Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Voleibol

O vôlei ou voleibol é um esporte coletivo disputado por duas equipes em uma quadra dividida por uma rede. O objetivo é atingir a bola no campo adversário.

Mulheres da Seleção Brasileira de Vôlei fazem bloqueio em partida.
A Seleção Brasileira Feminina de Vôlei é bicampeã olímpica. [1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O voleibol ou vôlei é um esporte coletivo praticado em uma quadra dividida por uma rede. Duas equipes disputam a partida com o objetivo de tocar a bola no campo adversário, a qual deve ser arremessada por cima da rede.

O esporte é um dos mais populares no Brasil e no mundo em termos de praticantes e audiência. Tanto a Seleção Brasileira Feminina de Vôlei quanto a Masculina conquistaram diversos títulos, incluindo medalhas nas Olimpíadas e no campeonato mundial.

Além da modalidade tradicional na quadra, o vôlei conta com outras versões, tais como o vôlei de praia, o vôlei sentado, praticado por pessoas com deficiência, e o futevôlei.

Leia mais: Atletas brasileiros que conquistaram o ouro nas Olimpíadas — o primeiro deles veio em 1920

Tópicos deste artigo

Resumo sobre voleibol

  • O voleibol foi criado em 1895 por William George Morgan, diretor de Educação Física da Associação Cristã de Moços (ACM) dos Estados Unidos.

  • O esporte chegou ao Brasil em 1916. Nessa época, era praticado em clubes elitizados, e hoje se tornou a segunda modalidade esportiva mais praticada no país, atrás apenas do futebol.

  • A primeira edição do Campeonato Mundial de Vôlei ocorreu em 1949 (masculina) e em 1952 (feminina).

  • A estreia nas Olimpíadas aconteceu no ano de 1964, nos jogos de Tóquio.

  • O esporte possui diversos benefícios, como a melhora das habilidades físicas (força e velocidade) e a integração social.

  • O jogo consiste na disputa de duas equipes, que possuem o objetivo de atingir a bola (passando por cima de uma rede) no campo adversário.

  • Entre seus fundamentos, estão: ataque, defesa, toque/levantamento, bloqueio e manchete.

Regras do voleibol

As regras do vôlei sofrem mudanças e adaptações desde a criação do esporte, no ano de 1895. Fique por dentro das especificações da área da quadra, dos equipamentos, da quantidade de jogadores, das ações que causam faltas e da evolução das regras nos tópicos a seguir.

⇒ Área de jogo e equipamentos do vôlei

A área de jogo do vôlei é formada pela quadra de jogo e a zona livre.

A quadra de vôlei contém 18 metros de comprimento por 9 metros de largura, sendo retangular e simétrica.

Confira as dimensões da quadra de vôlei na imagem abaixo:

Ilustração da visão de cima da quadra de vôlei com suas dimensões.
Dimensões da quadra de vôlei.

Nas competições oficiais, a zona livre (que não possui obstáculos) deve medir 5 metros de largura nas laterais e 6,5 metros ao fundo. A altura livre deve ser de, pelo menos, 12,5 metros.

A superfície da quadra deve ser plana, horizontal e sem quaisquer irregularidades que possam prejudicar a realização da prática.

A zona de ataque possui nove metros de largura, situada ao fundo da quadra.

A rede é instalada verticalmente sobre a linha central. Sua altura difere de acordo com o gênero, para homens é de 2,43 metros e para mulheres, 2,24 metros.

A bola de vôlei deve ter uma capa flexível de couro ou couro sintético, bem como deve conter uma câmara inferior fabricada em borracha ou material semelhante.

Nos eventos oficiais de vôlei, há uma definição de temperaturas específicas entre 16 ºC e 25 ºC.

Os equipamentos necessários no vôlei são:

  • camiseta;

  • calção/shorts;

  • meias (líbero deve usar meia diferente);

  • calçado esportivo (leve e flexível).

O/a capitão/capitã da equipe usa uma tarja de 8 cm por 2 cm abaixo do número do peito.

⇒ Quantidade de jogadores no vôlei

Uma equipe de vôlei tem 12 jogadores, sendo que entram em quadra 6 jogadores. Além dos competidores, o time é formado por outros profissionais:

  • comissão técnica: um técnico/treinador e até dois assistentes técnicos;

  • corpo médico: um médico e um fisioterapeuta.

Um dos atletas é definido como capitão da equipe.

Ao longo de um set, podem ser realizadas até seis substituições. O set é uma fase de uma partida de vôlei.

⇒ Posições dos jogadores no vôlei

As posições dos jogadores são distribuídas da seguinte forma:

Linha de frente: três jogadores ficam ao longo da extensão da rede:

  • posição 4: frente-esquerda

  • posição 3: frente-central

  • posição 2: frente-direita

Linha de trás: os outros três jogadores se posicionam atrás dos jogadores da linha de frente:

  • posição 5: trás-esquerda

  • posição 6: trás-central

  • posição 1: trás-direita

A posição dos jogadores é definida de acordo com o contato dos pés no chão. O último contato no chão determina a posição do jogador. Essa dinâmica é utilizada em casos como a falta por posição incorreta.

A rotação no vôlei conduz a rotatividade de posições ocupadas por jogadores. Com base nela, será definida a ordem de saque durante o set.

Quando a equipe ganha o direito de sacar, os atletas devem avançar uma posição no sentido horário. Exemplo: o jogador da posição 2 passa a ocupar a posição 1 para sacar, enquanto o da posição 1 vai para a 6.

⇒ Pontuação no vôlei

O jogo de vôlei é formado por sets. A vitória de um set será definida quando uma das equipes atingir 25 pontos.

Vence a partida a equipe que ganhar 3 sets. Caso ocorra um empate de 24 a 24 pontos, vence o time que conseguir uma vantagem de 2 pontos primeiro.

Quando ocorre um empate de 2 sets a 2 sets, haverá um quinto set com 15 pontos. E o critério do empate é definido em caso de 14 a 14, com a equipe vencedora atingindo primeiro a diferença mínima de 2 pontos.

O rally é formado por todas ações de jogo, desde o saque da bola até a marcação de um ponto, seja por um ataque direto, seja porque a bola sai da quadra e gera ponto para o time adversário.

⇒ Toques no vôlei

Os toques são quaisquer ações de contato realizadas por um jogador com a bola em quadra.

Cada equipe tem o direito de realizar no máximo três toques, além do bloqueio, para arremessar a bola no campo adversário.

A bola pode tocar em qualquer parte do corpo desde que esse contato seja de forma contínua, ou seja, ela não pode bater em alguma parte e retornar ao corpo do jogador.

⇒ Faltas no vôlei

Saiba quais jogadas e ações são consideradas faltas no vôlei:

  • Dois toques: quando o jogador toca duas vezes na bola ou ela toca em partes de seu corpo (duas vezes, sem continuar o contato).

  • De posição: quando o jogador não ocupa corretamente sua posição na quadra.

  • De rotação: quando o saque não é feito de acordo com a ordem correta definida pela rotação.

  • Quatro toques: quando a equipe realiza quatro toques antes de encaminhar a bola para o outro campo.

  • Toque apoiado: quando o jogador se apoia em outro membro de sua equipe, ou quando ele se apoia em alguma estrutura do jogo ou objeto.

  • Condução: quando a bola é retida ou lançada, isto é, ela não é rebatida pelo toque do jogador.

  • Rede: quando o jogador toca a rede.

Homem branco árbitro de costas faz gesto marcando ponto.
O árbitro é o profissional que faz a marcação das faltas no vôlei. [2]

⇒ Evolução das regras de vôlei

As mudanças nas regras se relacionam diretamente com a espetacularização do esporte. Esse fenômeno é caracterizado pela disseminação do vôlei por meio dos veículos de comunicação, por exemplo, a televisão e a internet.

A atualização das regras é fundamental para que a prática esportiva se mantenha atrativa, tanto para jogadores quanto para os espectadores e, consequentemente, para o setor comercial e os diretores das equipes profissionais.

Uma das mudanças que impactaram o esporte foi a criação da posição do líbero, em 1998. A novidade foi incluída no vôlei, pois o esporte se caracterizava por ataques eficientes, entretanto, carecia de ferramentas de defesa. Nesse sentido, o jogador líbero passou a atuar exclusivamente na assistência e defesa durante as partidas.

Leia também: Os tipos de nado e as regras da natação

Fundamentos do voleibol

Confira os principais fundamentos do vôlei:

⇒ Saque

O saque é definido quando a bola é colocada em jogo.

Jogador jovem branco louro se prepara para realizar saque no vôlei.
Exemplo de saque no vôlei.

Há diversos tipos de saques, entre eles:

  • saque por baixo;

  • saque por cima;

  • saque viagem.

Há saques com e sem a realização de saltos.

⇒ Toque ou levantamento

O toque é um fundamento técnico utilizado em diversas situações no jogo, tais como: recepção, ataque e levantamento.

⇒ Manchete

A manchete é utilizada em situações de recepção de saque, levantamento e defesa, sendo mais comum nas recepções.

Mulher branca faz posição e movimento de manchete do vôlei. Mãos unidas e braços estendidos.
Jogadora realiza movimento de manchete do vôlei.

Os jogadores devem aplicar uma postura corporal adequada para realizar a manchete, já que essa posição influencia na direção da bola.

⇒ Ataque

O ataque no vôlei é composto por ações de passadas de pernas, movimentação de braços e saltos.

Homem branco salta em um movimento de ataque do vôlei.
Na imagem, o jogador salta para realizar um movimento de ataque.

A tática do ataque é crucial, já que ele é muito importante na marcação de pontos.

⇒ Defesa

A defesa no voleibol é caracterizada por ações técnicas que garantem a manutenção da bola no jogo e possibilitam o contra-ataque.

Mulher branca em tentativa de defesa da bola se aproxima do chão.
Jogadora em tentativa de defesa da bola. [3]

⇒ Bloqueio

O bloqueio faz parte do sistema defensivo do voleibol. A ação é feita por dois jogadores ou mais que ficam próximos à rede na intenção de bloquear a bola.

Três mulheres, sendo duas negras e uma branca, fazem o movimento de bloqueio do vôlei.
Bloqueio triplo feito pela Seleção Brasileira Feminina de Vôlei. [4]

Características do vôlei

O vôlei é uma modalidade esportiva popular no Brasil e em muitos países pelo mundo. O esporte possui algumas características marcantes que o tornam atrativo tanto para a prática por lazer ou profissional quanto enquanto atração a ser assistida.

São características essenciais do esporte a recreação e a competitividade. Nesse sentido, o vôlei possibilita a quem o pratica diversos benefícios:

  • desenvolvimento de habilidades físicas, tais como: força, velocidade e condicionamento cardiorrespiratório;

  • satisfação pessoal;

  • relação social, por ser uma modalidade coletiva;

  • manutenção da saúde corporal devido à prática das diferentes movimentações exigidas;

  • qualidade de vida;

  • melhora de aspectos da saúde mental.

A velocidade é uma dinâmica que conduz as partidas de vôlei. Os praticantes precisam ser ágeis para responder aos ataques e possibilitar as defesas, bem como para construir ataques e contra-ataques.

A modalidade esportiva é praticada por pessoas de diferentes idades e pode ser facilmente acessada em diversos espaços públicos e privados.

Com a popularização e facilidade em realizar o esporte, não exigindo muitos equipamentos e estrutura, o vôlei se tornou um esporte democrático e consolidou ao longo do tempo um forte apelo popular.

Leia mais: Os benefícios e os tipos de corrida

Origem e história do voleibol

O vôlei surgiu em 1895 nos Estados Unidos. O esporte foi criado por William George Morgan, diretor de Educação Física da Associação Cristã de Moços (ACM) da cidade de Holyoke, no estado de Massachusetts.

A modalidade foi criada na intenção de realizar um esporte durante o inverno em local fechado. Na época, praticava-se muito a calistenia (exercícios com o peso do corpo) e o recém-criado basquete. Entretanto, essas modalidades não agradavam a algumas pessoas.

É interessante mencionar que o basquete também foi criado em uma ACM, poucos anos antes do vôlei, em 1891.

Com isso, o pastor Lawrence Rinder desafiou William Morgan a desenvolver um esporte que reunisse aspectos recreativos, menos desgastantes e agressivos. Assim, nasceu o minonette ou mintonette.

A prática era composta por regras diferentes das do voleibol de hoje em dia. Pelo fato de ser um jogo de quadra, a divisão por uma rede e o objetivo da partida são noções que tanto a versão pioneira quanto a mais atual da modalidade compartilham.

A inclusão do vôlei nas escolas estadunidenses aconteceu no ano de 1915, dentro dos programas de aulas de Educação Física. Um ano depois, a ACM influenciou na publicação de regras em artigos entre estudantes universitários.

Registro em preto e branco de uma partida masculina de vôlei.
Prática de vôlei na Polônia. [5]

A prática do vôlei nas forças armadas americanas foi um processo que intensificou a disseminação do esporte. Após os Estados Unidos, o esporte começou a ser praticado em países como o Canadá (1900), Cuba (1905), Japão e Filipinas (1908).

Na década de 1930, a prática já havia chegado a outros continentes e era realizada no âmbito do lazer. Nesse período começaram a se popularizar os campeonatos esportivos de vôlei.

A Federação Internacional de Voleibol (FIBV) foi criada em 1947, na capital francesa, Paris.

Vista aérea do jogo de vôlei praticado por mulheres.
Partida de vôlei nas Olimpíadas de Londres em 2012. [6]

O primeiro Campeonato Mundial de Voleibol ocorreu em 1949 para a categoria masculina e em 1952 para a feminina.

Na década de 1960 ocorreu um processo de consolidação do vôlei no mundo. Em 1964, a modalidade passou a integrar os esportes olímpicos nas Olimpíadas de Tóquio.

Veja também: Origem e curiosidades sobre os Jogos Olímpicos

Vôlei no Brasil

O vôlei chegou ao Brasil em 1916 e, hoje em dia, é considerado o segundo esporte mais praticado no país.

Há duas narrativas sobre a primeira vez em que foi registrado uma partida de voleibol por aqui. Uma delas seria em 1915, na capital pernambucana, Recife. A outra, a versão mais disseminada, é a que ocorreu na ACM de São Paulo, no ano de 1916.

No Brasil, o vôlei foi inicialmente repercutido e praticado nos espaços dos clubes, em ambientes elitizados. A prática inicialmente era mais restrita a homens de 40 a 50 anos, no âmbito da recreação.

Com a criação da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), em 1954, houve um fortalecimento do desenvolvimento do esporte no país. A partir daí, as competições se tornaram populares.

A primeira participação da Seleção Brasileira de Vôlei em um campeonato mundial ocorreu em 1956.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vôlei brasileiro nas Olimpíadas

As Seleções Brasileiras de Vôlei já conquistaram cinco medalhas de ouro nas Olimpíadas, maior competição esportiva do planeta. Veja:

  • 1992 - Barcelona (masculina);

  • 2004 - Atenas (masculina);

  • 2008 - Pequim (feminina);

  • 2012 - Londres (feminina);

  • 2016 - Rio de Janeiro (masculina).

Créditos das imagens

[1] A.RICARDO | Shutterstock

[2] Dziurek | Shutterstock

[3] Artur Didyk | Shutterstock

[4] Paolo Bona | Shutterstock

[5] Elzbieta Sekowska | Shutterstock

[6] Bex Walton | Shutterstock

Fontes

CARON, Ana Elisa Guginski; JÚNIOR, Wanderley Marchi. Introdução ao ensino de voleibol. Curitiba: InterSaberes, 2019.

CONFEDERAÇÃO Brasileira de Voleibol. Regras Oficiais do Voleibol 2021 - 2024. Disponível em: https://institucional.cbv.com.br/arquivos/cobrav/quadra/regra_2021-2024_-_final.pdf?20221005064415 

Escritor do artigo
Escrito por: Lucas Afonso Jornalista pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e bacharel em Educação Física pelo Centro Universitário Internacional (Uninter).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

AFONSO, Lucas. "Voleibol"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/voleibol.htm. Acesso em 01 de março de 2024.

De estudante para estudante