Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Singapura

Singapura é uma cidade-Estado de seis milhões de habitantes, do Sudeste Asiático. Parte dos Tigres Asiáticos, Singapura possui uma economia moderna e altamente desenvolvida.

Bandeira de Singapura.
Bandeira de Singapura.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Singapura é uma cidade-Estado situada no Sudeste Asiático. Banhada pelo oceano Índico, o território de Singapura é constituído por um conjunto de ilhas que ficam ao sul da Malásia e ao norte da Indonésia. Singapura apresenta clima tropical de monção e relevo de planície, com escassa vegetação natural formada por florestas. Atualmente vivem em Singapura mais de seis milhões de pessoas, parte das quais é de imigrantes oriundos de outros países asiáticos, como chineses, malaios e indianos.

Sua economia é altamente desenvolvida, sendo o país um dos principais centros tecnológicos e financeiros da Ásia. Parte dos Tigres Asiáticos, o país vivenciou um rápido crescimento econômico a partir da década de 1960, mantendo bons índices socioeconômicos, que o colocam entre os países com maior índice de desenvolvimento do mundo atual.

Leia também: Japão — país-arquipélago formado por milhares de ilhas

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Singapura

  • Singapura, ou República de Singapura, é uma cidade-Estado arquipélago localizada no Sudeste Asiático, ao sul da Malásia e ao norte da Indonésia.

  • Ao todo, o território de Singapura é formado por uma ilha principal e outras 60 ilhotas.

  • Apresenta clima tropical de monção e terrenos planos e suavemente ondulados, com florestas tropicais em determinados pontos do país, especialmente em reservas naturais.

  • Sua população é de 5.897.000 habitantes, e, em função da pequena área, tem uma das maiores densidades demográficas do mundo.

  • Muitos imigrantes de outros países asiáticos vivem em Singapura, o que confere enorme diversidade cultural, religiosa e linguística à cidade-Estado.

  • Como um dos Tigres Asiáticos, Singapura apresentou rápido crescimento econômico a partir da década de 1960. Hoje é um dos principais centros tecnológicos e financeiros da Ásia.

  • Trata-se de um país com elevado nível de desenvolvimento socioeconômico e que apresenta alta qualidade de vida.

  • Singapura foi colônia britânica e fez parte da Federação Malaia, conquistando a sua independência política e territorial no ano de 1965.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Singapura

  • Nome oficial: República de Singapura

  • Gentílico: singapurense

  • Extensão territorial: 725 km²

  • Localização: Sudeste Asiático

  • Capital: Singapura

  • Clima: tropical de monção

  • Governo: república parlamentarista

  • Divisão administrativa: não possui províncias, cidades ou estados, sendo classificada como cidade-Estado. Existe, entretanto, uma subdivisão do território de Singapura realizada para fins de planejamento urbano e que separa o país em cinco regiões.

  • Idioma: inglês, mandarim, malaio e tâmil (oficiais)

  • Religiões:

    • budista: 31,1%;

    • cristãs: 18,9%;

    • islâmica: 15,6%;

    • taoismo: 8,8%;

    • hindu: 5%;

    • outras: 0,6%;

    • nenhuma: 20%.

  • População: 5.897.000 habitantes (ONU, 2022)

  • Densidade demográfica: 8.423,8 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,939

  • Moeda: Dólar de Singapura

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 497,85 bilhões (FMI, 2023)

  • PIB per capita: US$ 87.880

  • Gini: 0,459

  • Fuso horário: GMT+8

  • Relações exteriores:

    • ONU;

    • Banco Mundial;

    • OMC;

    • FMI;

    • Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean);

    • Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

Geografia de Singapura

Singapura é uma cidade-Estado insular localizada no Sudeste do continente asiático. Composto por uma ilha principal, a ilha de Singapura, e outras 60 pequenas ilhas, o país se estende por 725 km² ao sul da Malásia e ao norte da Indonésia. Singapura é separada desses territórios, respectivamente, pelos estreitos de Jor e da Singapura, formados pelas águas do oceano Índico. A seguir, conheça as principais características físicas do território singapurense.

Clima de Singapura

O clima de Singapura é o tropical de monção, muito comum nessa região do Sudeste Asiático. Esse tipo de clima é comandado por um sistema de ventos que determinam a alternância entre duas estações do ano:

  • verão quente e chuvoso com temperaturas entre 27 ºC e 35 ºC e ventos quentes e úmidos que sopram do mar em direção ao continente (monções de verão);

  • inverno que varia de moderado a quente, com temperaturas entre 18-25 ºC, podendo cair para 7 ºC em algumas áreas, e de tempo seco em função dos ventos que sopram do continente em direção ao oceano (monções de inverno).

O volume anual de chuvas em Singapura é de aproximadamente 2400 mm, mas varia conforme a localidade. Áreas mais próximas da zona costeira, por exemplo, experimentam chuvas mais volumosas do que aquelas situadas no interior do país.

Relevo de Singapura

Singapura é um país de altitudes modestas, que ficam em torno de 15 metros acima do nível do mar, e relevo formado predominantemente por planícies e colinas. O ponto culminante de Singapura fica a apenas 162 metros de altitude. Trata-se do monte Bukit Timah, no qual foi delimitada uma reserva natural de mesmo nome.

Vegetação de Singapura

A cobertura vegetal original de Singapura é a floresta tropical, cujo desenvolvimento era favorecido pelo clima quente e úmido do país. No entanto, o avanço das áreas urbanizadas fez com que a vegetação natural de Singapura se restringisse a reservas naturais. Para além disso, encontram-se arbustos e algumas espécies de gramíneas espalhadas pelo território singapurense.

Trilha em área de floresta em Singapura.
Trilhas em meio à área florestada de um parque natural em Singapura.[1]

Hidrografia de Singapura

Singapura apresenta uma densa rede de drenagem formada por rios de curta extensão e muito caudalosos, que apresentam intenso fluxo de água. Especialmente no litoral norte da ilha principal, muitos dos rios deságuam no oceano Índico, em amplas fozes em estuário cercadas por mangues.

Veja também: Quais são os Novos Tigres Asiáticos?

Demografia de Singapura

A população de Singapura é de 5.897.000 habitantes, uma das menores do continente asiático. Em termos relativos, vivem em Singapura apenas 0,1% da população da Ásia e aproximadamente 1% dos habitantes do Sudeste Asiático. A totalidade da população singapurense vive em áreas urbanizas da principal ilha do país, concentrando-se no seu litoral sul. Além dela, outras três são habitadas, e um total de 36 ilhas foi destinado para o uso civil, notadamente turismo.

Por conta da sua pequena área, a concentração populacional em Singapura é elevada. Com uma distribuição de 8.423,8 habitantes por km², o país é o segundo mais densamente povoado do mundo.

Singapura registra uma das taxas de fecundidades mais baixas do mundo, o que é reflexo da baixa natalidade. Apesar disso, o país ainda registra crescimento vegetativo significante, já que o número de nascimentos é o dobro do número de mortes. Entretanto, é a migração a principal responsável pelo crescimento populacional de 0,9% ao ano em Singapura. O saldo migratório do país é de 4,18 por mil habitantes, ficando na 27ª posição entre todos os países.

Com uma população em processo de envelhecimento, Singapura apresenta também a segunda maior expectativa de vida do mundo, atrás apenas de Mônaco: 86,5 anos.

Economia de Singapura

Singapura é um dos Tigres Asiáticos, o que significa dizer que o país integra um grupo de economias desenvolvidas do Sudeste Asiático que experimentaram acelerado crescimento a partir da década de 1960 e que hoje figuram entre as economias mais importantes da Ásia. Mesmo sendo um país territorialmente pequeno, Singapura detém a nona maior economia do continente, com um PIB de 497,85 bilhões de dólares. A renda per capita da população singapurense é igualmente elevada, e chega a 87,8 mil dólares.

Entre as décadas de 1960 e 1990, Singapura experimentou taxas de crescimento econômico anual de 6% ao ano aproximadamente. À época, a indústria foi o setor que mais se desenvolveu, e hoje se concentra na fabricação produtos eletrônicos e de telecomunicações, bem como no desenvolvimento de instrumentos científicos e biomédicos. Ao todo, o setor secundário representa 25% da economia de Singapura. O destaque fica com os serviços, especialmente bancários, financeiros e de comércio, que somam 75,2% do PIB nacional.

Turismo em Singapura

A cidade-Estado de Singapura figura entre os principais destinos turísticos do continente asiático. De acordo com dados da ONU, mais de 15 milhões de turistas visitam o país todos os anos. Singapura é um país moderno e cosmopolita, cuja efervescência cultural e as paisagens contemporâneas chamam a atenção de pessoas de todo o mundo. A seguir, conheça os três principais pontos turísticos de Singapura.

  • Marina Bay: essa baía fica situada em um dos centros urbanos mais populosos e conhecidos de Singapura, chamado de cidade de Singapura. Lá fica o imponente resort Marina Bay Sands, um dos principais aspectos da paisagem urbana do país.

Resort Marina Bay Sands em Singapura.
O resort Marina Bay Sands faz parte do horizonte da cidade de Singapura.[2]
  • Supertree Grove: também localizado na cidade de Singapura, de onde é possível observar o Marina Bay Sands. O parque Supertree Grove é uma espécie de bosque formado por grandes árvores artificiais com até 50 metros de altura e de interior oco, dentro das quais são plantadas diferentes espécies de vegetais, como em um jardim vertical.|1| O Supertree Grove é um dos cartões-postais de Singapura.

Árvores artificiais em Singapura.
As grandes árvores artificiais do bosque chamam a atenção dos visitantes.[3]
  • Jardins Botânicos de Singapura: são um lugar importante dos pontos de vista turístico e biológico. Os Jardins Singapura, como são também conhecidos, preservam uma parcela da da fauna e da flora tropical daquele país, reunindo mais de três mil espécies de plantas. Por conta do seu papel na manutenção da biodiversidade local, foi considerado patrimônio da humanidade pela Unesco.

Milhares de espécies de plantas constituem o Jardim Botânico de Singapura.
Milhares de espécies de plantas constituem o Jardim Botânico de Singapura.

Infraestrutura de Singapura

Como vimos, Singapura é um país altamente desenvolvido e que apresenta uma das maiores rendas do continente asiático. Considerando o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,939, Singapura é o segundo território com maior nível de desenvolvimento socioeconômico da Ásia, ficando atrás apenas de Hong Kong.

Tal aspecto é refletido na qualidade de vida da população, com uma ampla rede de serviços para atender às suas necessidades do dia a dia. Considerando a infraestrutura urbana, todos os habitantes de Singapura têm acesso à água, ao esgoto e à eletricidade.

A eletricidade gerada e consumida em Singapura é proveniente dos combustíveis fósseis, que representam 96,5% da matriz elétrica do país. Os demais 3,5% são formados pela energia solar e pela energia gerada da biomassa. Em se tratando de transportes, os deslocamentos internos são realizados principalmente sobre as rodovias, que formam uma malha rodoviária de 3500 quilômetros.

Governo de Singapura

Singapura é uma república parlamentarista. O presidente da república desempenha a função de chefe de Estado, e é eleito diretamente pela população para um mandato de seis anos. O primeiro-ministro é o chefe de governo, e o ocupante do cargo é o líder do partido ou coalizão majoritária do Parlamento. O Parlamento é, então, o órgão do Poder Legislativo de Singapura, sendo unicameral e formado por 93 membros, eleitos por meio do voto direto.

Como uma cidade-Estado, o território de Singapura não é dividido em estados ou em municípios. Existe, na verdade, uma subdivisão regional do país para fins de planejamento territorial e urbano. Assim, Singapura é dividida em cinco regiões de planejamento, que se distribuem conforme a sua localização geográfica:

  • central;

  • nordeste;

  • noroeste;

  • sudeste;

  • sudoeste.

Etimologia de Singapura

O nome “singapura” (singapore, em inglês) é derivado de dois termos no idioma malaio: simha (singa), que significa “leão”, e pura, que significa “cidade”.

Chafariz em forma de leão próximo a edifícios em Singapura.
O leão, um dos principais símbolos de Singapura, tem relação com o significado do seu nome.[4]

Cultura de Singapura

Singapura é um país cosmopolita onde vivem imigrantes de diversas partes do mundo, sobretudo de outras nações do continente asiático, como China, Malásia e Índia principalmente. Por essa razão, os idiomas oficiais de Singapura são quatro: o inglês, o mandarim, o malaio e o tamil. Quase três quartos da população singapurense são de origem chinesa, sendo os demais grupos majoritários os malaios e os indianos.

A enorme diversidade cultural desse pequeno território é expressa não somente no idioma como também nas diferentes fés que lá são professadas e nos costumes diversos identificados, a maioria dos quais é tipicamente do Sudeste Asiático. Essas tradições incluem as festas tradicionais, com calendários em que se identifica celebrações chinesas e malaias, além de importantes festivais, como o Festival das Lanternas, o Festival do Barco Dragão, o Festival de Artes e o Festival de Comidas de Singapura.

Templo budista e lanternas em distrito chinês de Singapura.
Templo budista em Singapura.[5]

A arquitetura moderna e caracterizada por elementos futuristas é a marca de Singapura, especialmente na cidade de Singapura. Assim sendo, o país apresenta uma paisagem urbana única e facilmente identificável. Pensando na gastronomia, há muitos preparos típicos asiáticos, como o arroz de frango, o curry de peixe e o char kway teow (macarrão de arroz frito).

Saiba mais: Coreia do Sul — uma das maiores e mais modernas economias da Ásia

História de Singapura

Acredita-se que o povoamento da ilha de Singapura começou ainda no primeiro milênio antes da era atual, embora os assentamentos e núcleos populacionais tivessem se formado muitos anos mais tarde. No período que precedeu à colonização europeia, Singapura foi governada por diferentes reis, além de ter sido um local habitado pelos malaios e que vivia predominantemente da atividade pesqueira. A partir do século XIX, entretanto, o local se tornou um dos principais entrepostos comerciais da Inglaterra no Sudeste Asiático, bem como uma base militar estratégica dos britânicos.

Na década de 1830, Singapura abrigava o governo central dos domínios ingleses no Sudeste Asiático, tendo havido um enfraquecimento do poder britânico sobre a ilha apenas durante a Segunda Guerra Mundial. Como consequência desse conflito, Singapura passou por grandes dificuldades e vivenciou vários momentos de crise social e econômica, o que fez surgir e crescer gradativamente o sentimento nacionalista em sua população, que demandava independência.

Singapura passou a ser considerada um território autônomo do Império Britânico no ano de 1959, conquistando definitivamente a sua independência da Inglaterra em 1963. Por um breve período, a ilha ingressou na Federação Malaia, ou Malásia, mas conquistou a sua soberania nacional e se tornou um país independente em 9 de agosto de 1965.

A partir de então, junto dos demais países classificados como Tigres Asiáticos, Singapura experimentou um período de acelerado crescimento econômico, transformando-se em um dos principais centros comerciais e financeiros do continente asiático.

Curiosidades sobre Singapura

  • Além de ser pioneira em passeios noturos ao zoológico, Singapura inaugurou as corridas de Fórmula 1 no período da noite.

  • Singapura alterou sua zona horária por diversas vezes desde o início do século XX. Situada na faixa GMT+7.5, é considerado, hoje, que o país se encontra oito horas adiantado com relação a Greenwich.

  • O prédio mais alto de Singapura, a Guoco Tower, tem 290 metros de altura. Para sua construção, foi necessária uma autorização que permitisse ultrapassar o limite de 280 metros previamente estabelecido.

  • Singapura é uma das três cidades-Estado existentes no mundo moderno. As demais são o Vaticano e Mônaco.

  • 19,4 ºC foi a temperatura mais baixa já registrada em Singapura, e aconteceu em 1934.

Nota

|1|G1. 'Bosque' futurista tem superárvores que funcionam como jardim vertical. G1, 06 ago. 2013. Disponível em: https://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/2013/08/bosque-futurista-tem-superarvores-que-funcionam-como-jardim-vertical.html

Créditos das imagens

[1] Filipe.Lopes/ Shutterstock

[2] Melinda Nagy/ Shutterstock

[3] iTons/ Shutterstock

[4] Wirestock Creators/ Shutterstock

[5] Piotr Kloska/ Shutterstock

Fontes

AHUJA, Muskan. 50 Fun Facts About Singapore to Blow Your Mind. Holidify, [s.d.]. Disponível em: https://www.holidify.com/pages/facts-about-singapore-2099.html.

CIA. Countries: Singapore. The World Factbook. Disponível em: https://www.cia.gov/the-world-factbook/countries/singapore/.

FUNAG. Topônimos e gentílicos. In: FUNAG. Manual de redação oficial e diplomática do Itamaraty, [2020]. Disponível em: http://funag.gov.br/manual/index.php?title=Top%C3%B4nimos_e_gent%C3%Adlicos.

G1. 'Bosque' futurista tem superárvores que funcionam como jardim vertical. G1, 06 ago. 2013. Disponível em: https://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/2013/08/bosque-futurista-tem-superarvores-que-funcionam-como-jardim-vertical.html

IMF. Datasets: Singapore. Disponível em: https://www.imf.org/external/datamapper/profile/SGP.

SINGAPORE MINISTRY OF FOREIGN AFFAIRS. “Cingapura” ou “Singapura”? Disponível em: https://www.mfa.gov.sg/Overseas-Mission/Brasilia/BP/Brasilia-BP/Mission-Updates/2015/12/Emb_new_port_29122015.

UNDP. Human Development Reports: HDR 2021/2022. Disponível em: https://hdr.undp.org/data-center/country-insights#/ranks.

UNITED NATIONS. Data: Singapore. Disponível em: https://data.un.org/en/iso/sg.html.

WORLD BANK. Data: Singapore. Disponível em: https://data.worldbank.org/country/singapore.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Singapura"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/cingapura.htm. Acesso em 26 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


A economia dos países do Sudeste Asiático

Conheça aqui um pouco mais sobre a economia do sudeste asiático!
Geografia

ASEAN

Clique aqui e conheça o que é a ASEAN, Associação das Nações do Sudeste Asiático!
Geografia

Apec

Clique aqui e conheça os principais objetivos da Apec, a Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico!
Geografia

Coreia do Sul

Clique aqui e conheça os principais aspectos geográficos da Coreia do Sul. Leia a respeito de sua história, cultura, população e economia.
Geografia

Indonésia

Saiba tudo sobre a Indonésia, país do sudeste asiático. Conheça as principais características físicas do país. Aprenda sobre sua população, história e cultura.
Geografia

Malásia

Clique aqui e saiba tudo sobre a Malásia. Conheça os principais aspectos geográficos desse país asiático, e leia sobre sua história, sua cultura e sua economia.
Geografia

Oceano Índico

Descubra alguns fatos a respeito do oceano Índico, terceiro maior do mundo. Saiba quais territórios são banhados por ele, e entenda os problemas ambientais que enfrenta.
Geografia

Países desenvolvidos

Clique aqui, entenda o que são países desenvolvidos, veja os critérios utilizados nessa classificação e saiba quais são os países mais desenvolvidos do mundo.
Geografia

Tigres Asiáticos

Descubra quais são os Tigres Asiáticos. Entenda como se deu o crescimento econômico e industrial desse grupo de territórios e a sua relação com os Novos Tigres Asiáticos.
Geografia

Ásia

Conheça mais sobre a Ásia. Descubra quantos e quais são os países que constituem o continente. Saiba também como o continente divide-se em regiões.
Geografia