região cerca de 30 milhões de espécies animais, e, apesar disso, a fauna desse bioma não é totalmente conhecida. É composta, especialmente, por aves, roedores, répteis, insetos e anfíbios. Tucanos, araras, papagaios, macacos, onças, jacarés e peixes-boi são símbolos desse bioma.

Tucan, um representante da fauna da Amazônia.
O tucano é um dos mais belos representantes da fauna da Amazônia.

Clima da Amazônia

O clima predominante na Amazônia é o equatorial úmido. Trata-se de uma região caracterizada por longos períodos de chuvas, com índices pluviométricos que variam entre 1.500 mm e 3.600 mm por ano. A umidade do ar é elevada, chegando a 80%, e as temperaturas variam entre 22ºC e 28ºC.

Leia mais: A Amazônia e as chuvas no Brasil

Hidrografia da Amazônia

Rio Amazonas.
O Rio Amazonas é o principal rio da bacia Amazônica.

A Amazônia abrange a região da Bacia Amazônica, considerada a maior bacia hidrográfica do planeta, ocupa mais de 7 milhões de km2. O principal rio é o Rio Amazonas, o qual possui mais de 1.100 afluentes que nele deságuam.

Os rios são, muitas vezes, caracterizados pela cor de suas águas. Há os rios barrentos, devido à concentração de nutrientes e sedimentos, como o Rio Amazonas; há os rios de águas pretas, caracterizados pela presença de areia e húmus, como o Rio Negro; e há os rios de águas claras, que não apresentam tanta concentração de nutrientes e possuem corredeiras em seus trechos, como o Rio Xingu.

Os principais rios são:

  • Rio Amazonas: nasce na Cordilheira dos Andes, no Peru. Entra no Brasil conhecido como Solimões. Em alguns trechos, sua largura pode atingir 100 metros. É um rio bastante navegável.

  • Negro: é considerado o maior afluente à margem esquerda do Rio Amazonas.

  • Tapajós: nasce na divisa entre os estados do Mato Grosso, Pará e Amazonas, desaguando na margem direita do Rio Amazonas.

  • Madeira: nasce na Cordilheira dos Andes, na Bolívia.

Saiba também: Rios voadores na Amazônia

Relevo da Amazônia

Na Amazônia são encontradas três principais formas de relevo: planícies, representadas pelas áreas inundadas pelos rios; planaltos, representados pelas regiões de serras; e depressões, como a região das depressões norte e sul amazônicas.

A estrutura geológica da região compreendida pelo bioma é formada pelo Escudo das Guianas. Há presença de bacias sedimentares ao longo da região do Rio Amazonas. Escudos cristalinos são encontrados ao norte e ao sul dessas bacias sedimentares.

Devastação da Amazônia

Desmatamento na Amazônia.
A devastação na região da Amazônia tem preocupado muitos ambientalistas, podendo trazer consequências irreversíveis.

Nas últimas décadas, a Amazônia tem sofrido um aumento no desmatamento de suas áreas. De acordo com uma pesquisa realizada pelo norte-americano Thomas Lovejoy (professor da George Mason University) e pelo brasileiro Carlos Nobre (coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas), o bioma amazônia pode sofrer perdas irreversíveis devido ao desmatamento. O qual, segundo os pesquisadores, já chegou a 17% nos últimos 50 anos, sendo que o limite seria 20%, para que não houvesse consequências irreversíveis para o clima e o ciclo hidrológico.

Segundo o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), o desmatamento no bioma aumentou cerca de 40% entre os anos de 2017 e 2018, perdendo-se quase 4.000 km2 de mata nativa. A ocorrência do desmatamento deu-se, principalmente, em áreas privadas, assentamentos e unidades de conservação.|2|

Leia também: Desmatamento ilegal na Amazônia

Curiosidades sobre a Amazônia

Boto, uma das espécies de mamíferos encontrada na Amazônia.
O boto é uma das espécies de mamíferos encontrada na Amazônia.
  • Na Amazônia são encontrados os botos, conhecidos como golfinhos de água doce. Uma pesquisa, assinada por especialistas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, revela que duas espécies de botos (o boto-cor-de-rosa e o boto-preto) estão diminuindo na região, podendo ser extintos.|3|

  • Nos rios da Amazônia, concentram-se cerca de 85% dos peixes de toda a América do Sul.

  • Segundo o Atlas de Pressões e Ameaças às Terras Indígenas na Amazônia Brasileira, vivem, na Amazônia, 357 comunidades remanescentes de quilombos.

Notas

|1| Espécies vegetais catalogadas na Amazônia. Para acessar, clique aqui.

|2| Desmatamento da Amazônia aumentou 40% nos últimos doze meses. Para acessar, clique aqui.

|3| População de botos cai na Amazônia. Para acessar, clique aqui.

Escritor do artigo
Escrito por: Rafaela Sousa Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rafaela. "Amazônia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/amazonia.htm. Acesso em 19 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Assinale a alternativa que NÃO apresenta um país que possui vegetação de Floresta Amazônica:

A) Argentina.

B) Brasil.

C) Colômbia.

D) Peru.

E) Venezuela.

Exercício 2

A porção da vegetação da Amazônia formada por terras elevadas, na qual não ocorre eventos de cheias significativas, é corretamente chamada de

A) mata de iguapé.

B) mata de terra firme.

C) mata de cocais.

D) mata de altitude.

E) mata de galeria.