Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Blocos econômicos

Os blocos econômicos são uniões entre países que visam ao desenvolvimento econômico entre os membros. Os países associados têm vantagens no cenário econômico mundial.

Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Os blocos econômicos são associações realizadas por países em prol do desenvolvimento social, político e econômico de seus membros. Essas alianças são feitas principalmente para garantir ajuda mútua e desenvolver a economia de todos os envolvidos.

Várias são as vantagens para um país de se integrar a um bloco, como a eliminação de tarifas e barreiras alfandegárias e a garantia de desenvolvimento do comércio interno e externo. Por outro lado, algumas desvantagens emergem, como o impedimento de algumas parcerias comerciais.

Os blocos econômicos podem ser dos seguintes tipos:

  • união aduaneira;

  • zonas de livre comércio;

  • mercado comum;

  • união política e monetária; e

  • zonas de preferência tarifária.

Leia também: Mercosul – bloco econômico sul-americano

Tópicos deste artigo

Origem dos blocos econômicos

A origem dos blocos econômicos remete ao contexto que sucedeu a Guerra Fria, quando a economia global ganhou uma nova fase de integração entres os países e uma nova ordem mundial se estabeleceu, o que gerou a globalização. Na tentativa de manter seus mercados funcionando, alguns países fizeram alianças para manter o funcionamento do seu comércio interno e externo.

Os blocos econômicos são associações entre países com vistas ao desenvolvimento econômico de todos os membros.
Os blocos econômicos são associações entre países com vistas ao desenvolvimento econômico de todos os membros.

Os blocos econômicos consistem especialmente no processo de facilitação do desenvolvimento da atividade comercial entre os membros. Dessa forma, os países-membros realizam entre si a venda de produtos e permitem o tráfego de informações, bens e pessoas, além de dificultaram a entrada de produtos de países que não são membros por meio da criação de barreiras comerciais.

Os primeiro blocos surgiram com a redução de tarifas comerciais. Com o tempo e a evolução do capitalismo, passou-se a observar novas características, como a eliminação completa de barreiras comerciais e alfandegárias, criação de tarifas para comércio com países não membros e vantagens para pessoas físicas e jurídicas no âmbito do desenvolvimento econômico e até social dos membros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de blocos econômicos

  • União aduaneira: consiste numa zona de livre comércio com uma Tarifa Externa Comum (TEC), que é uma taxa que encarece os produtos de países que não são do bloco. Exemplos: Mercado Comum do Sul (Mercosul).

  • Zona de livre comércio: consiste na facilitação comercial com a eliminação de tarifas e barreiras alfandegárias, a fim de garantir o desenvolvimento econômico e comercial. Exemplo: Nafta (Tratado de Livre Comércio das Américas) e CAN (Comunidade Andina).

  • Mercado comum: é um bloco econômico com elevado padrão de integração, no qual há livro comércio e livre circulação de pessoas, informações, capitais e bens. Nesses blocos as fronteiras físicas praticamente inexistem. Exemplos: Mercado Comum do Sul (Mercosul).

  • União política e monetária: é uma integração ampla no campo econômico, com o desenvolvimento do comércio (importação e exportação) e do campo político – com políticas comuns adotadas entre os países –, além da criação e adoção de uma moeda única pelos membros. Exemplo: União Europeia.

  • Zonas de preferência tarifária: tipo de integração em que são adotadas vantagens tarifárias apenas a alguns produtos, para torná-los mais baratos para países não participantes do bloco. Exemplo: Aladi (Associação Latino-Americana de Integração).

Veja também: Diferença entre exportação e importação

Principais blocos econômicos

O surgimento dos blocos econômicos no capitalismo moderno colocou os países no sistema de concorrência global. Assim sendo, cada país integrante consegue participar da economia global. Em cada continente, cada região do mundo, há associações nesse formato.

Bandeira da União Europeia – maior bloco econômico do mundo.
Bandeira da União Europeia – maior bloco econômico do mundo.

Os principais blocos econômicos mundiais são:

  • União Europeia: formada por Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia e Suécia. Foi criada em 1957 e tem como principal função promover a livre circulação de pessoas e o desenvolvimento econômico entre os membros.

  • Nafta (Acordo de Livre Comércio da América do Norte): foi criado em 1994 e tem como objetivo central desenvolver o comércio entre Estados Unidos da América, México e Canadá.

  • Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo): formada pelos países que produzem e vendem petróleo a nível global: Argélia, Angola, Equador, Irã, Iraque, Kuwait, Líbia, Nigéria, Catar, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Venezuela. Sua criação se deu na década de 1960.

  • Apec (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico): criada em 1989 e formada por Austrália, Brunei, Darussalam, Canadá, Indonésia, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Filipinas, Cingapura, Coreia do Sul, Tailândia, Estados Unidos da América, China, Hong Kong, Taiwan, México, Papua-Nova Guiné, Chile, Peru, Rússia e Vietnã. Sua função central é promover uma área de desenvolvimento econômico e comercial entre os membros.

  • MCCA (Mercado Comum Centro-Americano): bloco fundado em 1960 que tem como membros Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua.

  • Comunidade Andina: formada pelos países da América Andina (Bolívia, Colômbia, Equador e Peru). O objetivo geral é desenvolver a economia, a política, os campos social e cultural através da integração dos países envolvidos.

  • Mercosul (Mercado Comum do Sul): formado por Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. Tem como principal função promover uma área de livre comércio, desenvolvimento social e econômico entre os membros, além de permitir a livre circulação de pessoas, mercadorias e bens de modo geral.

  • Tigres Asiáticos: criado na década de 1970, é formado por países da Ásia Oriental: Hong Kong, Cingapura, Coreia do Sul e Taiwan. Objetiva implementar barreiras alfandegárias e desenvolver novas tecnologias no processo competitivo mundial.

  • CEI (Comunidade dos Estados Independentes): formada por países que eram integrantes da URSS: Rússia, Bielorrússia, Ucrânia, Armênia, Azerbaijão, Cazaquistão, Moldávia, Quirquistão, Tadjiquistão, Uzbequistão e Turcomenistão. O bloco foi criado para integrar os países às lógicas econômicas mundiais após o fim da URSS.

  • SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral): criada em 1992, tem como membros: África do Sul, Angola, Botsuana, Lesoto, Madagascar, Malauí, Maurício, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, Seicheles, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue. O principal objetivo é estabelecer a paz e a segurança na região.

Leia também: OCDE – a organização também conhecido como “Clube dos ricos

Vantagens e desvantagens dos blocos econômicos

As principais vantagens de integrar um bloco econômico giram em torno do desenvolvimento econômico dos países, destacando-se o menor custo dos produtos, eliminação de tarifas de exportação e importação e o aumento gradativo do Produto Interno Bruto. Como economias independentes passam a integrar um sistema maior, estabelece-se uma associação de ajuda mútua, havendo maior facilidade de locomoção entre pessoas, bens e informações, políticas comuns de desenvolvimento econômico e social, entre inúmeros outros benefícios.

Dentre as desvantagens, podemos destacar a ausência de soberania nacional, enfraquecimento do multinacionalismo frente ao fortalecimento da economia regional, polarização das economias globais, falta de liberdade econômica das empresas em participar de mercados mais abrangentes e a possibilidade de países com economia frágil afetarem os mais desenvolvidos.

Todos esses fatores promovem nos membros maior ou menor impacto, depende do que se analisa no aspecto econômico do país. Alguns blocos, como a União Europeia, impõem aos membros a estabilidade econômica como política comum, para que esses aspectos não se tornem desvantagens para os membros, e sim vantagens.

Importância dos blocos econômicos

A importância dos blocos econômicos não se resume a estimular o comércio, seja ele interno, seja externo. Ao falarmos de globalização e dessas grandes transformações econômicas dos últimos anos, devemos entender como as economias capitalistas mudaram em prol do desenvolvimento econômico e social entre países. Houve um grande crescimento empresarial e industrial, com isso instituições empresariais ganharam mercado e influência a nível local, regional e global. As barreiras territoriais foram diminuindo, e as áreas de influência ampliaram-se significativamente.

Essa importância não se restringe aos aspectos econômicos, pois é possível observar fatores sociais nessa dinâmica, como novas fontes de renda, emprego e padrões de vida que se estabelecem com o modo de vida capitalista globalizado. O consumo amplia-se, novas classes sociais se estabelecem, aparecem novas formas de viver o dia a dia, entre outros fatores. Todos esses elementos estão relacionados com as integrações feitas pelos blocos econômicos.

Leia também: ONU – organização que visa ao desenvolvimento mundial por meio da cooperação entre países

Exercícios revolvidos

1- (Cefet-CE) - A iniciativa para as Américas, lançada pelo presidente George Bush em junho de 1990, se inseria na orientação reformista: a sua meta consistia na formação de uma zona de livre comércio em todo o continente americano, com a exclusão de Cuba. Essa zona de integração econômica é chamada de:

a) Mercado Comum do Sul (Mercosul).

b) União Europeia.

c) Área de Livre Comércio das Américas (Alca).

d) Zona da Bacia do Pacífico.

e) Novos Países Industrializados (NPIs).

Resolução:

Alternativa C. A Área de Livre Comércio das Américas é um tratado entre os países da América que busca integração econômica entre os países e estímulos à economia do continente.

2- (Unioeste) - “A globalização é, de certa forma, o ápice do processo de internacionalização do mundo capitalista. [...] No fim do século XX e graças aos avanços da ciência, produziu-se um sistema de técnicas presidido pelas técnicas da informação, que passaram a exercer um papel de elo entre as demais, unindo-as e assegurando ao novo sistema técnico uma presença planetária. Só que a globalização não é apenas a existência desse novo sistema de técnicas. Ela é também o resultado das ações que asseguram a emergência de um mercado dito global, responsável pelo essencial dos processos políticos atualmente eficazes.”

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, 2000, p. 23-24.

Considerando o enunciado anterior, sobre o processo de globalização na sociedade contemporânea, assinale a alternativa correta.

a) A globalização é um processo exclusivamente baseado no desenvolvimento das novas técnicas de informação e sua origem está diretamente relacionada com a difusão e universalização do uso da internet, que se deu a partir do final da década de 1990.

b) Entre as características próprias da globalização temos a alteração profunda na divisão internacional do trabalho, em que a distribuição das funções produtivas tende a se concentrar cada vez mais em poucos países, como é o caso dos Estados Unidos e do Japão.

c) Sobre as ações que asseguram a emergência do mercado global, o autor está se referindo à doutrina econômica neoliberal que, entre outros princípios, defende o fortalecimento do Estado e a intervenção estatal como reguladora direta dos mercados – industrial, comercial e financeiro.

d) Atualmente, as relações econômicas mundiais, compreendendo a dinâmica dos meios de produção, das forças produtivas, da tecnologia, da divisão internacional do trabalho e do mercado mundial, são amplamente influenciadas pelas exigências das empresas, corporações ou conglomerados multinacionais.

e) As estratégias protecionistas tomadas pelos governos em todo o mundo, dificultando a entrada de produtos estrangeiros em seus mercados nacionais, são consideradas como características marcantes do processo de globalização.

Resolução:

ALTERNATIVA D. Com a ampliação dos mercados e crescimento das empresas, indústrias e multinacionais, o novo cenário econômico foi fortemente influenciado por essas corporações, sendo elas importantes reguladores da economia mundial.

     

Por Gustavo Henrique Mendonça
Professor de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MENDONçA, Gustavo Henrique. "Blocos econômicos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/acordos-economicos.htm. Acesso em 06 de julho de 2022.

Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

É uma instituição internacional voltada para garantir o controle da produção e das políticas petrolíferas entre os seus países-membros, sendo um dos principais atores na grande crise do Petróleo ocorrida na década de 1970.

O texto acima faz referência a uma importante organização, que é a:

a) ONU

b) OMC

c) OPEP

d) OEA

e) OIT

Exercício 2

Entre os nomes abaixo, assinale a alternativa que não indica um bloco econômico:

a) União Europeia

b) Organização dos Estados Americanos

c) Mercado Comum do Sul

d) Comunidade dos Estados Independentes

e) Associação de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico

Artigos Blocos econômicos


TPP é um acordo de livre-comércio firmado entre doze países da Ásia, Oceania e  Américas
Geografia

Acordo de Associação Transpacífico (TPP)

Entenda o que é o Acordo de Associação Transpacífico, os seus objetivos e as possíveis consequências para o comércio mundial.

Todas as nações latino-americanas podem aderir à ALADI
Geografia

ALADI

Compreenda o funcionamento e a dinâmica da ALADI, Associação Latino-Americana de Integração.

Símbolo da Apec
Geografia

Apec

Clique aqui e conheça os principais objetivos da Apec, a Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico!

Símbolo da ASEAN
Geografia

ASEAN

Clique aqui e conheça o que é a ASEAN, Associação das Nações do Sudeste Asiático!

Bandeiras da União Europeia, importante bloco econômico da atualidade
Geografia

Aspectos gerais da União Europeia

Confira os principais aspectos políticos e econômicos que fazem com que a União Europeia seja um bloco sem igual em todo o mundo.

Logotipo do Banco Mundial (The World Bank) em notebook.
Geografia

Banco Mundial

Você sabe o que é o Banco Mundial e como ele funciona? Clique aqui e saiba tudo sobre essa agência internacional!

Os Blocos Econômicos visam principalmente à organização de acordos comerciais entre os países-membros
Geografia

Blocos Econômicos da América Latina

Veja o conceito de blocos econômicos e três propostas de blocos presentes na América Latina: ALBA, ALCA e MERCOSUL.

BRICS – Abreviação dos termos em inglês: Brazil, Russia, India, China e South Africa
Geografia

BRICS

Conheça mais sobre o BRICS, quais são os países integrantes e qual a sua importância para a economia mundial.

Nações que integram o CAFTA
Geografia

CAFTA

Clique aqui e conheça um pouco sobre a implantação e os objetivos do CAFTA!

Geografia

Caricom

O Caricom é um bloco que aborda aspectos como política externa, projetos nas áreas de saúde, meio ambiente, educação e comunicação. Confira!

Símbolo da CEI
Geografia

CEI – Comunidade dos Estados Independentes

Clique aqui e entenda o motivo da criação do bloco CEI, Comunidade dos Estados Independentes.

Os blocos econômicos difundiram-se por todo o mundo
Geografia

Classificação dos blocos econômicos

Os blocos econômicos são classificados em cinco tipos diferentes. Conheça quais são esses tipos, suas características e os principais exemplos.

Símbolo da Comunidade Andina
Geografia

Comunidade Andina

Clique aqui e conheça os objetivos principais da Comunidade Andina!

Geografia

Comunidade Britânica

Confira aqui quais são os principais objetivos da Comunidade Britânica!

Alguns líderes da América Latina
Geografia

Comunidade Sul-Americana de Nações

Entenda o que foi a Comunidade Sul-Americana de Nações! Clique aqui!

Bandeiras da União Europeia em frente à sede da Comissão Europeia em Bruxelas
Geografia

Estrutura da União Europeia

Você sabe quais são as instituições que compõem a estrutura da União Europeia? Clique e entenda a forma de organização do bloco europeu!

Blocos econômicos existentes no mundo
Geografia

Formação de blocos econômicos

Clique aqui e entenda um pouco mais sobre a formação de blocos econômicos.

Bandeira com o logo do Fundo Monetário Internacional (FMI).
Geografia

Fundo Monetário Internacional (FMI)

Você sabe o que é e como funciona o FMI? Clique aqui e saiba tudo sobre como essa instituição funciona, quais são seus objetivos e suas funções!

A união dos Países em desenvolvimento
Geografia

G 20 Países em Desenvolvimento

Clique aqui e conheça o grupo G 20 de países em desenvolvimento!

G20 é formado por 19 países mais a União Europeia
Geografia

G20 Financeiro

Confira aqui quais são os 19 países que formam o G20 e os objetivos do G20 Financeiro, o grupo das maiores economias do mundo.

Bandeira da OMC com a sua nomenclatura em inglês.
Geografia

OMC

Entenda o que é a Organização Mundial do Comércio (OMC) e quais são seus objetivos e funções. Saiba também quais princípios regem as relações entre os seus membros.

A Organização das Nações Unidas representa os esforços mundiais na busca pela paz entre as nações.
Geografia

Organização das Nações Unidas (ONU)

Conheça mais sobre a Organização das Nações Unidas, a história sobre sua criação, quais são os seus principais objetivos e quais países a integram voluntariamente.

Geografia

Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan)

Entenda o que é a Otan e saiba quem são os seus países-membros. Aprenda a história da Otan, e descubra quais são os objetivos dessa organização.

Geografia

Organização dos Estados Americanos (OEA)

Clique aqui e conheça a OEA. Leia sobre a sua formação, saiba quais são os países que a compõem e entenda um pouco mais sobre a sua forma de atuação.

Geografia

Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep)

Entenda o que é a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e quais são seus membros. Conheça as funções e importância da Opep.

Símbolo da SADC
Geografia

SADC

Você conhece a SADC? Ou a Comunidade da África Meridional para o Desenvolvimento? Clique e confira!

Mapa dos Tigres Asiáticos
Geografia

Tigres Asiáticos

Descubra quais são os Tigres Asiáticos. Entenda como se deu o crescimento econômico e industrial desse grupo de territórios e a sua relação com os Novos Tigres Asiáticos.

O Tratado de Lisboa ampliou a integração jurídica e política dos países da União Europeia
Geografia

Tratado de Lisboa

Conheça o Tratado de Lisboa: mais um passo da União Europeia rumo à máxima integração entre seus países-membros.

Representantes de Estados da América do Sul
Geografia

Unasul

Clique aqui e conheça quais são os objetivos da Unasul e quais países pertencem a esse bloco.

Bandeira da Unesco com a logomarca da instituição.[1]
Geografia

Unesco

Conheça a Unesco, agência da ONU. Saiba quais são as suas funções e de que maneira ela atua. Entenda sua relação com o patrimônio mundial e com a educação.

Geografia

União aduaneira

Clique aqui e confira as características de uma união aduaneira e como ela é formada. Entenda o seu funcionamento e para que serve.

Bandeira da União Europeia.
Geografia

União Europeia

Clique aqui para conhecer os 27 países atualmente membros da União Europeia. Entenda como funciona esse bloco econômico e como foi a sua formação.

PUBLICIDADE

Estude agora


Apartheid | África do Sul

Assista a nossa videoaula para entender o que foi o Apartheid na África do Sul (1948-1994). Confira também no...

A condição pós-moderna de Jean-François Lyotard

Jean-François Lyotard é um dos pensadores que se dedicam a entender a complexa condição pós-moderna. Entender a...