Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Corrida

A corrida é uma das práticas corporais mais antigas da humanidade que pode ser realizada como forma de recreação ou enquanto esporte.

Mulher asiática correndo com roupa e tênis na cor laranja.
A corrida é uma atividade que contribui para a redução do estresse.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A corrida é uma prática corporal que envolve os músculos dos membros inferiores para promover o deslocamento do corpo. A corrida está relacionada a diferentes aspectos da humanidade, seja enquanto forma de recreação, ritual festivo ou modalidade esportiva.

Correr é uma das ações mais antigas do ser humano, uma vez que na pré-história a prática era essencial para a subsistência humana, seja para a caça ou para a fuga de animais.

Entre as provas de corrida estão aquelas praticadas dentro do atletismo, divididas em modalidades de velocidade e de resistência. Há também as corridas realizadas em diferentes espaços, como a rua, montanhas e terrenos irregulares.

A ação de correr exige diferentes habilidades físicas, tais como condicionamento cardiorrespiratório, resistência, potência muscular e velocidade.

Leia também: Ginástica — prática esportiva que trabalha força, flexibilidade e consciência corporal

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a corrida

  • A corrida surgiu como forma de o ser humano sobreviver, seja para fugir de predadores ou para caçar alimentos.

  • Os tipos de corrida se dividem naqueles que são praticados no atletismo, como a prova de 100 metros rasos, e também modalidades diversas, como as corridas de rua e de montanha.

  • Entre os benefícios à saúde promovidos pela prática da corrida estão o controle da pressão arterial, melhora nas funções cerebrais e auxílio no sistema imunológico.

  • A prova de corrida mais antiga é a Palio Del Drappo Verde, realizada na cidade de Verona, na Itália, desde o ano de 1208.

  • A corrida está presente nas Olimpíadas desde o início dos jogos, tanto na Antiguidade quanto na versão moderna da competição.

  • Kathrine Switzer foi a primeira mulher a correr oficialmente uma maratona no mundo, em 1967.

  • A Corrida Internacional de São Silvestre é a mais popular no Brasil e em toda a América Latina. Ela é realizada anualmente em São Paulo no dia 31 de dezembro.

Benefícios da corrida

Confira abaixo os benefícios proporcionados pela prática da corrida.

  • Controle do peso corporal

A corrida é uma atividade corporal que apresenta alto gasto calórico em sua realização. Isso se justifica pelo recrutamento de diferentes musculaturas para produzir o movimento. Portanto, a corrida é eficiente na redução da massa gorda do corpo humano.

Mulher negra correndo em ambiente urbano ao lado de área verde.
É fundamental que o tênis de corrida e a roupa utilizada sejam confortáveis para a prática.

A atividade de corrida pode ser utilizada no combate à obesidade, que é uma doença crônica caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo. Entre os riscos da obesidade estão: hipertensão arterial, diabetes, problemas ortopédicos, apneia do sono e complicações cardiovasculares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Auxilia no sistema imunológico

Com a prática regular e não exaustiva da corrida, é possível, por meio do treinamento, fortalecer o sistema imunológico. As infecções respiratórias são mais comuns em pessoas sedentárias do que naquelas que realizam algum exercício físico como a corrida.

  • Controle da pressão arterial

De forma moderada e regular, a corrida promove condições clínicas significativas para a redução da pressão arterial. Ou seja, a prática pode ser uma estratégia para auxiliar no tratamento não farmacológico da hipertensão, que acomete 30% dos brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Homem em prática de corrida de trilha durante o dia em ambiente natural rodeado por árvores e com terreno irregular.
Praticante de corrida de trilha (trail run).

Estudos apontam que o exercício aeróbio, aquele que necessita do oxigênio para produzir energia, contribui para a redução da pressão arterial tanto de forma aguda quanto crônica.

  • Controle dos níveis de colesterol e triglicerídeos

A corrida atua na regulação dos níveis de colesterol e triglicerídeos, contribuindo para um perfil lipídico mais saudável. Com isso, os riscos cardiovasculares em corredores são menores.

  • Controle do estresse

Devido à atuação hormonal provocada pelo exercício físico da corrida, a prática se torna reguladora do nível de estresse corporal.

  • Menor risco de câncer

Com a melhora do sistema imunológico, que pode proteger contra as células cancerígenas, junto à regulação hormonal, a corrida contribui para reduzir o risco de câncer.

  • Aumento da densidade óssea

Os corredores tendem a ter uma densidade óssea maior, principalmente nos membros inferiores. A corrida contribui tanto na renovação celular do tecido ósseo quanto na ação metabólica que regula o cálcio nos ossos. Nesse sentido, a prática de corrida pode ajudar a prevenir a osteoporose e outros problemas ósseos.

  • Controle da glicemia e combate à diabetes

A corrida possui efeito metabólico que combate o desenvolvimento da diabetes. A atividade é capaz de aumentar o poder de ação da insulina, que é responsável por metabolizar a glicose disponível no organismo.

 Praticantes realizam skyrunning durante o dia. Ao fundo, montanhas com neve.
Skyrunning é uma modalidade de corrida praticada em montanhas a partir de 2.000 metros de altura.

Portanto, correr aumenta a captação de glicose pelos músculos, reduz a resistência à insulina e diminui a glicose sanguínea.

  • Melhora da função cerebral

A prática regular de exercícios físicos, incluindo a corrida, promove melhora na capacidade de aprendizagem, em habilidades cognitivas e na memória. Isso ocorre devido a alterações positivas na morfologia e na funcionalidade do cérebro.

O exercício físico atua na neurogênese, que é a produção de novos neurônios, por meio da produção da proteína fator neurotrófico derivado do cérebro (BNDF, na sigla em inglês). Essa proteína desempenha papel importante no desenvolvimento do sistema nervoso, como a função neuroprotetora, que previne doenças neurodegenerativas.

  • Controle do apetite

Estudos comprovam que o exercício físico possui papel anorexígeno no corpo humano, isto é, reduz o apetite. A ação proporciona a redução da concentração do hormônio da fome, a grelina.

Leia também: Natação — outra atividade física com inúmeros benefícios para a saúde

Tipos de corrida

Os tipos de corrida incluem provas realizadas dentro da modalidade esportiva do atletismo, assim como modalidades praticadas na rua ou em ambiente natural. Confira os tipos de corrida no quadro abaixo:

Quadro informativo na cor amarela com diferentes tipos de provas de corrida.
Assim como a corrida possui diversas modalidades, os corredores possuem perfis diversos.

Corrida de rua

A corrida de rua se popularizou nos últimos anos devido a diversos fatores, como a busca por uma qualidade de vida melhor, estética, integração social, atividades competitivas e pelo lazer.

Nesse sentido, além do aumento dos formatos de corrida de rua, ocorreu também uma diversificação do perfil dos corredores. Antes, era mais comum as pessoas buscarem a prática pelo fator competitivo e esportivo. Atualmente, a sociabilidade e a recreação são aspectos proporcionados pela corrida de rua que são essenciais para muitas pessoas.

Com isso, em uma mesma prova é possível encontrar tanto corredores que são atletas profissionais quanto praticantes amadores.

A corrida de rua é responsabilidade, a nível mundial, da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf), e, a nível nacional, da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Corredores em prova de maratona.
 Prova de maratona em Valência, na Espanha. [1]

Mesmo que muitas pessoas que praticam provas de corrida de rua não as façam somente pela competição, a modalidade possui um caráter institucionalizado definido. Ou seja, há normas, regras e instituições regulamentadoras.

Há registros de que as primeiras provas de corrida de rua no Brasil foram realizadas no ano de 1880, na rua Paissandu, bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro. Os ingleses teriam sido os responsáveis por trazer a modalidade para o país.

Apesar de a corrida ser uma prática muito presente na história da humanidade, a sua popularização ocorreu de forma exponencial nos últimos 30 anos, de acordo com estudos. O médico Kenneth Cooper foi um dos responsáveis pela ampliação da prática de corrida de rua. Na década de 1980, ele compartilhou ideias sobre uma corrida lenta, que ficou conhecida como cooper. O método foi criado para medir a capacidade física de corredores amadores.

Corrida de São Silvestre

A Corrida de São Silvestre é realizada anualmente na cidade de São Paulo, no dia 31 de dezembro. Essa é a mais tradicional corrida de rua brasileira e a mais importante da América Latina. O percurso total é de 15 km.

A primeira edição da corrida de São Silvestre aconteceu no ano de 1924. O jornalista Cásper Líbero foi o responsável por trazer a prova para o Brasil.

Para saber mais sobre a história, os maiores campeões e curiosidades dessa prova, leia: Corrida Internacional de São Silvestre.

História da corrida

A corrida surgiu no período da pré-história como forma de sobrevivência. Os seres humanos precisavam caçar alimentos, assim como fugir de animais. Nesse sentido, correr se consolidou enquanto uma ação essencial para a vida humana.

A característica fundamental da corrida dos seres humanos em momento de caça não era a velocidade, mas sim a capacidade de correr por mais tempo. O corpo humano promove uma troca de calor eficiente, assim os humanos que corriam para caçar tinham uma boa resistência.

Com o desenvolvimento de técnicas da agricultura e da produção dos alimentos, os humanos deixaram de ser nômades. Consequentemente, a prática da corrida com os objetivos de sobrevivência deixou de ser essencial para o seu cotidiano.

Escavações no território egípcio indicaram que no Egito Antigo houve uma corrida por volta dos anos 690 a.C. a 665 a.C. De acordo com os registros, essa prova era de caráter militar, sendo que os participantes tinham que correr cerca de 100 km. Após a descoberta arqueológica, foi criada uma ultramaratona no Egito, que passa por diversos locais históricos, como um resgate dessa prova pioneira.

Já na Grécia Antiga, durante os jogos olímpicos da Antiguidade (776 a.C. a 393 d.C.), havia competições de corrida. Entre as modalidades de corrida, estavam:

  • Corrida de estádio: uma volta pelo estádio, totalizando 192 metros de distância.

  • Corrida de estádio dupla: duas voltas pelo estádio, 384 metros de percurso.

  • Dólico: eram realizadas de sete a 24 voltas no estádio (1,3 km a 4,6 km).

  • Hoplitódromo: os atletas corriam como guerreiros com armaduras e escudos de duas a quatro voltas no estádio.

A modalidade de corrida da maratona surgiu por meio de uma lenda. A narrativa se passa no ano de 490 a. C. O Império Persa desejava dominar a Grécia, e com isso os soldados persas desembarcaram na cidade de Maratona e marcharam até Atenas para realizar o ataque. Entretanto, os gregos descobriram o plano e foram para a cidade antes da chegada dos adversários.

O número de soldados persas era maior, e eles tinham mais armas, por esse motivo os gregos temiam uma derrota. Os combatentes então alertaram suas mulheres que caso eles não chegassem em Atenas em até 24 horas, elas deveriam sacrificar seus filhos e se matarem para não serem reféns dos persas.

Mesmo em número menor, os gregos saíram vitoriosos do conflito. Só que faltavam poucas horas para completar o prazo informado às esposas. O general grego Milcíades pediu para que o melhor corredor, o soldado Fidípides, corresse até Atenas para avisar sobre a vitória antes da tragédia. O percurso era de 40 km. A lenda termina quando o soldado chega à cidade grega de Atenas e, estando muito cansado, consegue falar apenas “vencemos” e, após isso, cai morto.

Na Idade Média, surgiu uma prova de corrida que é considerada a mais antiga do mundo. A Palio Del Drappo Verde, que acontece na cidade de Verona, na Itália, foi fundada em 1208.

A prova era caracterizada como um evento cultural e festivo, e não necessariamente competitivo e esportivo. No ano de 1786, a corrida foi suspensa diante do domínio francês sob o território italiano. O retorno da prova aconteceu apenas em 2008, com a comemoração dos 800 anos de criação da corrida. O percurso tem 10,75 km.

Os primeiros relatos da realização de corrida de rua como é conhecida atualmente são datados do século XVIII, na Inglaterra.

Com as Olimpíadas modernas em Atenas, no ano de 1896, a maratona olímpica estreou enquanto modalidade esportiva, apesar de que esse nome só começou a ser utilizado de forma oficial na edição dos jogos de Londres, em 1908. O atleta grego Spiridon Louis se tornou o primeiro campeão olímpico da maratona.

Atletas olímpicos correndo em pista olímpica.
Prova dos 100 metros rasos realizada durante as Olimpíadas de Tóquio em 2021. [2]

A distância de 42,195 km da prova de maratona foi estabelecida também nos Jogos Olímpicos de 1908, em Londres. Nas três edições anteriores, as distâncias foram de 40 km e 40,26 km. A oficialização da distância da prova de maratona pela Federação Internacional de Atletismo ocorreu em 1921.

A Maratona de Boston foi a primeira prova dessa modalidade criada fora dos Jogos Olímpicos no ano de 1897. Kathrine Switzer se tornou a primeira mulher a correr uma maratona oficialmente, no ano de 1967.

A categoria feminina da Maratona de Boston foi criada em 1972. E no ano de 1984, foi criada a primeira maratona competida por mulheres nos Jogos Olímpicos.

Perguntas frequentes

O que é corrida?

  • A corrida é uma prática corporal que envolve os músculos dos membros inferiores para promover o deslocamento do corpo.

Quais são os benefícios da corrida?

  • Os benefícios são: controle do peso corporal, controle da pressão arterial, controle do estresse e muito mais.

Quais são os tipos de corrida?

  • Corrida de rua, cross country, corrida militarizada, corrida de orientação, corrida de montanha e muito mais.

Créditos das imagens

[1] FCG | Shutterstock

[2] roibu | Shutterstock

Escritor do artigo
Escrito por: Lucas Afonso Jornalista pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e bacharel em Educação Física pelo Centro Universitário Internacional (Uninter).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

AFONSO, Lucas. "Corrida"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/corrida.htm. Acesso em 20 de junho de 2024.

De estudante para estudante