Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Badminton

Badminton é um dos esportes mais praticados do mundo e uma modalidade olímpica desde 1992. Para jogar badminton são necessários três equipamentos: rede, raquete e peteca.

Mão posicionando peteca em uma raquete de badminton.
O badminton é uma modalidade olímpica desde 1992.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O badminton é um esporte que envolve duas equipes, formadas por duplas ou jogadores solo, separadas por uma rede. O principal objetivo é colocar a peteca no solo do campo adversário usando raquetes. O esporte demanda alta capacidade de explosão, reflexo e velocidade, sendo parte das Olimpíadas desde 1992. A origem do badminton tem raízes na Índia, onde era conhecido como Poona, e foi introduzido na Inglaterra pelos viajantes, sendo associado à propriedade de nobres chamada Badminton.

A quadra e equipamentos, como raquete, rede e peteca, possuem especificações. O jogo segue regras detalhadas, incluindo posições na quadra, saque, faltas e determinações para o fim da partida. Há diferentes golpes, como clear, smash, net play, drive e drop shot. No Brasil, o badminton teve seu início em 1938, e há jogadores brasileiros notáveis. Internacionalmente, o esporte entrou para as Olimpíadas em 1992, sendo popular em países asiáticos.

Leia também: Quais são as quatro modalidades da natação?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre badminton

  • O badminton é um esporte com duas equipes separadas por uma rede.

  • Tem origem incerta, mas está associada à modalidade Poona, na Índia.

  • Foi introduzido na Inglaterra pelos viajantes.

  • O nome badminton é associado à propriedade de um nobre.

  • Os equipamentos são raquete, rede e peteca.

  • Há jogadores brasileiros notáveis.

  • É uma modalidade olímpica desde 1992.

  • A peteca atinge mais de 300 km/h durante o jogo.

  • O badminton possui modalidades com categorias mistas.

  • Sua estreia nas Olimpíadas atraiu mais de 1 bilhão de espectadores.

O que é o badminton?

Badminton é uma modalidade esportiva que consiste em duas equipes (formadas por duplas ou solo) divididas por uma rede e que utilizam raquetes para tentar pôr uma peteca no solo do campo adversário. O esporte exige uma alta capacidade de explosão, reflexo e velocidade. O badminton faz parte das Olimpíadas desde a edição em Barcelona, em 1992.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como surgiu o badminton?

Ainda não há consenso sobre a origem do badminton. Há relatos antigos de esportes parecidos com o badminton praticados na Grécia Antiga e na China. Entretanto, a modalidade que deu origem ao badminton foi inventada na Índia e chama-se Poona. Os navegantes ingleses tiveram contato com o Poona e o levaram para ser praticado na Inglaterra. Na Europa, a modalidade ganhou o nome de badminton, pois esse era o nome da propriedade pertencente à nobreza da Inglaterra, onde o esporte era praticado.

Veja também: Como se joga tênis de mesa?

Características do badminton

  • Quadra de badminton

Medidas de uma quadra de badminton.
As medidas da quadra de badminton variam conforme a modalidade do jogo. (Créditos: Gabriel Franco | Brasil Escola)

As medidas da quadra de badminton variam conforme a modalidade que está sendo jogada. Quando o jogo é em duplas, a quadra é maior. A rede de badminton deve ficar a uma altura de 1,55 m do chão, com uma trama bem esticada para garantir que seus fios superiores estejam alinhados aos postes. O badminton até pode ser realizado ao ar livre, mas o ideal é que seja em um local coberto para evitar correntes de ar, que mudam a trajetória da peteca.

  • Equipamentos do badminton

O badminton tem três equipamentos necessários para a sua prática. São eles:

  • Raquete: a raquete de badminton tem a cabeça oval e um cabo mais longo que a de tênis. Ela mede 67 cm de comprimento e pesa entre 85 g e 110 g.

  • Rede: a rede de badminton, que divide a quadra ao meio, possui dimensões de 6,10 m de comprimento e 75 cm de altura em cada extremidade. No centro da quadra, a rede deve estar a uma altura de 1,52 m do chão.

  • Peteca: há petecas para praticantes amadores, feitas de material sintético, e há as petecas utilizadas em competições profissionais que são feitas de penas. Elas pesam entre 4 e 5 g.

Quais são as regras do badminton?

Segundo a Confederação Brasileira de Badminton, as regras do jogo são estas:

  • Posicionamento na quadra no início de um game: quem for sacar deve posicionar-se dentro da área de serviço no lado direito da quadra (olhando para a rede). O recebedor fica do lado oposto da rede, também dentro da área de serviço. Em jogos de duplas, o parceiro pode ocupar qualquer posição na quadra, desde que não obstrua a visão do recebedor.

Dois atletas jogando badminton em um torneio.
O badminton pode ser disputado individualmente ou entre duplas. Cada jogo tem três games de até 21 pontos.[1]
  • Posição de quem serve: se o placar de quem serve for par, o serviço deve ser realizado do lado direito da quadra. Se for ímpar, do lado esquerdo. Essa regra se aplica também aos jogos de duplas.
  • Saque: os saques no badminton sempre seguem uma trajetória diagonal, semelhante ao tênis. Durante o jogo de duplas, o servidor permanece na mesma posição ao vencer o ponto, mas inverte a sua posição na quadra ao perder o ponto. Quem serve deve manter parte de ambos os pés imóveis no chão, acertar a base da peteca primeiro, garantir que a peteca inteira fique abaixo da linha da cintura no momento do golpe e que o cabo da raquete aponte para baixo.

  • Durante o jogo: o jogador que vence o rally (disputa para pôr a peteca no chão) marca um ponto e troca de lado para servir. Se perde o rally, seu oponente marca um ponto e assume o serviço. Em jogos de duplas, se a dupla servidora ganha o rally, um ponto é marcado, e o servidor troca de lado mantendo o serviço. Se perdem o rally, o serviço passa para a dupla adversária.

  • Faltas: será considerada falta:

    • se o jogador (ou sua raquete/roupa) tocar na rede enquanto a peteca está em jogo;

    • se a peteca atingir o jogador, sua roupa, teto ou arredores da quadra;

    • se a peteca cair fora das linhas da quadra;

    • se o jogador invadir ou tocar a peteca no lado oposto da rede;

    • se a peteca for golpeada duas vezes do mesmo lado da quadra;

    • em caso de interferência, mau comportamento ou “cera”, o jogador perde o serviço ou o oponente ganha um ponto;

    • se o parceiro do recebedor receber o serviço;

    • se o servidor fizer o movimento e errar a peteca;

    • Importante: se a peteca acertar a rede e cair do lado oposto, o serviço é válido, desde que ela caia na área de serviço.

  • Fim do jogo: os jogos consistem em três games. O vencedor é quem ganha dois games primeiro, com cada game indo até 21 pontos. Em caso de empate em 20 pontos, o vencedor precisa abrir uma vantagem de 2 pontos. Se houver empate em 29 pontos, o vencedor é quem atinge 30 pontos.

  • Tempo durante o jogo: sempre que o primeiro jogador/dupla atingir 11 pontos, um intervalo de 60 segundos é concedido. Essa regra vale para qualquer game. Nos intervalos entre o primeiro e o segundo game e entre o segundo e o terceiro game (se houver), é concedido um intervalo de dois minutos.

Golpes do badminton

  • Clear: é um movimento defensivo que joga a peteca alta e no fundo da quadra do adversário.

  • Smash: o golpe mais ofensivo, é crucial para vencer pontos quando bem executado. O jogador rebate a peteca com um golpe forte e direcionado para baixo. Lembra o “corte” praticado no vôlei.

  • Net play: é quando o jogador devolve a peteca bem próximo a rede, complicando a reação do adversário.

  • Drive: é quando o participante “chicoteia” a peteca mirando algum lugar descoberto da quadra adversária. Ele é utilizado quando a peteca está a meia altura, na linha dos ombros do jogador. É mais recorrente em jogos de duplas.

  • Drop shot: um golpe ofensivo eficaz com pouco gasto de energia, é executado de forma semelhante ao clear defensivo, acertando a peteca quando está em frente à cabeça. Há o drop shot rápido e o lento, ambos simulam um movimento defensivo, mas são ofensivos.

Badminton no Brasil

A primeira competição de badminton no Brasil aconteceu em 1984. O torneio chamava-se 1ª Taça São Paulo e foi realizada pela Associação Paulista de Badminton. Mas a chegada da modalidade no país data de 1938, quando ingleses trouxeram o jogo para cá. Os dois primeiros Campeonatos Sul-Americanos De Badminton foram realizados na Argentina nos anos de 1984 e 1985.

Ygor Coelho, atleta brasileiro de badminton, golpeando uma peteca.
Ygor Coelho, atleta brasileiro de badminton.[2]

O Brasil conquistou seu título na segunda edição. O Brasil também participou da 1ª competição Pan-Americana, realizada na capital do Peru, a cidade de Lima. Há sete jogadores de badminton brasileiros que estão entre os 100 melhores do mundo, confira quem são:

  • Ygor Coelho;

  • Fabiana Silva;

  • Fabrício Farias;

  • Francielton Farias;

  • Jaqueline Lima;

  • Sâmia Lima;

  • Gabriel Cury.

Saiba mais: Jogos Pan-Americanos — modalidades, países participantes, medalhas e recordes brasileiros

Badminton no mundo

Jogo de badminton entre duplas mistas nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.
Final de duplas mistas disputada entre duas equipes chinesas nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.[3]

O badminton entrou para as modalidades olímpicas em 1992 com 36 países participantes e 177 atletas. Nessa edição, 15 da 16 medalhas foram conquistadas por países asiáticos, com a exceção de um bronze conquistado pela Dinamarca. Segundo a Rádio Nacional do Rio de Janeiro, o badminton é o segundo esporte mais praticado do mundo, ficando atrás apenas do futebol. O surpreendente posto se deve à sua difusão em países asiáticos.

Curiosidades sobre badminton

  • Durante um jogo de badminton, a peteca pode chegar a mais de 300 quilômetros por hora.

  • Badminton é uma das únicas modalidades esportivas com categorias mistas, em que homens e mulheres competem juntos.

  • Na estreia do badminton nas Olimpíadas, a audiência do esporte passou de 1 bilhão de pessoas.

  • Algumas das promessas da modalidade para as competições olímpicas de 2024 são Momota Kento, japonês; Lee Zii Jia, da Malásia; Shi Yu Qi, da China; e Jonatan Christie, da Indonésia.

Créditos das imagens

[1] Rosli Othman/ Shutterstock

[2] A.RICARDO/ Shutterstock

[3] Wikimedia Commons

Fontes

BADMINTON é o segundo esporte mais praticado em todo o mundo. Rádio Nacional do Rio de Janeiro, 15 jun. 2015. Disponível em: https://memoria.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2015/06/badminton-e-o-segundo-esporte-mais-praticado-em-todo-o-mundo

COMITÊ OLÍMPICO INTERNACIONAL. O que nós aprendemos: uma síntese do Badminton na Olimpíadas de Tóquio 2020. COI, 11 ago. 2021. Disponível em: https://olympics.com/pt/noticias/o-que-nos-aprendemos-uma-sintese-do-badminton-na-olimpiadas-de-toquio-2020

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BADMINTON. Badminton: Em quais Jogos Olímpicos teve o badminton? Disponível em: https://www.badminton.org.br/olimpiadas

SÃO PAULO. Componente curricular - Educação Física. UME Prefeito Esmeraldo Targuinio, Secretaria de Educação – Prefeitura de Santos. Disponível em: https://www.santos.sp.gov.br/?q=file/37270/download&token=oViN1SFN

Escritor do artigo
Escrito por: Tiago Vechi Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VECHI, Tiago. "Badminton"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/badminton.htm. Acesso em 23 de abril de 2024.

De estudante para estudante