Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Kuwait

Kuwait é um país do Oriente Médio situado no golfo Pérsico. É detentor da sexta maior reserva de petróleo do mundo e é um dos membros fundadores da Opep.

Bandeira do Kuwait.
Bandeira do Kuwait.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Kuwait, ou Estado do Kuwait, é um país do Oriente Médio localizado entre o Iraque e a Arábia Saudita, no golfo Pérsico. Sua capital é a Cidade do Kuwait. Com seu território inserido em uma região predominantemente desértica, o país experimenta clima árido, marcado pelas altas temperaturas e escassez de chuvas.

A maior parte dos mais de quatro milhões de habitantes do Kuwait se concentra na costa, próximo da capital. Membro fundador da Opep, a comercialização e a exploração petrolífera constituem os pilares da economia do Kuwait, um dos países mais ricos do Oriente Médio.

Confira nosso podcast: A geopolítica do petróleo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Kuwait

  • Kuwait é um país do Oriente Médio localizado no golfo Pérsico.

  • Sua capital é a Cidade do Kuwait.

  • Já foi protetorado britânico entre 1899 e 1961.

  • Um dos principais conflitos em que esteve envolvido foi a Guerra do Golfo (1990-1991), logo após a Guerra Irã-Iraque.

  • Inserido em uma região desértica, o país dispõe de clima árido e relevo formado por terrenos planos e suavemente ondulados.

  • Não existem rios perenes no território. O abastecimento de água é feito por meio de aquíferos e da dessalinização da água do mar.

  • Sua população é de 4.329.000 habitantes, dos quais mais de três milhões vivem na capital e nos seus arredores.

  • O país é um dos membros fundadores da Opep.

  • Sua economia é baseada na extração e comercialização de petróleo e gás natural.

  • Trata-se de um dos países mais ricos do Oriente Médio.

  • As tradições e os costumes são orientados pela religião islâmica, seguida pela maior parcela da população.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais sobre o Kuwait

  • Nome oficial: Estado do Kuwait

  • Gentílico: kuwaitiano

  • Extensão territorial: 17.818 km²

  • Localização: Oriente Médio

  • Capital: Cidade do Kuwait

  • Clima:

  • Governo: monarquia constitucional

  • Divisão administrativa: seis governadorias

  • Idioma: árabe

  • Religiões:

    • islâmica: 74,6%;

    • cristãs: 18,2%.

  • População: 4.329.000 habitantes (ONU, 2021)

  • Densidade demográfica: 242,9 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,806

  • Moeda: Dinar kuwaitiano

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 186,61 bilhões

  • PIB per capita: US$ 38.760

  • Gini: não disponível

  • Fuso horário: GMT+3

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Organização Mundial do Comércio (OMC);

    • Fundo Monetário Internacional (FMI);

    • Banco Mundial;

    • Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep);

    • Organização dos Países Árabes Exportadores de Petróleo (Opaep);

    • Liga Árabe.

Mapa do Kuwait

Mapa do Kuwait.

Geografia do Kuwait

O Kuwait é um país situado na região do Oriente Médio, com capital na Cidade do Kuwait. Seu território se estende por 17.818 km² entre o Iraque, com quem faz fronteira ao norte e a oeste, e a Arábia Saudita, ao sul. A leste fica o golfo Persa, onde estão localizadas as nove ilhas que também compõem o território. A maior delas é a Bubiyan, a nordeste do continente.

→ Clima do Kuwait

O clima predominante no Kuwait é o árido, com exceção da faixa costeira, que experimenta condições características do clima temperado. Na maior parte do país, o tempo é extremamente seco durante a maior parte do ano, com temperaturas elevadas que variam de 44 ºC a 54 ºC. Os invernos são curtos e tendem a ser amenos. As chuvas ocorrem entre março e abril, porém os volumes são muito baixos. A máxima anual é de 180 mm.

→ Relevo do Kuwait

Terrenos planos e suavemente ondulados caracterizam o relevo do Kuwait. No litoral, na região do golfo do Kuwait, localiza-se a escarpa Al-Zawr, que se destaca do restante dos terrenos kuwaitianos com desnível de 145 metros. A altitude média do país é de 108 metros. Seu ponto mais elevado fica a 290 metros acima do nível do mar, e corresponde ao pico de Al-Shiqāyā.

→ Vegetação do Kuwait

O Kuwait é parte do grande deserto da Arábia e, por essa razão, apresenta baixa biodiversidade. Em algumas áreas do interior do país, observa-se a presença de estepes, com exceção das áreas próximas dos oásis, onde há outras formas de vegetação. Ao longo da costa, há pântanos salobros com a presença de formas de vida adaptadas a esse tipo de ambiente, que é o caso das plantas halófitas.

→ Hidrografia do Kuwait

Por conta das condições climáticas, o Kuwait não apresenta rios perenes. Cursos d’água intermitentes e de curta extensão aparecem logo após as chuvas, mas logo secam devido ao tempo quente e seco.

Demografia do Kuwait

O Kuwait é um dos países menos populosos do Oriente Médio, contando hoje com uma população de 4.329.000 habitantes. Apesar disso, trata-se de um território densamente povoado, com uma distribuição populacional de quase 243 habitantes a cada km². Em função das condições climáticas extremas no seu interior, as áreas mais próximas do litoral são aquelas que concentram maior população, especialmente na região da Cidade de Kuwait.

Toda a população do Kuwait vive em áreas urbanas. A maior cidade do país é a Cidade do Kuwait, sua capital, que concentra atualmente 3.052.500 habitantes. Esse montante equivale a 70,5% de toda a população do país, colocando a cidade na 144ª colocação entre as maiores do mundo.

Cidade de Kuwait, capital e maior concentração urbana do país.[1]
Cidade de Kuwait, capital e maior concentração urbana do país.[1]

Apesar de um saldo migratório negativo, indicativo da intensa corrente migratória do Kuwait em direção a outros territórios, o país sustenta um crescimento populacional de 1,17% ao ano. Sua taxa de natalidade é quase nove vezes maior do que a de mortalidade, o que resulta em um crescimento vegetativo acentuado. A expectativa de vida da população kuwaitiana é atualmente de 79,13 anos.

História do Kuwait

Hoje capital do país, a Cidade do Kuwait foi a primeira área do território a ser ocupada durante o século XVIII, e por isso o país recebeu a sua atual denominação. Os primeiros povos que se instalaram naquela região eram oriundos de outras áreas da própria península Árabe, constituindo assim uma organização sócio territorial propriamente dita já em meados daquele mesmo século. No ano de 1756, teve início o governo da família Al-Sabah, ainda hoje responsável pela nomeação do Emir, título que o monarca do Kuwait recebe.

O país se desenvolveu de forma rápida durante os séculos XVIII e XIX, prosperando por meio das atividades comerciais e de alguns dos recursos naturais à época disponíveis, especialmente das pérolas obtidas no mar da Arábia, na região do golfo Pérsico.

Ao final do século XIX, a maior aproximação do Império Otomano, que expandia seu domínio territorial pela península Árabe, fez com que o Kuwait buscasse a intensificação dos laços diplomáticos com o Reino Unido em busca de proteção. No ano de 1899, foi concedido ao país Europeu o controle sobre a política exterior do Kuwait, que se tornou um protetorado britânico. A independência do Kuwait foi conquistada algumas décadas mais tarde, em 19 de junho de 1961.

No entanto, antes da independência do Reino Unido, aconteceram disputas com o Iraque a respeito das suas fronteiras estabelecidas com o Kuwait e pelo controle das ilhas situadas na costa kuwaitiana, no golfo Pérsico. Tais reivindicações se intensificaram a partir de 1938, quando foram descobertas as primeiras reservas de petróleo no Kuwait.

Décadas mais tarde, entretanto, o país esteve ao lado do Iraque na sua disputa com o Irã, conflito conhecido como Guerra Irã-Iraque (1980-1988). O alinhamento se deu pelo receio da expansão do poderio iraniano na região, e o Kuwait forneceu auxílio financeiro e militar ao Iraque.

Dois anos após o término do conflito, entretanto, o Iraque promoveu uma invasão no Kuwait, o que deu início à Guerra do Golfo (1990-1991). A motivação estava atrelada aos empréstimos financeiros realizados durante o conflito precedente bem como às flutuações no preço do petróleo à época.

Uma coalizão internacional foi formada mediante decisão da ONU para colocar um fim no conflito, havendo, além disso, a intervenção de tropas estadunidenses sobre o Iraque. A guerra chegou ao fim em 1991. No período subsequente, o país passou por reformas internas e protestos políticos durante a Primavera Árabe, decorrida em 2011. A exploração de petróleo constitui hoje a base da economia do Kuwait, que se estabeleceu como um dos países mais prósperos do Oriente Médio.

Cultura do Kuwait

A cultura do Kuwait se constituiu por meio da influência dos demais territórios árabes com quem faz fronteira, além dos imigrantes que constituem atualmente uma grande parcela de sua população. Os asiáticos, por exemplo, são o grupo majoritário no país, representando 40% de todos os seus habitantes. Os kuwaitianos são 30,4% da população, formada também por outros povos de países da península Árabe e do continente africano.

O árabe é o principal idioma falado no país. Além disso, a religião islâmica tem papel fundamental na determinação dos seus costumes, o que compreende desde aspectos da vida cotidiana, de tradições mais conservadoras, até o calendário festivo do país, como o Ramadã e o Eid al-Fitr. A gastronomia do Kuwait é repleta de sabores tradicionais árabes. Um dos pratos tradicionais do país é o machboos, preparo feito com arroz e vegetais.

Leia também: Omã — outro país do Oriente Médio cuja cultura é caracterizada por aspectos da religião islâmica

Governo do Kuwait

O Kuwait é um emirado, isto é, a forma de governo vigente no país é a monarquia constitucional. O monarca recebe o título de Amir ou Emir, e ele é selecionado entre os próprios membros da família que governa o país, com sua indicação confirmada pelo Parlamento kuwaitiano. O Emir desempenha a função de chefe de Estado, enquanto o chefe de governo é o primeiro-ministro indicado pelo Conselho de Ministros e posteriormente aprovado pelo Emir.

A Assembleia Nacional corresponde ao Parlamento do Kuwait, órgão unicameral que desempenha as funções legislativas no país. Ele é formado por 65 membros, dos quais 50 são eleitos de maneira direta e outros 15 são indicados pelo Emir.

Etimologia do Kuwait

O nome Kuwait é derivado da palavra em árabe al-Kuwayt, que, por sua vez, corresponde a um diminutivo do termo kūt, que significa “fortaleza” ou “forte” (estrutura militar de defesa territorial). Esse nome foi adotado em referência a uma construção do tipo feita no século XVIII onde hoje fica a capital do Kuwait, na costa do golfo Pérsico.

Economia do Kuwait

O Kuwait é um dos países mais ricos do Oriente Médio, especialmente quando se leva em consideração a sua renda per capita, atualmente de 38 mil dólares. O Produto Interno Bruto (PIB) kuwaitiano é de 186 bilhões de dólares, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O país é um dos membros fundadores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e detém aproximadamente 8,5% das reservas petrolíferas do grupo, o que equivale a 102 bilhões de reservas comprovadas. Assim, juntamente a sua comercialização, a exploração de petróleo e de gás natural constitui a base da economia do Kuwait, sendo responsável por aproximadamente 90% das receitas geradas no país.

A indústria, formada essencialmente por empresas do ramo petroquímico, processamento de alimentos, dessalinização de água e construção e montagem de navios, responde por 58,7% do PIB nacional. O setor terciário, que compreende o comércio e os serviços, contribui com uma fatia de 40,9%.

A atividade agropecuária se desenvolve em uma área muito restrita e mediante métodos de irrigação. A sua participação no PIB é de somente 0,4%, composta pelas culturas de vegetais, tâmaras, batatas e legumes em geral, além da produção de leite, criação de aves e carneiros.

Veja também: Lista dos maiores produtores de petróleo do mundo

Infraestrutura do Kuwait

Desprovido de fontes naturais de água, um dos principais desafios infraestruturais observados no Kuwait é o abastecimento e fornecimento de água potável para a sua população. A utilização de métodos de dessalinização da água do mar é a principal forma de obtenção desse recurso, além da retirada do aquífero Arábico, que abastece parte dos países do Oriente Médio. Ainda assim, toda a população do Kuwait possui acesso às redes de saneamento do país.

O Kuwait possui a 10ª maior capacidade instalada de geração de energia com combustíveis fósseis do mundo, especialmente gás natural, que constituem a única fonte de obtenção de eletricidade no país. As redes de transporte do Kuwait são curtas, a exemplo de sua malha rodoviária de pouco mais de 5,7 mil km, sem a presença de ferrovias.

Os oleodutos e gasodutos são importantes estruturas utilizadas no transporte de petróleo e gás natural, tanto para a utilização doméstica quanto para o comércio exterior. Além disso, o país dispõe de três aeroportos e ao menos cinco terminais portuários ao longo da costa do golfo Pérsico.

Curiosidades sobre o Kuwait

  • Abriga a sexta maior reserva comprovada de petróleo do mundo.

  • O Dinar kuwaitiano é a moeda mais forte, ou mais valiosa, do mundo.

  • O Kuwait é um dos 27 países onde não há sítios ou monumentos listados pela Unesco.

  • As cores da bandeira kuwaitiana estão associadas a um poema, escrito por Safi Al Din Al Hilli, que menciona os campos verdes (cor verde), as batalhas (cor preta), o sangue nas espadas (cor vermelha) e a pureza dos atos (cor branca).

  • Foi o primeiro país do golfo Pérsico a eleger um Parlamento, o que aconteceu no ano de 1963.

Créditos de imagem

[1] Anson Fernandez Dionisio / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Kuwait"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/kuwait.htm. Acesso em 30 de junho de 2022.

De estudante para estudante


Qual o menor país do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

O que é tectonismo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Argumento por exemplificação

A exemplificação sempre foi um recurso importante para a explicação de conceitos mais teóricos ou mais difíceis...

Quem foi Nelson Mandela?

Assista a nossa videoaula para conhecer a história de Nelson Mandela (1918-2013). Confira também, no nosso...